MarioSabino

A fake news do PT e o dia em que fui indiciado

24.08.18

A farsa de que Lula será candidato é uma fake news do PT que conta com o patrocínio da Justiça Eleitoral, muito lenta para varrer a impostura, e boa parte da imprensa, que se compraz em divulgá-la. Trata-se, portanto, de fake news capaz de causar danos incomensuravelmente maiores do que qualquer outra divulgada nas redes sociais. É também mais um exemplo de como Lula e o PT lançam mão das regras democráticas (no caso, o registro provisório da candidatura no TSE), para tentar corroer por dentro a democracia. A farsa confunde os brasileiros semianalfabetos, como mostra a última pesquisa Datafolha, embaralhando a campanha como um todo. A intenção de Lula e PT é fazer chicana até que seja impossível deixar de colocar a foto do condenado na urna eletrônica e, assim, tentar viabilizar a eleição do seu poste por meio de um ardil feito sob medida para enganar quem não consegue ler e escrever além do próprio nome.

Depois de tudo o que Lula e o PT fizeram no poder e continuam a fazer fora dele, acho espantoso que ainda haja gente, mesmo de centro-esquerda, que os considere do “campo democrático” e possíveis aliados, como é o caso de Fernando Henrique Cardoso. Ele tomou parte de um episódio que me envolveu pessoalmente, quando eu era redator-chefe da Veja. Mostra como o lulopetismo tentou atingir o partido do ex-presidente tucano com uma fraude e, com o fracasso do plano, golpear a imprensa independente. Eu o narrei no livro Cartas de um Antagonista, mas volto a fazê-lo aqui, inclusive por sugestão de leitores. Quem sabe não sirva para reavivar a memória de FHC? Eis o artigo atualizado com uma informação obtida pela Lava Jato:

No dia 29 de janeiro de 2008, a PF indiciou-me na esteira do escândalo dos aloprados. Durante dois anos, o redator-chefe da revista Veja permaneceu como o único indiciado nessa vergonha.

Em 15 de setembro de 2006, pouco antes do primeiro turno das eleições, petistas foram presos pela PF num hotel de São Paulo, com o equivalente a mais de 1,7 milhão de reais em espécie. O dinheiro era para comprar um dossiê falso contra José Serra, que concorria contra Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo. Como de hábito, Lula correu para dizer que não tinha nada a ver com aquilo, que se tratava de “um bando de aloprados”.

Reuni um editor-executivo e três repórteres para fazer uma reportagem sobre o caso. A missão era obter a foto da dinheirama — mantida sob sigilo pela PF — e informações exclusivas sobre a malandragem. Missão dada, missão cumprida. Eles não apenas conseguiram a foto, como descobriram que Freud Godoy, segurança de Lula, e José Carlos Espinoza, assessor do então presidente da República na campanha de reeleição, haviam visitado secretamente o aloprado Gedimar Passos na carceragem da PF.

Publicada a reportagem, a PF negou o encontro de ambos com o preso, mas abriu uma sindicância interna para apurar a história. Os repórteres foram gentilmente convidados a relatar de viva voz a sua descoberta a um delegado. Eles foram acompanhados de uma advogada da Abril.

Eu ainda estava em casa, quando recebi um telefonema do editor-executivo que comandara a reportagem. Um dos repórteres havia ligado para ele — Julia Duailibi, hoje na GloboNews — e, muito nervosa, dissera que o delegado intimidava os jornalistas da revista e a advogada da Abril, sob o silêncio da representante do Ministério Público. O sujeito gritava que a Veja era mentirosa, além de exigir que eles revelassem fontes e como tinham obtido a foto do dinheiro.

Telefonei para Márcio Thomaz Bastos e deixei recado para que me ligasse. Em seguida, entrei em contato com Fernando Henrique Cardoso e o senador Tasso Jereissati, que estava em São Paulo. Os dois se dispuseram a seguir para a sede paulista da PF, a fim de exigir que os repórteres e a advogada fossem liberados. Nesse meio-tempo, recebi o telefonema de Márcio Thomaz Bastos. Disse ao ministro da Justiça que ele segurasse os seus aloprados. Márcio Thomaz Bastos mandou que a PF liberasse todos imediatamente. A sua ordem foi seguida, sob comentários irônicos do delegado intimidador.

Na redação, chamei os envolvidos e cruzei as versões. Todos confirmaram a intimidação e me forneceram detalhes idênticos. O editor-executivo ligou para a representante do MP, que também relatou a situação vexatória sofrida pelos jornalistas e pela advogada. A essa altura, os jornais começaram a me procurar. No dia seguinte, noticiaram o absurdo. O Globo reproduziu o meu diálogo com Márcio Thomaz Bastos. Diante da repercussão, a representante do MP voltou atrás na sua versão e afirmou que não havia ocorrido intimidação. Os jornais colocaram a versão dos repórteres da Veja em dúvida. Fui adiante, com o aval do diretor de redação. Escrevi uma matéria para contar o episódio aos leitores da revista. A Veja ainda publicaria mais duas reportagens sobre o delegado intimidador. Entre outras coisas, descobriu-se que a PF o havia “importado” de Sorocaba, a fim de interrogar os jornalistas.

A PF abriu outra sindicância interna. Meses depois, concluiu que não havia ocorrido intimidação. O caminho estava aberto para que o delegado intimidador me processasse por ter escrito a reportagem que relatara o absurdo cometido contra a liberdade de imprensa. Fui acusado de calúnia e difamação. Curiosamente, o delegado que conduziria o inquérito era o mesmo que havia chegado à conclusão de que os repórteres e a advogada da Abril não tinham sido constrangidos.

Ao ver que o clima estava pesado para mim — eu também era alvo constante dos blogueiros sujos do PT –, Roberto Civita resolveu contratar bons criminalistas. Roberto Podval e Paula Kahan Mandel me defenderiam. Vi-me intimado a depor na mesma PF que havia esquecido os aloprados, absolvidos que foram, em 2007, por “falta de provas”. O delegado havia acordado com os meus advogados que eu falaria e sairia de lá sem acusação formal.

Prestei o depoimento, deram-me a transcrição para eu ler, pedi para que corrigissem o português e assinei. Levantei-me para ir embora, mas o delegado pediu que eu assinasse outro papel. Era o meu indiciamento. Roberto Podval e Paula Kahan Mandel tomaram o papel das minhas mãos e entraram numa discussão acalorada com o delegado. Saí da sala e, apesar da porta fechada, o andar inteiro ouvia os gritos que de lá ecoavam. Fui indiciado à revelia. O delegado recebera ordens para me indiciar de qualquer jeito. A PF havia sido balcanizada pelo lulopetismo.

No início de 2010, finalmente, depois de muitas idas e vindas, a ação penal contra mim foi trancada pela Justiça Federal de São Paulo, mediante habeas corpus impetrado pelos meus advogados. O desembargador Otavio Peixoto Junior escreveu:

“Óbvio que os jornalistas não inventaram nada. Alguma coisa o delegado fez que foi sentida ou interpretada como constrangimento e intimidação. Os repórteres não iriam inventar, tirar isso do nada. A meu juízo, o que há é mera notícia de fatos no exercício da liberdade de imprensa e isso é tudo. O que pode haver de mais é o uso do inquérito como retaliação e não duvido que, fosse caso de dilação probatória, surgissem elementos de convencimento dessa hipótese.”

O delegado intimidador caiu do telhado e morreu (não é piada). Paula Kahan Mandel deixou a advocacia e se mudou para Nova York. Roberto Podval se tornaria advogado de José Dirceu (“Mas o seu foi o caso mais difícil que enfrentei”, brinca ele). A advogada da Abril morreu de câncer. Os três repórteres e o editor-executivo saíram da Veja bem antes de mim. O dinheiro dos aloprados foi para a União. Em 2017, a Lava Jato descobriu que a bolada — em notas velhas e de pequeno valor que a princípio apontavam para o dízimo de uma igreja evangélica — na verdade havia sido fornecida aos petistas pelo esquema de repasse de propinas da Itaipava/Odebrecht.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os aloprados, todos tomaram o Brasil de assalto em 2003, com um discurso fajuto e enganador e só saíram de cena com o impeachment. Espero , sinceramente que a carreira desses corruptos, malandros e mentirosos , apesar da renitência e cara de pau se encerre para o bem do país. Temos meio caminho andado.

  2. Em resumo, além do Mário (que mora em Paris, oui oui!) a única que se deu bem nessa história foi Paula K. Mandel . . . que se mudou para NY. Moral da história: o melhor a fazer, para quem pode, é ir embora dessa joça.

  3. Ao ler seu relato, me dou conta que vivemos em uma realidade kafkiana. Nunca saímos do pesadelo que é viver em um país governado por bandidos.

  4. Assinei a Crusoé por um ano , à vista, não consigo ler no celular. O meu e mail continua o mesmo , não consigo registrar nova senha para comentar no Antagonista. Alegam erro no e mail. O que está acontecendo com os leitores assíduos desde a primeira postagem?

  5. São peritos em intimidar, mentir, criar fatos que os beneficiem e escapulir como vítimas. O que nos anima são jornalistas sérios e comprometidos com os fatos , poucos, mas bons. Li seu livro, muito bom.

  6. Não tem jeito.Faz parte do seu DNA.Um partido da enganação,do crime,da desinformação,da exploração dos menos favorecidos.Precisamos nos livrar dessa epidemia/miasmas remanescentes da extinção do socialismo(Fascismo/Nazismo e Comunismo).

  7. E ainda tem gente que vota no PT. Não entendo onde erramos. A juventude vota PT, sinal de que a doutrinação nas escolas foi bem sucedida. PT só na porrada, infelizmente.

  8. E a Globo New agr passa o dia todo propaganda anti- fake news. É que nem aquele moleque que escreveu um bilhete falso pra mão e embaixo "É verdade esse bilhete". Quando algo é verdade, vc não precisa de um "é verdade esse bilhete", Globo news, isso só cria mais desconfiança. E olha só que isso se aplica a eles, nas pesquisas eles colocam Lula x Alckmin no 2º turno como primeiro cenário a avaliar, aí fazem Lula contra todo mundo com 5 min de Lula. Isso sim é propagar fake news!

    1. Estão fazendo exatamente o que o Lula quer: publicidade gratuita.

  9. Continue seu belo trabalho jornalístico Mario! Você faz diferença, independente das opiniões pessoais que possam existir, coincidentes ou não, com seus leitores. O valor é atribuído por quem lê; a informação, de outra forma, pode ser polida por um lado ou outro - mas, deve ser autenticamente coletada, como faz um antagonista de verdade.

  10. Caro Sabino, além de apreciar muito o teu romance O Dia em que Matei meu Pai, lembro de que vc passou uma temporada morando na Île St. Louis, como correspondente de VEJA. Acho que vc poderia nos contar algo sobre essa época na qual fostes vizinho dos petistas Chico Buarque e Verissimo....

    1. Caro Sabino, quanta honra em receber um feedback ! Mas confesso que minha memória - já um tanto fora de forma - me traiu, pois tinha a impressão de ler nas tuas colunas daquela época de correspondente, que às vezes vc cruzava com esse tipo de gente... Outra coisa: ademais do Dirceu, o Podval também advogou para o Sombra e para aquele ex-blogueiro dos 376 empregos... aliás, não deve estar faltando assunto para aquele advogado que atendia pela alcunha de "deus" lá onde ele está homiziado agora...

  11. Depois que o Pt surgiu, esse país só empobreceu, embruteceu, são todos ladroes, lixos humanos que querem tirar tudo que o Brasil produz! Pt nunca mais!!! #lulanacadeia.

  12. Olá,leitor assíduo do Antagonista e da Crusoé confio muito no jornalismo investigativo que vocês fazem.A minha grande dúvida, nas próximas eleições,e se vamos poder contar com o seu resultado.Ele será mesmo confiável ou vamos ter que engolir o fruto das urnas eletrônicas que se fala muito que são sujeitas à manipulação.Qual a opinião de vcs?

  13. A sugestão de aliança feita por FHC, de início absolutamente espantosa, e sem sentido do ponto de vista eleitoral, porque quem vota no PSDB é anti-petista, talvez sugira que ele tb meteu os pés na lama. A empatia entre semelhantes costuma ser maior. Se não ele, ao menos filhos e genros.

    1. Lembro-me agora, que há 20 anos atrás, um famoso economista que trabalhara com FHC em um centro de pesquisas, confidenciou-me que acreditava que Fernando Henrique surrupiava recursos do centro quando os dois lá trabalhavam. Não sei se isso realmente ocorreu, mas o economista em questão parecia ser uma pessoa bastante séria. Faleceu este ano.

    2. Lembro-me agora, que há 20 anos, um famoso economista, que trabalhara junto com FHC em um centro de pesquisas, confidenciou-me acreditar que Fernando Henrique surrupiava recursos do tal instituto quando os dois lá trabalhavam. Não sei se isso realmente ocorreu, mas esse economista parecia ser um pessoa bastante séria. Faleceu este ano.

  14. O Brasil está se tornando a Alemanha de Hitler. Os acontecimentos e notícias de roubo, extorsão, morte, cada dia nos deixa mais irados com essa orcrim chamada PT e seus aliados. Sorte que o Brasil não tem um povo, mais uma ralé de ignorantes.

  15. Despetizar o Brasil é a persistente e a contínua meta a alcançar. Este objetivo único, somente ele, poderá oxigenar este corpo doente, infectado pelo lulopetismo.

  16. Servidor Público ou Serviçal Político? Polícia Federal ou Pocilga Franqueada? O Estado é o prostituto do governo de plantão, estuprando o Cidadão a cada minuto. Isso aí é um esgoto. Salve-se quem puder.

  17. Não conhecia essa estória, Sabino. O PT é, sem embargo, uma organização criminosa e não um partido democrático. Deveria ser extinto pelo TSE com a chancela do STF. Chega de criminosos na política e nas instituições do nosso país.

    1. Se depender do TSE ou STF, esqueça. Dependerá de nós, brasileiros.

  18. Ah! Quem são os culpados dessa idiotice toda? Quem? OS SENHORES. Usam meios de comunicação e linguagem que a realidade da maioria dos brasileiros que votam e mantém essa turma no poder, não tem acesso ou não entendem. Usem o radio e línguagem educativa a nível dessa gente, porque essa turma faz e mantém essa maioria de idiotas funcionais que os perpetuam no poder. Entenderam?

  19. E os mensaleiros andam soltos, inclusive no STF. É a trilha da Venezuela, o mesmo roteiro. Infiltra nos meios culturais, na imprensa, nas instituições, ganha eleição, urna eletrônica smartmatic do Toffoli/Levandovski, fraudes, aparelha o estado, elege suas empresas corruptas, desarma a população, destrói a economia, compra o congresso, domina o STF, arma suas milícias, domina as forças armadas, instala a ditadura. Aqui, faltaram as últimas etapas, mas tem eleições para retomar o roteiro.

  20. "Os jornais colocaram a versão dos repórteres da Veja em dúvida" os próprios colegas jornalistas defenderam o PT, como agora defendem o Lula, sabidamente criminoso, sendo protegido paparicado pela maior parte da imprensa, FHC, judiciário... nada tendo a ver com democracia, isso é bucha de ditadura sanguinária.

  21. Diogo pode estar em qualquer lugar do mundo, mas se o PT ganhar eu vou fugir para onde, para as montanhas? Brasil não tem montanhas...

  22. Mario, v se surpreende pq tá esquecendo essência do pensamento da esquerda. Por mais democratico q pareca, FHC como bom esquerdista, joga no mesmo time. Sobretudo ele, q tenta ser mais nobre e magnânimo ante o despeito e a inveja escancarada do presidiário. A solidariedade ideológica é maior.

  23. Os movimentos “sociais” são desde o término da intervenção militar. A “chamada abertura política e anistia” deu chances a todos exilados políticos retornarem ao país e, como sempre, começaram a assumir o controle político desde os anos 90. E desde 2002 o movimento real de tornar o país mais social (na linguagem deles). À realidade: todos eles querem que o país seja uma ditadura (só para eles), onde recursos públicos são a fonte. E a imprensa calada! Todos repórteres foram as primeiras vítimas!

    1. Só rindo! O venerável e honorável Márcio Thomás Bastos?

  24. O que me deixa intrigado nesta história e acompanhei ela na época, foi a passividade doa tucanos em relação a este emporcalhamento petista. Esta gente deu muita porrada no PSDB, eles parecem até amélia, a mulher de verdade, apanham e gostam de apanhar em nome da causa. Por este engano deles, irão pagar nestas eleições outra vez. Nuca tiveram atitudes de indignação ao ponto de dar um basta nestes ogros políticos.

    1. Lógico que não falaram nada, meu caro! O PSDB é coirmão do PT....Essas agressões são mero teatro, apenas brigam para verem quem irá ficar no poder oficialmente, ou seja, quem ficará com a chave dos cofres. Mas a ideologia é idêntica! Triste é quem não enxergou, ou ainda se ilude com esses comunistas de paletó e gravata!

  25. Meu Deus.Reafirmo,com isso,meu voto em quem odeia a quadrilha PT,seu capo e q irá fortalecer a Lava Jato e limpar o Estado dessa gentalha. Bolsonaro.Tem outro q fará isso?

  26. Meu Deus. Ainda bem que você está bem. Vergonha infinita tô sentindo por essa nojeira toda.Reafirmo meu voto em que odeia PT e seus quadrilheiros e na Presidência vai limpar o Estado desta canalha, reforçar a Lava jato acabar com o MST..meu voto é Bolsonaro.Tem outro pra isso?

  27. Antes extremamente tucana, hoje coleciono decepções. Acho inconcebível FHC sequer pensar em fazer qualquer tipo de acordo com o PT pelo simples fato de se revezarem no poder. O lulopetismo roubou nosso pensamento e a moralidade do povo, por isso, Lula nada de braçada nessa fake q mancha de negro nosso país e arrasa nossas instituições: essa é sua verdadeira herança maldita.

  28. Tempo áureo da Veja, pena que virou o que está aí, cancelei minha assinatura há 3 anos. Quando fiz Projeto Rondom em Portel no Pará, arrumei um barqueiro que trazia a Veja para mim. Era parte da minha vida. Que bom que a tecnologia chegou e hoje temos O Antagonista, que FAZ parte da minha vida, no café da manhã, após o jantar, e em qualquer horário quando algo acontece. Obrigada Antagonistas🙏🏻

  29. Petistas democráticos só existem em contos de fadas. São autoritários dos tipos estalinista ou trotskista. Alguns esquerdistas não valem o que comem. Os petistas não valem o que defecam. Esgoto.

  30. Lamentável estarmos sujeitos por anos a gente deste nível. A única coisa positiva disto tudo é que ganhamos o Antagonista e o surgimento cada vez maior da mídia independente. Não podemos desistir.

  31. Soltem o texto integral em O Antagonista. Permitam que os não assinantes da Crusoé também conheçam mais uma história suja dos integrantes da seita corruPTa.

  32. Fico imaginando quanta gente foi e ainda eh constrangida por essa corja. Isso eh uma gangue da mais baixa estirpe..O pior de tudo eh que tem seguidores fieis que sempre garantem uma sobrevida a essa organizacao criminosa..Eu so espero que ainda haja alguma instituicao nao corrompida que nos valha.

  33. O Lulopetismo 'aparelhou' todo o estado brasileiro. Fizeram de tudo para amordaçar a imprensa (conseguiram em parte) mas os bravos jornalistas como Mário Sabino não se curvaram. Parabéns.

  34. Texto que nasceu do Reunião de Pauta que assisti ao vivo. Satisfação em acompanhar o processo da criação jornalística de Mário Sabino. E tristeza de ver essa história recontada tratando como funciona essa ditadura petista que nos assola há décadas. Isso vai acabar um dia?

  35. A imprensa brasileira (com "i " minúsculo) carece de Jornalistas como vc (com " J " maiúsculo). Parabéns por sua notável coerência, isenção e elevado gabarito profissional!

  36. O Chefe da orcrim deveria ser processado por estelionato pelo ato de emporcalhamento das já sujas eleições de 2018, tendo sua pena aumentada um pouco mais, além dos outros processos que o esperam! Quanto ao P-artido da T-raição, já deveria ter tido seu registro cassado!

  37. Huum! Quando a gente vê uma história dessas em filmes pensa que é ficção! Mário, escreve um livro que mostre no futuro essa fase "podre" pela qual estamos passando e que em breve sairemos! ?? Orando!

  38. Putz, que historia meu. O lulopetismo foi entranhado nas instituições e o STF,pra limpar, vai levar mais de 10 anos. Até lá vão soltar o lula e fazer muitas merdas de aloprados.

  39. E o pior porém consentido. É nossa mídia estar sendo pautada pelos políticos. Vide Progama CANAL LIVRE. Onde o Sr. HADDAD pautou. 🤣🤣🤣🤣

  40. Esse é o PT é lamentável ver FHC apoiar esse partido fui Fã de carteirinha ,na medida em que o conheci melhor percebi O erro que cometi,prestou um enorme de serviço a nação,a esquerda não conhece a Palavra ética se movem pelo viés ideologi co, gostaria que esse país tivesse um contra ponto que políticos de direita,em Presarios sérios com projetos para cons trir a nação e não a mentalidade de sugar a nação,acho que estamos caminhando nessa direção Bolsonaro pode ser o começo de uma nova era

  41. Mario, eu sabia um pouco da história. Agora, fica claro, as intervenções em áreas sérias que a petralhada conseguiu fazer. Que coisa triste! Bandido não é brincadeira, com ambições desmedidas! Eles sempre estão em busca de "bons de piranhas". E adoram intimidação(prensa). Parabéns, pelo seu comportamento coerente, em defesa da IMPRENSA LIVRE! DEUS O PROTEJA!!!!

  42. Prezado Sabino, muito obrigada pelo artigo! Realmente ESCLARECEDOR! Mais que isso, é ESTARRECEDOR constatar tamanhas atrocidades cometidas em nome de preservação do poder

  43. Caro Mario: a melhor parte foi o inventário das “baixas” que se sucederam a tamanha torpeza. Podemos reafirmar que Deus não joga mas castiga mas isso não mitiga o impacto que a visão do mal causa na alma. Não só na alma de quem olhou pro mal cara a cara mas na alma de todos que ouviram a viva voz de quem topou com ele. Grande e fraterno abraço

  44. O FHC deveria calar. Ele de boca fechada é um sociólogo competente. O Brasil, país das jabuticabas, é o único no mundo a ter uma justiça eleitoral. Como tudo aqui deve ser bastante custosa. Além de ser demorada é ridícula. O caso do Lula deveria já estar resolvido, com um despacho simples: não pode concorrer por ser um criminoso cumprindo pena. Assinado: juiz Chinfrim.

  45. E a orcrim do pt e puxadinhos continuam com seus asseclas e cúmplices implantados em todos os órgãos públicos...quando isso vai acabar?

  46. No Brasil é assim mesmo. Todos os poderes cooptados, tem gente que acha fácil mudar alguma coisa. Parabéns pela coragem de ir em frente mesmo assim, Mario. Infelizmente, para a maioria é mais fácil se juntar a um político e ficar fazendo propaganda política disfarçada de jornalismo.

  47. Muito esclarecedor; mas é apenas a ponta do iceberg das canalhices desse que não é um partido político,senão um grupelho de estelionatários sem escrúpulo algum........

Mais notícias
Assine
TOPO