Reprodução

Ao desmembrar Caso Queiroz, MP do Rio mantém pressão sobre família Bolsonaro

14.11.20 08:06

A denúncia contra o senador Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz e outros ex-assessores do gabinete do 01 de Jair Bolsonaro (foto) era aguardada e vista como possível fim da fase investigatória do caso que desde dezembro de 2018 traz dores de cabeça ao presidente e seus familiares. Entretanto, mesmo após o senador ser acusado de desvio de verba pública, lavagem de dinheiro e organização criminosa, os promotores manterão o clã presidencial na berlinda nos próximos meses, uma vez que o caso foi desmembrado e há novas apurações em curso.

A denúncia abordou apenas uma parte dos crimes investigados. Na própria peça encaminhado para a Justiça, os integrantes do MP desmembram o caso em outras frentes de apuração. Na última semana, em meio à repercussão da acusação formal contra Flávio e Queiroz, o presidente mostrou-se irritado ao atacar jornalistas, comemorar a paralisação dos testes da vacina contra o coronavírus e sugerir o uso de “pólvora” contra os Estados Unidos.

Umas das investigações que seguirão em curso envolve a possível obstrução de Justiça. Nesse caso, além de Flávio e Queiroz, dois personagens têm potencial para aproximar ainda mais o caso de Flávio e de seu pai: os advogados Luís Gustavo Botto Maia e Frederick Wassef.

A dupla aparece em episódios que envolvem a tentativa de evitar que ex-assessores de Flávio prestassem esclarecimentos à Justiça e, também, nas tratativas com a família do miliciano Adriano da Nóbrega, morto na Bahia no início do ano, para uma suposta fuga de Queiroz. O celular e outros aparelhos eletrônicos de Botto Maia estão sendo analisados pelos investigadores.

A outra investigação é sobre a possível utilização, por Flávio Bolsonaro, de sua loja de chocolates, uma franquia da marca Kopenhagen, para lavar valores desviados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Embora esse caso tenho menos chances de resvalar no presidente da República, uma possível denúncia derivada dele continuará a assombrar a família presidencial.

Sobre esses desmembramentos, pessoas próximas à defesa de Flávio e até mesmo integrantes do Ministério Público do Rio analisam que foi uma decisão mais política do que relacionada a uma tática de investigação. Ao manter as apurações abertas, afirmam essas pessoas, a cúpula do MP-RJ teria não só uma moeda de troca, mas uma arma para fazer frente às tentativas da família de interferir nos rumos da instituição.

Ainda no MP, há uma investigação que mira o vereador Carlos Bolsonaro, tido como o filho mais próximo do presidente. O caso teve origem em reportagens que mostram que ele, assim como Flávio, também nomeou possíveis fantasmas em seu gabinete na Câmara Municipal do Rio.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. ESTA NAO E UMA "FAMIGLIA" QUALQUER. NA ITALIA, PELO QUE EU SEI, TERRA DE ORIGEM DOS BOLSONARO, HA UM NOME BEM CONHECIDO PARA ESTE TIPO DE "ORGANIZACAO". ALIAS, PERGUNTAR NUNCA E DEMAIS, EXMO. SR. BOLSONARO, COM TODO RESPEITO, QUAL E MESMO A ORIGEM DOS R$89.000 DEPOSITADOS PELO TALENTOSO QUEIROZ NA CONTA DA SUA ESPOSA? NOS, OS MILHOES DE MARICAS BRASILEIROS GOSTARIAMOS DE OUVIR, DO CORAJOSO E MACHO CAPITAO, AS DEVIDAS EXPLICACOES SOBRE ESTA ESTRANHA OPERACAO BANCARIA!

  2. Mais cedo ou mais tarde o clã dos Bolsomilicianos ficará atrás das grades, nem que seja após 2022, pois levará uma sova nas urnas, isso se não ficar ficha suja antes...

    1. Acho de difícil ele tomar uma sova. Ele trabalha firme e forte na organização do seu Bolsa Farelo(e funciona pois o Lula prova isso).

  3. Lamento profundamente haver votado nesse moleque para Senador. Fi-lo para evitar a eleição do pai do chileno, de triste memória. Esse Flávio tem que ser preso, e perder o mandato. Há um péssimo cheiro no ar .

  4. Este presidente genocida ainda não renunciou? E nem fez harakiri? Certamente não o fará, pois além de não ter honra é um grande covarde!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO