Agência Brasil

Falha a tentativa de Cunha de mandar recurso para as mãos de Gilmar Mendes

07.05.21 16:08

Falhou a tentativa da defesa de Eduardo Cunha (foto) de colocar nas mãos de Gilmar Mendes um recurso que busca a anulação da sentença na qual a 13ª Vara Federal de Curitiba condenou o emedebista a 15 anos e 11 meses de prisão pelo recebimento de 5 milhões de dólares em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, decidiu, na última quinta-feira, 6, que o processo, distribuído automaticamente para o relator da Lava Jato, Edson Fachin, deve mesmo ser analisado pelo ministro.

O recurso contesta a condenação de Cunha sob o argumento de que a Justiça Federal de Curitiba era incompetente para julgar o caso, porque os relatos de dois delatores indicam que os valores foram, em tese, pedidos e pagos para campanha eleitoral.

Ao defender que a reclamação fosse julgada por Gilmar Mendes, os advogados alegaram que o processo contra Cunha tem conexão com um inquérito que mira Ricardo Pessoa, ex-presidente da UTC Engenharia, o qual, por decisão da Segunda Turma do STF, foi remetido à Justiça Eleitoral.

A defesa de Cunha disse que, pela relação entre os processos, os dois deveriam ter recebido o mesmo tratamento, ou seja, o reconhecimento da competência da Justiça Eleitoral. Afirmam também que, como Gilmar foi relator do acórdão do caso de Ricardo Pessoa, consequentemente, precisava ficar com a relatoria do recurso de Cunha.

Diante do imbróglio, a decisão sobre a distribuição do recurso coube a Fux. O presidente do STF destacou que Cunha “não figurou como investigado” no inquérito que a defesa usa como trunfo para colocar o recurso nas mãos de Gilmar e, assim, não há que se falar em prevenção. “Restituam-se os autos ao gabinete do eminente relator [Edson Fachin]“, despachou.

Nesta quinta-feira, 6, o Tribunal Regional Federal da Primeira Região revogou a última ordem de prisão domiciliar do ex-deputado. A cautelar havia sido determinada no âmbito da Operação Sépsis, que investigou um esquema de pagamento de propina em troca da liberação de recursos do FGTS, gerido pela Caixa Econômica Federal.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Mais um que se livrou de todos os processos com o auxílio de GM! Mas esse crápula não se elege mais, todo mundo sabe quem é EC!

  2. Virou clichê dizer que o Brasil não é para amadores, mas como fugir disso quando surge das cinzas um demônio que achávamos apagado? Todo dia é um susto. Haja coração.

  3. Tá muito avacalhado esse negócio de políticos contarem sempre com Gilmar Mendes para conseguirem seus objetivos. Não há o menor constrangimento!

    1. É por que sabem que vai ter a colaboração do mesmo, criando argumentos em favor do réu, tal como acontece em suas decisões sempre contraditórias e nunca unânimes.

  4. Qual o motivo para todos procurarem abrigo nas atuações em plenário do STF - Sistema Frouxo Federal do aclamado artista por 11 entre 10 brasileiros, o Sr. João Plenário. Seria por causa da sua eterna benevolência com a corrupção endêmica reinante no país? Obviamente pelo grau de popularidade do personagem responde-se à essa questão com certeza absoluta. Dessa forma, não vai poder chorar junto com os o advogados do Cunha, e declarar que o coitadinho não merecia tal condenação.

  5. Duas coisas se depreende da tentativa: 1) a curiosa preferência de certa classe de gente pelo tal ministro; 2) o STF perdeu a marca de "instituição" por permitir que ministros e "Tchurmas" ditem as decisões e "justiça" de forma individual, causando inaceitáveis "distorções", comprometendo todo o Judiciário. Perde a nação. Perdemos todos os honestos. Perdem todos a noção apropriada de "justiça". Sentar e chorar!

    1. O nosso famoso lacto purga é o preferido por 10 entre 10 marginais encrencados com a justiça. Não falha nunca !!!

  6. Já passou da hora de investigar, formalmente, porque todos os recordistas no aspecto corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, mamadores nas tetas do País, sempre querem ser julgados por um ministro específico do Supremo e ou por uma turma, também específica. Pareceu-me que tudo é feito, tudo é montado, estruturado, para funcionar assim…beneficiar os criminosos. Os juízes apenas “carimbam” o passe livre. Só para os políticos, os ricos e os poderosos!

  7. Cunha, vc ainda tem que subir uns degraus na regra que leva ao Gilmarzão. Sabe como é, né? Ainda resta um ranço do caso da Dilma. Mas é claro, que vc pode fazer chegar ao Ministro certo do $TF. Ou então, usar aqueles motivos bem guardados, dos causídicos especialistas em $ólido$ argumento$ auriculare$

    1. Sei, Paulo... A empresa do Mainardi, razão da " Mamata Connection " rescindiu o Contrato sob quais condições ? Vc que advoga para o Mainardi não acha sintomático que o cara saia de uma " Mamata " para outra? Conhece os termos do Contrato, ou mandaram vc escrever o que não esclarece nada. Vc, o Zezinho, Palhaço Bozo e outras $uminades opiniáticas partem para a desqualificação de quem ousa lhes questionar. No entanto, Paulinho, vc não vai aos fatos. É apenas um sabujo fétido a soldo do seu dono.

    2. 2- E o Kakay (vai tomar no c*), externou para o Brasil, que foi chamado pelo Bolsonaro e declinou da proposta do mesmo. Então Loriva, nada como um dia após o outro. Bolsonaro, Lula, Kakay (vai tomar no c*), Doria, Gilmar Mendes...é tudo farinha do mesmo saco, e para um velho como vc, restaria ter vergonha na put* da cara. Entendeu o quer que eu desenhe?

    3. 1- Lô, um velho de 67 anos deveria ter mais vergonha na cara, deixando de ser um cretino mau caráter. Dias atrás vc vinha insistindo na história que o Diogo tinha milhões de motivos para poupar o bosta do Doria de críticas. Mainardi após mandar o Kakay tomar no c*, foi demitido da Cultura, contribuindo para isso a matéria corajosa da Crusoé, mostrando que o bosta do Doria não é um político, e sim um homem de negócios fazendo negócios na política. Mainardi mandou o Kakay tomar no c*.

  8. Só o corrupto Lula tem o benefício de ter seus processos anulados. Nenhum deveria ter. Até nisso o Ali Lula Babá tem sido beneficiado!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO