Adriano Machado/Crusoé

‘O que se pretende é uma verdadeira devassa’, diz Lava Jato do Rio sobre repasse de dados à PGR

24.08.20 19:33

A força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro pediu nesta segunda-feira, 24, que o Supremo Tribunal Federal mantenha a decisão do ministro Edson Fachin que revogou uma liminar concedida pelo presidente da corte, Dias Toffoli, e barrou o compartilhamento da base de dados da operação com a Procuradoria-Geral da República. “O que se pretende é uma verdadeira devassa”, declararam os procuradores.

A equipe fluminense sustentou que as informações não poderiam ser requeridas pela PGR e argumentou que os dados estão resguardados por sigilo judicial. “A pretensão da Procuradoria-Geral da República, na forma em que manifestada, é incompatível com o desenho constitucional do Ministério Público, com as garantias constitucionais dos investigados e com a própria jurisprudência do Supremo”, pontuou.

A força-tarefa acrescentou que, no ofício em que pediu acesso aos arquivos, a PGR não descreveu a finalidade e a justificativa para o compartilhamento, informação que, segundo a Lava Jato, seria fundamental para que a operação pedisse autorização à Justiça.

“O compartilhamento de informações e elementos probatórios pretendido pela PGR é genérico, não tem fundamento em nenhum, simplesmente nenhum fato concreto, abrange inclusive informações futuras, e compreende, ainda, muito mais do que apenas informações bancárias e fiscais (as bases de dados da Força-Tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro armazenam interceptações telefônicas, telemáticas, discos rígidos de computadores etc.).”

Além disso, a defesa dos procuradores argumentou que as forças-tarefa são submetidas a procedimentos administrativos de fiscalização de suas atuações funcionais e que, portanto, não há uma “caixa de segredos”, como sugeriu Augusto Aras (foto). De acordo com os advogados, seria uma expressão “imprópria, infeliz e que não condiz com a dignidade do Ministério Público, em quaisquer de seus ramos”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não alimentem esperanças nesse STF, que aí está. Tradicionalmente têm mantidos soltos os bandidos ricos condenados, que com seus roubos conseguem pagar grandes bancas de advogados, como a daquele que vai ao STF de bermuda.

  2. No fundo o que Aras e seus chefes pretendem, é conseguir provas, que incriminem os “mocinhos” e inocentem os “bandidos”, que veem sendo condenados em mais de uma Instância.

  3. Por incrível que pareça, ao povo decente do Brasil 🇧🇷 só resta ter esperança na atuação do STF para impedir a devassa que essa banda podre quer fazer na Lava Jato...

    1. O problema é q parte do próprio STF anda rasgando a constituição e seguindo na mesma toada delinquente do senhor Araras. Isso se não partiu de lá a ideia desse apoderamento dos dados sigilosos. Vai ficar pior quando o MINTO indicar o Mendoncinha amigo do Tofoleti para a cargo do decano. Enquanto isso o gado bozista arrota impropérios aos petistas e ao mesmo tempo defende o messias agindo criminosamente igual a quadrilha vermelha.

  4. Parabéns à força tarefa. Mas infelizmente acho que se isso for levado ao plenário do "stf", irá sofrer derrota. Com a corja que lá se encontra é o mínimo a se esperar.

    1. Verdade Jose, tô até imaginando o albertinho sendo chamado no canto do gabinete do ódio e recebendo um belo sermão do Carluxo e do pai Bozó! "Como assim dar a entender que o nosso amigão Araras está agindo de má fé?".

    2. Kkkkkkkk. O cucaracha agora está jogando contra o dono dela, kkkkkkk. Está bonequinha de seda está cada vez mais alucinada!

  5. Depois q o "bozo" ligou p o Aras p q ele pedisse p outro procurador recebesse o "anjo" p tratar de assunto da JBS sem Mandato de Procuração, n podemos esperar mais nada desse procurador geral. Banalizaram até a PGR !

    1. Está claro que todos os políticos, as Bancas de Advogados e o próprio governo, incluindo STF querem acabar com a Lava Jato. Segura Fachin!... Pedro.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO