Ensine o seu filho a mentir na escola

09.11.18

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem.

500
  1. Cursei História na PUC nos anos 70. Quintuplique, Mário, a doutrinação do Básico. A esquerdização era tal q nem provas fazíamos. Prova? Isso era entulho burguês. As avaliações eram trabalhos sobre temas gerais do geral. Aprendi, sim. Gastávamos uma Bic por quinzena. O calo do dedo médio sangrava na volta às aulas. Aprendi, entendi mta coisa e ensinei mto. Meu pai me alertou várias vezes sobre a falácia do lado em q eu andava.Renasci só no século seguinte, quando emergi da mentira esquerdista.

  2. Nunca ninguém me ensinou a mentir, e um dos meus professores do Curso Científico, como se chamava na época, da vá História, e passou um ano inteiro falando de Comunismo e nos fazendo analizar a Encíclica Rerum Novarum, não me lembro mais de que Papa! Nós não tecíamos comentários e estudávamos para a prova e passei de ano! Até hoje, sou sincere, não sei para que eles nos fez fazer isto, não me lembro de absolutamente nada! Sódo nome da Encíclica! E o Colégio em que estudei era laico !

  3. Sobre a PUC e o Ciclo Básico: ainda estou me recuperando do pesadelo que tive ao lembrar que, nas manhãs de sábado, tinha que aturar as aulas de "Problemas Filosóficos e Teológicos..." ministradas pelo Baruque, um hippie anacrônico e apenas pouco menos sonolento que as aulas que ministrava com aquela condescendência típica dos "intelectuais" de esquerda. Nem vou falar da forma de avaliação a que éramos submetidos, sem provas escritas.

  4. Parabéns Sabino! Quem sabe coloquem a foto da época de um de vcs! Como fãs gostaríamos de ver os estupradores de galinha kkkkk Abraço e bom trabalho!

    1. Por que você se dá ao trabalho de gastar dinheiro assinando a revista para dizer isto? Das duas , uma, ou você é louco ou alguém manda você fazer isto! Kkkkk...

    2. kkkkk. 2 da madruga. Quem faz comentario idiota esta hora ou esta bebado ou não tem companhia. É só não ler. kkkkkk

  5. Parabéns! poderia liberar o texto para não assinantes, conquanto didático e cheio de bom humor. A piada é velha, mas vamos lá: a diferença entre o nazismo e o comunismo está nos estilos dos bigodes... do Hitler e do Stálin.

    1. Em tempo: a entrevista do Gabeira é uma das melhores coisas que li nos últimos tempos.

  6. A matéria é excelente ! Eu acredito que mudança de cultura e pensamento tempo para ser disseminado.Que tal comerçar agora?

  7. A diferença entre nazismo e socialismo? Ambos igualmente nefastos. Mas o socialismo tem discurso bonitinho, prega a igualdade, na prática massacra o próprio povo. O nazismo tinhs um discurso de desigualdade, pregava extermínio de inferiores, era abertamente racista, matava e escravizava outros povos. Por isso um ainda é amado por uns enquanto o outro é odiado por todos.

    1. Os comunistas mentiam melhor que os nazistas! Acho que era isto, pois ambos os regimes são execráveis!

  8. Infelizmente a sua atitude de mentir em sala de aula, quiça em toda vida, me parece sensata, por incrivel que pareça, pois se vc quiser ficar em paz, até consigo mesmo, vai ter que praticar tal atitude, finalmente fins dos tempos! :)

  9. Então todos q elegemos bolsonaro estudamos nos EUA... desculpa mas acho q precisamos investir na formação de professoras e não na privação da liberdade de pensamento... confio na meu taco e na educação q proporciono para os meus em casa! Delego á escola a universalidade do pensamento! Até pq existe algo q foge do nosso controle... genótipos associados a fenótipos...

    1. Guilherme procure no youtub e você encontrará centenas de vídeos que por si só se denunciam, e são vídeos postados pelos próprios alunos e por vezes sem nenhuma intenção de denunciar mas sim pelo simples fato de se promoverem em seus próprios grupos.

  10. Mário, fiquei "chocada" ao ler seu texto. Ele trata exatamente do que digo aos meus filhos aqui em casa. Prova de Redação? Minta. Trabalho em grupo? Minta. Mas tem seu lado bom. Toda vez que digo "minta", discutimos o outro lado. Com isso, tenho dois jovens com bons argumentos. Fantástico seu texto! Parabéns e obrigada por colocar em palavras minha realidade.

  11. E tem os cursos fora das Universidades, ministrados por alunos e ex-alunos mais engajados e tbem professores onde doutrinam os calouros q conseguem cooptar e q os frequentam religiosamente. Ali O Capital, de Marx é estudado e dissecado como os crentes fervorosos estudam a Bíblia. Parágrafo por paragrafo! É uma seita! E depois saem por aí a pregar e a disparar frases q repetem em toda e qualquer discussão e tacham de ignorantes quem desconhecem tais “verdades”. São extremamente arrogantes!

  12. E ainda tem uns cursos fora da universidade, ministrado por alunos e ex-alunos mais engajados e até professores, em que estudam e dissecam o marxismo como as religiões estudam a Bíblia. Os novos alunos que ingressam nas universidades são cooptados para esses cursos, que frequentam religiosamente. O Capital, de Marx é como a Bíblia para eles. É uma seita. Disparam a todo momento frases de efeito desse livro e outros , como um crente repete trechos da Bíblia.

  13. O voto das pessoas mais esclarecidas em Bolsonaro no primeiro turno teve como motivação, principalmente, o combate ao marxismo cultural.

  14. Sinceramente o que mais me preocupo no momento é de como será o futuro de minhas filhas, que ainda estão no início do Ensino Fundamental.

  15. Admiro os textos do Jornalista Mario Sabino; Este, em particular, retrata a realidade da doutrinação (de acordo com o político comunista A. Gramsci, na tomada do poder pelo poder) em escolas e no ensino em geral. Soluções difíceis por se tratar de mentes aliciadas cognitivamente e ou radicalizadas ("lavagem cerebral" de alunos e professores). Não se remove facilmente a não ser com decisões duras e drásticas, utilizando-se de contra-argumentos ("Bateu-Levou") contundentes/convincentes.

  16. Um comentário cínico, no sentido filosófico...O cenário nas escolas é triste mesmo, mesmo nas privadas de orientação religiosa. Temos um exemplo familiar em que o pai foi obrigado a ir até a escola da filha falar com a orientadora pedagógica que haviam passado dos limites na doutrinação. Melhor mudar de escola, e foi o que acabou acontecendo.

    1. O Sabino!!..não se empolgue não pela idéia do Rodrigo ... (é )....brincadeirinha!! Rsrsrs....

  17. Maravilhoso Mário Sabino, principalmente quando fala no aparelhamento da educação pelos sindicatos, a educação vai começar a melhorar quando retirarem essa praga de esquerdopatas do ensino e exigir prova de certificação para professores, retirando do quadro os enganadores e incompetentes!

  18. Jamais!! Nunca ensine seu filho a mentir. É preferível que reprove de ano, mas o SABER está sempre acima de tudo e de todos!!!

  19. Além de todo o exposto no texto, ressalte-se o fato de que chegamos a esta situação por causa da própria direita, que erradamente afogou-se em um sentimento de culpa pós regime militar, deixando o campo livre para a esquerda doutrinar(essência dela). Mas a História ensina, nem que seja na marra...

    1. Antônio, o regime militar é que - infelizmente - permitiu essa doutrinação que hoje se vê. O gen. Golbery, com sua teoria da "panela de pressão", permitiu conscientemente a doutrinação de esquerda nas universidades e nas artes, fazendo vista grossa e prejudicando o futuro do país. Infelizmente o mal está feito, e conheço muita gente boa, estudada, contemporânea dos Beatles, que teve sua massa encefálica totalmente dissolvida pelo gramscismo e hoje não é mais capaz de pensar por si mesmo.

  20. Tenho um de 8 e um de 10, em escola publica. Já passei a "visão" pra eles... kkkk. Ah, e essa definição do Boulos merece entrar para a história!! Absoluta! Parabéns por mais este delicioso artigo!

  21. É o que eu fazia na escola e ensino meus filhos a fazerem hoje. Digo que existe a resposta que a professora quer ouvir e tem a resposta correta. Faço questão de acompanhar o que ele estão estudando em História para evitar a doutrinação. É triste, mas fazer o quê?

  22. Deixaram que a verdade histórica dos fatos fosse alterada ao sabor dos interesses comunistas. Permitem que os fatos históricos atuais sejam deturpados na medida certa de suas conveniências. Ora, se não houver ações eficientes contrárias a esses criadores e disseminadores da nossa história, o que esperar?

  23. "Pois é, se autonomia didática, liberdade de opinião, expressão e debate servem a prosélitos de Lénin, Trotsky e Stalin, por que não poderiam servir a prosélitos de Hitler, Goebbels e Goering? Ah, são coisas diferentes Ah, não são, não. Ambos os totalitarismos foram triturados no lixo da História, depois de deixarem um rastro de destruição e dezenas de milhões de mortos." Não poderia ser mais do que perfeito!

  24. assustador...a esquerda está há 40 anos doutrinando livremente nossas crianças. Somente um esforço conjunto da sociedade para mudar isso.

  25. Aqui em casa , essa eleição foi um drama , tive que dar um tapa na mesa e mandar meus comunistinhas trabalharem . Ai mudaram de opinião . Foi quando percebi o nivel de doutrinação nas escolas particulares . Um absurdo .

  26. Os nossos filhos estão sentindo na pele a ditadura da esquerda dentro das faculdades. Eles repudiam os professores incautos e todos os analfabetos funcionais com quem são obrigados a conviver durante a vida universitária. Viva a família e os pais presentes e conscientes!

    1. Única coisa boa que tenho saudades da PUC era o sanduba de carne moída da Maria; na descida da escada!! O coisa boa!! ...que delícia !!

  27. Grande matéria: isenção e foco no problema. Parabéns. Mário, permita-me sugerir uma pauta inédita: muito se tem falado da relação do Exército com o Bolsonaro ( sob vários contextos); o que eu sugiro é levantar QUANTO e COMO ele destinou de verbas parlamentares para as Forças Armadas. Será algo inédito ... e até surpreendente. 👍🏻

  28. A primeira providência de “restauro “ para a gurizada doutrinada pela Esquerdopatia é naquele momento mágico em que os boletos começam a chegar em seu nome, e já não existem tantas “ONGs” para distribuir mesadas.

  29. Infelizmente temos que concordar com seu texto. Levarão outros 44 anos para extirpar esses psicopatas dos meios educacionais! Conseguiremos? Não estarei vivo para contar!

    1. Eu já sou mais otimista. Quando os jovens "cabeça feita" caem no mundo real, eles aprendem que ideologia não enche barriga (com exceção dos políticos). Aquelas frases de efeito que sempre usaram não valem nada em um currículo ou numa entrevista de emprego. Vão ter de aprender a pensar por si mesmos, agora não vale mais pensar os pensamentos dos outros. O triste é que essa "queda" na real vai doer muito mais em quem pensava que pensava...

  30. O Mário descreveu como estão as universidades hoje em dia. É exatamente desse jeito sim. Como mudar isso? De várias maneiras, mas a melhor é ridicularizando os lobotomizados, mostrando-lhes a realidade. Vai ser difícil se convencerem, mas a gente consegue.

    1. Conversar sobre política com jovens universitários poderia ser hilário, se não fosse trágico. Eles ficam repetindo aquelas frases prontas, sem significado algum. Quando confrontados para explicar melhor o que estão dizendo, ficam agressivos e nos acusam de intolerantes. Caramba, eu só pedi para me explicar, de um modo simples, o significado daquela frase cheia de palavras complicadas. Constroem seus raciocínios montando uma série de frases de efeito. Frases soltas que trocam, como figurinhas...

  31. No final do meu colegial passei por esta experiência. Precisava mentir nas provas de História, pois sabia que era uma afronta ao professor comuna refutar seus ideais socialistas furados......mas isto ja faz mais de 20 anos....fico imaginando como deve estar pior hoje em dia.

  32. excelente texto !! Considero a situação assustadora. Recentemente um parente, doutorando em psicologia, numa reunião de familia, falou com todas as letras, que o Holocausto é uma invenção dos americanos !!! Quase fui expulsa da festa porque parti para cima com tudo .. Ele fez um curso sobre isso na Unicamp !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  33. Triste constatação Mário...e totalmente corroborada pelo ENEM! E que brotem novas sementes...porque eu seria reprovada no exame. E sou professora universitária aposentada...mas MUITO lúcida...ou louca!

  34. Mario Hoje os reitores sao eleitos pelos alunos ja doutrinados. solucao: Criar uma lei "escola sem partido", onde existiria as sancoes aos docentes que transgredissem a lei. Esta lei instituiria um regulamento diciplinar aos alunos contra vandalismo e destruicao patrimonial, contra uso ou comercializacao de substancias (drogas) proibidas, atentados ao pudor e contra os bons costumes com respeito aos professores. Deve-se criar um corpo de seguranca para conter as truculencias, com expulcao.

  35. Discordo frontalmente que esquerdistas são mentes desperdiçadas. Na verdade, acho que a maioria dos seus líderes são canalhas convictos, com plena noção do mal que podem causar, mas agindo em interesse totalmente pessoal.

  36. Fantástico como sempre Sabino. Um tema realmente relevante, tratado com a leveza que caracteriza as melhores crônicas. Obrigado pelo tempo ganho.

  37. Essa realidade da juventude perdida é assustadora. Muitos mal sabem escrever. Como recuperar o tempo perdido, o Escola sem Partido conseguirá seus objetivos? Nossos filhos e netos agradecerão! Excelente seu artigo.

  38. Sou da opnião que as escolas tem o dever de ensinar , as crianças tem que ter incentivo à leitura, deve respeitar o professor e ter educação moral e cívica e aprender a cantar o hino nacional, o meu tempo era melhor, tenho 61 anos de idade respeito é bom e eu gosto.

  39. Espetacular esse artigo. Vai levar muito tempo para que essa lavagem cerebral praticada nas escolas e universidades de espaço para o aprimoramento dos conhecimentos importantes para a formação de profissionais de alto nível. Mas, nada é para sempre, reinos caem e reinos surgem e a humanidade, mesmo que a duras penas, vai aprendendo alguma coisa com a dor.

  40. Caro Mário Vou ensinar meus filhos a mentir para sobreviver às diretrizes curriculares da mediocridade , e seguir o exemplo de homens livres como vc o Diogo e toda equipe da Crusoe. Obrigado por iluminar o nosso caminho com suas idéias.

    1. Vou fazer o mesmo com a mesma gratidão à vocês por nos fornecerem tanta informações e ideias! Está muito difícil criar filhos nesse Brasil com honestidade, bondade, valores, educação...

  41. Gosto muito da Crusoé e de todos os jornalistas. Parabéns. Eu vejo a influência ideológica e política na universidade e para lecionar você tem que escolher um time e para a tese o aluno tem que ser um fiel torcedor do time da universidsde. Me preocupa muito porque há influência grande até nas festas escolares no grêmio e nos grupos com financiamento de eventos, bebidas etc. Os jovens com pouca vivência são frágeis e muito facilmente influenciáveis.

  42. Texto excepcional. Tenho a filha de 5 anos relação vai para o 1 ano do fundamental no próximo ano. Comentava com os pais das amiguinhos de minha filha que sempre que eu vejo um colégio fazendo propaganda do resultado no ENEM, eu fico com o pé atrás. Invariavelmente nenhum dos pais com os quais conversava já havia visto uma prova do ENEM. Precisamos ficar vigilantes, sempre.

  43. É Mário Sabino, dizer que, por razões ideológicas, a obra de Monteiro Lobato é desprezível é a mesma coisa de dizer que a obra fonográfica do Chico Buarque não presta porque ele, Chico, é um Lulopetista. quanta boçalidade.

    1. Concordo 100 % Liberem! Liberem! Sabino , tua reportagem tem que ser lida por milhões de brasileiros!

  44. Como adorei gastar cada euro com essa revista! Texto irretocável, pena alguns leitores não sentirem durante a leitura aquela dose de sarcasmo que só vcs sabem fazer.

    1. Impossível não perceber o sarcasmo. O fim do texto foi genial. Coincidentemente, toquei neste tema com minha esposa, que precisamos preparar a cabeça dos nossos filhos para passar por este meio e não se deixar influenciar.

  45. Mario Sabino, parabéns pelo brilhante texto! Fico impressionado e com medo com a parte que diz que isso ainda pode piorar.... Pensando bem você tem razão: no passado nós tínhamos exemplos em casa, na escola (olha que estudei em Grupo Escolar e Ginásio Vocacional), eramos educados em casa e na escola iamos para receber conhecimentos e pensarmos sobre eles, eramos mais cobrados e tínhamos limites. Mas nos últimos tempos não existe mais nada disso, só vai sobrar a geração nemnem...

  46. Triste realidade. Um bando de alienados com propósito errado. Não se dão nem ao trabalho de pesquisar e pensar o que estão defendendo.

  47. fora o ótimo texto, percebo que perdemos tempo demais com esse pessoal. ou de esquerda ou direita. são torcedores infantis de futebol conduzidos por um líder de torcida ou por outro. massa de manobra para atender ou este ou aquele tipo de tara pessoal de algum maluco mundial, como soros, ou tribal como lula, desculpe citar nomes. e bandidos ou não, as tendências pessoais, conflitantes ou aderentes, refletem o caráter do torcedor final.

  48. parabéns Mário, tenho um filho estudando numa escola técnica, que deveria apenas ensinar, as matérias básicas e obviamente uma profissão para enfim poder trabalhar, mas infelizmente não é bem assim.

  49. Mario, excelente texto! Fiz Odontologia numa universidade federal nos anos 70. Éramos um bando de alienados políticamente.

  50. Muito bom, vc escreve muito bem. Só queria que vc contasse mais detalhes do tempo em que trabalhou na Veja e na FSP, tenho grande curiosidade sobre o real funcionamento da imprensa nacional.

  51. Gostei do artigo, misto de crônica e opinião política. É o que espero da revista. Poderia apenas ter outras colunas de assuntos variados para jogarmos de vez a velha mídia no lixo.

  52. Esperava mais do artigo.A chamada é original e o tema é relevante.Mas ao invés de dados e fatos objetivos sobre a doutrinação ideológica em escolas e universidades,não li além de um texto bem articulado,porém de pouca densidade informativa acerca da matéria.Na verdade o quadro é pior do que sugere o articulista.Só que por conta de uma contradição inusitada, a reação tem sido mais forte do que se imagina. Entre os eleitores de maior nível educacional,vale recordar que Bolsonaro ganhou de lavada.

  53. Mario, assinei a revista há 2 dias, e realmente fiquei impressionado com o seu texto. Parabéns! Você resumiu bem onde estivemos, onde estamos, e, para onde iremos...

  54. Cuidado! Monteiro Lobato era comunista! Ah ! Sou do tempo que foi implantado moral e cívica, mas, claro, sem viés ideológico. Rsrs.

  55. Estimado Mário, discordo de você. As crianças e jovens não precisam mentir para passar de ano. Elas já o fazem de qualquer forma, pois o que interessa é aprovar e empurrar. Falo por experiência própria eis que sou professor e o que vejo me enoja. O próprio sistema pune a professor mais rigoroso e que deseja o máximo de seus alunos.

  56. Cemitério de ideias erradas? Centro Vivo Mundial de Manutenção de Idéias Erradas em Extinção e Criadouro de Militantes Analfabetos Funcionais Comunistas.

  57. Perfeito este artigo.Tenho uma neta na faculdade particular É uma doutrinação doentia e os jovens seguem como ovelhas para o matadouro.

    1. De fato a doutrinação é tão intensa, e infelizmente tão eficaz, que até os jovens inteligentes e bem informados tem dificuldade de distinguir a hipocrisia e mentiras do discurso anti-democrático da esquerda brasileira. Imagina o pessoal que não chegou ao estudo de 3º ciclo, e é egresso de meios sócio-culturais mais pobres... Por isto temos esta gritaria idiotizada de "fascista, ele não" e similares.

  58. Caro Mário Sabino,estou sempre a reclamar por mais artigos seus. Tenho 76 anos,e ao envelhecermos voltamos um pouco á infância nas nossas exigências. Você na sua , provavelmente deixava para o final da refeição o quitute predileto. É o que faço, leio todos os jornais e revistas e deixo seu artigo para encerrar meu dia com chave de ouro,porque sei que será o melhor de todos! Obrigada! maria elisa alves de Lima

    1. Gostei do seu artigo. Dizer que você é um craque escrevendo teria eu que ser melhor. Dentro da minha pequenez achei sensacional. A linha que vocês seguem é, na minha opinião, a linha certa.

  59. Mário, seria ótimo ter uma escola que estimulasse o pensamento crítico de verdade, que estimulasse os alunos a arte da argumentação e da contra argumentação, e que o projeto Escola Sem Partido tivesse uma proposta clara, com as mudanças que deveriam ser feitas na grade curricular e no programa das matérias para que isso fosse feito. Mas nossos políticos são tão medíocres que o resultado final do tal projeto é simplesmente uma placa a ser fixada em sala de aula, é o resultado da educação no país

  60. Pois é, o STF podia ter esclarecido em recente decisão se a liberdade de expressão nas universidades abrangia a defesa de ideias nazistas. A história é contada pelos vencedores, mas na mente esquerdista a única vitória que conta é a moral, por isso eles são sempre os vencedores e a única história que interessa é a deles, pois a moral deles é a certa, mesmo que sejam completamente imorais como prova o PT e Lula. Só isto para explicar acharem que Stálin era diferente de Hitler.

  61. Além da decadência da educação, esta gente leva o nosso País a trilhar a contramão da História. Contam com o apoio de setores do Judiciário, inclusive do STF, como ficou visto no episódio da proibição de campanha eleitoral, por juízes eleitorais, em universidades, ato após desautorizado pelo Supremo a título de liberdade de expressão universitária. se este processo não for revertido, destruirão o nosso futuro. A maioria é contra. Teremos que aceitar a imposição da "esquerda fascista"?

  62. Mário, fiz Economia em uma universidade federal na década de 70! Seu artigo me fez viajar no tempo! Texto sério e com muito bom humor! Perfeito!

  63. Perfeito Mario. Sou professora há 40 anos e só vejo piora. Cada dia mais lavagem cerebral sendo feita. Muito difícil "educar" e ser "educado" nesse país.

  64. Que cenário sombrio. Tem que vigiar. Tenho 03 ainda no fundamental e um outro chegando...Uma alternativa seria alguma escola estrangeira?

  65. Ouvi em algum lugar o seguinte: existem duas histórias. A verdadeira e a que os livros ensinam. Entrei na faculdade de engenharia em 1961 e em 1964 ouve o "Golpe Militar". Mas, nunca fui preso, torturado, caçado, etc. porque nunca fui terroristas, explodi bancos, sequestrei pessoas, matei inocentes. Andava nas ruas a qualquer hora da noite e nunca fui assaltado. Quem fazia oposição ao regime e queria implantar uma ditadura comunista no país é que tinha que se virar. Levaram o que mereciam.

    1. Carlos, “defina ódio”! Não do ponto de vista idiotológico da esquerda acéfala, idiota e medíocre. Não é uma questão semântica. É questão de discurso, aliás, é o que resta àqueles anacrônicos “pensadores” que não pensam, reproduzem indefinidamente “excrescências” que chamam de ideologia, calcada no marxismo cultural de Grammsi e Freire. Experimentem pensar por vocês mesmos, se forem capazes, e não temam pois, “pensar não dói”...

  66. Quero crer que Sabino está errado quando diz que "tende até a piorar". O que vou dizer aqui, acho, vale p/ a maioria dos brasileiros. O politicamente "correto" encheu o saco, esse pessoal foi desmascarado, as redes sociais nos deram independência dos jornalistas e artistas "de esquerda" e resolvemos arregaçar as mangas, participar da política e colocar essa gente obtusa e safada onde pertence: uma minoria cujas pilantragens é rejeitada. A doutrinação já está sendo combatida como nunca.

    1. Sei lá. Sou de direita,acho.Mas tenho que vigiar no twitter para não passar por esquerdista é tomar pedrada.Por outro lado o governo ainda nem começou mas já li hoje um remendo escandaloso à história. Sempre achei Suetônio um fofoqueiro. Acho que história é isso: fofoca levemente baseada em fatos reais.

  67. Um texto bem interessante. Nossas Universidades pouco ou quase nada produzem. E já dizia minha mãe:" Cabaça vazia, oficina do diabo."

  68. Sempre fiz o mesmo, mas até que ponto não estamos "permitindo" essa doutrinação? Não seria melhor "problematizar"(como eles gostam de dizer) todas essas questões, até que ponto dar um problema lá dentro e quebrar a hegemonia do discurso não seria uma forma de resolver isso. Até quando ficar esperando as coisas se resolverem de cima pra baixo vai ser suficiente? Melhor é ler, conhecer toda a ideologia, apresentá-la como se pede e refutá-la, não será um 10 mas não se poderá dar um 0!

  69. Pois é, Mário, vejo todos os dias meus colegas na universidade pública transformarem os alunos em múmias-papagaios! eu? dizem que sou nazista, antes ficava brava, agora concordo, prefiro ser nazista do ponto de vista deles, que não sabem direito o que significa nazista (sim, boa parte dos professores universitários são burros) do que ser ovelha de presidiário. Não acho que a coisa tenha jeito, só mandando todos para o olho da rua e pondo um X vermelho em seus currículos. A coisa só vai piorar.

  70. Rs, muito bom. Fico pensando se o corporativismo dos professores está afetando as ideias e os alunos. De qualquer modo, não dá para ignorar que o mercado também precisa de regulação. Não sejamos bestas de acreditar que o homem é generoso por natureza. Há seres humanos de todas as estirpes andando por aí. O socialista quer apenas que a riqueza não fique concentrada nas mãos de uns poucos. É simples assim.

  71. Um primor de humor,sociologia e história. O movimento estudantil e posteriormente à docência numa UFEderel me ajudaram no convencimento de que a educação está tomada. Não há pluralidade. Só mesmo um grande movimento cultural e intelectual pra amenizar.

  72. Parabéns.Texto brilhante. Por favor, não pare por aí. Use sua inteligência, para ajudar na busca por uma solução. Um chamamento nacional de profissionais liberais aposentados (formados em outros tempos, sem viés ideológico) não poderia substituir o atual corpo docente, pelo menos em parte, no setor privado? Estabelecimento de parcerias com empresas de grande porte bem administradas (elas existem em todo o território nacional,até na Amazonia!) não viabilizaria projetos educacionais locais? Abs

  73. Mario Sabino, certamente somos contemporâneos na PUC-SP . Me vi no "básico" e toda a formação marxista que nos enfiavam goela abaixo em "metodologia científica " e PFTHC. Em conversas com amigos de curso que reencontrei recentemente nos perguntamos : o que seria da PUC se não tivesse sido invadida por Erasmo Dias em 1977. Entrei lá anos depois disso, mas tudo se justificava em nome da dita cuja .

    1. temis de reagir... isso é culpa de uma oposição omissa quando pt esteve no poder...esquerda não gosta de trabalhar,mas da baderna...

  74. ... Seus textos são um deleite. ... Assinar Crusoé no primeiro instante vale cada centavo. ... Eu estaria me sentindo um 'Crusoé na Ilha do Desespero' se não tivesse feito a assinatura. ... E ainda tem o lado cultural. Por que ir frequentar uma sala de aula de professor analfabeto funcional ??? ... Adoro ter o trabalho de pensar. ... Oxigena minha cachola.

  75. Os pais hoje em dia são muito idiotas. Acham que pagar colégio particular caro vai garantir um bom futuro, sendo que nas escolas privadas que saem os nossos aprendizes de Che Guevara. Não nos esqueçamos que Guilherme Boulos surgiu e foi radicalizaeo nesse meio. O ambiente da escola particular propicia um não conformismo. O aluno se torna um revlltado contra o "sistema" desde que ele não perca nenhum de seus privilégios, como as viagens ao exterior.

    1. Não esqueçamos também do Haddad, fruto (podre) de uma escola cara. E o Suplicy, mas esse não conta. Nem o Tico e o Teco dele se entendem...

  76. Sinceramente não entendo o aparelhamento de esquerda que dizem, tenho 40 anos, estudei em escola pública, até a faculdade nunca vi um único professor se posicionar politicamente. Certamente que o ensino não pode ser partidarizado, mas os alunos tem de aprender a história, geopolítica etc, portanto natural que se fale de marxismo, capitalismo, liberalismo, social-democracia etc. O que vejo hj, são jovens que não sabem explicar o que é neoliberalismo e nem comunismo, apenas repetem notícias.......

    1. Realmente. Enquanto no passado a gente lia livros, hoje a cultura é o fast food dos Twiter, watssap, Facebook. Jornais também são mal vistos.

  77. Muito informativo o texto. Tenho 64 anos e uma filha de 16. Perguntei. Filha tu és de direita ou de esquerda. Ela me respondeu: sou de boa. Devo me preocupar?

  78. Penso que a proposta de fortalecer o ensino fundamental é uma boa iniciativa para salvar o futuro da nação, mas levar muito tempo as universidades estão totalmente dominadas por ideologias de esquerda totalitária, na visão dessa turma a democracia só tem um lado: O Deles.

  79. Resta a esperança, precisamos resgatar o ensino público e privado.O que esses pseudos intelicutais , professores ,estão fazendo nas universidades é crime. Estão manipulando estão fazendo uma verda cadeira lavagem cerebral, produzindo idio tás, e aqueles que ousam se manifestar são perseguidos,estão formando uma juventude intolerante,emburrecida,e mui tos pais são omissos, não se manifestam não exigem das escolas e universidades cumpram com sua obrigação que é for mar cidadãos pensantes

  80. Primeira providência, limpar o Ministerio da EducaÇão e desta forma transformar totalmente o ENEM. Este seria um inicio no que depende do governo.

  81. POIS TAMBÉM ESTUDEI LÁ. COLEGA DE TURMA DE ZÉ DIRCEU QUE POUQUISSIMAS VEZES VI NA SALA DE AULA.PORÉM, DIVORCIADA E COM DOIS FILHOS PRA CRIAR, OBTIVE BOLSA INTEGRAL COM DR BANDEIRA DE MELLO E NÃO PARTICIPEI DE ARRUAÇAS, ASSALTOS,IBIUNAS, ETC. AINDA BEM.

  82. Ótimo Mário! Vocês me deram um presente com a a mavilhosa leitura da Crusoé. Quanto e educação é desesperador! A arma que consegui dar a meus filhos, hoje um formado e outro em vias de, foram livros,os ensinei a gostar de ler sobre tudo, hoje são leitores vorazes, aprenderam a discernir. Estamos todos de luto pela situação da Cultura e Saraiva.

  83. Esta narração está perfeita para a sua época, mas (surprêsa?) vale também para os adolescentes da década de 1960, do que pouca gente hoje faz ideia. Felizmente, hoje, como antes, existem adolescentes (i.e., rebeldes) que não aceitam o que lhes é enfiado goela abaixo e, talvez, esta seja a explicação evolutiva da "aborrecência". Se não fosse por isso, estaríamos com retratos sorridentes de Enver Hoxha, Castros,Kim s, Mao,...,Marighella et caterva em todos os nossos tribunais e salas de visitas.

  84. Meu filho entrou na PUC na segunda tentativa. Na primeira foi muito bem, mas na segunda deu uma bela guinada à esquerda na redação.

    1. Revise seus livros de história e veja se são favoráveis aos governos militares, de amplo apoio popular, ou se consideram que Jango levou um "golpe". Veja se tratam Getúlio como o ditador populista que foi, ou se laureiam sua esperta "concessão" de direitos trabalhistas; veja o quão são maiores e mais benevolentes as passagens que tratam do marxismo e comunismo em detrimento do liberalismo, frequentemente uma nota de rodapé, quando não a "causa" das maiores misérias mundiais...

    2. É possível doutrinar a pessoas a enxergarem doutrinação? Essa argumentação de doutrinação está virando uma psicose generalizada.

    3. Este é o objetivo, você ser doutrinado sem perceber nada.

  85. é essa criançada que adora iphone e miami, porém acha que o neoliberalismo fascista compromete o estado democrático de direito... felizmente o que importa é que o dólar baixou e poderão ir para disney... obrigado , mário! mais um ótimo artigo!

  86. Como pai, o melhor investimento que fiz para meus filhos vfoi estimular a leitura na escola Austríaca de economia (Ludwig von Mises).

  87. Isso é o que me preocupa. Não estão dando a devida atenção para conteúdos ideológicos que são MENTIROSOS ao extremo. Daqui a dez, vinte anos, essa narrativa mentirosa pode aparecer como verdade. Sou contemporânea de vocês, também cresci durante o período militar, e havia sim uma certa doutrinação, porém nem de longe se compara com o que acontece hoje. Em História eu aprendi História. Em Geografia, aprendi Geografia (tinha até que desenhar infinitos mapas). A deturpação de hoje é criminosa.

  88. Hoje meus filhos ja passarao da idade escolar, 26 e 30 anos....claro que nao tem como não haver um poco de contaminacão;mas, diante do que se encontra na cabeÇa da moçada!!!!Se posso dar uma sugestão para os que querem tentar preservar um poco seus filhos, conversem desde cedo com eles sobre a realidade da vida, não deixem correr solto.....leiam para eles bons artigos, falem das dificuldades que enfrentam os hospitais, dividam com eles a realidade......não os poupem de assuntos espinhosos.....

  89. Excelente artigo Mário Sabino! Aos 14 anos, sob a influência de um professor de história no segundo grau tentei, juro que tentei, ser comunista. Na primeira reunião onde uma colega comunista que vendia "Tribuna Operária", não se depilava, não escovava os dentes e nem tomava banho ("coisas de capitalistas burgueses, dizia ela"), vi que aquilo era causa perdida. Após uma semana saí da contramão da história.

  90. Perfeito Mario! Exatamente o que meu filho me disse anos atras quanto a materia que um professor petista ensinava, se eu nao escrever o que ele quer ele nao me passa de ano.Triste

  91. Parabéns. Sou professor de História e vejo muita lucidez no seu artigo. O lixo petista ainda levará décadas para ser limpo das escolas (se for).

  92. Que bom ver o Mário lembrar-se de Monteiro Lobato e dar-lhe o devido valor. O “Presidente Negro”, “América”, “Mr Slang e o Brasil”, “Onda Verde”, etc.. são obras virtualmente desconhecidas mas que mostram que a perna coxa do Brasil não mudou muito em um século desde que foram escritas. ML era uma de uma inteligência aguda e cristalina, abria a mente de seus leitores. Até mesmo nos fazia rír entre lágrimas, de nossas desgraças.

    1. Ontem peguei um táxi aqui em Jacarepaguá. No caminho, o motorista que é técnico em turbinas de aviões a jato desempregado, e que batalha atrás do volante para sustentar a mulher e dois filhos disse que seu filho de 18 anos, estudante da PUC o chama de ” facista “ porque ele votou no Bolsonaro. Estava triste e precisava desabafar. Para confortá-lo, disse que os jovens são assim mesmo mas que depois conseguem enxergar a realidade. Nem eu me convenci do que disse...

  93. A melhor escola sempre é a do lar. Pais tem que estar atentos ao conteúdo do caderno dos filhos e seus materiais didáticos. Pais não devem temer ira a escola e encarar professores doutrinadores. Outra saída mais invasiva e mais efetiva e instalar equipamento de filmagem nas salas de aula. A mente do homem tem que ser livre para criar e pensar. Professores tem que ser sabatinados pelos pais.

  94. Eu tenho uma visão mais otimista. Apesar da doutrinação ser relevante, ela não consegue moldar a sociedade como os seus postuladores gostariam. Família e igrejas evangélicas (pois a católica foi tomada por esquerdistas) são bons antídotos.

  95. Sensacional! Mil vezes melhor que goiabices. Gostei muito de Boulos imitador de Lula. Verdade imita até nos trejeitos dos olhos, entonação de voz e barba. E também de que o analfabetismo funcional é uma benção. Talvez a salvação deles...

  96. Mario, excelente! Estudei medicina na USP nos anos 70, cujo patrulhamento nao se compara ao que voce viveu na PUC. voce conseguiu com seu texto expor o momento que vivenciamos na epoca. Sua posicao em ensinar nossos filhos a mentir (muito bem defendida!) eh triste mas verdadeira, diante da atualidade das nossas "academias". Te acompanho no Antagonista e na Crusoeh e vejo que sempre brincam com o seu "pessimismo". Mas devo admitir que estah mais para uma visao realista dos acontecimentos.

  97. Spetáculo esta abordagem, ainda mais quando a mentira pode ser mentirosa ou verdadeira. Com certeza a "sociedade" irá em sua desenvoltura encontrar o momento e a forma adequados para manifestar sua consciência (educação no tempo, ainda estaremos por aqui).

  98. Gostaria de entender como os responsáveis pela segurança do país deixaram a URSS, via Cuba China e PCdoB, dominarem quase todas às Universidades Brasileiras?

    1. Excelente texto!!! Irônico, elegante ,objetivo e ainda com um toque bem pessoal . Como sempre , parabéns Mário.

Mais notícias
Assine
TOPO