Reprodução/Youtube

Malta não terá ministério, mas assessora é cotada

29.11.18 14:09

O senador Magno Malta não deve ir para o ministério de Jair Bolsonaro, mas uma de suas assessoras tem chances de virar ministra. Trata-se da advogada e pastora evangélica Damares Regina Alves (foto), funcionária do gabinete do político capixaba desde 2015.

Damares é um dos nomes cotados por Bolsonaro para o Ministério dos Direitos Humanos, pasta que também deverá englobar as políticas públicas para as mulheres. A indicação dela seria uma forma de contemplar o senador preterido, que não se reelegeu para o cargo.

Outro nome avaliado é o de quem sugeriu a Bolsonaro manter o ministério: a deputada federal e senadora eleita Mara Gabrilli, do PSDB. A parlamentar, que é tetraplégica, pediu ao presidente eleito para manter a pasta em reunião dele com deputadas da bancada feminina nesta quarta-feira, 28.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Bolsonaro consultou Magno Malta sobre a indicação de sua assessora para o ministério? Bom lembrar que Mara Gabrilli trabalhou contra Bolsonaro.

  2. Essa Mara Gabrilli, nem pensar, alem de não votar no Bolsonaro no segundo turno, ainda era adepta ao #elenão. eu também penso que a Eliana Calmon seria um bom nome.

    1. Apoiado! Eliana Calmon, jurista, equilibrada, deveria assumir o MDH

  3. Eliana Calmon não deveria estar ausente desse governo, cujos membros têm sido escolhidos por critérios de competência e seriedade...

  4. Falaram tanto que o presidente não apoiaria as necessidades da mulher e as minorias, e agora? Já pensaram se ele escolhesse uma mulher negra? que a escolha seja de uma mulher forte, corajosa, inteligente e capaz de fazer muito.

  5. Impressionante como a Eliana Calmon, com toda a sua competência e ética reconhecidas, passa ao largo dessas cogitações para Ministérios. A Mara seria um excelente nome também.

    1. A Eliana Calmon já disse que não aceitará nenhum cargo. Ela se dispôs a colaborar no que for necessário.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO