Pedro França/Agencia Senado

Vacina mencionada por Wajngarten na CPI não aparece em carta assinada em Israel

15.05.21 16:35

Na viagem que fez em março a Israel, o governo brasileiro, por meio do então chanceler Ernesto Araújo, assinou duas cartas de intenções: uma com a empresa privada que desenvolve o tal “spray milagroso” ainda em fase de testes que supostamente funcionaria contra o coronavírus, como mostrou Crusoé, e outra com o Hospital Hadassah, que produz uma vacina contra a Covid-19 cujos ensaios clínicos estão em fase 3, última etapa antes da aprovação.

O imunizante foi mencionado pelo ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten em seu depoimento à CPI da Covid no Senado como um dos pontos tratados na viagem pela comitiva brasileira, que contou com um elenco estrelado de bolsonaristas, incluindo o próprio ex-chefe da Secom, o deputado Hélio Lopes, o olavista Filipe Martins e Eduardo Bolsonaro, além de Ernesto.

Ocorre que o documento assinado pelo governo não prevê uma parceria específica relacionada à vacina. Na carta obtida por Crusoé, o tema é tratado de maneira genérica. “As partes chegaram a um entendimento sobre a intenção de fomentar a cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação e a troca de informações na área de ciências da vida, com ênfase em doenças infecciosas, especialmente com relação ao coronavírus, doenças não transmissíveis, desenvolvimento de novos tratamentos e ferramentas de diagnóstico, desenvolvimento de medicamentos para doenças infecciosas e desenvolvimento de vacinas”, diz o acordo.

Os termos do acordo com o Hospital Hadassah contrastam com os expressos na carta assinada por Ernesto com a empresa desenvolvedora do “spray milagroso” contra a Covid-19. Mesmo com evidências consideradas “incipientes” pelo Ministério da Saúde, o então chanceler se comprometeu nesse outro caso a fazer com que o medicamento deslanchasse no Brasil.

Leia a íntegra da carta de intenções assinada pelo governo com o Hospital Hadassah.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Se entendi, em outras palavras, Significa, vocês estão por sua conta nessa, não há direitos nem benefícios. E assinaram ...

  2. Que tal mandar este Fábio Picareta para a prisão por mentir em público. Em outro país, já teria feito harakiri. Bozistas, por favor, façam harakiri coletivo. Seria um grande presente para a nação.

  3. este grupo de pseudo cientistas que viajou a Israel .deveriam é devolver ao caixa do tesouro.o dinheiro esbanjado por eles nesta viagem se o Brasil fosse governado por um alguém que raciocinasse o mínimo possível

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO