Nelson Jr/SCO/STF

Moraes prorroga investigação sobre Bolsonaro por vazamento de inquérito da PF

18.10.21 19:29

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes prorrogou por mais 60 dias as investigações sobre o vazamento de documentos sigilosos da Polícia Federal pelo presidente Jair Bolsonaro. O processo é sigiloso.

A decisão de Moraes atende a pedido da PF enviado ao Supremo no início deste mês argumentando que a prorrogação é necessária para a realização de novas diligências.

Em 4 de agosto, o presidente divulgou nas redes sociais a íntegra de um inquérito da PF que apura suposto ataque ao sistema interno do Tribunal Superior Eleitoral em 2018 e que, de acordo com o próprio tribunal, não representou qualquer risco às eleições. Depois, teceu comentários sobre os documentos sigilosos em sua live semanal. Em 12 de agosto, Moraes determinou a abertura das investigações.

O deputado federal Filipe Barros, do PSL do Paraná, e o delegado Victor Neves Feitosa também passaram a ser investigados em razão do episódio. O parlamentar participou da live e o delegado era o responsável pela investigação sobre o ataque ao TSE, mas foi afastado sob suspeita de ter participado do vazamento para Bolsonaro.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Uma característica comum a qualquer República de Bananas é a morosidade da justiça, aquele faz-de-conta tão caro àqueles que adoram o som da própria voz. São os mesmos que atacam aqueles que, num momento histórico, ousaram aplicar a Lei para TODOS!

  2. . a estratégia da elite ladravaz e tentáculos é óbvia e claríssima . termina o Circo do CaGAlheiros e deixam o governo exposto à sanha dos tutores da república ante a fraqueza e tibieza dos poderes apodrecidos com a nação desesperada nadando em lama lixo e vergonha . só a guilhotina salva o país do caos? quiçá.

    1. Verdade. Guilhotina para todos os asnos que ainda apoiam o governo genocida!

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO