A CPI comprada

02.07.21

O ex-presidente da Ecorodovias que fechou um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República revelou que as concessionárias de rodovias distribuíram propina a seis deputados estaduais que integravam a CPI dos Pedágios, que funcionou no ano 2000 na Assembleia Legislativa de São Paulo. O suborno, diz ele, foi pago para que a comissão elaborasse um relatório final favorável às empresas. Marcelino Rafart de Seras conta que ele próprio deu 400 mil reais ao ex-deputado José Rezende, que era o sub-relator encarregado da apuração que interessava à companhia. O dinheiro, segundo o delator, foi entregue para o vereador Milton Leite, que era aliado político de Rezende e hoje preside a Câmara Municipal paulistana. Leite nega. Diz que a versão é “absolutamente mentirosa”.

CMSPCMSPLeite (sentado, ao centro): ele nega ter recebido propina

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Cuidado com títulos dúbios de suas matérias… esse do texto em pauta ou é patrocinado pelos alvos da CPI da COVID, ou é burrice mesmo do autor…

  2. não existe nenhuma obra pública onde não exista corrupção...essas CPIs são uma farsa...um faz de conta. Corruptos julgando corrupção..

  3. Com o enfraquecimento dos argumentos de “Vagabundos” e trupe, a Crusoe está tentando uma nova retórica. Francamente, falta verdade e sobra criatividade nesses “escrevedores” que se empregaram na Crusoe. Agora é “CPI comprada”, … rsrsrs. Ah, não pago a esse lixo e continuo podendo ler edições e escrever meus comentários há 4 meses.

  4. os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  5. A política da Crusoe é a seguinte; copia e cola toda acusação proveniente de Renan Calheiros, Omar Azis e trupe. Os fatos são investigados, constata-se que não há nada de crime grave. Daí, Crusoe, Renan, Omar e trupe se calam, não se publica a verdade e começam a procurar outra fábula …. Parabéns Crusoe pela pilantragem. Dá até pra enganar alguns leitores.

    1. Novidade??? O Brasil funciona assim , de favores e favores

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO