Pensando no caso

08.11.19

O Palácio do Planalto tem evitado manifestações sobre a inusitada proposta de um vizinho de Adélio Bispo que quer o perdão judicial do presidente em troca de supostos segredos sobre o atentado sofrido por ele em Juiz de Fora. Jair Bolsonaro já sabe que a credibilidade da testemunha, um iraniano preso por tentativa de homicídio e lavagem de dinheiro, é próxima de zero. Mas seu staff não descarta por completo a possibilidade de a proposta ser avaliada. Extraoficialmente, assessores dizem que “ainda não há uma definição do presidente sobre o assunto”.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéBolsonaro, diz o Planalto, ainda não decidiu sobre o pleito da “testemunha”

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não acredito em atentado. E como não houve atentado, preferem faturar em cima da farsa. Muito cômodo dizer que foi salvo por Deus...🙄

    1. Maria, sua ignorância não tem limites... Não acredita? Qual a sua dúvida?

    1. Boa colocação Marcos Lula solto é pior q qualquer um.

  2. Absurdo dos absurdos é um Presidente da República ter sofrido um atentado há mais de ano e a polícia não descobriu ainda o responsável; embora esteja quase evidente que tem gente mandante além do próprio estaqueador. Dá muita desesperança conviver com isso.

    1. Maria , se fosse dito que o candidato Jair encomendou o seu atentado, é uma besteira que pode ser avaliada . Mas dizer que não houve atentado é como virou moda dizer que o cara que deu quatro tiros numa pessoa na via pública , é suspeita. Por favor , quanta bobagem .

    2. Com a abertura dos arquivos do celular e do computador dos prestimosos advogados do Adélio qualquer delegado do interior descobre quem mandou matar Bolsonaro.

    3. A polícia federal não descobre porque não convém à eles, acredito acharem melhor passar o bechamel de não resolverem.

    4. Donizeti, você sabe que para resolver esse problema (o mutismo do Adélio), só há uma solução, né? Pergunte ao JB que ele te diz qual é...

  3. Se o cara é mentiroso ou não ouvi-lo e tentar entender é obrigação. O cara só quer ser deportado, ouça, investigue e deporte o cara, aqui já tem bandido demais, haja visto o que aconteceu ontem no STF.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO