Reprodução/redes sociais

Maduro e a hipocrisia humanitária para Cuba

08.02.19 18:45

Entre 250 mil e 300 mil pessoas correm risco de morrer por inanição ou falta de remédios na Venezuela e o ditador Nicolás Maduro se recusa a receber ajuda humanitária dos Estados Unidos e de outros países.

Mais do que isso. Na manhã da sexta-feira, 8, Maduro enviou um navio militar (foto) com 100 toneladas de ajuda humanitária e material de construção para Cuba, que foi atingida por um tornado nos últimos dias.

O ditador faz isso porque nega que seu país esteja sofrendo uma crise humanitária. Também quer mostrar que tem amigos no exterior. “Venezuela não está sozinha”, escreveu no Twitter a embaixada do país em Havana, ao lado de uma imagem do navio.

O envio de ajuda humanitária para Cuba em um momento como o atual, contudo, só será mais um ingrediente ao caldo de ressentimento que já existe contra o ditador.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Falam dele como se a escolha desse banana não fosse pelo voto dos Venezuelanos. Assim como chaves antes dele. Tenho pena, mas não esqueço q Maduro assumiu por um eleição e não por um golpe armado. Brasil estava no mesmo caminho, mas aqui tivemos um lampejo de consciência.

  2. Inacreditável!!!!!! O povo na maior diáspora da América do Sul, a fome matando a dignidade de todos e “ele” com atitudes bizarras!!!!!

    1. Gleissy? A Gleosy Hoffman, a amante ? Rsrsrsrsrs, deve está fazendo amor, não sei com quem, mas é por necessidade de ralaxar. Deixem ela descansar. Gente eu faço esta sátira, porque neste país muita coisa virou satirização . Deus tenha piedade de nós!

  3. Meu Deus como uma pessoa assim dorme a noite com tantas mortes nas costas? Não tem limites a cegueira oportunista dos regimes ditatoriais a custa de vidas humanas.

    1. Pois é, em qualquer lugar, menos na Venezuela! Petralhas são assim, gostam de ver o povo na miséria, mas eles precisam estar no bem bom, sugando em algum outro lugar!

  4. Crianças morrendo de amebíase e inanição na Venezuela. Triste. Ainda bem que em 1964 as forças armadas nos livraram deste sórdido destino.

  5. Sub-raças se enganando. Depois que o Brasil cortou a mamata dos milhões ao governo cubano através dos médicos. Estão fudidos.

  6. Meu Deus!!q Quando vão parar esse monstro. Será o que exercito Venezuela nao tem piedade do seu proprio povo. Nao é possível que nenhuma maldição atinge esses assasinos de inocentes .

  7. Será que ninguém ainda se deu conta de qual o porquê para ele fazer isso? Simples! Está pagando com o suor do povo venezuelano o futuro asilo político que obterá em Cuba.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO