Adriano Machado/Crusoé

CPI quer convocar envolvidos em negociação com Covax Facility

29.07.21 07:34

O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (foto), propôs a convocação de três diplomatas envolvidos na negociação pelo ingresso do Brasil no consórcio de vacinas Covax Facility, liderado pela Organização Mundial da Saúde.

Os requerimentos devem ser avaliados pela comissão no início de agosto, após o fim do recesso parlamentar e a retomada dos trabalhos. Para ter validade, as sugestões precisam ser aprovadas pela maioria do colegiado.

A lista inclui Flávio Werneck Noce dos Santos, ex-assessor especial para assuntos internacionais do ministro da Saúde. A sugestão de convocação deu-se após Crusoé noticiar que o diplomata, que estava cedido para a pasta hoje comandada por Marcelo Queiroga, inscreveu-se no chamado “plano de remoções” do Itamaraty e conseguiu do chanceler Carlos França a bênção para seguir para o Consulado do Brasil em Londres, onde deve assumir o posto de cônsul-geral adjunto.

Em junho, Werneck chegou a ter seu sigilo telemático quebrado pela CPI da Covid. Autor do requerimento, o senador Alessandro Vieira argumentou que, ao optar pela compra do mínimo possível de doses disponibilizadas pelo Covax Facility, Eduardo Pazuello era assessorado pelo diplomata, o que “torna claro o vínculo entre a atividade” do servidor do Itamaraty e o objeto de apuração da CPI. A medida cautelar, porém, foi suspensa pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal.

Randolfe quer chamar à CPI, ainda, Maria Nazareth Farani Azevêdo, embaixadora do Brasil em Genebra. Declarações da diplomata em vídeos obtidos com exclusividade por Crusoé revelam que Pazuello mentiu ao alegar aos senadores que o preço inicial da vacina por meio do consórcio era de 40 dólares a dose.

Na gravação de uma reunião com representantes do Itamaraty e da Casa Civil, no dia 12 de agosto de 2020, Maria Nazareth diz que o valor inicial da dose era de 20 dólares, mas logo depois foi reduzido para 10,55 dólares. “O preço da dose baixou bastante. De 20 foi para 12…entre 12 e 16… e agora está sendo apresentado para nós a 10 dólares e 55 centavos”, narrou.

Fecha a lista Fábio Marzano, secretário de Soberania e Cidadania do Itamaraty, e braço direito do então chanceler, Ernesto Araújo. Em um dos vídeos publicados por Crusoé, o diplomata alertou que o país viveria “um inferno” pela falta de vacinas se optasse por ficar de fora do Covax.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO