Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

MDB monitora as articulações de Eduardo Leite para 2022

15.05.21 14:06

O MDB acompanha com atenção os movimentos de Eduardo Leite para viabilizar sua candidatura à Presidência da República pelo PSDB em 2022. O governador gaúcho pretende disputar as prévias tucanas, ainda sem data definida, que escolherão o candidato da sigla ao Planalto.

Mesmo que saia derrotado do processo interno do PSDB, Leite tem assegurado a interlocutores que não tem a menor intenção de concorrer à reeleição ao governo estadual. O tucano, por princípio, é contra reconduções. Quando foi prefeito de Pelotas, entre 2013 e 2017, Leite também rejeitou a ideia de ser reeleito, embora sua administração tivesse sido bem avaliada.

Um dos que estão de olho no apoio do atual governador, caso ele mantenha a intenção de não concorrer a um segundo mandato, é o deputado Alceu Moreira. O ex-coordenador da bancada ruralista e presidente do MDB gaúcho alimenta o sonho de governar o estado.

Se estiver com seu nome na urna na disputa presidencial de 2022, Leite vai querer contar com o apoio do MDB, cenário em que um entendimento com Moreira pode constituir uma vantagem.

As costuras com outras legendas de centro fazem parte, inclusive, de uma estratégia do tucano, que já se reuniu com caciques do Podemos e do Cidadania para falar sobre sua possível candidatura ao Planalto. Com o gesto, Leite quer mostrar que tem mais capacidade de articulação que João Doria, seu adversário interno no PSDB para 2022.

“Eu quero ajudar a construir unidade, não apenas no PSDB, como dentro desse centro democrático para que a gente possa evitar que o país esteja diante da opção entre os dois extremos no ano que vem novamente”, disse o governador a Crusoé.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Eu ainda tenho certeza,que em 2022 com trabalho que o Ciro Gomes vem fazendo ele vai surpreender muita gente, vcs irão ver!!!

  2. Com o Bolsonaro e o Lula, estamos caminhando para sermos um país de selvagens, no pior sentido. Mandetta ñ teve coragem de apontar os participantes na reunião que visava a alteração na bula da cloroquina. Huck visou ganho político na morte do Paulo Gustavo, falando do ator com a comunicação verbal e ñ verbal, que ele usa p/ fazer comercial de televisão para vender produtos. Acho q todos os nomes da 3a Via são melhores que Bolsonaro e Lula, desde que deixem a covardia e hipocrisia de lado.

  3. Eduardo é bom nome, mas tem menos visibilidade que Amoedo. Eu penso que Mandetta traria visibilidade a um dos dois. Mas o apoio de Moro, Huck, Gentilli, Podemos, Cidadania, Novo, Marina Silva, Doria sera necessario para que a terceira via se concretize. Eu nao voto nem em Lula, nem em Bolsonaro ( tambem nao voto em Ciro ).

  4. Com todo respeito aos demais candidatos, Eduardo Leite seria um excelente nome para deixar o atual PR fora do 2º Turno, se houvesse união dos outros candidatos para apoiá-lo. O vice poderia ser Mandetta ou vice-versa ou ainda Eduardo vice de Mandetta. A única chance de não termos Lula de volta e alijar o presidente do 2º Turno. Acordem Senhores, menos ego e mais Brasil.

  5. Unamos nossas forças contra essa dupla que se apresenta. Eduardo Leite, Tasso, Moro, Mandeta, Hulk e outros se unirão, com nosso apoio.

    1. Tomara que surja mesmo uma terceira via que pode muito bem ser o Eduardo Leite! Como disse a Mônica, tudo para nos livrarmos da dupla maldita.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO