Arquibancada de luxo

10.01.20

Alguns gabinetes de Brasília comportam excentricidades inacreditáveis. Desde que João Otávio de Noronha assumiu a presidência do Superior Tribunal de Justiça, há seis meses, a equipe de comunicação da corte tem uma atribuição extra: incluir no clipping diário de notícias que é enviado pelas manhãs ao ministro tudo o que há de novidade sobre o time dele, o Cruzeiro. Foi o próprio Noronha quem fez a exigência. Além de um resumo das principais informações sobre o Judiciário, ele ordenou que a equipe deixe em sua mesa, logo nas primeiras horas do dia, um extrato do noticiário sobre o clube mineiro, do qual também é sócio benemérito. A saber se neste ano, com o Cruzeiro rebaixado para a segunda divisão do futebol nacional, a ordem será mantida.

Kleyton Amorim/UOL/FolhapressKleyton Amorim/UOL/FolhapressNoronha: ele exige dos assessores e quem paga é você

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Rogo para que o Cruzeiro afunde tipo Titanic e vá para a 5ª divisão e morra lá, pois os políticos já foram rebaixados a escrotos da sociedade, tanto que para terem status de importância precisam roubar dos Brasileiros o que estes crápulas não conseguem trabalhando.

  2. Pensa e age assim meu time precisa lutar para subir para primeira divisão e eu preciso trabalhar dobrado para valorizar quem me paga porque dinheiro a nós brasileiros custamos a ganhar!

  3. Tacanha prepotência deste fajuto ministro . É mais um do mesmo , que somam-se aos inúteis do judiciário brasileiro . Não é à toa que o poder ( podre aliás ) judiciário está totalmente e irreversivelmente desacreditado . Quer saber do seu time do coração ? Procure nas fontes ESPORTIVAS , diretamente . Ocupe-se daquilo para o qual foi designado , seu chupim .

  4. Quanta relevância e quanta pequeneza de propósito dentro de um cargo de tamanha envergadura... É incrível o grande circo que é o Brasil nas mãos desses homens públicos sem preparo...

  5. O judiciário é um único poder que há anos vem extorquindo a população brasileira e, contra o qual, ela nada pode fazer nas urnas. Ou mudamos o parlamento para que possamos mudar a constituição, ou essa violência contra os cofres públicos e contra o bolso do cidadão, essa indecência, jamais vai acabar.

  6. E nem é bom comentar muito que esse "boca mole" tem mesmo dentes horrorosos de "típico" "roedor", porque senão ele os disfarçará com lentes de contato e.... nós pagaremos!!!

  7. Nossa Pátria não passa de paraíso do que existe de pior em um ser "vivo".Só o DEUS verdadeiro poderá fazer alguma coisa.O"deus"acima de tudo,usando por aí,é heresia.

  8. Os políticos escolhem com cuidado os piores entre os piores para colocar em nossos tribunais. Juiz íntegro, sério, competente como Moro, Brestas e Valisney são inimigos. Toffolis, Gilmares e Lewandowskis são ideais. Por que será?

  9. torcer para o decacampeão do Brasil é sensacional _ 4 brasileiros e 6 copas do Brasil. Bilibertadores etc. agora: a notícia não tá com nada.

  10. Com o meu, o seu e o nosso. O que esperar dessa excelência? Se fosse rubro-negro, teria que contratarIa mais funcionários para o gabinete.

  11. Com gente dessa natureza que temos que conviver. Quanta falta de vergonha e excesso de cinismo...A gente lê fica vermelho de raiva e quem pune?

  12. Nesta revista foi publicada uma crítica, com a qual eu concordo, ao Ministro da Educação por grave erro ortográfico. Entretanto, a revista tão crítica, usa em um texto pretensamente na língua portuguesa, "clipping".

  13. Absurda reportagem, num momento em que a população brasileira já mapeou que, sem uma AUDITORIA EXTERNA do judiciário caminhamos para o nada.

  14. Que tipo de justiça pode sair de um gabinete que se pauta do desvio de função. A justiça brasileira merece uma reforma profunda, qdo funciona muitas vezes chega tarde, custa caro e privilegia os mais ricos.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO