Marcelo Camargo/Agência Brasil

Comissão do Senado aprova indicação de ministro do TCU para embaixada em Lisboa

25.11.21 17:10

Por 12 votos a um, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado aprovou na tarde desta quinta-feira, 25, a indicação do ministro Raimundo Carreiro (foto), do Tribunal de Contas da União, para a Embaixada do Brasil em Lisboa.

O nome de Carreiro ainda precisa ser chancelado pelo plenário da casa, o que deve acontecer na “semana do esforço concentrado“, entre 30 de novembro e 2 de dezembro.

O aval acontece três dias depois de Jair Bolsonaro formalizar a indicação, tratada nos bastidores há meses. A relatoria ficou com Renan Calheiros, do MDB, que presidia o Senado à época em que o parlamento aprovou a nomeação de Carreiro para o TCU.

Nossos laços históricos, políticos e culturais com Portugal nos obrigam sempre a indicar para o cargo de Embaixador brasileiro naquele país um nome que seja capaz de honrar as cores brasileiras e demonstrar o quão grande é o nosso afeto e respeito por aquela nação. Raimundo Carreiro, em minha avaliação preenche com folga esses dois ideais“, disse o emedebista.

Depois que o plenário aprovar a designação de Carreiro para o cargo de embaixador, ele se aposentará no Tribunal de Contas, abrindo uma vaga na corte. A indicação do sucessor caberá ao Senado.

Estão no páreo os senadores Antonio Anastasia, do PSD de Minas; Fernando Bezerra, do MDB de Pernambuco; e Kátia Abreu, do Progressistas de Tocantins, que preside a Comissão de Relações Exteriores.

Como mostrou Crusoé, congressistas preveem uma disputa acirrada, caso nenhum dos interessados abra mão da candidatura. A avaliação é de que os três contam com bons trunfos na corrida. Conterrâneo e correligionário de Rodrigo Pacheco, Anastasia tem o apoio do presidente do Senado e a garantia de votos dos parlamentares conhecidos pelo perfil técnico.

Líder do governo no Senado, Fernando Bezerra integra a bancada do MDB, a maior da casa, e prevê a assistência dos nomes mais fieis ao Planalto. Kátia Abreu, por sua vez, teria o apoio dos senadores da velha guarda e da maioria dos atuais ministros do TCU.

O cargo de ministro da corte de contas é um dos mais cobiçados de Brasília, pois a vitalícia e tem aposentadoria compulsória aos 75 anos.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
    1. Esse raimundo carreiro foi investigado na lava jato por corrupcao (recebimento de propina). O tofolloi e o aras tiveram muito trabalho para livrar a cara dele e de outros colegas do tcu. Quem tiver paciencia que leia o artigo "tofolli delatado" da crusoe 14.05.2021

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO