RuyGoiaba

Por uma presidente tchutchuca

05.04.19

Em 1968, a rede americana de TV ABC, que não conseguia sair do terceiro lugar na audiência, convidou dois intelectuais que se odiavam – William F. Buckley Jr. e Gore Vidal — para comentar as convenções partidárias prévias à eleição presidencial. Absolutamente ninguém se lembra do “debate de ideias”, mas todo mundo cita a troca de insultos entre os dois, cujo auge foi Vidal chamando Buckley de “criptonazista” e Buckley respondendo “sua bicha, vou quebrar sua cara”. A audiência, é claro, disparou: já naquela época, o povo queria era ver o pau comendo na casa de Noca, não essa frescura de “ideias”.

O mais próximo de Buckley x Vidal a que o Brasil chegará (com atraso, como sói acontecer no Bananão) talvez tenha sido o debate de ideias de ontem na CCJ, em que Zeca Dirceu chamou Paulo Guedes de tigrão com pobres e tchutchuca com ricos e o ministro da Economia – que é, vejam bem, da ala sensata do governo — respondeu com “tchutchuca é a mãe, a avó e a família” (pena: faltou presença de espírito para lembrar que o pai de Zeca é tchutchuca de empreiteiro.)

Ao contrário dos EUA de 1968, porém, ninguém se escandaliza. Afinal, vivemos numa terra em que Nana Caymmi chama Gil, Caetano e Chico de “chupadores do pau do Lula”, Alexandre Frota sai dos filmes pornô para a Câmara praticamente sem escalas e o guru do bolsonarismo fala de “cu” e “piroca” em nove de cada dez tuítes. Só quero ver quem será o primeiro juiz (ou ministro) a mandar em plenário um “Vossa Excelência sente na minha benga e rode!”.

Nesta esculhambação ampla, geral e irrestrita que é o país, só não entendo bem como ainda insistem em eleições convencionais, em vez de escolher o presidente em um reality show semelhante à Casa dos Desesperados do antigo programa de Sérgio Mallandro (que a TV Gazeta anunciava como “travesti, anã, bad boy, costureira e gay juntos em uma quitinete”). Ou, como já sugeri aqui, por sorteios diários de CPF, com cada brasileiro tendo direito a seu Dia de Presidente.

Mas acho que a solução é mesmo um governo de união nacional em torno de Verônica Costa, a Mãe Loura do Funk. É uma tchutchuca raiz e é vereadora no Rio: no mínimo, tem tanta experiência quanto Carlos Bolsonaro. Mãe Loura –glamourosa e descendo até o chão, chão, chão — ainda há de salvar o Brasil.

ReproduçãoReproduçãoBuckley (à esquerda, mas só na foto) e Vidal num de seus embates em 1968

***

A GOIABICE DA SEMANA

Morar na internet é horrível, mas às vezes é divertido. Por exemplo, quando Jair Bolsonaro alegou que o nazismo era de esquerda porque havia a palavra “socialista” no nome do partido de Hitler, a resposta das redes foi imediata: Bolsonaro é de esquerda (está numa sigla que, além de social, é liberal), a República Popular Democrática da Coreia do Norte é uma democracia, manga de camisa é fruta, banana-prata é minério e couve-manteiga é um laticínio.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. muito bom rir um pouco, no meio de tanta babaquice e enganação, que parece é o que mais se produz no brasil, infelizmente

  2. Eric Voeglin Intellectual que viveu na Austria durante o Auge do Nazismo se Referia aos Nazistas Como Socialistas e Soviéticos como Comunistas

  3. Caro Sr Goiaba, vejo que as tchutchucas de sainha vermelha compareceram em peso na defesa do filho do Pedro Caroço, aquele que não tirava os olhos da butique dela. A propósito, sua definição do dito Pedro Caroço como "tchutchuca" de empreiteiro é irretocável, acrescentando que seus correligionários também também foram tchutchucas de açougueiros, banqueiros e sabe-se lá o que mais.

  4. Difícil achar a melhor parte desta ilha. A pior é o Mainardi (que já escreveu bem melhor). Entre o Sabino e o Ruy acho que fico com o pomar.

  5. Adoro esse Rui Goiaba! Verdade! Paulo Guedes esqueceu de falar que “tchutchuca” é o Zé Dirceu, compadre de donos de empreiteiras.

  6. Valeu Goiaba! A esculhambação tem suas vantagens. Uma delas é ser engraçada de tão ridícula, esta última, outra vantagem reveladora.

  7. Valeu. Consegui rir. De modo geral tenho vontade de chorar e vomitar por termos termos algumas dessas excelências no poder público, cheia de privilégios, Que venham os milicos.

  8. Ruy, pelo jeitão, vc utilizando sua inteligência em prol desse tema inócuo, deveria antes convocar as Goiabetes..para coreografar o show e coroar a pirotecnia político social...Isso aqui é Brasil...porém com um pouco de miolo...tem dó

  9. Valeu Goiaba! Voltou ao leito do autêntico humor sarcástico, que "bate" em tudo e todos! Parabéns e continue só assim. Vida longa!

  10. Só por Deus, não??? quando a gente pensa que já viu tudo, ainda temos que assistir a uma cena lamentável desta. Paulo Guedes vai ter que exercitar muito a sua paciência para aguentar esta turminha de quinta.

  11. Vamos incluir a "negona" do BBBosta da Rede Esgoto que "perdeu" 1,5 milhões e tentando ganhar uns caraminguás promete processar a Paula, escolhida da Rede Esgoto pra ganhar.

  12. Desse suflê de ignorância dos últimos dias nada como uma boa pizza de ironia para rir-se um pouco. Dias pródigos de futilidades, inutilidades e imbecilidades.

  13. Comparar Carlos Bolsonaro a “tchutchucas varias lulopetistas “ é no mínimo vulgarizar uma edição que se diz intelectual ... por favor 😎

  14. kkkk, tava com saudades desse humor sarcástico! Adorei a goiabice. Fiquei pensando aqui , de acordo com a interpretação internetiana, a fruta do conde seria gay?

  15. O Nazismo não é de esquerda por causa do "Socialista"...mas se assemelhou, à época, em alguma coisa do seu modus operandi. Ter dito que "É" foi o que causou todo esse mi mi mi

  16. Durante a campanha bolsonaristas afirmavam que somente o capitão seria capaz de moralizar o país, que iria governar por MP, que o Congresso iria se curvar, que a educação seria de primeiro mundo, que o mito acabaria com a vagabundagem. 95 de governo e nunca antes na história deste país ouve tanta baixaria inclusive partindo da família Bolsonaro, o MEC está destruído e longe de começar a funcionar, a agenda do presidente se encerra por volta das 5 da tarde. O vagabundo Lula trabalhava mais.

    1. Goyaba, a goiabice da semana, foi demais!! Tem gente que não gosta de rir!! Pena!!

    2. Goiaba, o sr.não é engraçado! Perdi meu tempo com seu artigo!

Mais notícias
Assine
TOPO