Lula Marques/PT na Camara

PGR apura se Damares Alves tentou impedir aborto em menina de 10 anos

09.11.20 19:43

O procurador-geral da República, Augusto Aras (foto), abriu uma investigação preliminar sobre a suposta ação da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, nos bastidores para impedir que uma criança de dez anos realizasse o aborto legal após ser estuprada pelo tio. O caso ganhou repercussão nacional em agosto.

Aras comunicou o Supremo Tribunal Federal sobre a apuração na sexta-feira, 6. A manifestação ocorreu em resposta à notícia-crime em que parlamentares da oposição pediram que a PGR denunciasse a ministra em razão da investida.

“A presente notícia-crime deu ensejo à instauração de notícia de fato
nesta Procuradoria-Geral da República, para que se apure o ocorrido. Caso surjam indícios mais robustos de possível prática de ilícitos penais pela noticiada, poderá ser requerida a instauração de inquérito nesse STF”, escreveu Aras.

A suposta ofensiva de Damares foi revelada pelo jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a reportagem, a ministra tentou transferir a criança capixaba de São Mateus, onde vivia, para um hospital em Jacareí, em São Paulo. A intenção era que, na unidade médica, a menina aguardasse a evolução da gestação e tivesse o bebê, apesar do risco de vida.

Para isso, Damares teria enviado à cidade capixaba representantes do ministério e aliados políticos, em uma série de reuniões, nas quais pressionaram os responsáveis por conduzir os procedimentos, chegando até mesmo a oferecer benfeitorias ao conselho tutelar local.

Além disso, pessoas envolvidas no processo afirmam que os representantes da ministra seriam os responsáveis pelo vazamento do nome da criança à ativista Sara Winter, que o divulgou nas redes sociais. A exposição da menina, que atenta contra o Estatuto da Criança e do Adolescente, fez da vítima alvo de ameaças.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Precisa apurar? O mundo inteiro assistiu atônito às cenas cruéis daqueles loucos-varridos liderados pela Sara Winter (assessora da ministra) gritando na frente do hospital! Aquela pobre criança não precisava ter passado por mais essa tortura psicológica...

  2. Essa Damares deveria ser expulsa deste Ministério, processada e presa, nenhuma garantia a vida de um feto deve estar acima da vida de uma criança de 10 anos ou mulher estuprada, cada discussão ridícula neste governo facista.

    1. O senhor q parece saber qual foi a verdade.. pela forma como escreveu deve conhecer a família da criança e em nome dela falar, poderia esclarecer-nos, por favor?

  3. Jogo de cena para parecer que o PGR nao esta fechado com o Bolsonaro, no final nao vai nada e algumas pessoas vao achar que o Aras e imparcial kkkkk, acreditem se quiser , chega de aparelhamento, chega de impunidade, chega de foro privilegiado e ja passou da hora de prender de verdade corruptos e bandidos poderosos .

  4. Todos sabemos que ela tentou impedir. Mas alguém quer apostar comigo que o seu Aras não vai encontrar nenhum indício nessa investigação? Eu aposto.

  5. Esse Aras parece ter a mesma psicopatia do seu capitão cloroquina, age sempre num morde e assopra. Ou então finge que morde para não perder a oportunidade da indicação prometida pelo Mitomaníaco, é só mais um engodo.

  6. Nada contra religião, assim como nada contra o agnosticismo! Trata-se de tema de foro íntimo, no qual ninguém é chamado a meter a bicanca. Mas leis devem ser acatadas enqto vigoram. De outro modo, que se declare a anarquia geral e irrestrita. Assegure-se ao contribuinte -- que a todos remunera -- o direito de sustar a coleta de tributos. Lembram-se daquele arcebispo de Recife que optou por fugir de madrugada para evitar encontro com católicos revoltados com o fanatismo dele, em caso parecido?

    1. O contribuinte vota. Ele se apresenta como Davi-Eleitor, munido de seixos e estilingue certeiros, disposto a abater vampiros e zumbis fantasiados de Golias. O contribuinte, do qual se extraem tributos de porte europeu em troca de bens e serviços moçambicanos, é pragmático, exibindo pouca simpatia por brucutus da extrema esquerda e brutucus da extrema direita. Os primeiros não escutaram o estrépito associado com a queda do muro de Berlim. Os últimos tiram partido da brutal ignorância popular.

  7. Será q aras já perguntou o q ele deve responder?.. Pq ministro é aquilo.. às vezes tá bem cotado, às vezes não.. E ele, como se sabe, não decepciona em um parecer q seja. Sempre acerta. Já deve tá sabendo.

  8. Advinha o resultado da ""investigação do taras"": a ""malucona doidona e perversa"" será absolvida e a criança será acusada e condenada por ""estupro culposo"" a mando do broncossauro!!!!... 🤨🤨🤨🤯🤯🤯😱😱😱

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO