Adriano Machado/CrusoéNão fossem os ataques bolsonaristas, o tribunal provavelmente teria mandado a investigação direto para o arquivo

Inquérito legitimado

De novo, as circunstâncias se sobrepõem à lógica e a jurisprudência se rende à ocasião: graças à sanha dos radicais bolsonaristas, o Supremo chancela o "inquérito do fim do mundo"
19.06.20

“Podem espernear à vontade, criticar à vontade, quem interpreta o regimento do STF é o STF.” Quando o ministro Alexandre de Moraes rebateu, no tom que lhe é peculiar, as críticas feitas ao “inquérito do fim do mundo”, em março de 2019, ele sabia que não falava em nome da corte. A investigação entregue ao seu comando pelo presidente Dias Toffoli, supostamente para apurar ameaças, ofensas e notícias falsas contra os magistrados, estava longe de ser um consenso no Supremo. Alguns pares, como Luiz Fux, manifestaram-se publicamente contra o polêmico procedimento naquele momento, seja pela forma – uma investigação aberta e conduzida por um juiz –, seja pelo objeto, considerado amplo e genérico.

Fosse há alguns meses, a interpretação suscitada por Alexandre sobre o artigo do regimento usado por Toffoli para embasar o inquérito atípico revelaria claras divergências entre os ministros. E o julgamento sobre a legalidade da investigação, provavelmente, teria outro rumo. Só que a sanha da militância bolsonarista contra a Suprema Corte, com direito a um ataque pirotécnico sobre a sede do tribunal em Brasília, no último sábado, 13, acabou legitimando o famigerado inquérito. E uniu os ministros, que vinham demonstrando uma nítida divisão nas votações mais importantes da corte, como a que levou casos de corrupção relacionados à caixa 2 de campanha para a Justiça Eleitoral e a que revogou a prisão após condenação em segunda instância.

Por esmagadora maioria, 10 a 1, o STF decidiu nesta quinta-feira, 18, pela constitucionalidade e manutenção da investigação iniciada há mais de 450 dias, mantendo o temor no Palácio do Planalto quanto à possibilidade de surgir uma bala de prata contra o presidente Jair Bolsonaro, que poderá ser usada nas ações eleitorais que pedem a cassação da chapa presidencial. À exceção do ministro Marco Aurélio Mello, que fulminou o “inquérito natimorto” por considerá-lo “inquisitorial”, os demais membros do STF externaram suas indignações contra os ataques sofridos pelos ministros nas redes sociais e disseram, cada um a seu modo, que a liberdade de expressão não pode servir como escudo para práticas criminosas. Entenderam que, diante da “inércia” dos demais órgãos de investigação, como a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República, sobre as ameaças e ofensas dirigidas aos magistrados, o Supremo tem o poder de investigar os fatos por conta própria e remetê-los para julgamento nas cortes competentes.

Nelson Jr/SCO/STFNelson Jr/SCO/STFAlexandre de Moraes: “Podem espernear à vontade, criticar à vontade”
Foram quatro sessões de videoconferência nas quais alguns dos julgadores deixaram escapar um certo tom de passionalidade em seus votos, a maioria invocando o direito à “legítima defesa” e o risco de “erosão da democracia”. Gilmar Mendes, por exemplo, disparou contra a Lava Jato, dizendo que os próprios procuradores da força-tarefa de Curitiba fomentaram os “ataques odiosos” à corte. Já o decano Celso de Mello, dedicou parte do seu voto para criticar a “insubordinação” do presidente da República às decisões judiciais, em referência à recusa de Bolsonaro em entregar seu celular à Justiça caso o ministro decidisse apreender o aparelho, o que acabou não ocorrendo. O próprio ministro Luiz Fux, que cobrava em 2019 que a investigação fosse remetida à Procuradoria-Geral da República, defendeu a manutenção do inquérito sob a tutela de Alexandre. “É preciso matar no nascedouro esses atos abomináveis que veem sendo praticados contra o Supremo Tribunal Federal”, disse.

Falando como se fosse um promotor de Justiça, cargo que ocupou até o início dos anos 2000, Alexandre soube usar bem as armas que tinha para comover os demais ministros na defesa de seu incomum inquérito. Escolheu ler as ameaças mais duras para ler aos pares, como a de uma advogada do Rio Grande do Sul. “Que estuprem e matem as filhas dos ordinários ministros do Supremo Tribunal Federal”, escreveu a mulher em seu perfil no Facebook, em novembro do ano passado. “Em nenhum lugar do mundo isso é liberdade de expressão. Isso é bandidagem, isso é criminalidade”, bradou. Segundo a PGR, a advogada já foi denunciada pelo Ministério Público na primeira instância da Justiça local.

Todos os ministros destacaram a importância de combater e punir os ataques orquestrados e financiados contra o Supremo e seus membros, preservando o direito à liberdade de expressão assegurado pela Constituição. Mas coube ao relator Edson Fachin, com apoio do ministro Luís Roberto Barroso, tentar delimitar o objeto do inquérito em que tudo cabe – coube até a censura a Crusoé e ao Antagonista, em abril do ano passado. Agora, a investigação deve se limitar a ameaças que coloquem em risco a independência do Judiciário, e deve ser acompanhada pelo Ministério Público, a quem cabe oferecer denúncia ou arquivar o caso. Nas palavras de Barroso, o objetivo é “afastar qualquer interpretação equivocada de que haja arbítrio cometido no seio do Supremo Tribunal Federal”.

Nelson Jr./SCO/STFNelson Jr./SCO/STFBarroso, assim como Fachin, defendeu a necessidade de delimitar o inquérito
A modulação, contudo, não reduziu os poderes de Alexandre na condução do inquérito, que já soma 74 procedimentos distintos. Conforme Crusoé revelou na edição passada, o ministro montou um aparato de inteligência e investigação em seu próprio gabinete e requisitou peritos criminais de São Paulo para manter a investigação sob seu total controle, afastando a participação da Polícia Federal. Em seu voto, o ministro afirmou que a PF “não tem o monopólio da investigação”, citando como exemplo as CPIs instaladas no Congresso.

Alexandre concordou com os limites propostos pelos colegas ao inquérito, mas continuará sob o seu crivo o que realmente deve ser investigado. Até agora, segundo ele, 70 dos 74 apensos da investigação já foram remetidos para investigação ou julgamento em outras instâncias. Dois permanecem sob sua batuta e em segredo, sem o conhecimento inclusive da PGR. A suspeita é que eles envolvam o grupo de assessores palacianos ligados ao vereador Carlos Bolsonaro e que integram o chamado “Gabinete do Ódio”. O grupo foi citado em depoimentos colhidos pela equipe do ministro no STF, mas ainda não foi alvo de medidas como busca e apreensão ou quebra de sigilos bancário e telefônico.

Dentro da corte, ficou o recado a Alexandre de que é preciso ser mais transparente e objetivo na condução do inquérito, mas o entendimento quase unânime de que uma ofensa ou ameaça dirigida a um magistrado específico será vista como um ataque à instituição. “A instauração do inquérito se impôs e se impõe não porque o queremos ou gostemos, mas porque não podemos banalizar os ataques e as ameaças ao Supremo Tribunal Federal”, afirmou Toffoli. O “inquérito do fim do mundo” foi aberto pelo presidente do STF no momento que um grupo de parlamentares de oposição e situação colhiam assinaturas para instalar a CPI da Lava Toga, para investigar também magistrados da Suprema Corte. Em mais um sinal de como no Brasil tudo muda ao sabor das circunstâncias, e não apenas no Judiciário, uma parte desse grupo, que chegou a pedir o impeachment de ministros, desistiu da briga e agora defende o inquérito por seu potencial de colher, de maneira impiedosa, as falanges bolsonaristas das redes sociais. O inquérito inconstitucional, assim, obteve uma espécie de indulgência plenária. Mas uma velha pergunta se impõe, independentemente dos resultados que ele poderá alcançar: os fins justificam os meios?

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. STF na sua maioria formada por advogados incompetentes , que se quer passaram em concurso público para juiz . Foram colocados por ex presidentes corruptos e manterem suas impunidades . Portanto , não é de estranhar eles inventarem crime ( fake news não passou nem pela Câmara) . O STF não pode criar leis . Faz tempo que STF não prende marginais , apenas solta ou deixa prescrever .

  2. “De novo, as circunstâncias se sobrepõem à lógica e a jurisprudência se rende à ocasião: graças à sanha dos radicais bolsonaristas, o Supremo chancela o "inquérito do fim do mundo" Discordo do acima publicado. O STF age porque não suporta a crítica legítima do povo e o faz de forma autoritária e fora das leis, conforme vários juristas. Caberia ao SENADO fazer impeachment de ministros do STF para por fim no autoritarismo de membros do STF. Vocês da CRUSOE deveriam estar apoiando o desejo do povo

  3. Agora sim! postura correta. Os fins justificam os meios? O STF se iguala aos radicais defensores do AI-5 e outros absurdos ditatoriais e adota posicionamento arbitrário, anti-democrático e Facista. O STF prova mais uma vez que seus críticos têm razão; vivemos em uma ditadura do STF. Que, além de interferir em competência do legislativo e executivo, passa a adorar um julgamento inquisitorial. Triste e lamentável o que estes 11 ministros estão fazendo com esta nobre instituição.

  4. Parabéns Crusoé por informar seus assinantes. A interpretação e a qualificação do conteúdo é livre e depende do alcance e modelo mental de cada um.

  5. A CornoÉ encontrou a mulher com o Ricardão (STF) em cima do sofá. Desnorteada sobre o que fazer decidiu jogar o sofá no lixo.

  6. Ao culpar os bolsonaristas por esse absurdo, eCrusoé está passando pano para a composição mais incompetente e ativista que o STF já teve. Culpar os apoiadores do presidente pelo prosseguimento desse processo infame não abala o presidente, notório defensor das liberdades individuais, mas liquida com o prestígio da revista.

  7. Ao que parece, a censura à revista vingou e agora fui censurado PELA revista (4 tentativa de comentário). Já a matéria é péssima. Sanha de bolsonaristas radicais? Não! Quem pariu isso que o crie! Esse inquérito é matéria fecal que agora fede com beneplácito de 10 deslumbrados. Não tenho nada com isso (se até tweet é causa de crime e prisão podem me considerar um radical).

  8. "Sanha de bolsonaristas radicais"? Quem pariu que cuide, não tenho (sim, agora que escrever besteira no tweet causa prisão, podem me considerar um radical) nada com essa merda de inquérito que continua a feder agora com o beneplácito de 10 deslumbrados (por favor não me prendam, eu quis dizer excelentes deslumbrados).

  9. Sanha dos radicais bolsonaristas???? Quem pariu essa merda que cuide! Não tenho (já que agora ativismo político no twitter pode render prisão - podem me considerar um radical) nada com isso. Matéria de merda, igual o inquérito que continua a feder, agora com beneplácito de 10 "excelentes" deslumbrados (eu ainda deslumbrado quanto à liberdade de expressão mas logo isso também poderá me faltar).

  10. Crusoé e Antagonista mudaram... Será que o patrão acertou algum contrato, ou patrocínio fora da curva? Nosso país foi colonizado por bandidos, que estavam fugindo da europa. Infelizmente, está muito difícil, achar pessoas decentes, que não se vendam a qualuqer interesse. Ah! Infelizmente paguei minha assinatura à vista!!!

  11. O problema na está na Instituiçao, o problema é a qualidade ordinaria e cultural dos Ministros, nomeado nos último o 30 anos, todos possuem função e comprometimentos ideologicos...São absolutista..aplicam o Inicio, meio e fim são uma excrecencia JURIDICA. Nada mais que isso!.

  12. O Fábio Leite faz um comentário quase pedindo desculpas por estar escrevendo o que escreveu......ora........o que esse rapaz , Moraes faz com o absurdo e estúpido apoio dos seus colegas é inconstitucional , é na verdade um tribunal de exceção ...isto sim é anti-democrático...nada de meias palavras....etc e tal

  13. "Sanha dos radicais bolsonaristas" ?!?!? É por esse entre outros que perdi completamente a confiança nessa revista. Paguei no CC e a atendente diz que não vai cancelar... perdi o prazo, no entanto tenho que ler essas m..erdas, ver bons colunistas saírem e aguentar trairás fracassadas contratados para nos lermos baboseiras inúteis. O cancelamento desse lixo tem que ser por telefone, deveria ser online como foi a assinatura... A Revista Oeste esta dando um show...

  14. Que pocilga!... Brasília é dominada por criminosos nós 3 Poderes da República, parece que desde sempre. Acho oportuno trazer a tona a discussão sobre os critérios para indicação ao STF.

  15. É inacreditável a postura dos "juízes" da STFVERGONHANACIONAL! Tentam fazer malabarismo jurídico para viabilizar o inquérito. Mais inaceitável ainda,é a postura dessa revista, que foi vítima desse mesmo inquérito e age como se o fato não existisse!! Já cancelei minha assinatura!

    1. Pra eleger Moro ou um compadre do PSDB a Crusoé faz qualquer negócio.

    2. Alguns jornalistas da Crusoé perderam totalmente o pudor, lutam para eleger Moro ou algum compadre do PSDB.

    3. também cancelei minha assinatura !!! fui para oeste!

    4. Apoiado. Pena que a CRUSUÉ, tenha mudado o rumo editorial e tenha se juntado a imprensa do bloco "atirei-o-pau-no-Bozo" , que não enxerga as evidencias de melhoria no Brasil e o que é pior, superestima e aumenta os defeitos do Governo, como que lutasse para a volta da Corrupção generalizada de antes. Por isso já cancelei minha renovação automática. Não vou patrocinar isso não.

    5. Também cancelei minha renovação. É inacreditável a virada em 180 graus desta revista. Hoje apoiando atrocidades e 'criando' material para buscar legitimar a tentativa de derrubada do governo já anunciada ou, em outras palavras, 'vamos tomar o poder. o que é diferente de ganhar eleição' uma sugestão se ainda não conhece vai lá na revista terça livre Que Deus abençoe todos os brasileiros e dê o livramento do pior para a nossa nação.

  16. O STF é uma vergonha para mim, um tribunal onde uma parte age como apadrinhado político. E o pior ainda é que, no Senado não temos nem 1/3 de senadores idealistas, republicanos e patriotas com coragem para abrir uma CPI da Lava Toga. Conclusão: o STF é ruim e nossos políticos piores ainda.

  17. Não houve sanha da militância bolsonarista, como o autor do artigo mencionou. Na verdade, são os brasileiros comuns, patriotas que estão cansados de assistirem os membros do Supremo rasgarem a Constituições. Vejam quantos julgamentos de políticos prescreveram e quantas decisões foram mudadas, como a prisão em segunda instância, sem qualquer embasamento legal. Atualmente, a maioria dos brasileiros conhece o nome dos membros do STF, e não é por orgulho deles nem da instituição a qual pertencem.

  18. Alguém - Diogo, asco! Jamais dirá, ficou marrom etc. - diga a eles: são falíveis, são imortais e escórias! Pensam estarem acima até de Deus! O povo abaixo dos pés! Alguém os digam, todo poder emana do povo e, na falta de representatividade, por ele será diretamente exercido! Senado, não se omita, pois o povo não perdoará. E não venham falar que o povo é antidemocrático. Supremo é o povo patriota!

  19. Este Juiz do STF está mostrando a q veio, com seu estilo de xerife mexicano, só não é gordo mas bem ridículo. Este STF quer nosso respeito na marra , senão nos prende. Porque Mainard você não o crítica como fez com o nosso ex ministro da educação? Está com medo ??

  20. Infelizmente o STF faz o que bem entende, rasga a constituição, e fica por isso mesmo. Este país está precisando de uma boa sacudida para tirar poeira, bolor e mau cheiro...

  21. Pois é. Triste momento em que o STF exorbita de seus poderes constitucionais e deixa de ser guardião da constituição para se arvorar em investigador de ofensas à honra de ministros. A ideia é tão esdrúxula que é até difícil comentar, o que o Ministro Marco Aurélio já pontuou. Mas acrescento apenas isso: a vítima requisitar recursos humanos e materiais para investigar suposta agressão contra si é o cúmulo do patrimonialismo.

  22. Este foi o maior absurdo jurídico em todos os tempos. O país e a nossa Democracia foi para o vinagre. Pois acabou à justiça isenta. Agora ela cria leis e se acobertam de jurisprudências falsas. E toda a mídia se calou.

  23. O STF se é que um dia teve, jamais terá prestígio no Brasil. Em última análise eles defendem os seus e buscam na subjetividade da lei o encobrimento da farça decisória. Que prendam em segunda instância. Ops, agora pode prender os meus. Então que não prendam. São um bando de hipócritas olhando para a massa do alto da sua sapiência tosca e viesada. Estão mais preocupados em manter o caviar dos seus jantares pago pela massa famélica e ignara.

  24. Não foi esta revista que eu assinei. Depois da censura que sofreu passou para o lado de lá, esquecendo que a imparciaidade é a pedra fundamental do bom jornalismo. Hoje se orgulha de contratar um Sergio Moro que já mostrou o que é. Se fosse uma revista em papel a Crusoé atual serviria para forrar o fundo da gaiola do papagaio; sendo apenas digital, já não tem nenhuma serventia.

    1. o objetivo dá revista é claro: eleger Moro ou algum compadre do PSDB.

    2. Totalmente de acordo. 'Ontem' foram censurados e a revista foi fechada. 'Hoje' corroboram para tentar justificar o injustificável. Tudo em prol de algum 'benefício' com o apoio declarado que a revista tem dado à construção da narrativa que tenta 'legitimar' a tomada do poder declarada por José Dirceu antes das eleições. Quem vai ganhar com isto? A população que não é!!!! Deixem o executivo trabalhar e em 2022 que cada um vote segundo a sua consciência! Desde o primeiro dia o governo é atacado!

  25. Cada um analisa os fatos como quer! Quero ver na hora do Crusoé renovar assinaturas. Já tá parecendo o jornal O Globo. Pena...

    1. De acordo. Sugestão procurem a revista terça livre! Minha renovação também está cancelada. Impossível ler esse lixo! Mas guardem bem os nomes daqueles que hoje fazem parte desta revista e que por algum 'motivo' querem ajudar a entregar o Brasil e o povo brasileiro em uma bandeja. Porque creio em Deus que esta nação cristã e em oração sairá vitoriosa e amanhã estes mesmos estarão novamente buscando leitores e com narrativas totalmente opostas!

  26. Lavagem de roupa suja, lavagem de dinheiro e agora aquela vergonha nacional do stf inventa a lavagem de inquéritos ilegais. Atacar supremos corruptos, sem nenhum saber jurídico, quanto mais notório, que manobram nas sombras para proteger partidários não é atacar o Supremo. É atacar bandidos

  27. Quando foi aprovado a reeleição do FHC se deu o ponta pé inicial para o que estamos vivendo. Não era difícil imaginar uma soberania de um PARTIDO e aí uma maioria nomeada por uma única mão produz esses resultado Crusoé outra vítima desse sistema não parece mais se preocupar com a convalidação de um processo absurdamente irregular.

  28. Lamento que os Ministros Rosa Weber, Barroso e Fachin, tenham referendado esse monstro incestuoso da dupla Tóffoli e Moraes. Dos outros eu nada espero. Salvou-se Marco Aurélio. Meu Deus, há que se exigir ética e moralidade e disciplina a esses membros do STF!

  29. A sanha de uns é boa desculpa para o supremo, que a cada dia mais se apequena, concluir que o que era inconstitucional ontem, não mais o é hoje.

  30. Vocês mudaram a linha ideológica depois da censura. A Folha Política foi violentamente fechada por ordem do Alexandre de Moraes (o mesmo inquisidor que censurou vocês) e nem uma palavra contra essa infame violação da liberdade de expressão. A que ponto chegamos, a mídia autoproclamada independente se chafurda na mesma lama dos ferrenhos defensores do establishment podre e corrupto!

  31. Em duelo de bandidos faz sentido perguntar se a arma usada por um deles está devidamente registrada? Um purista, legalista, nefelibata, diria SIM. Uma vítima contumaz, indefesa e desesperançada rogaria aos Céus QUE TODOS OS TIROS, DISPARADOS PELOS DOIS LADOS, FOSSEM FATAIS. AMÉM!!

  32. Verdade, esse famigerado inquérito do fim do mundo, era pra ser arquivado, mas essa gente é maquiavélica, os fins justificam os meios. E agem por birra, não pelos ditames da racionalidade e do juízo.

  33. O STF se tornou uma “coisa” repulsiva. Suas decisões são temerárias, afrontam e derrubam as mais significativas teses jurídicas, arrombam o ordenamento jurídico. Se para o Sérgio Moro o país precisa de moral e não de fuzis, certamente o STF se armou de fuzis e se esqueceu da moral.

    1. Isso! Não há tese, não há trâmite legal! O STF decidiu ser a própria Constituição.

  34. mas tropa de asnos ou mal intencionados !!!! como fogos de artificios seriam justificativa para interpretação equivocada, política e casuística do STF, faz me rir .... e pensar que esta revista foi censurada pelo mesmo STF, borraram-se todos ou foram cooptados ?

  35. É lamentável que o ódio por um governo seja capaz de fazer com que "jornalistas", assim como o avestruz, engulam qualquer coisa e queiram que os seus assinantes/leitores, aqueles que acreditaram que essa revista seria REALMENTE uma ILHA, mas agora decepcionados percebem e "VEJAm" que trouxeram tudo o que aprenderam em outros lugares e agora querem nos enfiar goela abaixo a sua opnião; ORA BOLAS, o STF está a serviço da esquerda e a esquerda quebrou o meu BRASIL.

  36. Muito boa a reportagem, realmente o julgamento dessa semana tivesse sido no ano passado, o inquérito teria caído. Mas faltou uma informação importante nessa reportagem: a PGR e a AGU deram, no julgamento dessa semana, pareceres favoráveis a esse inquérito, com as mesmas ressalvas que outros ministros. Como o chefe do AGU é o Bolsonaro, só posso concluir que esse último foi favorável a esse inquérito, de outra forma já teria demitido o AGU.

  37. Ou seja o STF está montando uma GESTAPO ou SS para garantir suas merdas. Espero que tenham o mesmo fim dos comandantes dessas divisões

    1. Esta revista se transformou em outra Folha de São Paulo: o tempo todo atacando o governo. NUNCA mais verão o meu dinheiro da assinatura. Se eu quisesse ler "notícias" da Foice de São Paulo eu leria a própria.

    2. Crusoé não precisa mais de assinantes, já tem partido, financiando,esse jornalismo prostituto

  38. Esse inquérito é uma aberração e todas as provas colhidas nele são nulas! Isso é um fato! As questões de mérito devem ser encaminhadas às instâncias competentes e começar do zero.

  39. Prova incontestável de que os ministros não são imparciais, no entanto, "manda quem pode obedece quem tem juízo"! Espero um posicionamento coerente por parte do legislativo quanto ao tema.

  40. Quanto está custando a nós, que suamos para pagar os mais altos impostos do mundo, essa estrutura paralela, ditatorial, essa GESTAPO dessa canalhada do STF? Somos a escória do mundo.

  41. Vocês deveriam ter aceitado meu pedido de cancelamento da minha assinatura quando solicitei,agora sou obrigado a pagar até outubro por um produto que não me satisfaz. Essa de imparcialidade é uma monstruosa fake News.

  42. Esse processo é INCONSTITUCIONAL e ponto final! Alguém precisa dizer aos aloprados do STF que a constituição não permite isso e portanto o processo tem que ser extinto. Dos 11 teve um que disse, mas já era voto vencido. Não é à toa que o STF é a Instituição mais desprestigiada da República!

  43. impressionante como vocês da Crusoé e Antagonista publicam esta notícia parecendo que estão tendo um orgasmo , mas "esquecem" que o STF já censurou esta revista e poderá repetir, caso contrariem os "DEUSES"!

  44. Já estamos numa ditadura jurídica. Esses ministro rasgam toda a hora a Constituição. Quando se vai frear isso não se sabe.

    1. “A imprensa é muito séria, se você pagar eles até publicam a verdade” Juca Chaves

  45. "Inquérito do fim do mundo" inconstitucional não para os semideuses q se sentiram incomodados com as críticas e principalmente com as declarações do ex-ministro da Educação q disse q em Brasília tinha "um bando de vagabundos que mandaria prender , a começar pelo STF" Corajoso, disse que a maioria da sociedade tem vontade de colocar p fora,, após tantas decisões q trouxeram gde retrocesso ao país, como a revogação da prisão em 2a. Instância, p soltar os corruptos amigos.

  46. O inquérito é claramente inconstitucional, pena que quase toda imprensa aderiu ao lema “os fins justificam os meios”. Só a Crusoé, que sofreu na pela a censura absurda decretada pelo ministro-inquisidor, insurgiu-se contra a ilegalidade. Acho que a postura do STF é um tiro no pé: espancar a Constituição para atingir os bolsonaristas só alimenta esse ciclo de radicalismo.

  47. Alexandre de Moraes foi muito omisso nas votações da prisão após segunda instância, juiz de garantias, soltura de Lula e toneladas de outros bandidos. Por que essa sanha? Por que tanta falta de empenho contra os demais bandidos? Os membros do STF são regiamente pagos com o dinheiro do povo para julgar rapidamente todos os bandidos corruptores e corrompidos e deixam prescrever. Porém nada acontece no STF, até rimou! Não vi um caso sequer de corrupto de alto escalão voltar a ser preso.

  48. Bom ver a Crusoe voltando ao seu normal. Mas colocar na conta de jornalistas e políticos a sana ditatorial do STF, não cola. Essa sanha vem de 2019. Espero que o Aras cumpra seu papel de arquivamento.

  49. Excelente relato das circunstâncias que cercam o tal "inquérito do fim do mundo" ou "Ato Institucional nr. 6". O STF aparelhado pelo PT livrou o Lula da cadeia com uma acrobacia jurídica e continuará a produzir estripulias institucionais ilegais. Lamentável. A justiça disfuncional.

    1. lembrando que o STF julgou as ações abertas pelo Conselho da OAB, partido PCdoB, partido Patriota. foram eles quem abriram as ações para extinção da prisão em segu da instância. que após veredicto de 6 a 5 votos, foi extinta, e imediatamente soltaram Lula. retrocesso isso.

  50. Revista crusoé (em minusculo) virou publicação partidária. Que vergonha. Esqueceram e aboliram muitas coisas, né? Medo STF?

  51. O inquérito é inconstitucional, qualquer estudante de Direito reconhece isso. Mas se é o próprio STF quem julga...a quem recorrer?

  52. Marco Aurélio, o ministro mais subserviente (aos bandidos graúdos) da história do STF, desta vez votou de acordo com a lei. Ao contrário das milhares de vezes em que foi o único que discordava por leitura distorcida da lei.

  53. "amigo do amigo de meu pai", Gilmar Mendes soltador de bandido, revogação da prisão após condenação em segunda instância e soltura do Lula, etc. etc. E os "ilustres" ainda acha que as críticas são ataques às instituições???? Mas toda hora é essa narrativa de querer colocar a culpa na "milícia criminosa" que fica mandando "twits criminosos".

  54. ...entender o que acontecesse nesse país, pois nessa linha baixa e rasteira de CONTRA E A FAVOR de Bolsonaro, eu já tenho várias opiniões da Grande e Parcial Mídia Brasileira.

  55. OU SEJA, MAIS UMA VEZ A REVISTA CRUSOÉ SE CURVOU A TESE DOMINANTE NA MÍDIA QUE O GOVERNO DE BOLSONARO É O RESPONSÁVEL POR TUDO DE RUIM QUE ACONTECE NO BRASIL. QUE DIZER ENTÃO QUE VOCÊS VÃO UTILIZAR A REAÇÃO DOS BOLSONARISTA PARA JUSTIFICAR ESTE ABSURDO COMETIDO PELA SUPREMA CORTE, ENTÃO A PARTIR DE AGORA O STF DEIXA DE SER UMA SUPREMA CORTE DE JUSTIÇA PARA PASSAR A SER UMA SUPREMA CORTE POLÍTICA. ENTÃO SÓ ME RESTA AGORA PROCURAR OUTRO MEIO IMPARCIAL DE JORNALISMO PARA TENTAR.....

  56. Queriam o que as excelências devoradoras de lagostas, depois do histórico decisões a favor de interesses inconfessáveis? Respeito? Respeitem primeiro a própria instituição que os abriga, para depois cobrar respeitos ao público. Aliás, respeito não se impõem, se conquista pelo exemplo! Que queriam depois de calar o Coaf e a receita federal? Enquadrar o poder executivo? Com esse histórico? Pela sobrevivência da democracia, o acesso ao STF por indicações politicas tem que ser sustado urgentemente!

  57. Com essa matéria a Crusoé escancarou que se vendeu ao mais do mesmo. Colocar a culpa na sanha indecente do STF aos radicais adeptos de Bolsonaro é uó. Devem estar sofrendo de amnésia depois que foram censurados. Fecha essa bodega.

    1. exatamente isso!!!!sai do armário Crusoé, PSDB de carteirinha.

  58. Quanta bobagem. O caso é muito simples. O STF julga - ou deveria- conforme o Direito. Ou o inquérito é lícito ou é ilícito. Simples assim! Falar de outras razões só levam a conclusão de que o STF faz julgamentos políticos. Se o STF faz julgamentos políticos, ele deve ser julgado pelo povo. O povo deveria influir mais nos rumos dos ministros.

  59. Para ferrar Bolsonaro a Crusoé está perto, muito perto, de admitir a sua culpa no caso da censura. A ditadura da Toga é obvia e, da grande mídia, apenas uma (excelente) matéria no Estadão. Crusoé se acovardou, se apequenou e hoje é mais do mesmo. Decepção.

  60. que matéria parcial, pode cometer abusos judiciais, desde que, não seja comigo, Crusoé não deu uma nota,a respeito da censura no jornal folha política, caí no conto do vigário, propaganda enganosa, Crusoé!!!

  61. Nunca, jamais, os fins justificarão os meios. Aos que estão achando tudo isso muito lindo porque envolve a trupe de extremistas bolsonaristas, aviso: a alça de mira pode mudar ao sabor do atirador!

  62. é assim que caminha o Brasil a décadas , para se combater alguns abusos , sempre são cometidos abusos maiores , e o único que não participa e não tem culpa de nada só podendo assistir , é o povo brasileiro que sempre sofre as consequências e paga por tudo , além claro de cada a cada dia ver seus direitos e suas liberdades sempre diminuindo , e vendo que a lei por aqui sempre tem várias interpretações de acordo com os interesses de quem tem o poder , mesmo que não seja legítimo.

  63. Graças aos " 300" / 30 foguetório, 10 a 1 veio a calhar. Mta burrice e cafonice desses " apoiadores ". Estratégia surreal dessa militância!

  64. Inquérito do fim do mundo, é um nome muito apropriado para mais esse 'imbroglio' arranjado pelo STF. Quando da votação do Pacote Anticrime no Congresso, institiu-se a figura do Juiz de Garantias. O argumento básico foi de que não podia ser permitido que o mesmo Juiz que investigasse, fosse aquele que também julgasse. No entanto, o malfadado inquérito em questão, foi mais longe: um mesmo Juiz é quem acusa, quem investiga e quem julga. Pesos e medidas diferentes. Quem pode levar a sério a Corte?

    1. Quando o maléfico stf censurou a Crusoé todos gritamos, fiquei tão revoltada e fiz assinatura, agora com esse inquérito nefasto, uma verdadeira aberração do final do mundo - a Crusoé fica caladinha. Dor de barriga não dá só uma vez...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO