Divulgação

PF aponta desvio de R$ 19 milhões em compras contra Covid no Piauí

14.01.21 13:05

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 14, a Operação Onzena, que investiga fraudes na compra superfaturada de equipamentos de proteção individual, como máscaras, e de testes contra a Covid-19, em cidades do Piauí. A operação tem a participação da Controladoria-Geral da União e do Tribunal de Contas do estado.

Os policiais federais cumprem 17 mandados de busca e apreensão em Teresina, Picos, Bom Princípio do Piauí e Timon. Segundo a PF, as compras superfaturadas foram realizadas pela Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares, pela Secretaria de Estado da Saúde e pela Prefeitura Municipal de Bom Princípio do Piauí.

As investigações apontaram desvios de recursos repassados pelo Fundo Nacional de Saúde, de emendas parlamentares, além de dinheiro do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. O superfaturamento de alguns itens chegou a 507%, no caso da compra de máscaras N95. Foram gastos 36,5 milhões de reais sem licitação e a PF estima em 19,1 milhões de reais o valor superfaturado.

A apuração do caso apontou indícios de montagem fraudulenta de processo licitatório, acerto prévio entre servidores e empresas contratadas, além de suspeitas de combinação entre essas empresas para emplacar os preços abusivos. No ano passado, o Piauí recebeu 100 milhões de reais do Fundo Nacional de Saúde.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Essa é a Polícia Federal, orgulho nacional. Tem maçãs podres em seu quadro, sim, mas aos poucos vão sendo expurgados. Seu trabalho é excepcional. Pena que o judiciário e o Aras não pensam assim. Lamento, meu "brasil".

  2. Pandemia de roubo. Tirando seis em uma dúzia que não prestam, sobra meia dúzia que não vale nada. O stf é o antro que é, porque os políticos puseram-nos lá. E nós elegemos os políticos

  3. Chamar Timon de cidade matsvolbora só pode ser piada. Lixo, buraco nas ruas, fedentina, povo mal educado, obsta de cachorro nas ruas a perder de vista, etc. Outra coisa: vamos salvar o querido e lindo Piauí. Timon é no Maranhão . Graças a Deus. O Piauí NAO MERECE ISSO.

  4. Timon é uma cidade maravilhosa. Todo bozista deveria visitá-la para curtir as suas ruas seguras e hospitaleiras. Um paraíso na Terra :).

  5. Enquanto os adversários do Bolsonaro insistirem em roubar dinheiro público vai ser difícil convencer o eleitor a não apoiá-lo. Abaixo à corrupção!!! Lugar de ladrão é na prisão!!!.

  6. É um fato escabroso desses numa hora escabrosa dessas que leva as pessoas decentes a repensarem a pena de morte para criminosos desse e de outros gêneros.

    1. Só políticos nacionais?? Inclua também outros partidos como PL, PP, MDB etc...........

  7. Certamente alguém morreu pela falta destes recursos. E na televisão dizem que a prioridade é salvar vida. Desvio de recursos da saúde deveria ser crime contra a humanidade. Estes sim são verdadeiros genocidas.

  8. Certamente, se este caso, ao chegar no Supremo, for distribuído ao novo Ministro, que é do Piauí, será julgado com todo rigor da Lei.

    1. Po Claudionor,o governador do PT roubando dinheiro da saúde e você falando em Kassio Bolsonaro. Nada a ver...

Mais notícias
Assine
TOPO