O SPC e a dívida de Ciro

21.09.18

Não é de Ciro Gomes nem de seus conselheiros políticos a ideia de tirar o nome dos brasileiros da lista de devedores do Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC. Transformada na principal bandeira do pedetista na corrida presidencial, a proposta chegou como sugestão de um simpatizante. Foi enviada pela internet, antes da convenção do PDT em que Ciro foi oficializado candidato. Ele gostou da ideia e pediu para seus assessores bolarem uma forma de viabilizar o projeto.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéCiro “ganhou” a ideia de zerar a dívida dos brasileiros

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Que imaginação! Iludir o povo com as mesmas fantasias , minha casa melhor, meu carro, sem avisar das prestações , do custo e do risco. Outra enrascada para os desavisados. Tristes ideias de jerico.

  2. Ciro, um político que não dá orgulho a nenhum cearense minimamente informado. Na terra do sol e dos humoristas, eis uma piada sem graça pra se contar.

  3. Se a ideia é boa, factível, me parece que não deveria importar de quem seja, este por exemplo é um dos pilares deste lixo de politica no Brasil, não importa se à direita, à esquerda ou do centro, uma boa ideia não pode ser trazida para o governo de plantão, se for de um partido aliado, não interessa se ela é boa para o país, só interessa se for boa pensando na próxima eleição.

  4. Amigos , O CIRO parece aqueles senadores ROMANOS ,pronto para convocar o DIABO e tocar fogo no palácio .E está alí para isso , mas a mídia dá sopinha para ele , a ele ,um dissimulado comparsa do LULA . Já com JAIR ,o pau come ,na base do preconceito ,da desqualificação ,do esteriótipo e da intolerância. Ahhhh , então o jogo é devolver o PODER à quadrilha .E O POVO ASSASSINADO E ROUBADO ? O IMPERADOR CIRO VAI DAR O PÃO ,O CIRCO DE SATANÁS SERÁ DEPOIS . E vocês e o POVO vão deixar ? CARLOS

    1. "na base do preconceito, da desqualificação, do esteriótipo e da intolerância"... Pelos seus comentários, me parece que você também aceitou o "esteriótipo" criado pela midia ao se referir ao Bolsonaro. E você, Carlos, vai deixar?

  5. Claro que não é ideia do Ciro , está novidade (?) é feita de tempos em tempos , é um feirão onde se negociam as dividas , só que no dia seguinte todos já estão voltando ao SPC , por um motivo muito simples , ou não tem renda ou estão desempregados .

  6. A legenda da figura está incorreta, embora o texto não esteja. Um pouco mais de cuidado com o jornalismo, por favor. Ciro não está propondo zerar a dívida dos brasileiros, está apenas propondo intermediar uma renegociação em massa da dívida com os bancos atuais por outra dívida com outro(s) banco(s) que cobrem juros menores, e assim tornar os atuais inadimplentes em adimplentes, pelo menos temporariamente. Também não há dinheiro público envolvido na proposta. Basta ver as suas entrevistas.

    1. Isso é o que se poderia chamar de " bolsa empréstimo..mais uma. E quando o sujeito faz tudo errado.. Auxílio reclusão.

    2. Ele fala claramente em usar BB e Caixa, isso é dinheiro público.

  7. Proposta mais sem noção que já vi em toda minha vida, vai apenas mudar de lado a divida, do setor privado para o público ai vai sobrar para o cidadão pagar tirando da educação, saúde, segurança e etc.

    1. Com certeza seremos nós a arcar com essa dívida. Proposta totalmente populista.

  8. Vale tudo pra ganhar voto. Só um imbecil do Ceará pra prometer tamanha merda. E só um cearense pra acreditar nisso. O Brasil não é o Ceará canalha.

    1. Susana, esqueci que N e NE são o celeiro brasileiro de políticos de grande calibre... Esquerdopatas apoiam o discurso politicamente correto desde que ele esteja alinhado com os princípios que em 40 anos levaram o Brasil a tornar-se uma nação ignorante, insegura e insignificante. Quando você ou um conhecido visitar uma capital asiática, peça para alguém apontar onde fica o Brasil no mapa. A grande maioria apontará a África. Seu país é tão insignificante para eles, quanto o Burundi é para você.

    2. Não generaliza, tem muito cearense inteligente capaz de se virar nesta crise...e um populista com uma ideia absurda pra angariar votos com mais facilidade...e um inconsequente cheio de preconceito aos nossos irmãos nordestinos. Pega leve, respeito é tudo. Aqui no sul, no Ceará e em qualquer lugar deste país!

    3. O Brasil é um Ceará! O que há são sotaques diferentes. É por isso que o risco dessa nação tropical dar certo é mínimo.

  9. Eu estou tentando me convencer a votar no Ciro, mas está dificil, é cada vergonha que ele me passa. Como pode acreditar que uma bandeira de tirar o povo do SPC vai angariar votos? Quem se importa em ter o nome sujo? As pessoas só se importam com isso pra poder fazer mais dívidas.

  10. O sujeito entra no spc ou porque quer ou porque não conseguiu pagar. O Ciro levanta a bandeira de que ao tirar o sujeito do spc, ele passa novamente a consumir melhorando a economia. Mas crédito sem capacidade de pagamento é retorno certo ao spc.

  11. Considere-se a hipótese dessa muito oportuna (?) sugestão ao CangaCiro ter partido de Maria Bonita. Por que, não? Podem ter elaborado outra tacada naquele convescote global. Afinal, dizem, a coisa não tá fácil pra ninguém! Em tempo: - Fim de semana chegou, e corremos o risco de ver por aí algum destemperado (a) interrompendo nosso lazer aos gritos de “ele não!” Saudades da Torloni, quando esta - bela como sempre! - em campanha pelo Miro, fez de palco uma das mesas da saudosa Plataforma.

    1. Reginaldo, desculpe, mas o que não deve ser factível é você ter um crédito aprovado.

    2. Governo não tem que se meter em relações privadas, ainda mais prometendo negociar dívidas de milhões com juros artificiais bancados por bancos publicos. Advinha quem vai pagar a conta.

    3. Sem entrar na discussão de quem seja a ideia, entendo a proposta como plenamente factível e interessante ao país pelo impulso que dará na recuperação econômica.

    4. A língua grande... Quem sugeriu isto estava de gozação, fez esta “pegadinha” e o casca grossa do Ciro pôs a boca no trombone. Da vez passada também estava indo bem e ao acelerar ‘com a ajuda’ da deusa Patrícia Pilar, sentindo que ela lhe fazia sombra, ao invés de surfar em onda tão refrescante, ficou enciumado e com sua costumeira “discrição” (pura classe de fidalgo e gentleman como ele só, rsrs) caiu na besteira de declarar que o papel dela na campanha era só “dormir com ele”... DESPENCOU!!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO