RuyGoiaba

Caetano é o Chiquinho Scarpa da MPB

10.01.20

Chiquinho Scarpa, figura folclórica conhecida dos paulistanos há décadas, voltou a aparecer na mídia nesta semana — ele teria implantado um microchip de GPS na namorada, para não se perder dela em sua gigantesca mansão no Jardim Europa (depois alegou que era uma brincadeira com a repórter). Também já anunciou o enterro de seu Bentley no jardim de casa, disse ser dono de uma criação de anões — que alugaria para trabalhar como garçons– e afirmou já ter recebido um escravo de presente de um amigo em Marrocos.

Ninguém leva a sério o Chiquinho, claro: ele é um especialista naquilo que os moleques do meu tempo de ensino fundamental chamavam de “pendurar uma melancia no pescoço” (no caso dele, provavelmente de ouro maciço 18 quilates). Mas, surpreendentemente, ainda existe quem leve Caetano Veloso — descrito há décadas por José Guilherme Merquior como “pseudointelectual de miolo mole” — a sério fora de sua área, a música. E, no entanto, existem mais semelhanças entre o velho baiano e o playboy paulistano do que supõe a vossa vã filosofia.

“Como assim, seu Goiaba?” Calma, já explico. O compositor e “colunista da Mídia Ninja”, que padece do que o jornalista e escritor Jerônimo Teixeira já chamou de Síndrome do Vanguardista Ultrapassado, também pendura suas melancias no pescoço — sem o ouro 18 quilates das do conde Chiquinho, mas ainda assim melancias — para dizer “olhem para mim! Eu existo! Ainda sou relevante!”. A mais recente delas foi entrevistar um youtuber neostalinista, Jones Manoel, e ainda dizer que o sujeito “mudou sua maneira de ver as coisas”.

Para quem não conhece a figura, informo que Jones Manoel é capaz de comparar a sério, como se fossem iguaizinhos, macarthismo e gulags – os milhões de mortos nos últimos devem ser, como o gol para Carlos Alberto Parreira, um detalhe — e escrever o seguinte no seu Twitter: “A Revolução Brasileira [assim mesmo, com maiúsculas] deve ter como prioridade banir, proibir o máximo possível, o Google, Face, Twitter, YouTube e afins e criar plataformas nacionais com tecnologia nacional e controle interno”. Ou seja, uma espécie de Albânia do tempo de Enver Hoxha, reloaded. Isso, notem bem, tendo conta no Twitter e canal no YouTube, os mesmos “aparatos do imperialismo” que ele quer banir.

E Caetano, que já amava de paixão Ciro Gomes e Mangabeira Unger, se encantou com esse cara, em nova prova de que sempre é possível escavar um pouco mais o fundo do poço. A explicação mais caridosa é que o compositor virou um Chiquinho Scarpa da MPB e que Jones Manoel é sua criação de anões: um truque para GERAR POLÊMICA, chamar a atenção e se mostrar alinhado com o dernier cri do progressismo, o marxismo do século 21 (basicamente indistinguível do marxismo do século 19). A menos caridosa é que o miolo mole diagnosticado por Merquior tenha adquirido, com o passar dos anos, consistência cada vez mais pastosa. E, pensando bem, essas duas coisas nem são excludentes.

Levou mais de 50 anos, mas finalmente Caetano ficou ao lado do público no Tuca que o vaiou na apresentação de “É Proibido Proibir” — ou ao lado dos netos daquela plateia, a versão 2.0 das ideias dos avós (como dizia a paródia do meu tempo de faculdade: “a UNE somos nós, nossos pais, nossos avós”). Encerro roubando mais uma citação do Jerônimo Teixeira, pelo que espero que ele me perdoe: “Caetano (…) atacava a juventude que queria matar amanhã o velhote inimigo que morreu ontem, e hoje o compositor septuagenário abraça o velhote assassino que morreu anteontem”. O bigode de Stálin, no fundo, é muito odara.

***

A GOIABICE DA SEMANA

Confesso que não esperava ter de defender a turma de Gregório Duvivier e o que chamei, na semana passada, de “especial de Natal mais sem graça dos últimos 2.000 anos”. Mas “goiabice” é muito pouco para definir a decisão do desembargador Benedicto Abicair de censurar o programa do Porta dos Fundos, ordenando sua retirada da Netflix: além de inconstitucional e inaceitável, é patética. Tão patética quanto a legião de cretinos que defende a decisão sem se dar conta de que igual tipo de censura pode se voltar contra o que eles amam.

No mais, subscrevo o que o grande comediante inglês Ricky Gervais vive dizendo: só porque você se sentiu ofendido, não significa que esteja certo.

Abicair, que fechou o acesso à Porta dos Fundos antes de Dias Toffoli liberar

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não vi, não sei se é bom, mas se fere o artigo 208 do código penal deve ser criminalizado. Caso contrário quem não gosta não assiste e boicota o grupo. Quem gosta assiate. Como disse a um colega meu, nao6se assiste filme pornô por engano, salvo aqueles que te mandam pelo WhatsApp. Mas mesmo assim por pouco tempo.

  2. Caetano com o compositor até que fez algumas boas músicas, como militante politico é um zero a esquerda, defende um corrupto condenado por 9 juizes como se fosse um inocente. Falta -lhe percepção da realidade, vive numa bolha esquerdopata.

  3. Esse nosso judiciário é mesmo um brincalhão. Brinca com a nossa inteligência e paciência. Enquanto há incontáveis processos parados, estacionados nas várias varas em todas as esferas, um juiz se presta a dedicar seu 'precioso' tempo para censurar 'porta dos fundos'. Este tipo de processo nem deveria chegar a um juiz. As nossas leis são arcaicas e mal especificadas. MICO, pagou este juiz. E ais MICO ainda quem insistiu com este processo ridículo. Esses advogados estão sem serviço....

  4. Caetano é um cara chato, pedante, "faniquiteiro", infantil, pretensioso, ególatra... Melhor faria se aprendesse tocar bem , pelo menos o violão que segura. Artista , aliás, é seu grande amigo, Gilberto Gil.

  5. As eternas divagações do (inegavelmente grande compositor) Caetano - qualquer que seja o tema - já cansaram, há muito tempo. Concordo: manter-se na mídia dá retorno.

  6. O crime de Caetano, segundo Goiaba, resume-se em ter entrevistado um youtuber neostalinista e ainda dizer que o sujeito “mudou sua maneira de ver as coisas”. Caetano endossou todas as prováveis sandices ditas pelo youtuber? Quais? Caetano mudou sua maneira de ver quais coisas? São importantes? Goaiaba não diz. Baseado apenas no que consta do artigo não me parece que Caetano tenha cometido algum erro. Ou é proibido entrevistar gente que não pensa como nós?

    1. somente cumpriu a lei ,leia o código penal e verá q não foi censura ,já o ministro tofolhe ( errado mesmo)transgrediu a lei ao liberar ,o porta dos fundos ,será pq será sua saída?

  7. Falando de Caetano e sua tchurma, e as bobagens que falam e fazem atualmente, fico pensando se foram eles mesmos os autores de músicas tão maravilhosas no passado. Se sim, como pode mudar tanto uma cabeça?

  8. Por razões ligadas à ditadura militar, decidiu-se proibir a censura, e isso passou a ser indiscutível. No entanto deixa-se de considerar que ela é viável e necessária, para impedir a progressão da difamação. Tem que censurar, sim, ou esperar quanto tempo para a reparação do mal feito ?

  9. A lei mencionada por alguns para justificar a censura não se aplica no caso. A lei proíbe manifestação de preconceito. Não é o caso. O programa é uma sátira que alguns podem, com todo o direito, achar desrespeitosa. Mas não incita preconceito. Muito cuidado com leituras superficiais de matéria jurídica!

    1. A liberdade de expressão deve ser absoluta, não admite gradação. Se alguém se sentir prejudicado, que recorra à justiça. Censura, nunca!

  10. É desse tipo de fonte que o Caetano alimenta suas ideias. Isso explica muito sobre o comportamento dele e de seus “companheiros “

  11. Eu sempre achei que o irmão gêmeo do Chiquinho Scarpa fosse João Doria. Tipo: Chiquinho Scarpa Doria. Onde começa um e termina o outro?? 😄😄😄

    1. Concordo inteiramente com a Estela. Doria e Chiquinho são muito semelhantes em quase tudo, até no biótipo. A diferença é que Dória pode causar danos e Chiquinho é só hilário.

  12. A censura NÃO é inconstitucional. Veja a Lei 7.716/89 que prevê a censura contra material com preconceito contra religião, raça ou etnia. Liberdade de expressão não é um direito absoluto acima dos demais direitos. Cada caso é um caso. A vida não é uma festa. Vc goiabou nessa.

    1. Quem é que não sabe que nossa constituição é uma porcaria?

  13. Ruy, você escreve muito mal! Seu texto não é claro, cheio de comentários intercalamos sem sem sentido. Parece aqueles babacas PTistas metidos a intelectuais. Tá fumando muita erva. Deixa disso! Fume menos e escreva melhor.

    1. Discordo totalmente de ti. Texto mais claro e verdadeiro, impossível!

    2. Esqueci de completar. Daqui a pouco você vai ficar parecido com o babaca e sem graça do José Simão.

  14. Ruy Grato por me incluir na legião de cretinos. Não se esqueça que o grande e amado lider brasileiro, o nove dedos, mandou a CF se foder (caso Larry Rother, 2004).

    1. Só para seu conhecimento (ninguém é obrigado a saber tudo), o Código Penal é claro (artigo 208) ao fixar que é crime o escárnio público por motivo de crença ou função religiosa. Pode me remover da legião de cretinos...

  15. A ofensa gratuita, como a que está em comento, transcende o fato do ofendido estar certo ou errado, apenas ofende, e demanda retratação.

    1. Não, Míriam. Vc está errada. Experimente fazer um vídeo com apologia à pedofilia, com apologia ao suicídio. Não é assim "vê o programa quem quer". veja a Lei 7.716/89 artigo 20, que prevê a censura e retirada do ar de material com preconceito de religião, raça ou etnia. A liberdade de expressão não é um direito absoluto acima dos demais direitos. A vida não é uma festa.

    2. nesse caso é processo por danos morais é não para a retirada do conteúdo do ar. aliás, vê o programa quem quer.

    1. Gerval é um "pendurador de melancia", grosso, rude e escatológico. Experimente sair nu no meio da rua, dizendo que é liberdade de expressão e "me vê quem quer". Menos. Censura a essa peça ofensiva e agressiva às religiões é pouco. A Lei 7.716/89 prevê a censura e 5 anos de prisão.

  16. Boas goiabas na cara dos enfezados retrocistas d plantão, q se autodenominam “progressistas” assim como a ex-Alemanha comunista se dizia democrática. Hilário 😂

  17. O silêncio tumular de críticos em relação às sandices proferidas por Caetano Veloso foi finalmente quebrado. A curiosidade fica por conta da fonte: Goiaba, quem diria. Pena não ser possível o compartilhamento do texto na íntegra. A Crusoé deveria permitir uma cota (sei lá, que a Crusoé elegesse uma matéria por mês, com um link para compartilhamento livre) aos assinantes para sair por aí a arrepiar as madeixas das tias do Zap. Seria uma divulgação grátis sob o controle da revista.

  18. Sensacional seu artigo de hoje. Do início ao fim. P. S. Também vi o tal filme e não consegui rir em nenhum momento. Sou ateu. Sou bem humorado. Aprecio o humor. Mas não achei a menor graça ali. E fiquei pensando sobre melancias no pescoço do Chiquinho do Caetano e no do Duvidier. Abraço

  19. Este energúmeno nunca foi ou jamais será relevante. É mais um comunista e pseudo-intelectualóide. Mais uma farsa que caiu no esquecimento e precisa criar bobagens de tempos em tempos por conta de sua baixa autoestima e pouco conhecimento.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO