Eduardo Anizelli/ FolhapressQueiroz, de boné azul, cercado por policiais: MP aponta conexão dele com milicianos

As provas contra Queiroz

Um farto material em poder do Ministério Público revela a tentativa de atrapalhar a investigação e aponta para ligação com milicianos e para um plano de fuga que contaria com a participação de Adriano da Nóbrega, ex-policial que morreria meses depois durante um confronto na Bahia. Crusoé teve acesso à íntegra do pedido em que os promotores listam os motivos para prender o ex-assessor de Flávio Bolsonaro
19.06.20

No pedido de prisão de Fabrício Queiroz, os promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro afirmam que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro tinha “um plano de fuga organizado para toda a família” e “contaria com a atuação do então foragido Adriano Magalhães da Costa Nóbrega”.

O ex-capitão da Polícia Militar Adriano da Nóbrega é o miliciano que estava foragido e foi morto pela polícia durante um cerco na Bahia, em fevereiro. A ex-mulher e a mãe dele trabalharam no gabinete de Flávio Bolsonaro, o filho 01 do presidente da República, e também são investigadas no esquema de rachid que deu origem à Operação Anjo, deflagrada nesta quinta-feira, 18. Conforme mostrou Crusoé, o ex-advogado de Adriano da Nóbrega assumiu a defesa de Queiroz.

Na peça enviada à Justiça, à qual Crusoé teve acesso, os promotores mencionam um possível envolvimento do ex-assessor de Flávio Bolsonaro com milicianos do Itanhangá, na região da Barra da Tijuca, no Rio, para formatar um plano de fuga para toda a sua família. Esse plano, afirmam, contaria com a participação de Capitão Adriano, o miliciano que viria a morrer três meses depois em confronto com a polícia.

Diz o Ministério Público no pedido que levou à ordem de prisão de Fabrício Queiroz: “Conforme será demonstrado ao longo da presente peça, a análise do material apreendido demonstrou que os ora requeridos embaraçaram o regular andamento da investigação, com dinâmica estruturada, que envolveu atos de adulteração de provas, informações falsas nos autos, sonegação de endereços e paradeiros de investigados, além de possível envolvimento de FABRÍCIO QUEIROZ com milicianos do Itanhangá e um plano de fuga organizado para toda a família do operador financeiro que contaria com a atuação do então foragido ADRIANO MAGALHÃES DA COSTA NÓBREGA”.

Segundo o MP-RJ, as tratativas para o plano de fuga contaram com a participação de Luís Gustavo Botto Maia, advogado de Flávio Bolsonaro que, pouco antes, teria conversado com Frederick Wassef, também defensor do filho do presidente e dono da casa onde Queiroz foi encontrado nesta quinta-feira pelos investigadores.

Os promotores esmiúçam os indícios que os levaram a suspeitar da armação. Eles se baseiam em mensagens descobertas em aparelhos de telefone celular apreendidos durante a investigação. “Amiga o que vc acha de vir aqui amanhã? Pessoalmente terça feira a gente resolve tudo. Vc não achas (sic)?”, escreveu Raimunda Magalhães, mãe de Adriano da Nóbrega, à mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, no dia 30 de novembro de 2019.

Márcia encaminhou as mensagens a Queiroz, informando que iria ao encontro da mãe e da mulher de Adriano na cidade de Astolfo Dutra, em Minas Gerais. A ideia era que, em seguida, a mulher de Adriano levasse pessoalmente a ele uma misteriosa “proposta”, ou um “recado”. “A esposa do amigo vai estar com a mãe dele terça feira, aí ela vai falar com o amigo sobre o recado. Depois que ela falar com o amigo ela vai entrar em contato comigo”, escreveu Márcia a Queiroz, naquele mesmo 30 de novembro.

Já no dia seguinte à mensagem, 1º de dezembro, a mulher de Queiroz chegou à cidade mineira, localizada a pouco mais de 100 quilômetros de Juiz de Fora, em uma região não muito distante da divisa com o Rio, para encontrar a mãe e a mulher de Adriano. De lá, ela mandou uma foto para Queiroz, que demonstrou preocupação em não deixar rastros do encontro. Ele pede: “Apaga sua localização”.

Em 2 de dezembro, um novo diálogo entre Queiroz e a mulher traz para a trama Luís Gustavo Botto Maia, o advogado de Flávio Bolsonaro. Nessa parte da narrativa, os promotores levantam a suspeita de que estava em curso uma grande concertação – com participação de “Anjo”, o apelido que seria de Wassef, o advogado da família presidencial – para que o tal plano se concretizasse.
Botto Maia tinha acabado de se reunir com o próprio Queiroz e com Wassef em Atibaia e seguido, logo depois, para o encontro em Astolfo Dutra. “Anjo já foi?”, perguntou a mulher de Queiroz, na madrugada de 2 de dezembro. “Já”, respondeu o ex-assessor.

Trecho do pedido de prisão feito pelos promotores: mensagens reveladoras
Embora estivesse marcada para o dia 3, a reunião na pequena cidade de Minas só ocorreu na quarta-feira, 4, porque a mulher de Adriano da Nóbrega teve um “imprevisto”. Feita a reunião, a mulher de Queiroz voltou para o Rio e, dias depois, em 13 de dezembro, encontrou-se outra vez com a mãe do miliciano.

Nessa nova conversa, segundo o MP, Raimunda já estaria portando a resposta sobre a posição do miliciano em relação à tal proposta – provavelmente o plano de fuga, de acordo com o relato dos investigadores. Era um complexo leva-e-traz, com a participação das mulheres ligadas tanto a Queiroz quanto a Adriano, a dupla que se esgueirava para não cair no radar da polícia. Nesse vaivém, a mulher de Queiroz viajaria em seguida para São Paulo, para comunicá-lo pessoalmente da “resposta”. A viagem estava marcada para o dia 18 de dezembro. Só que houve um empecilho: naquela mesma data, ela foi alvo de um mandado de busca e apreensão na mesma investigação na qual era, ao menos até esta quinta-feira, considerada foragida.

O MP não explica por que o plano de fuga não teria sido levado adiante. Também não ficam claros os detalhes dos recados que transitaram entre Queiroz e Adriano. Os cuidados de ambos para não se expor, ao que tudo indica, funcionaram. Foi graças àquela ação de busca e apreensão realizada em meados de dezembro que os investigadores conseguiram ter acesso às trocas de mensagens. “Restou evidenciado nos autos o risco real de fuga da família do operador financeiro da organização criminosa”, dizem eles na peça enviada ao juiz Flávio Itabaiana, que ordenou a prisão do casal Queiroz.

Os promotores afirmam, textualmente, que “Anjo”, o apelido que depois se descobriu ser o de Wassef, foi o responsável por articular o plano para manter a família de Fabrício Queiroz escondida. “Fabrício de Queiroz e sua esposa Márcia Aguiar passaram a adotar uma complexa rotina de ocultação de seu paradeiro, articulada por alguém identificado como ‘Anjo’, que propôs ocultar toda a família do operador financeiro em São Paulo”, diz o texto. Procurado, Wassef não respondeu às tentativas de contato de Crusoé.

Para além da interação com Adriano Nóbrega – de quem, segundo o MP, Queiroz recebeu ao menos 400 mil reais –, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro também é suspeito de exercer influência sobre um grupo de milicianos que atua na região onde o ex-policial militar morto pela polícia na Bahia era igualmente influente.

Um capítulo à parte do pedido de prisão levanta a suspeita da atuação do ex-assessor de Flávio Bolsonaro nas regiões de Itanhangá, onde mora a Raimunda Magalhães, a mãe de Adriano, de Rio das Pedras, onde a milícia dele atuava com mais força, e ainda na Tijuquinha, outra área dominada pelos grupos criminosos.

Um dos exemplos dessa influência é um diálogo, de dezembro de 2019, quando a mulher de Queiroz encaminha um áudio no qual um homem pedia a intervenção do ex-assessor de Flávio para “telefonar para milicianos em seu favor após ter sido ameaçado por ‘meninos’ do grupo que domina a região do Itanhangá, em razão de um desentendimento com um comerciante local”.

“Eles foram lá na Tijuquinha, né, os ‘caras que comanda aqui’ e foi falar que eu bati nele, isso e aquilo. Uma coisa que não aconteceu. Os ‘meninos’ me chamaram. Entendeu? Só que eu conheço eles, né. Conheço os ‘meninos’ tudo. Aí, poxa. Aí eu queria que se desse para ele ligar, se conhecer alguém daqui, Tijuquinha, Rio das Pedras, os ‘meninos’ que cuida daqui”, diz o interlocutor, que não chegou a ser identificado.

Segundo os promotores, apesar de demonstrar receio em fazer contato telefônico com os milicianos, por temer estar grampeado nas investigações sobre o rachid no gabinete, que já o cercavam, Queiroz se comprometeu a resolver a contenda e interceder pessoalmente junto aos criminosos quando estivesse no Rio.

Reprodução/redes sociaisReprodução/redes sociaisFlávio Bolsonaro com Queiroz: para o 01, operação serviu para atingir o pai
“Ô Márcia, avisa a ele que é impossível ligar pra alguém, entendeu? Isso aí vai, uma ligação dessa acontece de eu estar grampeado, vai querer me envolver em alguma coisa aí porque o pessoal daí vai estar tudo grampeado. Isso aí a gente, eu posso ir quando estiver aí pessoalmente…”, respondeu.

Os promotores também mencionam provas de como o dinheiro proveniente do rachid operado por Queiroz voltava para Flávio Bolsonaro. Uma minuciosa investigação, com dados das contas e imagens de agências bancárias, mostrou que Queiroz pagou boletos e contas do filho de Bolsonaro.

Os promotores concluem que Fabrício Queiroz pode ter quitado, com dinheiro vivo, até 116 boletos bancários de planos de saúde e despesas das escolas das filhas de Flávio Bolsonaro, que chegam à cifra de 261,6 mil reais. Em alguns casos, eles conseguiram recuperar imagens de Queiroz realizando os pagamentos e, também, as bobinas do caixa para conferir os boletos relacionados a cada transação.

Em outra frente, foi descoberto um repasse misterioso de dinheiro para a mulher de Queiroz pouco antes do pagamento tratamento médico pelo qual ele passou no Hospital Albert Einstein, na capital paulista. A origem dos recursos usados para pagar as despesas no hospital de luxo sempre gerou desconfiança entre os investigadores. Anotações encontradas durante as buscas realizadas em dezembro de 2019 na casa da família e recibos do estabelecimento mostram, segundo o MP, que a senhora Queiroz recebeu 174 mil reais de “origem desconhecida”.

Ao apontar as provas do rachid no antigo gabinete de Flávio, os promotores juntam provas de que Queiroz e Botto Maia, o advogado do filho 01 do presidente, juntamente com servidores da Assembleia do Rio, tentaram adulterar os registro de ponto para evitar a descoberta de funcionários fantasmas. Conversas de ex-assessores de Flávio mostram a existência de servidores que recebiam, não trabalhavam e devolviam parte do salário para Queiroz. Uma das servidoras admite diversas vezes, em conversas com o próprio pai, que era nomeada, mas não frequentava a Alerj. Para o namorado, ela chega a dizer que não podia assinar o ponto à distância e que, por isso, tinha que passar no “trabalho” só para marcar o registro.

As mensagens mostram ainda que, por intermédio de Queiroz, essa mesma funcionária teria sido chamada à Assembleia para assinar o ponto retroativamente quando já nem era mais funcionária. A estratégia foi combinada com um assessor da casa, que também foi alvo de um mandado de busca e apreensão. Quando chamada a depor pelo MP, ela voltou a pedir ajuda a Queiroz, que incumbiu o advogado Botto Maia, integrante da equipe de campanha de Flávio Bolsonaro, para socorrê-la. O advogado a orientou a não comparecer ao depoimento.

No mandado de prisão de Queiroz, o juiz Flávio Itabaiana fez questão de observar que ele deveria ir para Bangu e não para uma prisão militar. A explicação para a preocupação do magistrado está em uma caderneta da mulher do ex-assessor. As anotações traziam registros de policiais “amigos” que poderiam ajudá-lo caso um dia ele fosse preso e levado para o batalhão.

A gravidade das provas contra Queiroz indica que a temporada dele na prisão poderá ser bem longa. Para o desespero de quem, até agora, vinha tentando escondê-lo.

Com reportagem de Luiz Vassallo
Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O Queiroz era o último da lista movimentou 1,2..... milhão.... Porque a revista não comenta nada a respeito do 1' desta lista que movimentou R$. 478 milhões... Ou vocês não sabiam disso ?

    1. Um crime maior não justifica o menor, ou uma rachadinha continua ilegal e imoral perante a roubalheira do PT. Ademais, olhe este link e o vídeo embutido nela: https://www.oantagonista.com/brasil/sobre-flavio-bolsonaro-andre-ceciliano-e-mp-a-luz-da-prisao-de-queiroz/

  2. Prender e investigar o Queiroz é dever institucional da Polícia Federal e Ministério Público, pelo qual devemos parabeniza-los. Entretanto fico a me perguntar, por qual razão os demais deputados da ALERJ envolvidos nas famosas RACHADINHAS, ainda não foram investigados. Agindo assim, fica evidente que o objetivo maior é político visando atingir ou desestabilizar o governo Bolsonaro. Mais uma vez este país demonstra que a a sua seriedade não existe. O presidente francês De Gaulle estava certo.

    1. Verdade. Será que a Crusoé esqueceu dos 478 milhões movimentados pelo primeiro desta lista ? Estão esquerdando por aqui também?

    2. Os outros são insignificantes. Vão ser presos no momento certo. Quando se trata do governo, aí o buraco tem que ser mais fundo. É tudo farinha do mesmo saco sujo.

    3. Todos são investigados, mas ninguém até agora está usando os recursos do governo federal para se defender. A exceção foi o Bozokid. Por isso, a cobertura midiática. O Brasil não é sério por ter escolhido um sociopata para presidente!

  3. Fábio Serapião, que provas?? não há prova alguma.....você escreveu, escreveu...um artigo longo reproduzindo "as provas" etc e tal e não tem nada......absolutamente nada.....até as suspeitas são vazias.......sob o código penal o que até agora "apuraram" é um imenso nada......e o seu texto é tão persecutório como as investigações , pois durante todo o comentário insiste por diversas vezes em frisar que Queiroz era o assessor do Flávio ......ora, ora...que texto medíocre...escreva o nome do cara .

    1. Esse escreveu pro público da Globo. Acha que só falando a palavra provas diz algo ? Isso é técnica de esquerdista .

    2. Qual texto Roberto? Você se refere a esses zurros sem lógica alguma que você transcreveu abaixo? Mais uma evidência de que os petistas e os lulistas são iguais. Vivem distorcendo a realidade!

    3. BOLSONARISTAS, orgulhosos de seu presidente que ama o BRASIL, não podem ser comparados aos lulistas. Estes não conseguem perceber que seu ídolo, um presidiário livre pelas benesses do STF, o mesmo aparelhado pelo molusco e seu partido, foi também o ex-presidente que ROUBOU o BRASIL distribuindo nosso suado dinheiro para seus filhos, para VENEZUELA, CUBA e outros países comunistas do FORO DE SÃO PAULO. Mas eu temo até mesmo pela capacidade dessas pessoas de conseguirem interpretar esse texto.

    4. Kkkkkkkkkkkkkk. O Nelson parece um lulista. Este argumento de falta de provas é igual ao usado pelos seguidores do lularapio. Nada como um dia atrás do outro para provar o meu ponto desde fevereiro de 2019: Bozismo = lulismo.

  4. Tinha entendido por outros artigos que a Alerj tem muitos casos de tal "rachid". A Crusoé e O Antagonista já escreveram sobre isso e então qual é a novidade? Se o Flavio tinha isso, deve pagar por isso, e assim os demais deputados que porventura tenham essa prática. Apesar que "pagar" por crimes no BR ficou difícil com o fim da prisão para condenados em Segunda Instância, né.

  5. Até que enfim prenderam o Queirós. Acaba nesse momento a corrupção no Brasil, e apaga-se toda a corrupção passada. Está bom assim para a esquerda?

    1. Ao contrário. Com a prisão do laranja do presidente, mostra-se que a direita bozista e a esquerda lulista são farinha do mesmo saco. Aos eleitores resta a procura por uma centro-direita honesta. Tentar dividir o país entre Bozistas e lulistas é coisa de gente medíocre!

    1. Pena que não vai acontecer nada, né. No Brasil não há prisão automática NEM para condenados em Segunda Instância. Ainda por cima existe Foro Privilegiado no Brasil.

    2. E adiantou o Palocci contar tudo??? Veja onde está o Luladrão...

  6. Que bandidistismo.... Que país é esse, que permite colocar escória desse kilate no poder... Como do o cara de pau sociopata?. E a verdade prevalecerá... Vai mesmo....

  7. Pouco a pouco a verdade virá a tona, isto é, a verdade libertará, como costuma dizer Bolsonaro, só que será uma verdade nua e crua!

  8. Cade os outros investigados na ALERJ inclusive os 5 que estavam presos e foram soltos ! Triste rumo que a CRUSOE ‘ TOMOU era uma ilha de Isencao , INFELIZMENTE nao e mAis ! TRISTE DEMAIS

    1. o bandido de maior visibilidade tem que ter maior destaque. os bagrinhos vão vir no seu tempo. não adianta rilhar os dentes. A VERDADE VOS LIBERTARÁ

    2. Crusoé segue cada vez mais firme no caminho da Globo e da CNN. Usar adjetivo como o de "Miliciano" ao longo da reportagem para depreciar, citando "possível envolvimento". Não comentam a diferença de tratamento para com os demais cujos valores são maiores. Resta à Cruzoé torcer para que não esteja novamente embarcando em denúncia falsa, como a denúncia do recém articulista Moro: acusão em rede nacional, que depois não era mais acusação, mas que tinha provas, que não eram provas...

  9. Vai cair o mundo, prenderam Queiroz, vamos derrubar o presidente, né?! A revista Crusoé jamais será lida por minha família, e não renovarei a assinatura dessa m...!!!

  10. A reportagem trás muitas informações, já conhecidas antes, não trás nenhum elemento novo, nem prova nada dos tais recados ou plano de fuga, nem pouco uma justificativa plausível para a prisão. É só bla bla bla. Conversas desconectadas sem nenhuma conclusão, com um único objetivo e tentativa de envolver pessoas ligadas ao governo, lamentável toda essa falácia sem nada novo ou conclusivo.

  11. Que provas? Em 2 anos é só o que o MP tem?? Prisão arbitrária e política, narrativa específica para prejudicar o governo...

  12. CRUSOÉ!!!! Quando vocês iniciaram esse projeto deixando a "VEJA" e propondo ser uma "ilha", comprei a idéia por acreditar que entregariam a promessa de mudar a linha editorial ESQUERDISTA daquela revista, mas agora VEJO vocês se tornaram uma filial da "VEJA", só ataques ao governo de direita que está mudando nosso BRASIL, e não consegue fazer mais por causa do resquício de aparelhamento deixado pelos anos da ESQUERDA. Se derrubarem BOLSONARO quem ficará em seu? A ESQUERDA COM SEUS ROUBOS????????

    1. Coitado desse aí. Mais uma prova cabal para a minha tese de que bozista tem a capacidade cognitiva de uma pedra!

  13. Esta revista está se mostrando uma “CARAS” da política nacional. Vive de fofocas e intrigas. Perseguir um cara que movimentou 600.mil reais em rachadinhas ( hábito nacional de Todos politicos), para tentar vender mais assinaturas ? Vergonha . Não tem outro assunto? Contratar o Sérgio Moro para colunista? Vamos ver. Vcs foram empastelados pelo Alexandre Moraes e Toffoli, e agora estão lambendo o saco deles . Pois vão criar vergonha na cara. Vcs foram uma imprensa livre. Da o cu pro Doria.

    1. Seu comentário reflete seu nível intelectual, que fica bem próximo daquele órgão mencionado por você na sua última frase. Parabéns.

  14. E o princípio da impessoalidade e da eficiência na administração pública??? Se existiu alguém que movimentou mais pq a investigação não mostra avanço sobre estes e nenhum destes tem assessor preso???

  15. 5a Feira será tudo cancelado e volta a esta zero? O processo das rachadinhas vai paro o TJ do RJ. O Juiz Itabaiana será afastado? O advogado Catta Preta trabalhando para cancelar tudo e ganhar o HC.

    1. Os bolsonaristas são iguais aos petistas. Quando faltam argumentos reagem com xingamentos. Lamentável.

    2. Só junento acredita que o inquérito vai"fluir" contra os outros.Evidente a seletividade para prejudicar o governo.Lixo de reportagem

    3. A matéria não é parcial, muito menos o inquérito. Agora, o restante do inquérito precisa fluir, para punir os demais deputados envolvidos em rachadinhas e outros esquemas. E até, para demonstrar a lisura do MP e acabar com as desculpas dos bobocas bolsonaristas como alguns néscios que comentam nesta página.

    4. A matéria não é parcial. Quem é parcial é o MP do RJ que não investiga os outros que foram apontados no relatório do COAF.

  16. Uma pergunta ao colunista Fábio Serapião: Foi sòmente o filho de Bolsonaro que praticou a "rachadinha" na ALERJ? Cadê os outros? Existem mais 18 acima de Flávio Bolsonaro BA ordem de frzbdexa de valores, sendo campeão o Presidente da ALERJ, que por coincidência é do PT que desviou um valor em torno de R$ 49 milhões. Importância infinitamente superior àquele atribuído à Flávio Bolsonaro. Não tenho político de estimação e portanto o Senador Flávio tem que se explicar e se roubou tem que ser preso

    1. Pergunte ao MP do Estado do Rio de Janeiro, não ao jornalista. Você bem que tentou disfarçar, quase colou, mas, ao ir contra o jornalista, confessou ser baba-ovo de Coronaro.

  17. É impressionante como uma grande trama era movimentada, a fim de blindar o Queroz para ele ñ prestar depoimento perante o MP-RJ.

  18. A mesma cantilena do PT, que pelo bem do país o eleitor já mandou para o ostracismo sem chances de retorno. Agora os bolzonaristas, pobres de imaginação, vêm com o mesmo discurso de perseguição, criminalização da política, parcialidade da justiça, entre outras desculpas que não se sustentam, tentando apontar outros criminosos que de fato exitem como se a existência justificasse o crime cometido, porém não contestam os fatos. Um conselho aos insatisfeitos com as reportagens aceitem q dói menos.

    1. Para somente ler o que gostam, existem outros veículos plenamente alinhados à esquerda e à direita.

  19. Acho que o judiciário está certo. Mas o que não consigo entender e vocês poderiam explicar para os leitores é por que os outros políticos da ALERJ não entram nas investigações. Como anda os processos deles?

  20. Vamos ver até onde o amigo Queiróz esta disposto a proteger o clã do Planalto. E eu que achei que tinha acertado meu voto desta vez.

  21. Parece que a trama ja esta toda pronta, só falta dar ares de realidade! Mas para quem está vendo de fora, trata-se de justiça seletiva e justiça seletiva não é confiável!

  22. O Adriano já foi eliminado! Acho melhor que o Queiroz fique atento e nos faça um enorme favor delatando essa "milícia" (melissa para os menos avisado) o quanto antes, pois seus dias estão contados! Somente a verdade vos libertará (e também uma delação premiada).

  23. parabéns ! mas e os outros assessores do restante da assembléia legislativa do Rio ? que já tem nome, cpf e endereço conhecido, não vão fazer nada ?

  24. Pura perseguição. Investiguem o filho de Bolsonaro e tambem os outros, se querem ser vistos com seriedade. Texto mal feito, vários pontos quebradiços, sem liame de raciocínio, sem sequência lógica, um amontoado de dados sem conexão.

    1. Também achei. Muito mal escrito, sem conexão... um monte de blá blá blá, que não chega a nenhuma conclusão

  25. Em breve vai ter mais gente em cana, inclusive uns que moram em Brasília rsrsrs. Parabéns ministério público do Rio de Janeiro. Excelente trabalho. Parabéns Juíz Itabaiana. O senhor honra o Judiciário. Parabéns a Crusoé pelo jornalismo sem partido. Muito contente por ser assinante de vocês

  26. Os tempos mudaram! A Folha Política (um veículo de informação independente que só publica vídeos de fatos acontecidos e não tem colunistas próprios) foi fechada de maneira truculenta por ordem direta do Alexandre Bosta de Moraes e vocês se calam? Onde está a liberdade de expressão que tanto apregoam, ela é seletiva? Só serve quando vocẽs foram atingidos?

    1. Esses VAGABUNDOS VENDIDOS da revista Crusoé viraram a casaca. Só os idiotas de sempre não são capazes de ver, tem a visão travada pelo ódio contra quem tenta colocar o Brasil no rumo do sucesso. CANALHAS!

  27. Inacreditável alguém fazer uma assinatura de revista só para ficar ofendendo a publicação. Nossa, quanta falta do que fazer. Está descontente com a leitura, vai assistir algo na TV. Vamos evoluir, pessoal!

    1. Esse e o último ano de assinatura, não verão mais a cor do meu dinheiro essa revista.

  28. Já tivemos presidente ladrão cachaceiro, agora temos um miliciano. Que maravilha! O próximo será o que? Meu Pai do céu....

  29. A matéria indica que o fato do advogado ter pedido que determinada pessoa não comparecesse a um interrogatório seria algum ilícito. Pode ser tudo, mas estratégia de defesa que eu saiba não é ilícito. Aliás, grampear advogado atuando na defesa do cliente é legal?

  30. Nossa, Quantas provas supostas que supostamente imprime não ô Queiroz e sempre com aquela frase assessor de Flávio bolsonaro.. Vocês não tem a menor vergonha de não dizer que sigilo de advogado do Queiroz pode ser quebrado mas do Adélio Bispo não? Eu espero mesmo é que esses Generais sirvo para alguma coisa emitam todos esses pseudo-juízes na cadeia, que nós vejamos esse panfleto fofoqueiro falir

    1. Vai procurar nos autos da investigação. Aqui não tem espaço pra satisfazer curiosidade de fanáticos.

    2. Estão nas vozes das Cabeças desses fofoqueiros. Renan Calheiros com muito mais provas e dezenas de Testemunhas não passou um dia sequer na cadeia, o Lula condenado a mais de 30 anos também está indo para Dubai passar lua de mel ,depois querem que a gente acredite que tudo isento. REAJEBOLSONARO

  31. Para dar meus parabens ao MP do Estado do RJ falta apenas prender os assessores dos outros 22 Deputados da ALERJ , principalmente os do atual Presidente da casa Deputado do PT acusado de fazer rachadinha de R$ 49.000.000,00 ; soma 40 vezes maior que a do Senador Flavio. A eficiência tem que valer para os 23 Deputados de todas as siglas partidárias (PSOL/PDT/DEM/PT/ PSD) acusados de Rachadinha à época. Cadê a imparcialidade CRUSOÉ? No mais, justiça seja feita.

    1. Concordo plenamente com você. Não tenho preferência por nenhum político, pelo contrário, meu conceito sobre todos eles, sem exceção, é o pior possível. Mas justiça é justiça!!! Cadê a imparcialidade?

  32. Nossa, q criminosos monstruosos! Lula, Zé Dirceu, João Vaccari Neto, Dilma, & centenas d outros meliantes petistas ou similares, todos soltinhos, graças ao STF, são uns santos comparados com esses perigosíssimos bandidos do Bolsonaro. A turma d Lula roubou trilhões de reais, no BNDES, Banco do Brasil, CEF, e em todas as estatais. Aparelharam TODOS os órgãos públicos. Corromperam todas as empreiteiras e agora o STF inteiro está atrás do famigerado Fabrício Queirós? Aí tem algo d muito estranho!

    1. Não importa se roubou um real ou trilhão, roubo e roubo. Desvio de dinheiro público é crime. É imoral.

  33. Perfeito! Se fez, tem que pagar. Também gostaria de informações com relação aos demais deputados estaduais do RJ, que estavam na mesma situação.

    1. Concordo. Gostaria de notícias sobre o “campeão”, que desviou 40 milhões.

    1. hahaha Se General Heleno cantar no palácio, o que acontece?

  34. O Juiz Itabaiana é amigo do Witzel e sua filha trabalhava no gabinete do governador. Tudo isto é trampa para prejudicar Bolsonaro. Não vai dar em nada.

  35. Que a justça seja feita conforme manda a lei, com ampla defesa e contraditório. Não sou jurista, vejo muitos indícios, parece faltar alguma coisa para poder considerar prova. A linha argumentativa é um pouco vaga. Concluir algo nesse momento é ilação. Espero que no andamento do processo se consiga esclarecer os fatos.

  36. Uma boa história, tudo pode ser uma coisa como pode ser outra. Sem conclusões precipitadas. Esperamos um processo penal totalmente submetido.à Constituição e à estrita legalidade. Que esse processo penal averigue a partir das provas apresentadas pelas partes de acordo com suas linhas argumativas, de modo que a verdade dos fatos seja conhecida. Que a justiça seja feita!

  37. Amigo de maconheiro é maconheiro? Amigo de traíra já sabemos que é traíra! Sanha de derrubar Presidente é vergonhosa🤮🤮🤮

    1. Nojo , asco diante de tanta empulhação. Parece q o cara é o maior bandido das galáxias.

  38. vcs se superam em cada matéria. um monte de lixo! construíram uma narrativa em cima de nada! parabéns. o que o dinheiro não faz. querem derrubar o presidente como fizeram com a Dilma. só que Bolsonaro não é corrupto e ele tem o povo ao lado dele.

  39. Para esclarecimentos gerais, segundo o MPRJ Queiroz não era considerado foragido, não havia mandado de prisão anterior. Por que pautar uma matéria inteira em cima de uma mentira?

    1. A minha infelizmente vai mais longe mas já cancelei para não me roubarem mais uma vez com renovação automática!

    2. Porque esse site vive disso. Minha assinatura vence mês que vem. Nem vou mais renovar.

  40. Rachid é prática antiga e contamina os gabinetes de todos os partidos. Em todas as esferas. Sem politicagem, seria muito correto se todos os partidos fossem vasculhados. Vão achar bandidos aos montes praticando essa praga das rachadinhas. Isso tem que acabar.

    1. Principalmente o presidente da Alerj, 49 mi. Mas parece que não interessa ao MPRJ

  41. Sítio em Atibaia me lembra o Lulatrao, encontros sem agenda me recordo do Temer, Salvador da Pátria era o Collor , são meras coincidências ou o Bostanaro é todos os seus antecessores juntos????

  42. O Queiroz cometeu peculato? Se condenado no "trânsito em julgado" pega 2 anos, cumpre 6 meses e vai pra casa. O Lula tem 30 anos nas costas e nem "domiciliar" pegou. rs

    1. Bianca, os porcos só fazem sujeira. Da boca desse tal Ney me parece igual

    2. monte de lixo. escreveram uma matéria em cima de nada.

  43. Não tenho bandido de estimação, que se apurem os fatos tenho certeza de que irá faltar cadeia para tantos bandidos. O "Rachid" é praticado por todos os partidos políticos, talvez o NOVO fique fora, esta prática símbolo do desperdício de dinheiro dos contribuintes consiste em pegar parte dos salários dos CCs e devolver para os partidos políticos e para parlamentares isto ocorre em todas as prefeituras deste país, nas câmaras de deputados estaduais e federais, quem sabe no senado.

    1. Esse Ney é muito mal-educado. Crusoé que tal apagar esses comentários dele?

    2. Por que tantos partidos políticos? Se os donos não tivessem vantagem financeira, certamente não seriam tantos, o dinheiro para os partidos não vem apenas do orçamento para campanha financiado por nós eleitores vem também do "Rachid" dos CCs escolhidos a dedo para devolver parte de seus salários (dinheiro nosso de contribuinte). Esta prática só vai acabar com uma ampla REFORMA POLÍTICA, se a PF trabalhar direito pega todo mundo não só o filho do presidente.

  44. Diante de tudo que foi apresentado acho que o clã bolsonarista foi para cucuia. Quem em sã consciência convive com um advogado dessa espécie, que aparecia pro ex-mito para trocar idéias sem marcar audiência em horas inusitadas e em fins de semana. Precisa sem muito ingênuo para não notar que o pombo correio foi pego na própria arapuca e que tenha vida longa pra responder pelo acobertamento do meliante em sua propriedade.

    1. A pergunta se impõe: se o tal Queiroz não era foragido, alguém aí, do PR ao mais fanático comentarista, pode me responder Por Que o Cara Tava Escondido há um ano? apscosta/df

  45. onde estava estes promotores quando Cabral e sua turma arrombaram os cofres di rio e deixava o estado na miséria? o amiga vem cá, vai lá, que conjunto robusto de provas? parece mais fofoca de vizinhas. Crusoé uma ilha da fofoca?

    1. Vai pro caralho, isentão ou esquerdopata. Você acha que quem votou no Jair Messias Bolsonaro está ligando para o Queiroz?

    2. Na época do Cabral o MP estava comprado. Acorda bozomerda!

  46. E os outros 22 que o Coaf está investigando? O atual presidente da Alerj do PT embolsou 42 milhões, não vão prender? Flávio é o 17° da lista de valores arrecadados no "Rachid". Como fica?

    1. Este Ney deve ser um petista doente. Aliás petista deveria ser recolher a caverna. Bolsonaro é filho do PT com a esquerda doente. Não fosse essa foda, o país não viveria está tragédia chamada Bolsonaro

    2. Sempre a mesma narrativa quando o cerco está fechando. Uma vez gado, sempre gado!

  47. Excelente reportagem .Tudo muito bem detalhado. Porém algumas sugestões títulos para futuras matérias: 1-" A Justiça é para todos mas somente para quem interessa à esquerda?" n} 2- "Ao mesmo tempo em que se engaveta o caso Adélio Bisbo, turbina-se o caso Queirós: porquê? " . Minhas sinceras condolências em convidarem Moro para ser colunista da revista. Jamais haverão por aqui avaliações imparciais sobre Moro que precisa ser lido e interpretado via cenário político e não Ler e Interpretar.

    1. Cara..jooo.. e os comentários têm que ser obrigatoriamente IMPARCIAAiSSS ??? Pqp..Aopscosta/df

    2. Completamente correta . Moro aqui na Crusoé derruba a última possibilidade de isenção da revista. Podiam chamar Lula também, se ele soubesse escrever , para fazer o contraponto. Kkkk

    3. Concordo com Ane. Investigações só da parte do governo? Porque não pegam o telefone do Adélio, porque não sai investigações sobre os filhos do Lula? Renovei assinatura mas cada vez mais noto que não existe imparcialidade nos comentários!

  48. "A verdade vos libertará " - palavras doces na boca de hipócritas, mas que ao final cobram seu preço. Hoje, neste dia memorável, Bolsonaristas se unem a Petistas no ranking da escória deste sofrido País. Nos amamos um salvador da Pátria, queremos justiça e honestidade enquanto não pensamos duas vezes em levar vantagem em tudo sempre, enganar, trair, mentir e roubar. Se não houver uma mudança real dentro de nós mesmos, continuaremos colocando lá, pelo voto, reflexos daquilo que nos mesmos somos!

  49. tudo tem que ser investigado, mas ou essa reportagem é uma merd. ou depois de 2 anos de investigação , quebras de sigilo bancário, fiscal e telefônico do cara só surgiu isso, tipo possível complô para fuga no ano passado que não aconteceu se isso for as provas para prisão, não vai ter um deputado carioca nas ruas

  50. Tem que se investigar mesmo qualquer suspeição de crime. Mas por que os outros deputados da assembleia legislativa do rio que movimentaram somas muito mais vultuosas não recebem o mesmo tratamento, como o presidente petista da assembleia?

    1. 42 milhões ele o Presidente, na conta da assessora circulou 23 milhões, a lei é para quem interessa.

    1. “ venham para cima”? Ihhhh , esse aí tá mais p Vittar..

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO