Pedro Ladeira/Folhapress

Guedes: vacinação em massa contra a Covid-19 é ‘decisiva’ para retomada econômica

25.01.21 16:59

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta segunda-feira, 25, a vacinação em massa da população contra a Covid-19. Para o ministro, a imunização é “decisiva” para a recuperação da atividade econômica em 2021.

“A volta segura ao trabalho é importante, e a vacinação em massa é decisiva”, disse o ministro da Economia em entrevista sobre o resultado da arrecadação de impostos do ano passado. “A vacinação em massa é um fator crítico de sucesso para o bom desempenho da economia logo à frente”, acrescentou.

Na avaliação de Guedes, economia e saúde precisam caminhar juntas e que, diante dessa constatação, o Brasil trabalha no sentido de “adquirir todas as vacinas”. Durante a entrevista, o ministro elogiou a atuação durante a pandemia da Fiocruz, do Instituto Butantan, vinculado ao governo de São Paulo, da Anvisa, das Forças Armadas e dos profissionais de saúde.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse Paulo Guedes está mais perdido do que cego em tiroteio. Não tem uma posição definida. Será que ainda não percebeu que faz parte de um governo cujo comando está entregue a um louco, corrupto, traidor, miliciano e com mais uma penca de defeitos? Faça como Sergio Moro, sai fora, cara! Mantenha um pouco da dignidade que lhe resta. Jair Bolsonaro não tem jeito. Jamais mudará. Tem natureza de escorpião.

  2. Mudando até de assunto apos renuncia do Pres da Eletr!! Pula fora logo desta barca !!! Bolsonaro nao tem força p privatizar nem a banca de engraxate do Planalto

  3. Lá atrás era partidário do coquetel e que era uma gripezinha, engraçado essa mudança de postura, se bem que essa é a tônica desse governo.

  4. Ainda não consigo mensurar a parcela de culpa do Paulo Guedes, neste cenário que se formou. Falar obviedade é coisa de mente limitada. Acredito que em Chicago não te ensinaram a apontar uma pedra e falar: aquilo é uma pedra. Temos um recrudescimento da crise sanitária. Depois da tragédia de Manaus, vários gestores endureceram às medidas de circulação e os trabalhadores afetados estão desamparados. E ainda não temos um planejamento factível para a vacinação.

    1. Concluindo. Vai fingir de morto Paulo Guedes? Mas isso o Bolsonaro já faz. Fingirem de mortos e o Brasil acumulando mortos e desamparados. Bela biografia terão.

  5. Falou o óbvio. Faltou apenas combinar com o idiota do dono dele que ajudou a espalhar o vírus, matar mais de 200.000 pessoas e -afugentar os investidores externos.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO