Foto: Isac Nóbrega/PR

Com indicação de Mendonça travada, Bolsonaro faz acenos a evangélicos

27.10.21 18:25

O presidente Jair Bolsonaro embarcou nesta terça-feira, 27, para o Amazonas, onde teve uma agenda inteiramente dedicada ao segmento evangélico. A viagem acontece no momento em que aliados do chefe do Planalto tentam destravar a sabatina do ex-ministro da Justiça André Mendonça, indicado por Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, ainda não confirmou quando fará a sessão para ouvir Mendonça, mas a expectativa é de que o parlamentar só paute a sabatina se tiver votos para barrar o ex-ministro.

Em Manaus, Jair Bolsonaro foi a uma cerimônia de consagração de pastores evangélicos do estado do Amazonas. À noite, o presidente da República vai participar ainda da assembleia convencional da igreja Assembleia de Deus. A denominação religiosa é uma das mais fortes politicamente. Além de ministros, o governador do Amazonas, Wilson Lima, também se juntou ao presidente, um dia após ser alvo de um pedido de indiciamento pela CPI da Covid. Na noite de terça-feira, Bolsonaro já havia participado de um culto em Boa Vista, Roraima, para comemorar os 106 anos da Assembleia de Deus.

“A Constituição diz que família é homem e mulher”, disse o presidente em Manaus, em um discurso cheio de acenos aos evangélicos. “Com a graça de Deus, vamos vencer os obstáculos. Imagina se o outro lado tivesse chegado à Presidência?“, questionou o presidente, que associou os adversários políticos à liberação das drogas, do aborto e à chamada “ideologia de gênero”.

Diante da pressão de setores do Congresso pela retirada do nome de André Mendonça, os evangélicos elevaram a pressão sobre Jair Bolsonaro. Parlamentares liderados por Alcolumbre articulam a indicação do procurador-geral da República, Augusto Aras. Os religiosos, entretanto, não abrem mão da indicação do “ministro terrivelmente evangélico” que Jair Bolsonaro prometeu nomear para o Supremo Tribunal Federal.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O governo comete grave erro e sequer deveria ter indicado o primeiro . deveria sim tentado mudar a forma de indicação e nomeação para as altas cortes para tentar evitar a fatal intervenção no STF em caso de provável uso do Art 142 da CF que a meu ver não escaparemos.

  2. Agora, indiciado pela CPI do terror, Bozo tá na mão do Aras definitivamente. Se f… o peixe morre pela boca. Ou indica esse monstro pro STF ou o chicote vai estalar. Todos se merecem.

  3. Sásinhora... neeeemmm de longe em distâncias siderais, passa pela cabeça deles levar a sério... o BRASIL... a NAÇÃO... a POPULAÇÃO... só lidam c/ miudezas, c/ a medíocridade, c/ coisinhas irrelevantes, pequenas, ñ trabalham, ñ estruturam nada p/ o futuro, ñ têm projetos, pensam apenas em si mesmos e na maneira de camuflar seus crimes arregimentando e prestigiando matilhas de idiotas... coisinhas, apenas coisinhas... as únicas coisas grandiosas neles são as formas diversificadas de ignorância!!!

    1. broncossauro deveria matricular-se no 1° ano do Fundamental para, quem sabe um dia, conseguir compreender alguma coisa sobre a vida normal, não condicionar crias para o morro abaixo da marginalidade, não cometer tantas aberrações contra o seu próprio povo... broncossauro é de dar muita raiva e de dar muita pena.

  4. 1- Para os bolsonaristas chorarem na cama. Pelo menos os q ainda esboçam alguma emoção. Depois do ex-presidiário e ex-parasita do PT, DONO DO BRASIL, o tal André Esteves, pavonear que manda no governo e no congresso, Bolsonaro descaradamente, fala q mandará no Mendocinha. Já disse q o terrivelmente evangélico, será incumbido de sentar em cima dos processos. Fico imaginando se o Bolsonaro mandar o Mendocinha sentar em cima da garrafa...Porra, vai ser uma cena bizarra.

    1. 3- E com qual propósito? Zambelli não é uma cadelinha, mas se caso ela se acorrentar contra o impeachment do Bolsonaro, eu me tornarei um cachorrinho e vou mijar nela e no poste em que ela se acorrentar. Voltando ao sério, um gestor que busca uma equipe subserviente, é um gestor fraco. Por isso, Mor🇧🇷 tem que montar uma equipe que lhe questione, que lhe desafie, que contemple suas deficiências, cobrindo todos os pontos cegos na tomada de decisão. Isso o ex-juiz da Lava Jato está buscando.

    2. 2- Bolsonaro manda, Mendocinha faz. Eu tinha uma cadela que me imitava. O nome dela era Suzuki. Adianto que a imitação da Suzuki era voluntária. Assistir a Zambelli tirar a máscara em Guaratinguetá, logo depois do genocida, me fez lembrar da minha cadelinha. Zambelli, para quem ñ se lembra, se acorrentou para o impeachment da Dilma. Agora, depois de toda à corrupção desse governo, será que ela vai se acorrentar, caso inicie um processo de impeachment?

  5. O PR está precisando de uma atualização. A sociedade caminha. Denominações religiosas deveriam ficar somente no plano religioso, junto aos seus adeptos. Quando misturam política e religião não dá boa coisa.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO