Amia

Grande rabino da Argentina é espancado em casa

26.02.19 16:53

O grande rabino da Argentina, Gabriel Davidovich (foto), foi espancado por um grupo de desconhecidos na madrugada desta terça-feira, 26.

Os homens invadiram sua casa no bairro de Once, em Buenos Aires, e gritaram: “Sabemos que você é o rabino da Amia”.

A Associação Mutual Israelita Argentina (Amia) é a maior organização judaica da Argentina. Em 1994, um atentado a bomba no prédio da entidade deixou 85 mortos.

Davidovich está internado em um centro médico de Buenos Aires. Ele foi jogado no chão e teve nove costelas fraturadas. Seu rosto ficou desfigurado.

O grande rabino estava com sua esposa em casa. Os invasores também levaram dinheiro e bens do casal.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, publicou uma nota sobre o ocorrido, desejando a pronta recuperação do casal. “Não devemos deixar o antissemitismo levantar sua cabeça. Condeno veementemente os recentes atos de antissemitismo e peço à comunidade internacional que tome medidas contra isso”, escreveu Netanyahu.

O vice-cônsul de Israel em São Paulo, Orni Ringer, também se pronunciou: “Não existe razão para o antissemitismo. Trata-se de um subproduto da ignorância e do medo”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Por aqui falamos apenas e tão somente da Marielle Franco. Entendo que esse crime deve de fato ser esclarecido e os assassinos punidos. Mas e os outros crimes? Esse crime em especial? Esse papa é claramente alinhado com as ideias marxistas e dele não se espera nada que preste.

  2. Quero ver a mesma indignação na grande mídia agora que a vítima é um judeu. É preciso localizar e punir rapidamente os culpados!

  3. Olhos bem abertos. O nosso país corre o mesmo risco. Aqui há raízes do antissemitismo. Os políticos da esquerda alimentam-no. Tem guarida em veículos de nossa imprensa. O diabo está ao lado.

  4. A comunidade internacional precisa se pronunciar veementemente contra esse absurdo. Chega de omissão ! Por omissão é que o Holocausto aconteceu!

    1. Até via internet fica fácil sentir o mau cheiro exalado por um ate-semita não é mesmo Zander!

    2. Essa visão de 'povo escolhido', com sentido de povo privilegiado, é cristã e destorcida. O povo escolhido tem a obrigação de preservar a Torah. E faz isso. E paga um alto preço por isso. Um pouco de respeito em troca seria a melhor conduta.

  5. Aparentemente estamos na temporada das fanfics! 🎉🎆🎇🎊 Sigo, por exemplo, algumas mídias israelenses e está cheio delas por lá... Vejam só a criatividade desta aqui: http://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/259624

  6. Hoje ser judeu em Paris e Buenos Aires, pode ser muito perigoso, isto sempre acontece conforme a população islâmica aumenta, outra explicação é falácia.

  7. Lamentável. Esses líderes religiosos precisam tomar muito cuidado com suas seguranças. O mundo está violento. O povo de Israel é ordeiro e pacífico. Não merece saber de tal crime. Viva Israel!

    1. Não apenas nazistas, mas também terroristas muçulmanos. Muitos destes circulam livremente pela América do Sul e são hoje os mais violentos antissemitas.

  8. Onde estão os protestos dos esquerdistas? Ah, a vítima não é um desajustado social, mas apenas uma pessoa ordeira, decente e ainda por cima judeu...

  9. Comunistas são antissemitas. Na Argentina, no Brasil, em qualquer lugar do mundo. O marxismo e suas variantes, que sempre serviram de inspiração aos maiores assassinos da humanidade (Hitler incluído) deveria ser criminalizado em todo país dito civilizado.

  10. Foi um assalto porque queriam o dinheiro, foi um crime bárbaro afinal um idoso indefeso na sua residência e acima de tudo isso é potencialmente muito pior porque eles sabiam que o idoso era um líder religioso importante ao país; com certeza sabiam o que representava para a comunidade judaica argentina e atacaram não um idoso mas a crença de muitos argentinos.

  11. E este é o país que nos deu um "papa". Vergonha, vergonha, vergonha, pelo "papa" dúbio que nos foi dado e por um acontecimento imperdoável como este.

    1. E a agressão em solo portenho semeia ódio no solo do seu coração. Tristes palavras as suas.

  12. Não esqueçam que antissemitismo não é só coisa de nazista. Hoje está se espalhando pelo mundo afora. É um movimento que abarca diversos matizes de diferentes pensamentos. É só ler os jornais estrangeiros para se inteirar do assunto. Os daqui só batem na mesma tecla de neo nazistas.

    1. Neo Nazistas de araque. Inteligente comentário! Parabéns! 👏🏻

  13. Muito triste isso! O nazismo acabou com a queda do império de Hitler amigos. O nome disso é antissemitismo e crime de ódio mesmo. Lamento muito que isso ocorra no nosso lado do hemisfério. Herança maldita dos que fugiram pra este país será?

  14. Qta estupidez! Há 40 anos não tínhamos as facilidades de hj e no entanto nossos jovens estão mais selvagens. Essa sanha radical é tão covarde e estupida. Há lugar para todos e para tudo no mundo. Querendo ou não teremos que conviver com a diversidade.

    1. Pouco provável seja só isso. Antissemitismo está meio fora de moda, sobretudo na latinoamérica...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO