Jefferson Rudy/Agência SenadoO ministro da Economia, Paulo Guedes: a cada dia mais fraco e mais vulnerável

Derrota na Câmara: Centrão não quer derrubar Guedes, mas interessa vê-lo mais vulnerável

06.10.21 19:01

A aprovação da convocação pela Câmara nesta quarta-feira, 6, por um placar elástico – 310 votos a 142 – de Paulo Guedes (foto) para fornecer esclarecimentos sobre a offshore mantida por ele nas Ilhas Virgens Britânicas dá a medida do desgaste do ministro da Economia no Congresso.

Em razão de seu estilo “trombador”, ou seja, pouco afeito ao flexível jogo político de Brasília, Guedes jamais conseguiu falar o mesmo idioma das lideranças políticas da Câmara e do Senado. Nos últimos tempos, no entanto, o fastio dos parlamentares, em especial os do Centrão, em relação ao titular da Economia, aumentou significativamente. Motivo: para os expoentes do bloco fisiológico, Guedes virou o principal entrave para fazer deslanchar os acordos eleitoreiros celebrados com o governo destinados a tirar Jair Bolsonaro das cordas.

Entre eles, o que prevê a prorrogação do auxílio emergencial e a criação do fundo de estabilização de preços de combustíveis, com recursos de dividendos da Petrobras e royalties de petróleo recebidos pela União.  As duas soluções são consideradas de complexa execução por integrantes da área econômica comandada por Guedes. O ministro até topa um auxílio temporário, desde que dentro do teto de gastos, regra que limita o crescimento das despesas à variação da inflação, o que contraria a maior parte dos parlamentares. A equipe econômica também não enxerga com bons olhos estabilizar o preço dos combustíveis com a criação de um fundo específico. O entendimento dos “Guedes boys” é que, além do impacto nas despesas, a solução gastaria dinheiro sem resolver o problema dos preços, ainda mais num momento de forte alta como agora. O problema é que essa era a cartada costurada entre o presidente da Câmara, Arthur Lira, e Jair Bolsonaro para resolver a questão.

A fragorosa derrota impingida pelo Centrão a Paulo Guedes não significa, porém, que sua tropa decidiu colocar a cabeça do ministro a prêmio. Nem que os parlamentares das legendas que compõem o bloco resolveram pagar de impolutos, a despeito de suas extensas fichas na Justiça, e passaram a achar que o ministro perdeu as condições morais de permanecer no cargo por ter uma offshore ativa nas Ilhas Virgens – Guedes sustenta que não houve atuação sua na empresa desde 2019.

A ideia, sussurram líderes do Centrão nos bastidores, é enfraquecê-lo politicamente para que Paulo Guedes fique mais vulnerável às pressões, indecorosas ou não, por ações eleitoreiras. A estratégia conta com a bênção de setores do governo.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Fundo para estabilizar preco dos combustiveis ? Isso se chama subsidio. Vai pagar a conta quem usa pouco combustiveis. Solucao: diminuir o consumo de combustiveis.

  2. Fomos nós que colocamos esses políticos lá , vamos tirá-los nas próximas eleições . Ladrão e seus admiradores demissão por justíssima causa .

  3. Qual a moral deste liberal de araque??Fez fortuna pegando emprestado em Governos do PT, através de fundos de pensão e BNDES, descobrem contas no exterior, nao é ilegal mas é imoral(só não para Gadolandia)!! Acha que a culpa é só dele?? Claro que não, culpando chefe Miliciano que é sem moral e ladrao incopetente, aí centrão tomou conta !!!Este desgoverno Acabou a muito Tempo!!!

  4. Eta Centrão arretado sô! Basta um ministro patriota de araque “ser descoberto na má conduta” para sofrer o constrangimento público de ser lembrado sobre quem manda de verdade neste desgoverno. Enquanto tiver o que “raspar no tacho” da União, o sempre fiel Centrão estará cobrando a sua parte no “acordo de sobrevivência”. Não há heróis nem patriotas nesse conluio. Taoquei?

  5. Fiquei confuso, 🤔 Era para ser contra ou a favor do Guedes, essa reportagem? Está sendo fritado para poder ser engolido por conta de travar a sacanagem? E ele é o algoz? Cruzoé, #taficandocansativo.

    1. Não há confusão alguma. Depois que ele foi descoberto fazendo sacanagem contra o povo, ele virou presa fácil para as sacanagens do centrão. Simples assim. Quer que eu desenhe para você?

  6. GUEDES É FRAQUÍSSIMO E SUA EQUIPE NÃO CONSEGUE DESLANCHAR. ESSE GRUPO NÃO TEM A COMPETÊNCIA NEM O APETITE NECESSÁRIOS PARA CRIAÇÃO DO FUNDO PARA COMBUSTÍVEIS, TALVEZ A ÚNICA SOLUÇÃO VIÁVEL PARA CONTER A INFLAÇÃO E DOMINAR O AUMENTO DE FAMINTOS NO BRASIL. PERDE-SE DINHEIRO, PERDEM-SE VIDAS, PERDE-SE O FUTURO DO BRASIL COM O ATUAL GOVERNO.

  7. Realmente o povo brasileiro merece este congresso bandido, este STF marginal, este senado formado delinquentes. Este povinho que age como gado, que acha que a vida é futebol, encher a cara e dizer que DEUS é brasileiro e que brasileiro nunca desisti . Não passa de capacho político e se der muita sorte vai comer merda para o resto da vida. O povinho

  8. Este sujeito é um calhorda, enquanto nós que produzimos somos obrigados a pagar tributos abusivos, este sujeito mantém 51 milhões em paraiso fiscal pra não pagar imposto no país onde ele é o ministro da economia. Levou a evonomia a lona com a volta da inflação e manobrou o cambio levando o dolar as alturas e levar vantagens milionária por isto. É um cara de pau descarado que teve a desfaçatez de ironizar ao falar da empregada doméstica por ir pra Disney. Se tivesse vergonha na cara caia fora.

    1. A diferença entre o crime do Gedel e do Paulo gogó Guedes , é só o endereço e a roupagem da roubalheira, resto tudo igual no país do “Faz de Conta”

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO