Suspeição literária

26.03.21

No final do ano passado, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, recorreu de uma decisão da juíza federal Fabiana Rodrigues que havia mandado para o Rio de Janeiro a investigação sobre os repasses de 132 milhões de reais da Oi para o grupo Gol/Gamecorp, do qual ele era sócio. O filho de Lula quer manter o caso em São Paulo, onde os procedimentos nascidos a partir da Lava Jato sabidamente tramitam de maneira mais lenta. Até agora não houve decisão. Mas dias atrás o processo teve um lance curioso. O desembargador federal Fausto De Sanctis, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, aquele que ficou conhecido como responsável pela Operação Satiagraha, se deu por suspeito para julgar o recurso. O motivo foi um contrato comercial que ele assinou com uma das empresas de Jonas Suassuna, sócio de Lulinha, em 2010. A Editora Gol, de Suassuna, publicou um livro de ficção escrito pelo desembargador.

DivulgaçãoDivulgaçãoSuassuna, sócio de Lulinha: contrato fez desembargador se dar por suspeito

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Quantas mansões de 6 milhões de Reais em Brasília daria para comprar? Esse caso precisa ser concluído. Até quando vai demorar. Justiça tardia nem é justiça, certo?

  2. Ditadores corruptos não ligam para anseios do povo, desde que possam contar com a resguarda das FFAA (ex.: China, Rússia, Venezuela). O que eles realmente temem: protestos do povo COM APOIO MILITAR! As FFAA devem garantir que a CF não seja aniquilada por corruptos no poder! Resta saber em que lado estão os Generais.

  3. A eliminação de Moro, como candidato para PR, é primordal para facilitar a candidatura do Lula. A CF está sendo aniquilada pelo STF. Obrigação das FFAA é defender os dreitos do povo e garantir a CF! Povo na rua, pedindo intervenção! Resta saber: de que lado estão os Generais?

  4. Milagre: juiz se declarar devidamente suspeito. Ah! Gilmar, isso não significa que ele fez algo de errado, viu? Juízes podem se declarar suspeitos sem medo. Parabéns para o juiz nessa.

  5. Que mundo pequeno, num país tão grande todo mundo se conhece, se esbarra. Esse pelo menos se declara impedido, GM jamais se declarou impedido, ele pode tudo.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO