Granma

López Obrador sob ataque por contratar 585 ‘médicos’ cubanos sem diploma

20.09.21 20:32

O senador mexicano Julen Rementeria, do Partido Ação Nacional, PAN, acusou nesta segunda, 20, o presidente Andrés Manuel López Obrador de cometer irregularidades ao contratar 585 médicos cubanos para tratar pacientes com Covid em hospitais públicos mexicanos. Quando solicitados, nem o governo do México nem a ditadura cubana apresentaram documentos para provar que eles tinham diplomas.

Com esses falsos médicos, Rementeria calcula que foram enviados o equivalente a 12 milhões de dólares para a conta do Ministério da Saúde de Cuba.

Segundo o senador, em 21 de abril do ano passado, o governo de Obrador enviou para o governo da Cidade do México, a capital, uma verba para ajudar na pandemia de Covid. A cidade é governada por Claudia Sheinbaum, do Morena, o mesmo partido do presidente. Três dias depois, foram assinados dois convênios bianuais com a ditadura de Miguel Díaz-Canel (na foto, com Obrador, em encontro na semana passada).

Pelos acordos, publicados por Rementeria no Twitter, a ditadura cubana se encarregou de entregar os documentos para atestar a “capacidade técnica profissional de saúde” dos doutores.

Usando uma lei de transparência, Rementeria pediu a diversas instituições públicas informações sobre os cubanos, como o valor do salário, local para o qual foram enviados e cópias dos seus diplomas.

Recebeu de todas as entidades a resposta de que não havia informação disponível. O governo da Cidade do México, por sua vez, alegou que a documentação dos 585 profissionais não era da responsabilidade deles, mas do Ministério de Saúde de Cuba. O acordo bianual, contudo, estabelecia que a ditadura se encarregaria de comprovar a capacidade técnica dos médicos.

Pagaram 255 milhões de pesos mexicanos para 585 estrangeiros cubanos sem estudo para se passarem por médicos, quando não o são, e para tratar pacientes mexicanos graves e não graves em plena pandemia“, escreveu Rementeria. “Quantos mexicanos teriam morrido nas mãos desses falsos médicos?

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. E também matado negada da população usando o vírus da covid, não é verdade?

  1. O PR Bolsonaro sempre muito correto, deu uma chance para os médicos cubanos permanecerem trabalhando no Brasil, desde que, aprovados no "revalida" do Diploma de Medicina. O PR entende que esses médicos são vítimas daquele regime castrista comunista que oprime o povo cubano desde os anos 50, apoiados aqui, pelo Ex-Detento e Maior Ladrão da História da Humanidade e, pela ex-presiDENTA inoCENTA dilmANTA. __ Bolsonaro 2022, a última TRINCHEIRA contra o comunismo.

    1. Nyco Penyco, aquele que aluga o esfíncter para a diversão dos bozistas, zurrou de novo. Zurra criatura do demônio, zurra!

    2. Analisando o teu perfil de MUAR degenerado e depravado, quem sabe o ex-detento alcoólatra e maior ladrão da história da humanidade seja o ideal pra ti, acertei?

    3. Nyco, estou em busca de um candidato que seja a última trincheira da MORALIDADE. Tem ideia de quem procuro? Vou te dar uma pista, pois pensar não é o seu forte: MORalidade. Copiou?.. Moro 🇧🇷

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO