Adriano Machado/Crusoé

PGR é contra incluir Luis Miranda em inquérito sobre suposta prevaricação de Bolsonaro

21.09.21 22:21

O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, se manifestou contra a inclusão do deputado Luis Miranda, do Democratas, no inquérito que apura suposta prevaricação do presidente Jair Bolsonaro diante das denúncias do parlamentar e seu irmão a respeito de irregularidades na aquisição da vacina Covaxin pelo governo federal.

Segundo o procurador, não estão “presentes os requisitos necessários à realização do tipo penal de denunciação caluniosa” porque Miranda não acusou o presidente de ter cometido crimes.

Humberto Jacques afirmou que Miranda “limitou-se a dizer que levou “provas contundentes” de irregularidades havidas nas negociações que envolveram a compra de um imunizante na índia ao presidente Jair Messias Bolsonaro e ao ex-ministro Eduardo Pazuello”. “Em momento algum atribui a essas autoridades ou a uma pessoa certa a prática de fato que possa configurar crime, infração ético-disciplinar ou ato ímprobo“.

Vale dizer, os eventos mencionados pelo congressista na entrevista, desprovidos de qualquer valoração jurídica, aparentam guardar estrita correspondência com a realidade“, anotou o procurador.

Atendendo a um pedido do então ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos, o ministro da Justiça, Anderson Torres, requereu à Polícia Federal que o deputado fosse investigado por denunciação caluniosa.

Em julho, a PF enviou ao STF o pedido para que a corte decida se Miranda deveria virar alvo do inquérito. Relatora da investigação, Rosa Weber, então, pediu um parecer da PGR a respeito do tema, que foi entregue na última sexta-feira, 17.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Nyco Penico, traíra, picareta e delinquente, tu estás falando do bolsobosta, nao e?

    2. Ordem veio do Miliciano ,para não incriminar o Deputado!!! Pode ser que apareça a GRAVAÇÃO!!!!Melhor prevenir do que remediar, o miliciano é psicopata , mas não rasga dinheiro!!!

    3. uai, quer dizer que quem deve pagar é ele por ter traído ? achei que fosse o presidente por ter prevaricado

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO