Reprodução

Netanyahu conversa com príncipe herdeiro da Arábia Saudita em reunião secreta

23.11.20 11:17

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, viajou para a Arábia Saudita neste domingo, 22, para encontrar-se com o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman.

A viagem secreta tem importância histórica. Desde a fundação de Israel, em 1948, os dois países não mantêm relações diplomáticas. A Arábia Saudita enviou tropas contra Israel nas guerras de 1948 e 1973.

Netanyahu foi acompanhado pelo chefe do Mossad, Yossi Cohen. Em território saudita, juntou-se ao secretário de estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo. Ministros de Israel não foram avisados. Pompeo divulgou nas redes sociais uma foto de seu encontro com o príncipe saudita (foto), sem citar Netanyahu. O israelense decolou às 19h50 de Tel Aviv e seu avião desapareceu do radar indo em direção à Arábia Saudita. Ele permaneceu em solo saudita por quatro horas e voltou na mesma noite.

A Rádio do Exército de Israel noticiou o evento. A confirmação da viagem de Netanyahu também se deu através de um comentário de seu assessor, Topaz Luk, nas redes sociais. Luk reagiu a ataques do ministro da Defesa, Benny Gantz, contra o primeiro-ministro dizendo: “Gantz está jogando com a política enquanto Netanyahu está trabalhando pela paz”.

Benny Gantz apoiou a abertura de uma investigação sobre corrupção para avaliar se Netanyahu recebeu propina na compra de um submarino alemão.

A Arábia Saudita é um dos países árabes que têm se aproximado de Israel ao temer a ameaça do Irã e ao testemunhar o crescente desinteresse dos Estados Unidos pelo Oriente Médio.

Aparentemente, há uma divisão no reino saudita sobre aproximar-se de Israel. O príncipe herdeiro é a favor, mas o rei Salman é contra. À medida que o príncipe acumule mais poder, espera-se que os laços entre a Arábia Saudita e Israel se estreitem mais.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Acho que a reunião precisava ser secreta até terminar. Depois de encerrada, é bom para ambos que o Irã saiba que Israel e Arábia Saudita estão conversando.

  2. Não entendi nada. Reunião secreta mas tem até foto. Está parecendo com o cara que se apresenta dizendo: "eu sou agente secreto"

    1. Era secreta até ocorrer, na foto não aparece o primeiro ministro

Mais notícias
Assine
TOPO