Adriano Machado/Crusoé

Governo rebate Macron: ‘Soja brasileira não exporta desmatamento’

13.01.21 17:13

Comandado por Tereza Cristina (foto), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento rebateu nesta quarta-feira, 13, o presidente da França, Emmanuel Macron, e afirmou que “a soja brasileira não exporta desmatamento“.

A pasta manifestou-se um dia após o francês alegar que continuar a depender do grão cultivado no Brasil “seria apoiar o desmatamento da Amazônia”. “Nós somos coerentes com nossas ambições ecológicas. Estamos lutando para produzir soja na Europa”, completou.

Em resposta, o ministério disse que a fala de Macron “mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas“.

A pasta chefiada por Tereza Cristina lembrou que o Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo.

Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade, seja em áreas já utilizadas, seja recuperando pastagens degradadas, não necessitando de novas áreas. Toda a produção nacional tem controle de origem“, completou.

Como mostrou Crusoé, a declaração do presidente da França contém ao menos dois equívocos. “Esse comentário é tipicamente protecionista. A soja não desmata o bioma amazônico e a Europa não tem capacidade de suprir suas necessidades sozinhas porque não tem área para isso“, explicou o engenheiro agrônomo Leonardo Sologuren, presidente do Comitê Estratégico Soja Brasil. “É o típico comentário de quem desconhece a realidade da produção agrícola, incluindo de seu próprio país.”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Irresponsável esse Macron. Jogando para plateia interna mas prejudicando a imagem séria do atual ministério da Economia, cuja ministra é 10!

  2. Eles poderiam dar o exemplo e começar a reflorestar as terras Francesas. Quem não tem florestas porque destruiu tudo não tem moral para falar mau do país que mais preserva no planeta.

  3. Mais fácil o Brasil tomar o lugar da França na produção de vinhos finos do que a Europa se tornar autossuficiente em soja.

    1. Primeiro, não sei de que "dados científicos" você está falando. Considerando que você vestiu a carapuça de viúva do PT, é mais provável ser um argumentum ad verecundiam, para interditar o debate. Aliás, grilagem de terras acontece no Brasil inteiro e não é assunto científico, e sim jurídico/policial. E Macron continua sendo um idiota que quer faturar policamente em cima do Brasil.

    2. O MP já possui todos os dados. Confira com eles. Se você considera dados científicos publicados em excelentes revistas como merda, então você pedir o seu diploma de bozista beócio. É gratuito e assinado pelo Carluxo. Va la, você merece!

    3. Filhinho, se você sabe alguma coisa sobre um "esquema de destruição da natureza", faça uma denúncia ao Ministério Público, ao invés de ficar falando merda em fóruns na internet.

    4. Se os bozistas beócios acreditam em tudo o que a ministra fala, então eles são cúmplices do maior esquema de apropriação de terra pública e destruição da natureza da história deste país. São uns ecocidas, portanto!

  4. É triste um comentário de um líder político, cujo país está dominado por mulçumanos, sem governabilidade, causa alvoroço nas terras tupiniquim mostra a triste realidade brasileira de um povo desunido, cada um buscando a sua verdade

  5. Viajar para Paris ? Macron não quer mais turistas por lá, porque as aeronaves poluem o ar do país, despejando fumaça e enfeiando os ares franceses. Como tem palhaço nesse picadeiro mundial!!!

  6. Essa é a ministra autora do dislate "boi bombeiro" que soou como musica aos ouvidos do cientosta jair, o Jânio Quadros II

    1. Verdade...O pior é que ela é formada em agronomia. Pobres professores!

  7. O caso lá é o seguinte: o monsieur le president, cria factóides pra conquistar os votos dos eleitores ecologistas do país, um bando de fanáticos inconsequentes, que não tratam a ecologia com os devidos honestidade, seriedade e respeito.

  8. Esse governo conseguiu, o que nem o PT da Dilma conseguiu, mesmo que tentasse bastante. Perder a credibilidade. Ninguém consegue acreditar nas bobagens do presiodiota e seus asseclas. Salvo os ignorantes úteis ou funcionais.

    1. Cala a boca, imbecil. Defender o desgoverno Dilma é de uma imbecilidade sem precedentes!

  9. Graças ao Agronegócio o Brasil vem se sustentando independemente de governos e agregando um percentual expressivo no PIB e a cada ano explodindo em números de produtividade. Macron é um desinformado e mal acessorado, não conhece nada de geopolítica e só falou [email protected] em relação ao nosso país. Teresa Cristina é uma figura respeitável no Agronegócio e excelente Ministra apesar do deplorável Presidente que temos.

    1. Tião...com o seu comentario você está apenas comprova o que eu sempre falo: bozista possui dois neurônios apenas: um para vomitar e outro para defecar. Estar é a vida de um bozista: vomitar e defecar! Volta para o esgoto ser bestial!

    2. Jose você está demonstrando pelos seus comentários que e um jumento perfeito domado e adestrado pelo Lularápio e Zé Dirceu. Acertei? Kkkkkkkk.....

    3. Parabéns Nilson pelo seu comentário sobre essa Super Ministra da Agricultura. Macron pra mim é um idiota safado que está fazendo um jogo político pra agradar seus eleitores.

    4. Teresa Cristina é aliada do lado ruim do agronegócio brasileiro. Todo mundo sabe disso. Ela perdeu credibilidade quando nomeou um grileiro como secretário.

  10. Esse imbecil está ferrado com os muçulmanos das colônias, que eles roubaram por centenas de anos e que tiveram que aceitar no território francês. Cuidado Mácron, eles te explodem. Em nome de Alá.

  11. Ministra mentiu. Basta ler um trabalho recente que saiu na Science por pesquisadores brasileiros sobre a ilegalidade nas fazendas produtoras de soja. Para Bozista este argumento não vale, pois Bozista é analfabeto e ainda é anti-ciência.

  12. Está apostando no aquecimento Global. La Somme é das regiões mais setentrionais, e reportagem com agricultores aqui só demonstram constrangimento pois a soja näo vingou.

  13. A soja aumentou, criadores franceses reclamam mais subsídios à produção e ele tenta fazer o preço cair com esta ameaça ridícula. A França não comprava soja transgênica evocando danos ambientais, hoje nem ligam mais, como a necessidade muda o espírito ecologico simplorio

  14. Parte da soja francesa é plantada na Guiana Francesa, e o senhor Macron sabe que fica na Amazônia. A França pode desmatar e plantar soja na Amazônia, o Brasil não. Bolívia e Venezuela podem plantar na Amazônia, Brasil não. Grandes redes de mercados francesas não venderão soja brasileira, mas espancam clientes dentro das lojas da rede no Brasil. Demagogo mal intencionado.

  15. O desmatamento que esse senhor se diz preocupado não é o de árvores, mas sim das riquezas que estão sob elas e que nos pertencem de fato e de direito. Aqui não é a África dos tempos coloniais.

    1. Sheila, prefiro o meu Brasil pois aqui, dentre tantas coisas, também aprendi a interpretar um pequeno texto.

Mais notícias
Assine
TOPO