Jefferson Rudy/Agência Senado

Governo ignora Anvisa e exigirá apenas quarentena de 5 dias para viajantes não vacinados

07.12.21 18:16

Apesar do aumento da circulação da variante Ômicron no mundo, a gestão Jair Bolsonaro decidiu ignorar as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, para evitar a disseminação da nova cepa no país e pregou a “reabertura das fronteiras“.

Em vez de exigir o passaporte da vacina de estrangeiros para a entrada no Brasil ou submetê-los a uma quarentena de 14 dias, o governo decidiu somente impor um isolamento de cinco dias aos não imunizados que desembarcarem em território brasileiro.

Ao anunciar a medida nesta terça-feira, 7, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga (foto), ressaltou o avanço da imunização em massa no Brasil e disse que o enfrentamento da pandemia “não diz respeito a apenas um passaporte, que mais discórdia do que consenso cria. “É necessário defender as liberdades individuais“, completou, conforme a cartilha de Bolsonaro. Ele, aliás, avaliou que, como dito mais cedo pelo presidente, é preferível perder a vida do que a liberdade.

Em uma crítica velada à Anvisa, o ministro condenou o fechamento de fronteiras para países em que a taxa de circulação do vírus é alta. “Essas variantes podem acontecer e podem acontecer em qualquer lugar do mundo. E os países que identificam essas variantes não podem ser punidos com restrições a seus cidadãos. Até porque, no momento da identificação dessa variante, elas já estão em outras partes“, emendou.

Queiroga discursou ao lado do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e do advogado-geral da União, Bruno Bianco, no Planalto, um dia após o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, estabelecer um prazo de 48 horas para o governo se manifestar sobre a demora para responder a orientações da Anvisa.

No final do mês passado, o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, defendeu a adoção de medidas restritivas em aeroportos e afirmou que a autarquia pretendia defendê-las “até as últimas consequências“. As regras, disse Barra Torres, são necessárias para evitar que o Brasil se torne um polo de “turismo antivacina“.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse ministro da saude, faz qualquer negocio para não perder o cargo, até dizer coisas que todo mundo sabe que é um erro.Vexame total.

    1. .. quadrúpede o dr. Barroso não é TUTOR deste país de poderes fracos frouxos acovardados . ele e outros tem tomado atitudes DITATORIAIS inaceitáveis TUTELANDO um Estado livre de poderes soberanos e harmônicos que idiotas com os comu-nazistas saudosos da roubalheira aplaudem por tão idiotas que não enxergam serem algozes de suas próprias ignorâncias . mas esta escória esteja certa que os homens de bem jamais permitirão que viremos uma Cuba faminta . o Art 142 da CF virá só falta a data.

  2. medida correta pois qualquer idiota menos os fanatizados esquerdopatas na sua imoral e criminosa guerra em curso com seus tentáculos tutelando a república sem a devida reação legal a tantos estupros às leis e o Art 142 da CF virá fatal para pacificar a nação . passaportes nada resolvem e estes imbecís ignoram que o ministro bi-vacinado teve covid nos EUA onde entrou com passaporte .. vão pastar idiotas.

    1. ódio é o que imbecis covardes neutralizam suas covardias enquanto a nação é tomada por criminosos e tutelada por ditadores .. o muro é a proteção do cinismo da covardia da omissão e da submissão . homens lutarão por você covarde.

    2. Quem é fanático mesmo? Que ódio é este? Esquerdopata = Destropata. Imbecis? Sim!! Todos!!

  3. O quidroga é tão pegajoso, ""versátil"" e ""flexível"" para com o seu dono, que deveria ter o apelido de slime. De sangue.

    1. você é uma felizarda maria as jumentas nunca pegam covid afinal o capim que pastam as imunizam.

  4. Dória também foi contra a Anvisa, abaixando para quatro meses a terceira dose e o FOLHETIM MORO não falou nada.😁😃😆😂😅🐁🐁🐁🐁🐁

  5. O “ Pau mandao “!!! Ridículo ! Todos países pedem vacinação e testes menos o Brasil !! Parabens retardados !! Nao reclamem se o Molusco levar no 1* turno !!! Ahhh

  6. Qual é??? A OMS não apoia o "passaporte da vacina" porque vacinados e não vacinados podem, IGUALMENTE, transmitir o vírus. É ineficaz no combate ao COVID-19. Por isso não foi exigido na Assembleia Geral da ONU. Está claro que está exigência tem caráter POLÍTICO. Um bando de infelizes são a favor por que o Presidente é contra e tem eleição em 2022. Eu, que não tomei e nem vou tomar esta porcaria, fico no meio duma briga entre cretinos?! Vão pro cabrunco que os carreguem, Bolsonaro, Lula, e etc.!

    1. FRANCISCO, A FRANGA DO PAULO BANDIDÃO, externa que o seu cérebro foi afetado seriamente por sua exposição exacerbada aos dogmas bolsonarista. Moro Presidente 🇧🇷

    2. cai a máscara cínica do PAULO sob asneiras . alerto que a nos comunazistas é a manipulação e uma delas é fingir uma coisa e trabalhar pelo contrário . o idiota justifica a politicagem suja em algo tão sério cujos efeitos benefícios e problemas nenhum país por mais que pesquise e o Brasil faz isto conhece ou tão cedo conhecerá . a escória assassina usa o desespero e ignorância do povo para seus intentos criminosos e tolos engolem sua verborragia assassina criminosa contra sua gente . canalhas.

    3. 2- É legítimo os adversários políticos serem antagonistas, dessa decisão estúpida do Bolsonaro. Se vc não vai tomar, o problema é seu. Como já te disse inúmeras vezes, vai viver no mato, funda uma aldeia e por favor leva o Bolsonaro junto. Mas eu acho que tanto vc, quanto o Bolsonaro já tomaram a vacina. Eu aceito o cara não querer se vacinar, agora advogar contra às vacinas, isso é inaceitável. Moro 🇧🇷

    4. 1- Podem transmitir o vírus, não igualmente. Vacinados transmitem o vírus por menos tempo. A nova cepa chegou no Brasil, como chegará ou já chegou em todos os países. Porém, medidas de contenção da disseminação são importantes, para conhecer melhor essa nova linhagem, bem como, caso necessário, preparar a nossa rede de saúde. Quanto a exigência, Bolsonaro está na contramão do mundo, pois grande parte dos países, estão adotando medidas de proteção aos seus cidadãos.

  7. Volta Pazuello, volta…kkkk O Queiroga consegue ser mais medíocre que o general. Mais uma vez o Tiririca errou: pior que tá pode ficar.

  8. O Quidroga é um maricas, segue a cartilha do genocida com medo de perder a boquinha. E a ética médica? Time de insanos. Até quando teremos que aguentar esses psicopatas?

  9. Queiroga e seu chefe são dois merdas. São contra o passaporte mesmo sabendo que europeus que não querem se vacinar farão do Brasil seu destino de férias. Agora a a Anvisa deveria botar moral e exigir sim a porra do passaporte de vacinação.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO