Adriano Machado/Crusoé

Em disputa por apoio, Maia retira PTB e Solidariedade do bloco de Arthur Lira

15.01.21 07:32

Em busca de apoio para a candidatura de Baleia Rossi à sua sucessão, o presidente da Câmara dos Deputado, Rodrigo Maia, retirou os partidos Solidariedade e PTB do bloco de 11 legendas encabeçado por Arthur Lira, candidato de Bolsonaro ao comando da casa. O motivo alegado por Maia foi a falta de assinaturas necessárias de parlamentares da sigla para compor a aliança. Com isso, restaram 9 agremiações na coalizão pró-Lira, que soma 195 deputados.

O pedido de registro da aliança feito pelo próprio Lira no início de 2021 tinha somente uma assinatura do PTB, a da paranaense Luisa Canziani. No Solidariedade, só dois parlamentares chancelaram o bloco: Gustinho Ribeiro, de Sergipe, e Zé Silva, de Minas Gerais. A decisão de Maia ocorre em meio à disputa entre Baleia Rossi e Arthur Lira pelo apoio das duas bancadas.

Ao todo, 169 parlamentares assinaram o requerimento de Arthur Lira.  Apesar de excluir o PTB e o Solidariedade do bloco de Lira, Rodrigo Maia efetivou a aliança das outras legendas representadas no pedido: PL, PP, PSD, Republicanos, PROS, Podemos, PSC, Avante e Patriota.

Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro tem insistido com deputados tanto do PTB quanto do Solidariedade para que fiquem ao lado de Lira. O presidente do PTB, Roberto Jefferson, já disse que prefere o alagoano, mas a decisão ainda não foi tomada pela bancada federal da sigla, que tem 11 parlamentares. O líder do Solidariedade, Zé Silva, também está com Lira, mas ainda não convenceu os outros 13 correligionários a seguir o mesmo caminho.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Lógico que Roberto Jeferson prefere Lira, criminoso com criminoso se entende! Por isso que Bolsonaro tb prefere Lira! Tudo ladrao

  2. Espero que em 2022 elejamos deputados e senadores que nos possam dar opção de escolha. Por enquanto, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

  3. Eleger Arthur Lira é conspirar contra o Brasil... é chancelar o desastre do governo do Mandrião... é esquecer que pessoas morrem em meio à irresponsabilidade de um governante... dizem que o povo no Brasil tem memória curta... mas a perda dos entes queridos pela covid manterá esta memória acesa ad eternum..

  4. De toda essa sordidez e briga de corruptos para ver quem vai ter mais poder para saquear o que resta dos cofres públicos, esperemos que pelo menos uma coisa seja favorável aos brasileiros. Que o genocida presidencial seja chutado de seu trono quando Lira e Pacheco perderem nas duas casas legislativas.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO