Agência Senado

Nova fase da Lava Jato mira Edison Lobão e filho do ex-senador

10.09.19 07:43

O filho do ex-senador Edison Lobão (foto), Márcio Lobão, foi preso na manhã desta terça-feira, 10, na Operação Galeria, nova fase da Lava Jato realizada pela  Polícia Federal, a Receita Federal e o Ministério Público Federal na manhã desta terça-feira, 10. A operação investiga a participação do ex-senador do MDB e ex-ministro de Minas e Energia, com o filho, em recebimento de suborno e lavagem de dinheiro. Márcio teve a prisão preventiva decretada porque continuaria realizando operações de lavagem de dinheiro em 2019.

Cerca de 70 Policiais Federais e 18 Auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de busca e apreensão, além do mandado de prisão preventiva do filho de Lobão. A operação é executada em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. As buscas incluem endereços do ex-senador e ex-ministro de Minas e Energia e da mulher.

As investigações apontam que, ao menos entre 2008 e 2014, Edison Lobão e Márcio receberam propinas dos grupos Estre e Odebrecht da ordem de 50 milhões de reais. Além dos crimes de corrupção relativos à participação da Odebrecht no contrato de construção da Usina de Belo Monte, a operação investiga benefícios em mais de 40 contratos, cujo valor chega a cerca de 1 bilhão de reais, entre as empresas Estre Ambiental, Pollydutos Montagem e Construção, Consórcio NM Dutos e Estaleiro Rio Tietê.

Em ambos os esquemas criminosos, foram levantadas provas de que as propinas foram entregues em espécie em escritório de advocacia ligado à família Lobão, no Rio de Janeiro, segundo depoimentos de colaboradores, registros de ligações e de reuniões entre os investigados, e registros em sistemas de controle de propinas da Odebrecht.

O esquema de lavagem incluiu a compra e venda de obras de arte com valores sobrevalorizados ou com o uso de laranjas, simulação de operações de venda de imóvel, simulação de empréstimo entre parentes da família Lobão, e movimentação de valores milionários em contas em nome de empresas offshore no exterior. Segundo o Ministério Público Federal no Paraná, foi possível verificar um incremento de mais de 30 milhões do patrimônio de Lobão e da família ao longo do período investigado. A operação também realiza mandados em uma galeria de arte e endereços de agentes financeiros que atuavam perante bancos como o Julius Bär Group, da Suíça, gerindo contas de Márcio Lobão no exterior.

Coordenador da Lava Jato, o procurador da República Deltan Dallagnol declarou, por meio do comunicado do Ministério Público Federal que informou dados da operação, que “a Lava Jato continua rompendo a aura de intocabilidade de poderosos. A equipe segue unida e, enquanto for possível, prosseguirá seu trabalho”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. MALDITOS!!!! Bloqueiem as contas desses corruptos!!! Tirem tudo o que puderem deles!!! Se forem presos sabem que os amigos do STF soltam Então tem que mexer nas contas desses corruptos e devolver tudo ao Pais!!!

  2. Quem está acusando o clã Lobão !? Hahaha... chegaram muito tarde a estes ladrões convictos tal qual a família Sarney. Só burro não percebe...

  3. Esse estava a muito GASTANDO NOSSO DINHEIRO. TEM MUITA GENTE caladinho. VAMOS POLÍCIA FEDERAL, vamos MINISTÉRIO PÚBLICO colocar essa gatunos na CADEIA. AVANTE. Deus com todos VOCÊS.

    1. Elio....concordo com vc....é preciso cassar o mandato deste Gilmar Mendes

  4. Essa belha guarda da politica é toda corrompida. Quando vai chegar a vez da familia Sarney, a número um em escândalos de corrupção?

  5. Por mais que seja amargo o remédio, para lidar com essa corja toda e colocar o país nos eixos em menos tempo, INTERVENÇÃO....art .142

  6. Pelo tempo que roubam o dinheiro público, achei que Lobão ia assistir de pé sua terceira geração em campo mostrando como se faz no Brasil para enriquecer e viver nesse país sem precisar trabalhar.

    1. a hora sempre chega vai vir o da família Sarney nem que façam o desenterro pra prender bom mesmo seria o 142

  7. O que mais impressiona é o povo continuar votando em umas porcarias como estas. Será que o povo nunca criará vergonha na cara?

    1. Pra isso é necessario que parem de elege-lo! Que dureza!!

    2. A vez de Renan chegará quando ele perder o foro privilegiado. Afinal, o STF defende Corruptos.

  8. Modus operandi consagrado, o dessa cambada. Fôssemos um país com fundamentos morais sérios, isso seria muito menor. Viva a Lava Jato. Força à Lava Toga.

    1. pessoal de Brasília 25/09:é a data É PRA TOCAR FOGO MESMO

    1. Enquanto esse povo não tiver escrúpulos e votar nesses canalhas, nada vai mudar e eles continuarão a roubar e corromper!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO