Roque de Sá/Agência Senado

Parlamentares que vão disputar as eleições gastaram R$ 3 milhões com autopromoção

20.09.20 12:05

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Sem chance este congresso nacional, isso tinha que ser fechado e reformulado, aqueles com dívida na justiça teria que ser eliminado da política..... Começando pelo Botafogo Maia.... Bando de canalhas

  2. Vamos reduzir o número de municípios no Brasil e diminuir pela metade o número de deputados federais. Para que 513 deputados???

  3. Incrível os milhões de reais que saem dos cofres públicos deste país, são de pouca utilização. Estamos em Setembro e eles já não estão mais comparecendo para trabalhar, serão descontados por não comparecer? Cadê a transparência e os órgãos que controlam tudo isso? Não trabalham, ganham seus salários e tudo o que vem pendurado com ele.

  4. Estranho! Os sujeitos se elegem para exercerem os cargos de deputado ou senador. No meio do "caminho", mudam o trajeto para disputarem eleições municipais. A meu ver, deveria ter uma lei proibindo essa prática. Uma vez eleitos deputados ou senadores, devem cumprir os mandatos até o final. Se quiserem concorrer a outros cargos, renunciem seus mandatos federais, bem como as verbas estrastosféricas e os penduricalhos super, hiper, mega-absurdos. Obrigado pelo espaço!

  5. Estranhamente deputados federais e senadores querendo voltar para os municípios, provavelmente pela falta de visibilidade das roubalheiras, ficará menos difícil praticar peculato, pois temos mais de 5.000 município e fica difícil mobilizações nacional. Além disso, políticos já eleitos deveriam ter um quociente desafiador (ex. obter mais que 30% de votos do segundo mais votado) de forma a equilibrar as concorrência com novatos.

  6. Até quando vamos continuar a conviver com está pouca vergonha!!! Dinheiro público gasto em proveito de S.Exas, em benefício de fulano e beltrano, e, o povo, saúde, educação, segurança que são essenciais, sempre no terceiro, quarto, plano... Direito Penal para quem rouba galinhas e vista grossa, conivência legal, legislativa, ou mesmo foro privilegiado e prescrição para quem rouba o erário...

    1. Parlamentar em exercício de mandato devia ser obrigado a renunciar se quiser disputar um cargo eletivo municipal. Muito fácil, não tem risco nenhum. Se perder volta p função anterior e ainda evita surgimento de novos quadros na política o q é bom p diminuir a concorrência. Isso tem de mudar. Válido tb. o os Senadores q tem 8 anos de mandato.

Mais notícias
Assine
TOPO