Agência BrasilDias Toffoli e Alexandre de Moraes: unidos pelo inquérito do fim do mundo

Em causa própria

Após a descoberta de menções a Toffoli em e-mails da Odebrecht, o “inquérito do fim do mundo” foi usado para apurar secretamente se a Lava Jato tinha ministros do STF na mira
18.09.20

Ao se despedir da presidência do Supremo Tribunal Federal, na semana passada, o ministro José Antonio Dias Toffoli ganhou elogios de alguns setores da opinião pública pelo compromisso de sua gestão em favor da democracia. Houve até quem citasse o inquérito do fim do mundo, aquele que ele instaurou de ofício e entregou nas mãos do colega Alexandre de Moraes, como um marco de seu compromisso em defesa das instituições. O inquérito, em curso até hoje, teve várias utilidades desde sua instauração, em março do ano passado. Uma delas, como bem sabe o nosso leitor, foi censurar uma reportagem de Crusoé que revelou o teor de um documento enviado à Lava Jato pelo delator Marcelo Odebrecht. Nesse documento, Marcelo informava ser Dias Toffoli o misterioso personagem que, em e-mails internos da empreiteira, ele tratava como o “amigo do amigo de meu pai”. Toffoli, logo após a publicação da reportagem, enviou uma mensagem a Alexandre pedindo providências e não demorou para que fosse expedida a ordem de censura, sob o argumento de que a revista publicara uma notícia mentirosa – um argumento tão falso que, dias depois, faria o próprio Alexandre voltar atrás na decisão.

Apesar dos evidentes excessos do inquérito, Toffoli conseguiu emplacar com sucesso a narrativa de que o inquérito foi e é um instrumento crucial para deter arroubos do governo de Jair Bolsonaro. Sinais tresloucados do próprio presidente e de figuras de seu entorno alimentavam o fantasma de que o ex-capitão do Exército poderia intervir nos demais poderes. Falas como aquela de Eduardo Bolsonaro pregando que bastariam “um cabo e um soldado” para fechar o Supremo, por exemplo, contribuíram para o temor. De fato, um dos propósitos do inquérito foi criar um mecanismo para averiguar em que medida o próprio governo vinha estimulando seus apoiadores a minar o STF. Mas havia outros objetivos, menos visíveis para aqueles formadores de opinião que dias atrás aplaudiam Toffoli em sua despedida.

O então presidente do Supremo e outros ministros acreditavam que, para além da barulheira da militância bolsonarista, estava em curso uma maquinação ainda mais complexa, com participação de integrantes da Operação Lava Jato, para minar uma parcela da corte. Mais do que isso, eles tinham certeza de existência de investigações ultrassecretas, realizadas à sorrelfa, destinadas a apanhá-los. É justamente aí que fica exposta a outra face da investigação tocada pelo gabinete de Alexandre de Moraes, que Crusoé revela nesta reportagem: ela foi usada para mapear em que medida a Lava Jato estava buscando elementos desabonadores contra ministros do próprio Supremo.

Documentos sigilosos do inquérito mostram que, logo após vir a público o documento em que Marcelo Odebrecht dizia ser Dias Toffoli o “amigo do amigo de meu pai”, os encarregados do inquérito, por ordem de Alexandre, iniciaram uma corrida. Queriam descobrir o que mais tinha sobre Toffoli no material em poder da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, que havia tido acesso a e-mails até então inéditos trocados por executivos da Odebrecht. A medida, ao menos em tese, não guardava relação com o objetivo do inquérito, que nas palavras do próprio Toffoli, na portaria que o instaurou, deveria apurar fatos e infrações relacionadas a “notícias fraudulentas (fake news), denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animus calumniandi, diffamandi e injuriandi, que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares”.

ReproduçãoReproduçãoAdriano Maia: ainda em abril do ano passado, ele foi ouvido no inquérito
Exatamente em 12 de abril de 2019, o dia da publicação da reportagem de capa de Crusoé que viria a ser censurada, nos autos do inquérito do fim do mundo o desembargador Cesar Mecchi Morales, magistrado a serviço do gabinete de Alexandre, despachou para Curitiba um ofício em que pedia ao delegado Filipe Pace, da Lava Jato, que remetesse para o STF uma cópia do inquérito onde estaria a mensagem relacionada a Toffoli. No documento, o magistrado dava ao delegado o prazo de 48 horas para enviar o material relacionado à investigação, “com todos os anexos, inclusive os sigilosos e termos de delação”. “Para preservar o caráter sigiloso do inquérito, solicito que a resposta seja encaminhada diretamente a este gabinete”, emendava o texto do despacho, enviado ao QG da Polícia Federal na capital paranaense.

Era sexta-feira, e aquele era um primeiro movimento do gabinete de Alexandre de Moraes para saber, por meio do polêmico inquérito, até que ponto ia a investigação e se dela poderiam constar fatos comprometedores em relação a Toffoli. O ministro, por óbvio, não era investigado, nem poderia ser. O que havia era a menção a seu nome no material. Conforme está registrado no anexo 2 do procedimento secreto sob a batuta de Alexandre, o delegado Pace enviou todo o material para Brasília no início da semana seguinte, em um pen drive, depois de levar a requisição do Supremo ao conhecimento do juiz do caso, Luiz Antônio Bonat. Bonat, claro, chancelou a remessa do material para o Supremo, realçando que alguns documentos dos autos estavam protegidos por “sigilo em maior grau de restrição”.

Razão de todo o frisson, o documento em que Marcelo Odebrecht dizia ser Toffoli o “amigo do amigo de meu pai” trazia para a história um personagem importante, Adriano Sá de Seixas Maia, ex-diretor jurídico da Odebrecht. No e-mail que levou ao questionamento, Marcelo perguntava a um outro diretor da empreiteira, com cópia para Maia: “Afinal vocês fecharam com o amigo do amigo de meu pai?”. No esclarecimento enviado à Polícia Federal, ele deu o contexto. “Refere-se a tratativas que Adriano Maia tinha com a AGU sobre temas envolvendo as hidrelétricas do rio Madeira. ‘Amigo do amigo de meu pai’ se refere a José Antonio Dias Toffoli. A natureza e o conteúdo dessas tratativas, porém, só podem ser devidamente esclarecidos por Adriano Maia, que as conduziu”, escreveu.

Assim como no depoimento em vídeo prestado em maio passado a procuradores do grupo de trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República, Marcelo jogava para Adriano Maia a responsabilidade de explicar os detalhes do relacionamento da empreiteira com Dias Toffoli, que à altura da mensagem – julho de 2007 — era advogado-geral da União. Logo após a publicação da reportagem de Crusoé, Maia passou a ser freneticamente procurado pelo Supremo para prestar esclarecimento nos autos do inquérito do fim do mundo. Ao ouvi-lo, por óbvio, seria possível dirimir dúvidas sobre o potencial de dano que a história representava para Toffoli. Estaria Adriano disposto a causar embaraços para o ministro? Ele poderia estar agindo em linha com Marcelo Odebrecht? Teria dito algo comprometedor à Lava Jato? As perguntas pairavam no ar.

ReproduçãoReproduçãoMarcelo Odebrecht no depoimento aos procuradores: só Adriano pode explicar melhor relação com Dias Toffoli
O esforço do gabinete para tomar o depoimento formal de Adriano Maia tem início em 22 de abril, dez dias após a publicação da reportagem. A pedido do Supremo, a Justiça Federal em São Paulo tentou intimá-lo para prestar depoimento. A primeira tentativa restou infrutífera: Adriano havia se mudado dois meses antes. Brasília era informada de cada passo. O depoimento tinha que ocorrer logo. Autorizado por Alexandre, o desembargador Morales fora incumbido de ouvir o ex-diretor jurídico da Odebrecht. Ante a dificuldade de localizar Adriano Maia, Morales acionou a Polícia Federal para descobrir o novo endereço dele “com brevidade”, para “providenciar a oitiva determinada pelo ministro”. Depois das idas e vindas, e depois de o próprio Adriano pedir diretamente ao gabinete de Alexandre o adiamento do compromisso em razão de uma viagem, o depoimento finalmente ocorreu em 6 de maio de 2019. Pode-se dizer que, se havia uma interrogação no ar sobre o animus de Adriano, as três páginas com a transcrição do que ele disse ajudaram a dissipar as dúvidas e a desanuviar o ambiente.

Respondendo às perguntas do desembargador enviado por Alexandre de Moraes, na sala de audiências da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo, o advogado começou contando sua história na Odebrecht, onde entrou em 1994 como estagiário e, de 2009 até 2018, ocupou o posto de diretor jurídico. Depois, ele lembrou que coordenou as negociações do acordo de leniência da empreiteira e dos acordos de delação premiada de 78 executivos com a Lava Jato. É nessa parte do depoimento que começa a ficar clara a intenção de apurar, no âmbito do inquérito, se havia algum interesse especial dos investigadores em buscar informações sobre determinadas autoridades com foro privilegiado – como no caso concreto o depoente era Adriano Maia, e como a principal autoridade cujo nome aparecia naquela história era Toffoli, o pano de fundo estava dado. Adriano foi então indagado se durante o processo de negociação dos acordos de delação com a Lava Jato os procuradores haviam demonstrado interesse em informações sobre alguma autoridade em especial. “Ao longo das negociações referidas, houve indagações sobre eventual participação de autoridades de todas as esferas de poder, mas o depoente nunca presenciou insistência em inculpar qualquer pessoa ou autoridade em particular”, disse ele, conforme registrado no termo de depoimento.

A certa altura, Adriano Maia deixou entrever que, justamente por causa da negociação da delação, virou desafeto de Marcelo Odebrecht. O empresário-delator, que hoje trava uma batalha jurídica com o pai, Emílio Odebrecht, entendeu que uma parcela da alta cúpula da companhia, incluindo a turma que cuidava da área jurídica, fora poupada. “Marcelo Odebrecht passou a conduzir sua estratégia de defesa e os demais desdobramentos de forma autônoma, reduzindo significativamente os contatos com a empresa. Apesar dos (sic) acordos terem sido, no modo de ver do depoente, como já dito, bastante satisfatórios, alguns executivos passaram a tecer críticas ao trabalho desenvolvido pelo depoente, e esta foi a razão principal para seu afastamento voluntário do grupo Odebrecht”, resumiu.

Feito esse preâmbulo, o depoimento finalmente entrou no assunto principal: a menção a Dias Toffoli. “Sobre os e-mails do ano de 2007 recentemente divulgados, o depoente gostaria de prestar alguns esclarecimentos. Tratava-se de uma intensa disputa jurídica e empresarial para as licitações das usinas do rio Madeira, quais sejam, Jirau e Santo Antônio; era o maior projeto, em escala mundial, de interesse da Odebrecht no qual a empresa, em parceria com Furnas, vinha investindo recursos e estudos desde 2002; era também o maior empreendimento, até então, do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Por isso, houve intensa disputa entre grupos empresariais com vistas à participação nesse empreendimento.”

Trecho do documento enviado pelo empreiteiro-delator à Lava Jato no ano passado: primeiro o e-mail, e depois (em destaque) as explicações de Marcelo Odebrecht
Adriano Maia, então, deu sua explicação para o papel da AGU, comandada por Dias Toffoli na época da mensagem. Ele disse que a Odebrecht apenas fez chegar ao órgão pareceres para tentar garantir seus direitos no processo de construção das usinas. No dia do depoimento, ainda era desconhecida a coleção de outros e-mails sobre o tema que, mais tarde, a Lava Jato reuniria – aqueles que Crusoé mostrou em sua edição da semana passada. Afirmou o ex-diretor jurídico da Odebrecht: “Para salvaguardar seus interesses, de forma a preservar a confidencialidade de dados obtidos nestes estudos e confirmar a legalidade de uma cláusula de exclusividade que detinha com o sistema Eletrobrás, a Odebrecht muniu-se de pareceres de grandes juristas na área de direito constitucional e administrativo, e apresentou-os à AGU, que conduzia a mediação para assegurar a alteração dessa cláusula, compatibilizando-a com a competitividade do certamente a ser realizado”.

Por fim, o advogado jogou água na fervura ao dizer que todo o processo foi conduzido de maneira regular. “A solução encontrada pela AGU foi um meio-termo, no qual a Odebrecht manteve a parceria com Furnas, mas teve de abrir mão da exclusividade que até então detinha com o sistema Eletrobrás, nele incluída Furnas. Durante esse processo de mediação, a empresa não foi favorecida, muito ao contrário. Nesse processo a Odebrecht acabou perdendo direitos que julgava ter, tanto que perdeu a licitação para a construção de Jirau e somente ganhou a de Santo Antônio após fazer muitas concessões e deságios. Não houve nenhuma irregularidade e muito menos favorecimento ao longo de todo esse processo.” O depoimento durou pouco menos de meia hora. Não demorou para que uma cópia do termo logo chegasse a Brasília e fosse juntada ao inquérito conduzido por Alexandre de Moraes. Logo depois, os autos foram para as mãos do ministro.

Não se tem notícia de que Maia tenha sido ouvido novamente após o depoimento prestado por Marcelo Odebrecht em maio passado a procuradores da Lava Jato na PGR, até porque a apuração preliminar, baseada no conjunto de mensagens sobre o tema com menções a Dias Toffoli, não avançou – antes de deixarem a operação por discordarem da postura do procurador-geral da República em relação à operação, os procuradores chegaram a propor a abertura de uma investigação junto ao Supremo Tribunal Federal para apurar as suspeitas, mas o plano aparentemente não teve a adesão de Augusto Aras. Ao falar aos investigadores, como mostrou Crusoé, Marcelo Odebrecht voltou a apontar Adriano Maia como peça-chave para compreender as tentativas de aproximação da Odebrecht com Dias Toffoli. “Quem pode falar sobre esse tema em primeira pessoa, só tem um, é Adriano”, disse o empresário.

Outros papéis obtidos por Crusoé mostram que Adriano Maia não foi a única testemunha ouvida no inquérito do fim do mundo, por ordem do gabinete de Alexandre de Moraes, com o objetivo de averiguar se a Lava Jato estava empenhada em investigar ministros do Supremo. Em outubro passado, Alexandre determinou que fossem tomados os depoimentos de dois alvos da operação, o auditor da Receita Federal Marco Aurélio Canal, ex-chefe de uma unidade do Fisco que fazia a interface com Lava Jato e acabou preso sob suspeita de participar de um esquema de corrupção, e o empresário Jacob Barata Filho, conhecido como o “rei do ônibus”. Nos dois casos, mostram os depoimentos, a ideia era entender se os investigadores estavam interessados em avançar sobre ministros da corte. Canal e Barata foram ouvidos no mesmo dia, 30 de outubro, pelo mesmo desembargador Morales, o magistrado instrutor do gabinete do ministro Alexandre.

Daniel Marenco/FolhapressDaniel Marenco/FolhapressJacob Barata Filho, que também foi indagado se a Lava Jato pressionou por declarações contra ministros
Curto, o depoimento de Barata, que estava em prisão domiciliar após ser alvo da força-tarefa da Lava Jato no Rio por envolvimento em tramoias com a turma de Sérgio Cabral, é esclarecedor. Barata, à época, respondia a três processos. A pergunta do emissário de Alexandre de Moraes não consta do registro, mas a resposta indica qual era a intenção do depoimento. O empresário, que tem laços familiares com a advogada Guiomar Feitosa, mulher do ministro Gilmar Mendes, respondeu assim: “Nesses processos somente teve contato com membros do Ministério Público Federal durante a audiências; em nenhum momento recebeu, sob qualquer circunstância, pressão ou mesmo sugestão de qualquer autoridade no sentido de prestar declarações desfavoráveis a qualquer magistrado, inclusive da Suprema Corte”.

O auditor Marco Aurélio Canal, por sua vez, foi ouvido em razão de outra celeuma. Meses antes, tinha vindo a público a existência de uma apuração interna da Receita sobre a evolução patrimonial de familiares de ministros de tribunais superiores com atuação em escritórios de advocacia. Entre os alvos do levantamento estavam Guiomar Feitosa, a mulher de Gilmar, e Roberta Rangel, mulher de Dias Toffoli. O próprio Gilmar chegou a dizer publicamente que a Lava Jato estaria por trás do trabalho. Em uma entrevista, ele citou nominalmente Marco Aurélio Canal como um dos supostos responsáveis pelo serviço. “Tenho curiosidade de saber quem mandou a Receita fazer (a apuração). O que se sabe é que quem coordenou essa operação é um sujeito de nome Marco Aurélio Canal, que é chefe de programação da Lava Jato do Rio de Janeiro. Portanto, isso explica um pouco esse tipo de operação e o baixo nível. Às vezes, querem atingir fazendo esse tipo de coisa. Estão incomodados com o quê? Com algum habeas corpus que eu tenha concedido na Lava Jato?”, afirmou o ministro à Globonews. Gilmar, assim como Toffoli, acreditava que tinha virado uma espécie de alvo colateral e oculto da Lava Jato.

Era justamente sobre o procedimento de apuração do Fisco que Alexandre de Moraes queria que o auditor prestasse esclarecimentos, nos autos do inquérito do fim do mundo. Primeiro, Marco Aurélio Canal negou participação no levantamento que mirou a evolução patrimonial de familiares de ministros. Depois, assim como Barata Filho, ele foi indagado sobre supostas pressões. A resposta foi resumida assim no termo de depoimento: “Em nenhum momento sofreu qualquer pressão para direcionar os trabalhos fiscalizatórios na Receita em relação a qualquer autoridade; tampouco tem conhecimento (de) que qualquer outro colega seu tenha recebido tal tipo de pressão ou mesmo sugestão de direcionamento dos trabalhos”.

Um dos piores capítulos da história do Supremo, o inquérito sigiloso, a pretexto de proteger a corte e a democracia, acabou por avançar sobre o livre funcionamento das instituições. Virou um instrumento de autoproteção não apenas contra ameaças de militantes voluntariosos, como o discurso oficial fazia crer, mas também para que as excelências soubessem, de antemão, se estavam expostas a riscos de outra ordem.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Moral da história: Vai ficar de mal a pior a imagem dos que levarem a cabo esse tal inquérito aberrante (será que eles já não constataram isso?). Eles estão sem saída. Não tem cão, nem gato, nessa caçada inglória e vazia...

  2. Sem chocam, mas não me surpreendem coisas como essas que acabo de ler. Parabéns aos repórteres e à revista Crusoé por sua independência com relação aos poderes e instituições da República, repetidas vezes atestada!

  3. Quero comunicar a todos os leitores de CRUSOE que ja solicitei a meses o cancelamento de minha assinatura e nao fui atendido, e como renovaram sem a minha autorizacao fiz o cancelamento diretamente no CARTAO de credito. Que sejam felizes com a esquerdalha ativa e cada vez mais MADURA com Luladrao preso, e se o Bolsonaro virar ladrao que seja preso tambem....

    1. Aproveita que terá um tempinho de sobra para aprender português!

  4. Fica muito claro o porque o BRasil é o país mais desigual do planeta...A luta é para tentar pertencer à elite do poder...Nem lula ainda está claro que lá está. Parece que foi aceito, pois foi solto e, se variar, vão permiti-lo a ser candidato...Se for ,é porque realmente conseguiu chegar lá em cima, pois $$ não lhe falta, dá ate 'pra comprar consciências caríssimas e "requintadas".

  5. Essa reportagem coloca bastante luz onde vigora a escuridão do poder e legal. O esseteefe, infelizmente está desmoralizando a história jurídica do Brasil e do mundo. Fica claro o porque da reação da corte contra a Lav jato, e em especial contra Moro. Mas eles estão no topo do poder, protegidos e para proteger a elite política e econômica que há séculos vive de Brasil, no fausto e na arrogância.

  6. Parabéns pela matéria. Não se iludam, o Brasil não tem jeito. Sempre foi assim, é assim e continuará sendo assim. Os q puderem devem ir embora ou façam como eu por não poder ir, eduquei meus filhos e hojem residem em país de primeiro mundo, de forma legal. Protejam seus filhos e seus descendentes !

  7. JB disse num momento raro de sabedoria - não quer ser preso, não mata, não rouba, não faz corrupção. Votei nele pq achei q era sério. Hj quero ver todos os q cometeram ilícitos na cadeia, inclusive ele e família. Salve a Lava Jato. Moro22

  8. Parabéns Crusoé por levantar o véu sobre as falcatruas de suas excelências. É imperativo que se investigue a fundo essas evoluções patrimoniais dos membros e parentes ligados ao judiciário em todas as suas instâncias. Follow the money.

  9. Acabei de criar um vídeo mostrando como automatizei o envio de mensagens via Twitter aos senadores. No caso específico, por estar decepcionado com a atuação deste vergonhoso senado com relação às graves denúncias contra o min. Toffoli publicadas como capa nas últimas 2 edições da Revista Crusoé. É vergonhosa a atuação (ou falta dela) do senado sobre este assunto e da grande mídia. https://youtu.be/wQGklSg6ib0

  10. Parabéns Crusoé. Matéria muito bem estruturada, clara e interessante de ler. Time de repórteres de primeira linha. Espero que mantenham-se firmes nesse posicionamento corajoso e único no cenário jornalístico nacional. Contamos com vocês

  11. Meus parabéns à Crusoé, conseguiu demonstrar aos seus eleitores que os Sinistros -digo, Ministros- mencionados são todos sujeitos com excelente caráter, totalmente ilibados e comprometidos apenas com sua profissão...palmas, palmas, palmas...

  12. E alguém acredita na honestidade e justiça dessa Suprema Corte!? É óbvio que suas decisões vão de acordo com a clientela especial.

  13. Povo de merda, país de merda, justiça de merda. Simples assim. Na verdade são todos vermes, paridos de úteros malditos, que vieram ao mundo pra roubar. Se dar bem a todo custo.

  14. Anões como Toffoli, G.Mendes, Moraes sao suficientes para degradar a corte, descrendeciar sua honorabilidade e reforçar o status de republiqueta que o Brasil parece fadado. Esses tipos de servidores perpetuam o atraso das nossas instituições e a prática do mau caratismo entre os poderes.

  15. Parabéns à Crusoé. Sugiro, para matérias tão relevantes, completa e longas como essa, que se acrescente um resumo compacto ou sinopse envolvendo todas as partes do mesmo episódio.

  16. Em meio a esse lamaçal "pluri-institucional" eu duvido que deixarão Moro se candidatar. Os lobos e tubarões estão mais unidos do que nunca. Lá sim, ninguém solta a mão! Dallagnol que se cuide, vão tentar persegui-lo até sua última geração. Este é um país que só pode ser descrito assim: um circo de horrores! Pelo menos ainda temos O Antagonista e a Crusoé...

  17. Nenhuma ação no mundo é inédita. Tudo se repete, todo o tempo. Tudo por aqui, regressa-me a reminiscência dos anos 1990 na Itália. Operação "Mãos Limpas". Mas pelo visto, longe de uma desfecho a favor da sociedade. Pelo fim do Foro privilegiado. Pelo fiel cumprimento das 10 medidas contra a corrupção, a partir do texto inicial de SM. E pela prisão perpétua ao crime de corrupção bloqueio total de tudo que usurpou. Canalhas!

    1. cruzoe pode divulgar quantos e quais inquéritos contra políticos corruptos estão parados no STF fuma a impunidade e prescrição e quem são seus relatores, e desde quando a estão parados?

    2. Florival, é verdade. Finalmente vemos colaboradores da Crusoe prestando INFORMAÇÃO e não notícias ou fofocas aos assinantes ( entenda a diferença Mainard) o que é ótimo para que os leitores tirem suas conclusões.

    1. Até que enfim pode-se ler algo , fruto de um jornalismo independente.

  18. Tomei conhecimento dessa reportagem justamente no dia em que decidi cancelar minha assinatura na revista CRUZOÉ por conta na mudança de direção jornalista bem diferente de quando fiz minha inscrição no início de 2020. Agora, decidi esperar mais um pouco, pois parece-me que a CRUZOÉ retornou às suas origens. Aguardemos.

    1. Para a patota, é proibido expor o atual governo. Só pode expor Rodrigo Maia e STF. Qdo a reportagem expõe as peripécias do capitão é mentirosa, tendenciosa, fofoca de Mariquinha...

    2. Quem se revelou foi o jumento corrupto que você venera. Acorda bozomerda!

  19. E agora? será que a mídia televisiva, impressa vai noticiar amplamente tamanho viés ??? da Corte ???? O que eu vejo agora, por exemplo, no Estadão, para dar exemplo, é propaganda da JBS em destaque! Até a esposa de um dos irmãos já voltou a fazer televisão.

  20. Conforme noticiado por Crusoé, Dias Toffoli recebia mesada de R$100 mil de sua esposa que trabalha em um escritório de advocacia em Brasília. Gilmar Mendes nunca se declarou suspeito por conceder três habeas corpus para Jacob Barata Filho, mensmo sendo padrinho de casamento do filho do "rei do ônibus". Pode acabar a corrupção num país que possui juízes no STF com este tipo de atitude? Que tipo de mensagem acham que passam para a sociedade ?

  21. Pois é. Nunca esteve tão claro quem são os inimigos do Brasil. Espero q a Crusoé não faça como seu irmãozinho gêmeo, o Antagonista, q fica perdendo tempo com as rachadinhas e se concentre no que interessa.

  22. Que bom ver a Cruzoé voltando às origens fazendo matérias em favor do Povo e não defendendo as falcatruas praticadas por alguns Ministros do STF e demais setores do judiciário e Congresso. Parabéns Cruzoé essa é a sua missão, informar a população diariamente.

    1. Quer dizer que a nossa democracia é de faz de conta. Estão todos amordaçados.

  23. Fica bem claro o quão permissivo é esse STF. E porque nos tornamos essa republiqueta das bananas, sem credibilidade aos olhos do mundo.

  24. Infelizmente tudo continua como sempre , os indicados por péssimos critérios , são os que tem o poder de proibir investigações ou mandar investigar os maiores marginais do planeta , e de quebra estão acima do povo e do certo ou errado , mas são muito bem pagos com o dinheiro do povo , só não precisam prestar contas a ninguém. E a nação fica refém sem ter a quem recorrer , a não ser a políticos corruptos com processos engavetados .

  25. STF, assim como Câmara dos deputados e senado, é uma vergonha nacional, respeitando uma pequena minoria que por ora trabalham pelo Brasil. Vejo estes poderes como uma empresa onde o produto é corrupção . Só o povo indo às ruas resolverá...

  26. Com um stf como o que temos não há Justiça possível. Como reformular tudo isto? No voto, não acredito que o consigamos.

  27. Desonroso! Ha membros do STF sem qualquer condição moral de lá estar. A meu ver Gilmar Mendes, Lewandosky, Toffoli e Alexandre de Morais sabotam o poder judiciário e por isso deveriam estar presos. Ratos.

    1. Barroso, não. É o único que enfrenta Gilmar Mendes em plenário.

  28. Esse bando que domina os poderes republicanos não cairá sem um revolução por parte do povo. Eles têm ameaçado-o, calado-o e mantido-o sob rédeas curtas exatamente para manterem os interesses desta casta superior, tudo em nome da democracia. Se o povo não se unir como em 2013 mudanças não ocorrerão jamais nesta “democradura”.

  29. sempre mandei mails ao STF me manisfestando como cidadã sobre um ou outro assunto. Tentei hj inutilmente! voces viram como site o STF, na mesma esteira do Senado, está formulado para dificultar o acesso de envios de mgs do povo? depois qdo a gente diz que tem vergonha do STF temos alta probabilidade de sermos incluídos no inquérito do ministro Alexandre de Moraes, constituído a pedido do amigo do amigo de um pai e para proteção própria e de esposas.

    1. Parabenizo a Crusoé pela coragem de ir atrás da verdade, mesmo correndo o risco de ser novamente censurada. A verdade tem que ser dita e divulgada por nós que nos informamos. Só assim teremos a chance de termos um Brasil melhor, menos corrupto.

  30. Eu tenho uma curiosidade: prá quê tanta ganância? Esses fulanos já ganham muuuuiiiitoooo bem, vivem na mordomia de rapapés, até cadeira para sentar tem um lacaio que arruma prá eles. Pobre servidor do STF! que humilhação! então, um ser humano normal, consegue viver no máximo até uns 89, 90 e poucos. Creio que numa vida não dá para aproveitar tanto $$$. Por isso não entendo para que tanta ganância, a ponto de corromper uma carreira que deveria ser honrosa. Enlamear o currículo!

  31. O triunvirato do STF se auto protegendo, uma vergonha nacional, isso graças ao sistema criado pela CF 88 dita cidadã, o Brasil dividido em castas, onde os pagadores de impostos são obrigados a sustentar a corrupção, o pior é a mordaça não pode falar nada, Crusoé não permita fechar esse espaço, a qual temos de manifestar a nossa revolta, a esperança é a última que morre, daremos o troco nas eleições com voto consciente.

    1. É uma vergonha! é por isso que eles rasgar a constituição pra soltar seus bandidos de estimação , sabemos o que eles fizeram no verão passado. lena

  32. Gente, Como eu tenho orgulho de vcs, me delicio todos os dias, mas as 6ª feiras, não descanso enquanto não devoro tudo. Abraços

    1. PARABÉNS CRUSOÉ!!!Chamem para uma conversa o Hermes Magnus...ele sabe de coisas da podridão brazuca!!!

  33. Temos de ficar muito atentos a duas PL que tramitam na Câmara 2630 e 3144 ambas de 2020 na qual irá dar mais poderes aos órgãos jurídicos para processar e até cidadãos que divergirem de opiniões de parlamentares, autoridades e juízes.

  34. Para tirar qquer dúvida do ar, essas denúncias deviam ser investigadas, dando a eles o direito da ampla defesa, pra provarem sua idoneidade, ou não. O que não pode é termos ministros da mais alta corte sob suspeita.

  35. Ora ora, basta de ingenuidades. Por mais culpados ou envolvidos em atos ilícitos que existam, jamais alguém irá depor desfavoravelmente implicando qqer ministro do STF. Quem tem c...tem medo, diz o velho ditado. O BR é um caldeirão dos "diabos", onde todos protegem todos. apscosta/df (@brasília_urgente)

  36. Indivíduos indicados a vagas ao STF por políticos não pode dar bons frutos! O que me remete ao filme dirigido por Richard Pearce de 1992 "Fé demais não cheira bem!" Este é o caso do STF.

  37. Muitas vezes se quer chegar a juiz, não pelo status, salário e até pelas mordomias intrínsecas ao cargo. Quer chegar pela equaçao: rouba milhões, para milhões para advogados, que muitas vezes dividem o butim com vossas excelências. Juiz ganha muito, muito além do brasileiro comum como eu, mas isso não é suficiente para a vida que querem levar. Acredito que uma saída para esta vergonha na magistratura, evidenciado na mais alta corte, é colocar mais mulheres. Temos somente duas.

  38. Realmente, era muito estranho aquela preocupação toda com blogueiro de quinta e pé-de-chinelo pedindo intervenção militar.

  39. O"excelentissimo" Sr ministro não vai se pronunciar a respeito,vai calar.como o fez na denúncia da mesada de 100000 reais?e vai ficar o dito pelo não dito? Isso é a democracia que eles tanto apregoam? Brasil,triste Brasil.

  40. Excelente matéria. Agora as coisas começam a fazer sentido. Quem vai levar estes ministros as cortes internacionais. Estão se protegendo e isso tem que acabar para moralizar a justiça.

  41. Apesar das críticas as operações, advogados e a banda podre do judiciário ficam em extase com as mesmas. Exceto quando podem se tornar alvo. Uma operação permite que esses sujeitos obscuros se enriqueçam cada vez mais. São contratos milionários com escritórios de advocacia, propina para magistrados. É sujeira de todo tipo nesse submundo contaminado do judiciário, especialmente nas cortes superiores. Se houvesse justiça verdadeira, muitos estariam presos. Mas aqui são milionários intocáveis.

  42. Parabéns pela matéria, a mídia q desinforma não publica nada a respeito. Temos os Togados SUJOS, tem medo da Lava JATO pq tem o q esconder, isso é óbvio. Uma corja de P I L A N T R A S, q se escondem atras da TOGA q já virou pano de chão.

  43. É impressionante como tem falcatruas nesse STF Quando será que esses juízes como o TOFOLLI que é venal tendencioso e provavelmente comprometido com corruptos, vai ser preso Isso que ele faz não é honesto e nós nos sentimos muito mal ao ler toda a reportagem(excelente) da Crusoé Aliás cade o senado? Não serve pratada mesmo

  44. Muito boa reportagem em continuação à reportagem da semana passada. Fica bem clara a intenção, e está clara a relação de Marcelo e da empresa com rede de pessoas de interesse para conseguir seus objetivos nas decisões governamentais naquele período.

  45. Parabéns à Crusoé pelo alto nível da reportagem. Uma ilha de excelência nesse terreno medíocre que virou a imprensa brasileira em geral. Nós, pobres cidadãos, chegamos à triste conclusão: estamos num mato sem cachorro. Que país é esse que se curva a um Judiciário tão nebuloso, tão cheio de manobras sombrias e ameaçadoras aos interesses legítimos da população? Essa sim é uma verdadeira ditadura paralela.

  46. Nada abala a credibilidade institucional do STF mais que sua incapacidade de agir como colegiado. Baião de Dois e as tais decisões monocráticas implicam desprestígio entre os contribuintes. que a todos remuneram. Há outros fatores debilitantes, também, destacando-se os chamados Critérios de Mérida para a seleção de seus membros, como nepostismo, facciosismo partidário e sectarismo político-religioso. Inexperiência e despreparo intelectual decorrem disso, assim como seu notório inchaço gerencial.

  47. Não é possível que com toda essa podridão no andar de cima o povo não faça uma revolução para tirá-los do poder. Está tudo tão evidente....

  48. A transparência sobre a evolução patrimonial de todo ministro das cortes, deputados, senadores, desembargadores seria uma forma de banir a máfia no vértice

  49. br tem cortes demais.. nobreza de menos. Tem plebeus e marginais e lacaios ao longo de seu território e de sua história.. e uma corte em cada esquina. Pra quê??? Pra quê??? Pra isso..

  50. Que horror. ler isso após o almoço é pura indigestão. não há mais remédio para o STF. Depois que entrar o super evangelico do Bozo os ministros sérios estarão completamente isolados e o Brasil entregue a aos corruptos para mais uns 30 anos. O último brasileiro a sair, por favor apague a luz. nunca essa frase fes tanto efeito quanto agora. Entrego os panos após lutar 40 anos contra eles, nao terá fim.....

  51. Só posso dizer que estamos diante de um bando de corruptos da corte!! A destruição de uma nação começa pela sua justiça!! Logo, logo, vai aparecer um louco para dar fim a esses maus senhores ou o pais vai sucumbir!!!

    1. A justiça com a complacência e até conveniência da grande imprensa

  52. Não ter uma ciência pública em educação.! o resultado sempre será assim.! absurdo.! mais uma vez Parabéns Crusoe.! 👏👏👏

  53. Senado Federal que não faz seu papel de constituinte. Ficam correndo atrás de leis para calar o povo vide PL 2630 que daqui a pouco irão nos perseguir até pelos comentários aqui escritos. Estão a toque de caixa para tentar aprovar um projeto de reeleição dos presidentes senado/câmara e o que importa para o povo nada. Fiquem atentos aos senadores pois muitos somente parecem bons.

  54. Este é o STF configuração atual um orgão que não respeita nada apenas auto protege seus membros ,uma corte asquerosa na minha opinião

  55. Parabéns Crusoé. Sempre independente e a favor da verdade. Resta saber agora o que será feito com esses dois ministros do STF. Na minha opinião a ação mais honrosa que os dois poderiam ter seria pedirem para sair do STF. Uma vez que a instituição precisa de homens com notável saber jurídico e reputação ilibada. O que não ocorre. Espero que o povo brasileiro tenha o direito de ter um STF realmente digno de confiança e contra a corrupção.

  56. Parabéns pela excelente reportagem crosue, valeu a pena assinatura. Essa estrovenga denominado STF tá virado numa verdadeira quadrilha

    1. prezado...infelizmente Antagonista é parte do problema portanto a quadrilha vai se manter graças ao Antagositalixo.

  57. Que Barbaridade! Uma pena que o cumprimento do dever funcional acabe resultando nesta verdadeira perseguição. Cedo ou tarde será o contribuinte, mais uma vez, quem pagará a conta. Parabéns a CRUSOÉ!

  58. Imaginem depois de entrar pra turma o terrivelmente evangélico e o outro “ Jorginho”. Pobres de nós. Tristeza de ser brasileira. STF vergonha nacional!

  59. O simples fato de querer descobrir se existem informações desabonadoras, denota que os próprios entendem que alguns atos seus podem ser assim interpretados. Vergonhoso e ridículo ao mesmo tempo. Volto a dizer. É a pior formação do STF de todos os tempos.

  60. Parabéns por mais esta matéria, pois, creio que foi muito grande o esforço, o trabalho e até as muitas horas de sono perdidas para produzir um texto dessa envergadura! Obrigado pelo espaço!

  61. São muitos ratos para pouco Brasil. Não somos uma grande, saudável e rica nação por causa de políticos e membros do judiciário que corruptos corrompem. Haja dinheiro para tanta canalhice!!!

    1. Perfeito. Estão com medo de que venha tudo à tona. Pouca vergonha!

  62. Mais do que nunca estão expostas as vísceras fétidas dos Poderes da República Democrática da Corrupção. Estamos quase no mesmo patamar da Somália ou Angola. Os três Poderes foram corrompidos nos seus pilares. Infelizmente.

    1. As ruas, enqto o povo ficar em casa com o discurso fajuto de que tem a COVUD, Essas pessoas denominadas miinistros e politicos fazem proveito disso e ou se auto defendem , ou passam leis esdruxulas com desculpa da pandemia...., enqto povo nao voltar as ruas veremos esse tipo situacao..., POVO JA NAS RUAS

    2. Nós mesmos, meu caro. Temos de votar melhor e sair às ruas a protestar, e com pandemia e tudo. De máscaras, temos de tirar as máscaras dessa gente que nos prejudica titanicamente.

  63. O Brasil dificilmente vai chegar ao primeiro mundo enquanto grande parte dos políticos, governantes e magistrados for do submundo!

    1. Esqueça, nem primeiro mundo nem país emergente, isso aqui não tem mais jeito, imaginem vocês temos Toffoli quantos anos no STF ainda? Enquanto presidentes nomearem ministros do STF esse Brasil não irá a lugar algum.

  64. Como todo bom sindicalista o senhor ministro não consegue distinguir o público do privado... usufruindo da máquina ao seu bel prazer...

  65. Parabéns pela continuação da reportagem...por isso sou assinante. Agora sobre os poderes no Brasil, em qualquer esfera e generalizando (me desculpem), são NOJENTOS E VAMPIROS que sugam um povo pobre e iletrado (felizmente está mudando). Até quando o Brasileiro vai aguentar isso?

  66. Este muro de corrupção é muito sólido, e com vigilância comunitária permanente entre os membros. Se existe uma chance dele cair um dia. Sera por motivos intra muros, um divórcio, uma questão de herança ou uma disputa por paternidade.

  67. E agora começou a corrida do Aras para pôr as mãos nos documentos da Lava Jato em de Curitiba exatamente pelas razões acima apresentadas. Nada como ter um ministreco desses na coleira. Isso é poder.Não à toa existe a ojeriza e o rancor público e notório desse Gilmar pela operação.Homens podres.

  68. Quando falam em harmonia entre os poderes é isso: o STF não mexe com o Senado e o Senado não mexe com o STF. Assim ficam tudo certo (para eles).

  69. Que podridão ! Depois o Supremo reclama pelo desprezo e desrespeito que a maioria da população nutre por alguns de seus pseudos “ministro”! Esse grupeto, que nos conhecemos bem , é qualquer outra coisa, menos ministro, ou membro digno do judiciário!

    1. Tu achas mesmo que eles reclamam? Prefiro acreditar que eles dão de ombros para nós!

  70. O sistema de substituição de ministros da corte por sí já mostra que não há como dar certo. Sérgio Moro jamais chegará lá. Lá dentro são só amigos dos amigos. Dá no que dá.

    1. Ele vai ser reprovado na sabatina do Senado sem maiores explicações, a maioria dos senadores possui criação de capivaras

  71. Com um STF que tem entre seus integrantes pessoas sem princípios democráticos como Gilmar, Toffoli, Lewandowski e Morais não vai nunca ter uma justiça igual para todos.

  72. A pergunta que não quer calar: qual autoridade poderá investigar esses ladrões? Se eles se auto-defendem quem poderá trazer à tona toda essa podridão desses senhores togados? Entendem que não somos gado por querer Bolsonaro no poder? Porque é um dos poucos loucos que pode virar essa mesa podre! Não aguentamos mais pagar impostos e sermos vilipendiados,roubados,extorquidos para que essa corja coma lagosta, beba vinho premiado e vivam vidas de Reis às nossas custas. Há de ter uma mudança..já!

    1. Certamente não para indignação e descrença nos poderes constituídos de todos nós

  73. Resumo da história: O Toffoli praticou tráfego de influência e deve ter levado muita grana para Marília, sua terra natal. O Boca Mole (Gilmar yogourte Corpus) e sua mulher levaram e levam muita grana por aí para soltar cariosa merdas que estavam presas.

  74. É muito triste que tudo isso ocorra principalmente tratando-se de ambiente que deveria ser puro e limpo . Coitado do Brasil e dos brasileiros !!!!!

  75. Parabéns Crusoé vcs são os únicos que nos representam.Desejo ardentemente que vcs tenham força (pq coragem não lhes falta)para seguir neste combate de gigantes, vcs do bem e eles dos conchavos de poderosos bandidos fora da lei que se protegem uns aos outros.

  76. Quem tem culpa tenta ocultá-las de maneira sórdida, a falta de vergonha e caráter são expostas de maneira descarada, confissão de culpa, isso já passou dos limites, não há país que saia do lodo.

  77. "Louvável" o esforço do ministro Toffoli e colegas em tumultuar o inquérito em tela e jogar m... no ventilador. Assim fazendo, estariam livrando a própria cara dos demais comprometidos e, como de usos e costumes, "tudo estará como antes no quartel de Abrantes" (adaptando tal dito ao fato em tela. "Nauseabundo" é um adjetivo apropriado para qualificar a seleção de "atos" que vêm sendo praticados pela mais alta Corte e "compadres", em defesa de sabe-se lá quem...

  78. PARABÉNS CRUSOÉ PELA CORAGEM DESTA REPORTAGEM. INFELIZMENTE A "GRANDE" MÍDIA ACOVARDADA NÃO SE MANIFESTA. COMO DIRIA BRIZOLA SÃO OS"INTERÉSSES", POIS TEM RABO PRESO COM MINISTROS E POLÍTICOS. CONTINUE EM FRENTE CRUSOÉ, PRECISAMOS DE JORNALISTAS CORAJOSOS E VERDADEIROS DEFENSORES DA PÁTRIA. UM DIA CHEGAREMOS LÁ. UM BRASIL MELHOR E MAIS JUSTO. - A PROPÓSITO - A COMPOSIÇÃO DESTE STF VAI PASSAR PARA A HISTÓRIA COMO O PIOR TIME QUE JÁ HOUVE, COM RARAS EXCEÇÕES - COVARDES, OMISSOS E INTERESSEIROS.

  79. PC. E assim segue o Supremo Tribunal Federal, chafurdando no mar de suspeitas que ele próprio lançà contra si sob o manto do inquérito ilegal. ”Isso é uma vergonha”, diria Boris.

    1. Aiaiai.. são uns sonhadores do impossível esses comentaristas..são capazes de acreditar furme e estupidamente que um dia qqer no futuro vai surgir um corajoso -de verdade- pra passar este porcaria de país a limpo. Sonhem parvos, sonhem.. apscosta/df

    2. um absurdo com o povo brasileiro, esses sujeitos tapiando e tirando dos menos favorecidos pior duque os políticos são uns quatro desse supremo aí, acredito muito no novo presidente e se essas manobras continuar acredito que em breve o Brasil vai explodir em revoltas populares e aí ninguém vai conseguir segurar esse sujeito tem que ser expulso do supremo já, que vergonha.

  80. O PROBLEMA QUE A ESQUERDA COM SEUS MINISTROS ENVOLVIDOS EM CORRUPÇÃO NÃO É NOVIDADE. E O PIOR É A MÍDIA ESQUERDISTA SE CALAR DIANTE DESSES FATOS GRAVÍSSIMOS. FALA AÍ. FOLHA DE SP, ESTADÃO , O GLOBO ETC.

  81. O PCC, CV e similares são mais confiáveis na medida que não enganam ninguém. Todos sabem o que querem, como agem e o que esperar deles. Já a quadrilha do STF é mais danosa pois ganha para defender os preceitos da constituição mas o que faz é dar proteção a bandidos piores que os integrantes de facções sabidamente criminosas e a si próprios.

  82. É impressionante como a corrupção tomou conta do STF. Articulam para não serem investigados, como se fossem intocáveis. Gilmar e Toffoli são indecentes.

    1. É por isso que o Bozo e os filhos fazem o que querem. Essa investigação só vai ajudar essa família que sabe que o supremo não tem moral para julgá-los. As instituições estão se protegendo da pior forma possível. Estão roubando mais e perdendo o controle de tudo. O País está uma Bagunça.

  83. A degeneração do Supremo é notória e lastimável. Tem que haver uma reforma para que a indicação política para as cortes superiores seja eliminada ou, ao menos, mitigada ao máximo. Não é mais possível pensar num país melhor para nossos filhos e netos com a atual configuração republicana. Não deu certo e não dará! Muda, Brasil. Que comece pelo povo: abstenção recorde na eleição de 2020! Fique em casa.

  84. Qual a surpresa nessa área. Sempre foi assim e nada mudará, não existe fiscalização sobre o poder maximo, eles fazem o que querem, com quem querem, nos o povo só resta um caminho..cair fora, pois não da para suporta isso calado. Definitivamente, não dar.

  85. Incrível como o STF está envolvido, ou diretamente, ou por omissão, em denúncias tão sérias que atingem alguns de seus ministros.

  86. Para mim, Bolsonaro foi uma decepção. Mas, vcs continuam a chamá-lo, de forma pejorativa, como "ex-capitão do exército". Revelando, para vcs, que os detentores da patente são insignificantes. Bom, significantes talvez sejam apenas os jornalistas. Já citei aqui anteriormente: nunca li vcs referenciarem Lula como ex-torneiro mecânico.

    1. Ô Crovis?.. afinal, o que tem a ver o c... com as calças".. qualé, meu chapa? apscosta/df

  87. É triste viver num país cuja Suprema Corte tenha pessoas de tão baixo nível moral. Certamente, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Fachin, Fux, Barroso, têm conhecimento dessas atuações parciais do Gilmar Mendes, Toffoli, Lewandowski - principalmente estes - que envergonham a instituição e impedem que justiça seja feita. E esses ministros que citei não vão se insurgir contra os maus colegas? Aqui não cabe condescendência. São eles a esperança diz Brasil. Espero que leem este meu desabafo.

  88. A impressão que se tem é que o Crime Organizado tomou conta do país nas duas extremidades da camada social. São trinta e cinco anos de um país comandado por toda sorte de máfias.

  89. Ufa! CrusoÉ finalmente voltando a ser CrusoÉ, a boa e velha, velha não, surpreendente revista. O país, digo, o povo já está cansado de notícias de fofocas, mas, notícias, reportagens deste naipe com provas e confrontos cabais nos dar uma grande esperança que nada está perdido e que, quem tem culpa no cartorio como sempre escreveu Augusto Nunes na antiga Veja às sextas-feiras são terríveis. Portanto, CrusoÉ, que bom ter às sextas-feiras para desmascarar essa turma que se esconde por trás da toga.

    1. ... Uns canalhas, uns bandidos das mais altas periculosidades que dispõe das togas para pintar e bordar sem serem incomidados por ninguém a não ser por uma dor de barriga de tanto tomar vinhos envelhecidos em barrios, lagostas, queijos suíços, uísques escoceses raros entre outras tantas iguarias às nossas custas. Portanto, só dores de barrigas e caganeiras perturbam essas gentes canalhas, bandidas... 😆

  90. As grandissimas “otoridades da republiqueta” além de não prestarem conta ainda não querem ser investigadas interferindo na PGR, no COAF, na PF, TCU e onde puderem cancelar uma multa de transito, infraçao do meio ambiente, denuncia de servidor publico contra suas mazelas. Esta é a piir democracia que existe, o Estado Democratico de Direito dos donos do Estado e do Direito.

  91. E o pior de tudo, é que o “mico” e seus filhotes, estão nas mãos das excelências! Enfiaram o rabicó no meio da pernas e ficaram quietinhos! Tá tudo combinado! E o tonto do Moro achou que poderia mudar isso! Ingênuo!

    1. Ô Marão.. mais tontos ainda são os que pensam que um Moro ou outro qqer tenha c..lhão pra enfrentar esse sistema de privilegios e caviar. Esse machão ainda não nasceu nessa republiqueta bananônica. Apscosta/sf

  92. Infelizmente teremos que conviver com este esquema que favorecesse autoridades de todas as instituições por muito e muito tempo. Parece que vivemos em uma monarquia

  93. Embora não seja novidade para ninguém, a sujeira exposta por essa série de reportagens, causam revolta. Até quando teremos que esperar para ver uma corte sem esqueletos no armário?

    1. Há crimes dentro do STF.A sociedade precisa reagir...

Mais notícias
Assine
TOPO