Adriano Machado/Crusoé

Aliados de Lira recuam e já admitem que PEC da Impunidade pode ser adiada

26.02.21 16:30

O risco de derrota da PEC da Impunidade no plenário da Câmara na tarde desta sexta-feira, 26, preocupa aliados de Arthur Lira, que já conversam com o presidente da casa para que o texto seja levado a uma comissão especial para a rediscussão.

Talvez o caminho mais prudente neste momento seja o de encaminhar a uma comissão especial para tramitação e busca de construção de um texto“, pondera Marcelo Ramos, do PL, vice-presidente da Câmara. O posicionamento ganhou o reforço de lideranças da esquerda e até da direita, como no caso do partido Novo, que é contrário à PEC. O grupo de Lira, no entanto, ainda dialoga com líderes da oposição e da base aliada no plenário.

A relatora do projeto, Margarete Coelho, do Progressistas, conversa com o PT para fazer ajustes na redação que fariam com que a oposição apoiasse o texto. No entanto, as concessões feitas aos petistas irritaram integrantes do Centrão e da ala bolsonarista do PSL. Na visão deles, a desidratação da PEC faz com que o desgaste gerado pela aprovação da matéria não compense o ganho.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Adiada??? tem que ser cancelada seus caras de p.au, seus 💩, vocês nunca desistem. Não vejo a hora de 2022 chegar e podermos fazer uma boa limpa no congresso e no senado, com certeza essa eleição de 2018 foi uma bela lição para a população brasileira e em 2022 vamos mostrar que não seremos enganados de novo. Minha lista hoje contem 304 deputados e 50 senadores que terão de ser chutados da politica e vigiados para ver quem vai dar um puxadinho p eles continuarem mamando nas tetas da republica.

  2. No meu tempo de trabalho junto ao CN jamais um PL ou PEC tramitava sem passar prioritariamente pela CCJ. Para análise da admissibilidade , constitucionalidade e qualquer questão que ensejasse o debate . Este projeto passou batido direto para votação no plenário . Absurdo a mais ou a menos a estas alturas ... faz diferença ?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO