SergioMoro

Protegendo a democracia – Parte I

20.11.20

As eleições presidenciais americanas e as eleições municipais brasileiras reacenderam a discussão sobre 2022.

Particularmente, reputo prematuro debater nomes e partidos no momento. 2020 ainda não acabou e virá um longo e difícil 2021, também repleto de incertezas, a principal delas quanto à disponibilização ou não da vacina contra o coronavírus. Incertezas também rondam a capacidade do governo federal de realizar reformas modernizantes, o que parece ser essencial para a recuperação da economia. Refiro-me aqui às reformas administrativa e tributária, basicamente. Também seriam importantes reformas para reforçar a prevenção e o combate à corrupção, mas estas são inviáveis no atual quadro político, já que os planos do presidente e de seus aliados, do Centrão, passam longe dessa temática.

Embora seja cedo discutir nomes e partidos, nada nos impede de transformar em rotina permanente o debate de projetos que possam agregar pessoas que acreditam na construção de um futuro melhor para o país. Como cidadãos, temos o direito de sugerir propostas, tanto para o atual como para os governos futuros.

Um projeto fundamental consiste em reforçar a proteção de nossa democracia e das nossas liberdades frente às sempre possíveis ameaças autoritárias.

A ascensão de lideranças populistas no mundo inteiro, à esquerda e à direita, recomenda a adoção de medidas que preservem as nossas instituições democráticas.

Como medida número um, deveria ser extinta a reeleição para cargos no Executivo. Durante toda a República, convivemos bem sem a reeleição de presidentes. Em 1997, por razões muito circunstanciais – permitir a reeleição do então presidente Fernando Henrique Cardoso – foi aprovada uma alteração na Constituição de 1988 com a introdução dessa possibilidade, até então estranha à nossa tradição republicana. Mais recentemente, o próprio ex-presidente, em artigo publicado no Estadão, admitiu tardiamente que a aprovação da emenda fora um erro.

Embora a reeleição tenha a sua lógica, ela não funciona no Brasil, gerando riscos e inconvenientes de toda espécie. Governar exige atender, mas também contrariar interesses. Dizer “não” é, por vezes, mais difícil e tão importante do que dizer “sim”. Não raramente, governar também exige a adoção de políticas públicas impopulares no curto prazo, como a redução das despesas públicas, com o fim de colher benefícios a longo prazo, no caso, a diminuição do déficit fiscal e a redução de juros. A ambição de ser reeleito pode turvar a capacidade do dirigente de tomar as medidas necessárias para o benefício do país e que contrariem interesses especiais ou aspirações momentâneas.

A ocupação do cargo de presidente, ou seja, de mandatário maior da República, parece ainda favorecer o culto à personalidade, o que prejudica o senso crítico não só dos governantes como dos governados. O poder de fato corrompe. Não digo aqui no sentido menos nobre, de receber suborno, mas sim de nublar a capacidade de discernimento de quem o exerce. Isso pode parecer exagero, mas, na história recente do Brasil, tivemos um ex-presidente, da esquerda, que, certa feita, afirmou não ser mais “um ser humano, mas uma ideia”, e, na direita, temos um presidente que é chamado por seus apoiadores de “mito” e que, aparenta, por vezes, acreditar em uma suposta infalibilidade pessoal, ainda que os fatos o desmintam a todo momento.

Se a eleição ao cargo de presidente pode gerar esse tipo de efeito, a reeleição pode multiplicá-lo. Claro que uma dose salutar de autoceticismo talvez fosse suficiente para fazer cessar delírios da espécie, mas o desenho institucional está errado quando favorece esse tipo de pensamento em algumas lideranças e também nos liderados.

A reeleição favorece o surgimento de candidatos a caudilhos ou a ditadores. Sempre haverá a tentação de um terceiro e de um quarto mandato. Já vimos isso na América Latina com Chávez e Evo Morales. A América Latina é um continente fértil para o surgimento de lideranças populistas, à esquerda ou à direita, que reputam imprescindível a sua perpetuação no poder, supostamente em benefício do povo, mas, na realidade, deles mesmos.

Não raramente candidatos à Presidência passam a campanha eleitoral propondo o fim da reeleição para, depois de assumirem o cargo, abraçarem a possibilidade. Esse foi o caso, aliás, do atual mandatário brasileiro. Então essa é uma reforma que precisa ser proposta logo no início do mandato do presidente eleito. Se houver, por exemplo, renovação nas eleições de 2022, é algo que deveria ser apresentado pelo eleito já em janeiro ou fevereiro de 2023. Para essa emenda, há uma opção de estender de quatro para cinco anos o mandato da chefia do Executivo e que poderia valer a partir da eleição seguinte, de 2026, ou seja, não caberia aumentar o período do mandato em curso. Mas o fundamental mesmo é acabar com a reeleição para cargos no Executivo. Precisa ser forte para abdicar do poder. Precisa ser um estadista.

Em suma, nos países democráticos, com instituições mais consolidadas, a reeleição dos cargos do Executivo não é um grande problema. Na América Latina, onde a estabilidade institucional ainda está em construção, a reeleição é de todo inconveniente, como a história nos tem ensinado. Deve ser suprimida como o primeiro remédio contra os riscos autoritários ou de desvio de poder. No próximo artigo, falarei sobre outras propostas que visam afastar esses mesmos riscos e, assim, fortalecer a democracia.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Tem todo o direito de ir trabalhar em qualquer setor privado, mas não há mais chances de voltar a vida pública e ocupar o espaço que ficou vazio, como demonstrou as eleições municipais. Lamento, porque tinha alguma esperança que voltasse. Já é passado.

  2. Precisamos de pessoas como o sr na presidência, no supremo, senado e congresso. Pessoas que abrem mão do poder para não se corromperem no sistema. Lúcidas, coerentes, de princípios. Parabéns pelo excelente texto.

  3. Não deveria haver reeleição para nenhum cargo, seja para o comando do Executivo , do Legislativo seja a perpetuação perpetuação nos cargos do Judiciário. Parlamentares também deveriam passar pelo mesmo processo, limitar a reeleição a no máximo 2 vezes seguidas, com período de duas eleições para recandidaturas .Dessa forma haveria uma renovação de fato no País e acabaria com e "emprego" vitalício e a adoção e não adoção de leis que só favorecem a eles mesmos e prejudicam o Páis!

  4. Excelente medida. Gostaria de ver uma PEC propondo também o parlamentarismo. Acho que seria salutar na prevenção ao surgimento de ícones do populismo latino americano.

  5. Penso que bastaria proibir o reeleito de concorrer novamente. Uma vez cumprido dois mandatos, consecutivos ou alternados, ele estaria impedido de se candidatar a qq cargo, no executivo ou legislativo.

  6. Dr.Moro!!!! Penso de igual forma, precisamos de um estadista com objetivos sinceros e em sintonia com o bem comum. Contamos com o Sr. seja como candidato ou como cidadão atuante. Muito obrigada por tudo, cuide_se e que a paz de Cristo e o Divino Espírito Santo esteja contigo 🙏

  7. Uma boa discussão! Apesar das forças contrárias poderosas, espero que você se candidate. Seja eleito e resista à pressão dos conchavos e alianças espúrias, seja com direita, esquerda ou centrão (aí é que está!). Não quero idealizá-lo também. Quero apenas um presidente digno. Parece ideal? pode até parecer. Numa realidade tosca e caótica como a nossa, é preciso sonhar, do contrário, vigora a depressão e a melancolia.

  8. exatamente por isso e dependendo da renovação no congresso é que nós queremos o Sr como candidato em 2022. pense em nós povo. obrigada

  9. O artigo demonstra a clareza de raciocínio do Dr. Sérgio Moro. Durante a leitura é possível até mesmo esquecer, por algum momento, a carência de liderança que vivemos. Que venha 2022!

  10. Como pessoa e por tudo que fez pelo país , em uma eventual candidatura do SR. SÉRGIO MORO , tem meu voto. Mas , não vejo cenário favorável para que tenha CONDIÇÕES de dá tudo( ou a metade ) àquilo que nós BRASILEIROS desejamos . PRINCIPALMENTE, se olharmos para a maioria dos nossos parlamentares. contudo , se HOUVE um grande COALIZÃO entre sociedade, apoiadores e de vários setores ao redor desse GRANDE HOMEM , aí, sim ! Vamos ter um dos melhores seres humanos como PRESIDENTE do nosso país .

  11. Muito bom Moro, penso o mesmo, o maior desgraça que esse país promoveu politicamente foi o advento da reeleição seguido pela falta do voto distrital e do financiamento público de campanha. Pensando melhor são várias as desgraças do nosso modelo político, mas concordo contigo isso só muda com um estadista a frente do executivo, pra isso pode contar com meu voto ...

  12. Este assunto já foi trazido à tona por Mario Sabino, nestes termos. Está perfeito. Eu adiciinaria critérios objetivos para indicações a cortes e restrição a juízes de carreira. Nossas cortes superiores são atrozes!

  13. Perfeito! Fim da reeleição no executivo! Mas mandatos de 5 anos?! 4 ou 6, Brasil não pode viver eternamente em campanhas eleitorais. Limitar reeleição do legislativo poderia fazer parte do pacote “pró democracia”. Quanto ao STF, os pré-requisitos carecem de DADOS OBJETIVOS, talvez a apresentação de uma lista tríplice a ser votada pelo Senado. Contamos com o Sr, boa sorte, cuide-se!!!

  14. Sergio Moro nos ensinou que em um país onde a corrupção devastava, um juiz sério e comprometido com a justiça conseguiu fazer uma revolução. E quando nós pensávamos que ele seria levado ao Supremo Tribunal Federal, chegamos à conclusão que na realidade este juiz poderá ser eleito Presidente da República, e ele é que irá nomear novos Ministros para a Suprema Corte do país. A cada dia isso está mais claro, e ele será capaz de mexer no tabuleiro da eleição de 2022.

  15. Tenho lido seus artigos e o parabenizo pela evolução do texto e da argumentação, bela opção pelo simples, que é muito difícil.

  16. O ex-presidente FHC promoveu a possibilidade de reeleição para cargo majoritário o fez em seu próprio benefício. Desta forma transmite a ideia de militância em causa própria. Mas, já que o instituto é uma realidade em nosso meio não vejo problema desde que continue como é. Afinal só ocupará o Planalto quem a maioria colocar lá. E sinceramente creio que a maioria está convencida de que teremos novo inquilino palaciano em 2022 ainda que o atual seja candidato à reeleição.

  17. Uma sugestão. Acabar com a reeleição, manter mandato de quatro anos e introduzir uma confirmação do mandato (recall) após dois anos, no meio do período, para não precisar fazer impeachment do estelionatário eleitoral.

    1. Meu caro Edson,o que você está propondo é um "parlamentarismo à brasileira. Ou seja,mais uma jabuticaba!

  18. Parabéns Moro. Sempre lúcido e nobre ao analisar os problemas do Brasil. Siga estudando nossos problemas até que se sinta à vontade para se candidatar. Será a nossa luz no fim do túnel. Obrigada👏👏

  19. Perfeito. Somente precisamos de políticos que trabalhem em prol do Brasil. Enquanto não mudarmos as regras e acabarmos com os senhores feudais, donos do poder , nada vai andar neste país.

  20. Maravilhoso como sempre. Precisamos sim de uma vez por todas acabar com a reeleição. Também precisaríamos alterar algumas regras para escolhas dos ministros do STF. Não me refiro aos ministros que apoiaram a prisão em segunda instância, mas aqueles que fazem política dentro da Suprema Casa de Leis.

  21. Concordo com tudo. Mas deveriam expandir as restrições. Sempre me pego inconformada ao ver um clã inteiro dominando o cenário em seus estados. Familias Sarney, Lobão, Renan Calheiros, Ciro Gomes, Bolsonaro e outros mais. Essas perpetuam no Poder, de forma nada democrática , pois a máquina pública os protege. O Congresso, o STF, a PGR também estão precisando de uma boa repaginada! Parabéns, sempre por textos tão lúcidos e verdadeiros. Uma aula completa!

  22. Dr Moro! Concordo consigo!Acredito que para inverter este ciclo vicioso que o Brasil vive ,e tentar transformá-lo em virtuoso tenhamos que começar por diminuir este apetite insaciável dos nossos presidentes eleitos...mas para fazer esta cirurgia estripadora só mesmo alguém com desprendimento e intenção de servir ao povo que o elegeu....e não o contrário! Não vejo alternativas ....no horizonte só visualizo aves de rapina. Continue firme

  23. Admiro seu trabalho, mas o buraco é bem mais embaixo Moro. Acabar com a reeleição de cargos executivos não mudará nada, enquanto o STF for nomeada por presidentes e os cargos vitalícios. Depois de empossados os psicopatas podem fazer o que quiser, inclusive rasgar a constituição, uma vez que o Senado, que os poderia deter, está na mãos deles com denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro. Você sabe disso. Existe um acordão entra as “instituições democráticas” para ficar cada um no seu quadrado

  24. Parabéns Dr Moro por mais um texto elegante e inteligente. Faço minhas as suas palavras , pois concordo com tudo. Não à reeleição no Brasil e necessitamos de muita proteção da democracia e do instituto da republica, que deveria garantir alternância no poder.

  25. Corretíssimo o raciocínio do Moro, mas eu iria mais longe e proporia a possibilidade de somente uma reeleição para os mandatos eletivos do Legislativo, inclusive com a redução do mandato de senador para os mesmos 4 anos de mandato dos deputados. Uma democracia verdadeiramente vibrante deve ter por alicerce a alternância de poder, algo que se torna impossível quando os mandatários de cargos eletivos do Legislativo eternizam-se em mandatos sucessivos, tornando-se mesmo profissionais da política.

  26. Excelente colocação. Nada foi tão danoso para o país como a Instituição da possibilidade de reeleição: - O político desonesto a almeja para continuar subtraindo dos cofres públicos e o incompetente para perpetuar as indicações de amigos e familiares para cargos, como forma de se manter no poder. Em ambos os casos não contribuem em nada para uma sociedade justa e livre de corrupção. Já o aumento do tempo de mandato é excelente idéia! Somente o brilhante Moro para fazer tal proposta!👏👏👏

  27. Só hoje lendo a última edição e... comecei pelo GIGANTE. Faz todo sentido. Como tudo em Moro, na sua trajetória e decisões até aqui. Só lamento que c isso, o Dr. Moro só poderá ser presidente de 2022 a 2026. Mas tudo bem! Ele vai preparar alguém até lá p substituí-lo na Presidência do Brasil. In Moro we trust! Forever! Avise a Primeira-Dama que este país tbem reconstruirá sua honra feminina 😉

  28. Excelente artigo. É essencial que o Moro dê sua opinião nos mais variáveis temas para que todos possam conhecer melhor sua visão de mundo. E isso só fortalecerá uma possível candidatura para 2022...

  29. Concordo com vc Fernando, Sérgio Moro é figura exemplar, comedido e antes de mais nada, graças a Deus, saiu desse desgoverno de negacionistas, entreguistas, e por fim, boçais. Se a gente refletir bem, Sérgio Moro com sua denúncia até hoje sem prosseguimento do dia 24 de abril, decretou o fim do governo do Bozo. Suas idéias no que tange ao fim da reeleição, controle de gastos, reforma adminstrativa e principalmente o combate à corrupção devem notear a plaforma de possivel candidatura em 2022.

    1. Isso Silvino, As idéias de Sérgio Moro, como vc falou, reforma política, Administrativa, Tributária, controle fiscal e o combate a corrupção mostram como é um Estadista. Concordo, também que sua denúncia de 24 de abril foi o começo da derrocada desse estelionatário sociopata do Bolsonaro

  30. A cada dia renovo minha admiração por Dr. Sergio Moro, em quem deposito minha esperança de ser o novo presidente do Brasil em 2022, um estadista, enfim, teremos. Acho, porém, que o presidente eleito de 2022 deveria ter já 5 anos de mandato. Aconselho, com respeito, que seja muito criterioso na escolha do vice presidente, pois V.Exa tem popularidade. Gosto de Alvaro Dias, Amoedo, Janaína, Gabeira, Cajuru, ou outra a ser escolhida, de respeitável reputação. Parabéns. abraço.

  31. OPirqueque não faam é na reforma Política que é o gargalo para o povo pagar. A reforma política. É a mais necessaria, o povo não aguenta mais sustentar a mordomia dos politicos que é a desgraça do pais..

  32. Concordo totalmente com o senhor. Sou contra a reeleição no Executivo. Acho que deveria ter um limite também no Legislativo, onde tem mandatos eternos, de deputados e senadores bandidos corruptos. Mas, sei que o Congresso não votaria uma reforma eleitoral de verdade.

  33. Não há nada pior para a administração do Poder executivo de uma nação,que demanda muitos desafios como o Brasil, do que ver aquele que foi eleito pautado por várias promessas de reformas estruturantes jogar a esperança de seus eleitores no lixo, para se dedicar unicamente à própria reeleição, precipitadamente, com leilões de cargos e acordos políticos com o que há pior no quadro político nacional. Em frente Moro! Parabéns pela matéria.

    1. Infelizmente esta é a verdade. O poder corrompe, portanto, esta reforma seria multo importante assegurando a alternância do poder. Além de outras reformas do legislativo e judiciário.

  34. Parabéns pelo excelente texto! É preciso despersonalizar a política e ter propostas para o longo prazo, exatamente como escreveste! Parabéns Sérgio!

  35. Há um nome masculino e um feminino entre os comentaristas, que parecem ser da mesmíssima pessoa, tentando ingênuamente....rsrsrsrs..... "empurrar" a invencível candidatura do Dr. SÉRGIO MORO à Presidência para o Senado.... rsrsrsrsrs.... claro, um pretenso concorrente, um adversário com toda certeza!!! Ora, ora, ora.... não nos subestime, ô....bobalhão!!!....rsrsrsrsrs....

  36. Melchíafes, doutor Moro, meus parabéns por seu brilhante texto, tanto na forma como no conteudo. E meus votos para um futuro brilhante para o bem de nosso País.

  37. Melchiades Excelente texto, na forma e no conteúdo. Meus parabéns e meus votos de um futuro brilhante, para o bem de nosso País.

  38. Nunca votei no mesmo candidato para reelegê-lo. Sempre fui contra a reeleição. Mas se o Presidente for você, Dr. Moro, votarei com TODA a minha Confiança, pois você é ESTADISTA. A Lavajato nos deu Heróis Nacionais, que iluminam o caminho para os brasileiros.

  39. Boa noite, Dr. Moro. Como sempre, excelente artigo. Escreveu o que penso. Com a possibilidade da reeleição, o executivo no seu primeiro dia do mandato, já começa a articular sua reeleição. Volto a repetir, caso venha a concorrer ao pleito, que seja o senado. Boa semana de trabalho.

  40. Com o Regime Parlamentarista em vigor, seria o fim do caudilhismo, do autoritarismo, dos conchavos, da corrupção desenfreada, e a inclusão do BR, no rol dos países com políticos menos trambiqueiros. Estude, estude e estude e verá que o parlamentarismo é a solução para destravar este País. Alvaro Costa/df

  41. O Brasil está contaminado em todas as instäncias, para suportar as consequências que os desgovernos petistas, peemedebistas(Temer) e bolsonarista, deixarão em 23,27 e quem sabe até 32. Vc é jovem. Seja Senador, proponha por plebiscito, a mudança de presidencialismo para parlamentarismo. E entre,definitivamente, para a História. Alvaro Costa / df

  42. Caro Sérgio. Eis-me de volta por aqui, para continuar sugerindo posturas a um possível governante do país. Pouquíssimas serão as pessoas que entenderão ser a adoção do Parlamentarismo uma "chave" que abrirá as portas da regularização política do BR. Estude esse tema, e escreva algo nesse sentido. Qto ao seu futuro, opino, não queime a largada dessa corrida. Candidate-se ao Senado (vitória certa) e amadureça essa mudança. Será o 1º Ministro perfeito. Alvaro Costa(@brasilia_urgente)

    1. Sr Álvaro! Gosto muito de suas reflexões ao sugerir o senado para o dr Moro e dessa trincheira propor o sistema parlamentarista!Mas como bem citou em seu comentário ....quantos entenderão?? Dificuldade maior...o Microfone do Senado"não se faz ouvir para uma população de quase 60% sem saneamento básico como os tambores da presidência! Quem não tem saneamento básico não sabe o que é ser cidadão pleno ...como vai entender as diferenças entre um parlamentarismo virtuoso e um presidenciaismo vicioso

  43. Evidente q tudo q Dr. Sérgio escreve é lúcido, verdadeiro. ! Não deveria haver reeleição. Poderia, sim , reformar para 5 anos a trajetória de atuação do Presidente, tempo razoável para findar ou não, projetos. 5 anos é necessário sem reeleição. Economizaria, , e não haveria presidente com o pé em sua continua propaganda eleitoral à reeleição como se vê descaradamente.

  44. Uma defesa lúcida. A reeleição é péssima para o país. Um estadista enviaria esta proposta ao poder Legislativo. O problema é se os nossos representantes vão aprovar, pois como foi dito, existe um viés autoritário para os 3 níveis de governo e as amarras são grandes. Com otimismo vale a tentativa de melhorar a nossa democracia.

  45. Estou de pleno acordo com a proposta de SERGIO MORO. Um mandato de 5 anos, sem reeleição, seria o ideal para a realização de qualquer plano de governo.

  46. Irretocável!!! Honesto, verdadeiro, lúcido, sensato, consciente, consistente, discurso perfeito de quem jamais perderá a cabeça e o rumo em razão do poder e, o utilizará apenas para realizações pelo seu POVO e pela sua PÁTRIA. Um único senão é saber que a sua será uma fantástica gestão na Presidência da República e que, havendo tal mudança, não poderíamos tê-lo na continuidade do grande trabalho que prestará ao BRASIL, Dr. SÉRGIO FERNANDO MORO.

    1. Todos temos um time dos sonhos para o seu já próximo mandato na Presidência da República mas, sem perder a visão crítica, é total a confiança em suas escolhas. É fato que VOSSA EXCELÊNCIA sabe muitíssimo bem o que faz e, o seu período como competentíssimo Ministro da Justiça lhe possibilitou ver de perto os meandros do poder, proporcionando-lhe ainda mais experiência. Não vemos a hora, nós os cidadãos majoritariamente decentes, de vê-lo pondo em marcha mais essa imensa e nobilíssima missão!!!!

  47. Concordo integralmente!! Sempre é bom lembrar que esse Bozo não cumpriu uma só promessa relevante de campanha, apesar de muitas delas de fácil execução. Assim, está se mostrando mais um grande embusteiro, além de chamar todos nós de idiotas!!!

  48. Presidentes como o atual prometeu acabar com reeleição e desde 2019 que só faz trabalhar por reeleição e os interesses do Brasil desaparecem

  49. sempre a voz da verdade! O PR só fala em 2022 e 2020/21, as reformas Prometidas e eleitoreiras precisam acontecer e URGENTES!!

  50. Cirúrgico e pontual como sempre... Moro é a voz rouca que exprime o pensamento de pessoas de bem no Brasil. Continue Moro

  51. FHC não resistiu à vaidade do “poder” e não conseguiu dizer NÃO a reeleição. Deu no que deu. Outro atraso é o atual critério na suplência no Senado. Isso precisa mudar para que o 2o mais votado seja o indicado.

  52. Muito boa proposta Dr. Moro. Gostei da frase: "o poder de fato corrompe", em todos os setores da sociedade. Verdade verdadeira!

  53. CRUSOE é uma ilha não só de jornalismo mais de bom senso entre os assinantes. O que me preocupa é não saber qual a parcela da população também já entendeu a importância de separar o joio do trigo. Quantos ainda estão empenhados no combate aos corruptos? Para 2022 precisamos de um time completamente coeso e afinado com as pautas de Sérgio Moro. Espero, sejamos numerosos!

    1. Sérgio Moro, o Sr. não precisa do Huck. O Sr. é mil vezes mais forte.

  54. Quanto bom senso o BOZO jogou fora! Estamos vivendo mais um capítulo da tragédia brasileira com os sensatos defenestrados e os ratos tomando conta do governo.

  55. É uma demonstração do mais puro bom senso. Quem ergueu o dedo para acusar o Moro de extrema direita ou de fascista devia se corar de vergonha.

  56. Pensar na possibilidade de mantermos o presidente Bolsonaro, por mais um mandato, é inadmissível, um prejuízo incalculável para o Brasil! Sua única luta, no entanto, é essa. Terminar com a reeleição é necessário!

  57. Achei as reflexões de Sérgio Moro sobre o momento político no Brasil muito lúcidas e oportunas. Além de ajudar-nos a compreender o estágio de nossa democracia, esboçam um caminho promissor para seu aperfeiçoamento. Estou muito curioso para ler suas próximas crônicas aqui

  58. Ao povo pobre, a maioria dos brasileiros, não interessam as cores nem a placa do caminhão-baú. O importante é que faça entrega. Uma realidade sempre ignorada.

  59. Dr. Moro, novamente o seu texto demonstra lucidez, serenidade, coragem e boas idéias. Em resumo, tudo aquilo que é quase impossível encontrar no Brasil hoje em dia. Parabéns!

  60. Dr. Sérgio Moro, Presidente. Senador Álvaro Dias, vice-presidente. General Pujol, Defesa. Dr. Deltan Dallagnol, PGR. Dr. Paulo Hartung, Casa Civil. Dr. Carlos Fernando S. Lima, MJSP. Dr. Márcio Anselmo, PF. Dr. Gustavo Loyola, Fazenda. Dr. Gustavo Franco, BC. Dr. Pérsio Arida, Petrobras. Dr. André Lara Rezende, BNDES. Dra. Maria Sílvia Bastos Marques, Planejamento. Dr. Armínio Fraga, Privatizações. Dr. Mozart Neves, Educação. Dr. Dimas Covas, Saúde.

    1. Medíocre esse Ministério! Gente que já foi provada e não deu certo. Além do mais, só dá tucanos... É um Ministério que, seguramente, não está à altura do Sérgio Moro.

    2. sem Luciano Huck, com ele Moro naufraga igual ao Bolsonaro.

    3. Essa é uma lista de notáveis, que precisamos implantar no comando desse país, antes que seja tarde demais.

  61. Concordo plenamente. Meus parabéns pela brilhante ideia. Só poderia ser de um homem, patriota , justo e acima de tudo honesto, como o Dr.MORO.

    1. Excelente Texto e Reflexão. Sérgio Moro Fico Preocupada o Sr.Ser Candidato a Presidente. O Sr. É Bem Maior do Que Qualquer Presidente...Meu Desejo é de Vê Como Ministro do STF ...Será Uma Depuração _ Limpeza_ Com Imparcialidade, Impessoalidade e Credibilidade

  62. SERGIO MORO é a voz da razão e do bom senso. Sua grandeza moral e intelectual o credencia para ser o nosso futuro Presidente. Ulysses Guimarães, no seu discurso de promulgação da nossa Constituição, em 15/10/88, proclamou: "A moral é o cerne da Pátria. A corrupção é o cupim da República. República suja pela corrupção impune gera demagogos que, a pretexto de salvá-la a tiranizam." Infelizmente, o alerta de Ulysses continua ignorado. Reaja Brasil !!! Pedro Geraldo

  63. Lembrando bem, seria a primeira proposta pois teríamos outras tão importantes como essa, tributária, eleitoral( suplentes,08 anos para senado, eleições unificadas) partidária, judiciaria, TCU, privatizações, fundo partidário e eleitoral, etc....

  64. As vacinas trarão de volta as manifestações populares, a democracia das ruas. As bandeiras anti-corrupção serão de novo desfraldadas. Os partidos dos brasileiros honestos devem se prepararpara este momento. Somente assim acontecerão as mudanças que todos desejamos.

  65. Excelente !!Assim como propõe a não reeleição , sempre imaginei um candidato que na campanha à Presidência objetivasse seu discurso através de “Plano de Governo”mencionando o número de ministérios , competências , propostas de EC ‘s para alterações constitucionais , tudo para ser executado no primeiro ano de governo . Votaríamos nestas propostas e não em “salvadores da pátria “ cuja primeira intenção é de perpetuar-se ! Espero que este candidato seja você MORO !!!! # IN MORO WE TRUST

  66. Lúcido em tudo que vi e li até agora. Um grande cidadão. Se o Brasil tiver a ventura de vê-lo presidente terá, enfim, um estadista na presidência....

  67. Genial! Essa supressão na constituição deveria ser feita já nesta legislatura, para evitar que o atual mandatário não se reeleja, como aliás foi promessa de campanha (esquecida, por sinal como tantas outras!).

  68. Qualquer partido aonde o Dr Moro for. Formará uma frente ampla de Senadores e Deputados, para fazer as reformas necessárias neste país. Lembrando que o PODEMOS, já tem a bandeira "Renova Senado", e tem o Paranaense Álvaro Dias, no comando.

    1. O que o então senador Álvaro Dias fez pra tirar o Lila da presidência após o escândalo do mensalão? Discursos! Apenas discursos, palavras ao vento... Resultado: o salafrário, ao invés de ser preso, foi reeleito! Agora, ele quer ser presidente ou vice? Espere a próxima encarnação...

  69. Dr. Moro: o Partido Novo cometeu um erro crasso ao não convidá-ló para fortalecer suas fileiras. Teria sido muito bom para o partido, para o senhor como homem público, para o Brasil , pela esperança que despertaria em milhões de brasileiros honestos. Acredito que o Novo tem programa de reformas razoável que não se pode colocar como imutável. Outros partidos também os tem(programas). É tempo de união, não desperdiçar esforços, usar a estrutura dos partidos para aprofundar análises e discussões

    1. O PODEMOS já tem vários políticos bons. Senadores do Renova Senado...poderia ser uma boa legenda. Tenho certeza que em qualquer partido. Moro irá formar uma frente ampla de senadores e deputados que lhe dará poderes para grandes reformas.

    2. Moro e o Gen.Santos Cruz (para Vice) no NOVO! Ainda dá tempo! E no meu entender tem que deixar para última hora! O desgaste e as FakeNews sempre existirão. Mas vamos preserva-los!

    1. Meu futuro presidente, recomendo-lhe uma vice à sua altura: Janaína Paschoal. Vocês serão imbatíveis.

  70. Reeleição não é problema; a corrupção é o problema. Temos que lutar diuturnamente contra essa praga. Qualquer outra coisa será corroída se a corrupção não for combatida.

  71. Ótimo, precisamos mesmo dessas reformas o quanto antes! Há um problema adicional quanto ao sistema eleitoral: políticos não trabalham bem e pensam em eleição o tempo inteiro porque há eleições de 2 em 2 anos. Podemos reduzir para 3 em 3 anos, com mandatos de 6 anos (contrapartida de eliminar reeleição). Ou, o ideal na minha visão, seria ter eleições gerais a cada 5 anos. São 4 anos inteiros focados em trabalho. Moro, precisamos saber o que você pensa sobre economia! Torço que na linha do NOVO

  72. Esse debate é muito importante e seu posicionamento a respeito de todas as questões relevantes para o país é essencial para consolidar sua possível candidatura em torno de ideias, e não de personalismo, do qual já não suportamos mais. Esse é o caminho e faço votos de que possamos tê-lo como candidato à presidência pelo Partido Novo, o único que tem a ética e a honestidade como base de seus princípios e valores.

    1. Suzane, concordo plenamente! Dr. Moro junto com o partido NOVO ( o único porque os outros são organizações criminosas) seria um bom começo rumo a limpeza da sujeira que essa cambada fez com o Brasil.

  73. Maravilhoso saber que seus interêsses e conhecimento vão muito além do acervo técnico da magistratura, mais maravilhoso ainda é perceber que a firmeza do seu caráter, o seu intrínsico sentimento patriótico e ideal de justiça certamente o levará a nos liderar na construção de um Brasil mais ético, justo e próspero. Dr Sérgio Fernando Moro, o Brasil precisa de você.

  74. Excelente aula sobre o que é ser estadista. Fica nítido o enorme contraste com governos populistas, tais como o do Bolsonaro. Espero que os eleitores aprendam esses conceitos antes das eleições de 2022.

  75. Nosso eterno Juiz Moro! Brilhante o seu raciocínio. O mandatário político deveria inicialmente se vestir de uma das mais nobres virtudes. O desprendimento! Isso o Sr. nos deixou como legado ao abdicar de uma carreira na magistratura, para se oferecer a lutar numa guerra, contra tudo o que insiste em manter o nosso País na linha de que o crime compensa e nos envergonha e custa muito caro a todos nós BRASILEIROS. Você terá eternamente o meu respeito incondicional. Bravo!!!!

  76. Mente brilhante, idéias claras e praticáveis. Fim á reeleição presidencial e mandato de 5 anos é coerente e alcançável. Confio no senhor Dr. Sergio Moro, minha única opção em 2022. In Moro we trust!!!

    1. Dona Izeliana...não lê porque não sabe...porque não gosta...por favor engrandeça sua participação apresentando comentários minimamente inteligentes ...e sem fanatismo doentio!O Mito está nu....e só a senhora não viu!

    2. O traíra e’ seu Pr que esqueceu as promessas de campanha, se aliou ais piores e vai dar uma “banana”bem gde para quem fragilmente o defende sem nenhuma coerência ou argumentos. Que possamos ter a honra de ter Moro como presidente.

    3. Moro traíra? O seu padroeiro Bozó é que traiu Moro. Traiu o Brasil ao boicotar os principais planos de Moro para combater a corrupção. Os adoradores do Bozó são cegos. Não veem que esse mala faz qualquer coisa para proteger a família enrrolada com a justiça.

    4. Traição é do bozo que enganou milhões de brasileiros como eu. PROMETEU COMBATER A CORRUPÇÃO E SÓ SE ALIOU AOS MAIORES BANDIDOS!!!!!!!

    5. Ainda por aqui? Pois deveria aproveitar pra jogar a viseira fora e tentar enxergar a realidade.

  77. O esquerdista FHC teve outros erros, além o da reeleição! O maior de todos, foi sua incapacidade de eleger um sucessor, e dar de bandeja a presidência ao maior larápio da história deste país! #forabozo #luladrao #calaabocaFHC

    1. Ótimo artigo, claro e coerente. Parabéns, Dr. Moro!!!!

  78. Acredito plenamente que a reeleição do executivo é um veneno que contamina quem está no poder. Mesmo que FHC tenha feito coisas boas, aprovar a reeleição foi um erro. O poder corrompe e parece não haver ser humano que resista.

  79. Certíssimo! O próprio FHC admitiu seu erro ao aprovar a emenda da reeleição. Acho coerente 5 anos para executivos e limite para outros cargos eletivos. O sr. já tem meu voto para 2022. Os brasileiros de boa fé contam com sua candidatura. Força !!!

  80. Parabéns, Dr. Sérgio Moro. Estou sempre alinhada com suas ideias, por isso considero, ser o senhor, o melhor candidato a Presidência da República deste país.

    1. Com todo o respeito democrático a sua opinião Geraldo, prefiro o Gen. Santos Cruz! Tem a mesma formação, foi um dos primeiros a “pular fora” ao perceber o estelionato eleitoral e pelo Twitter, tenho visto uma “tabelinha” nas mensagens entre dois que é um deleite para quem é “Lavajatista” !

  81. Como a grande estadista Angela Merkel. No seu 4° mandato já avisou que não candidatará mais (com certeza o partido dela ganharia sem problema se ela fosse a candidata) e já entregou seu cargo de presidente do partido CDU. Parece que ela é a única do partido a honrar as calças que veste pois, a 2 anos da eleição, nenhum candidato que valha a pena a vista. Seja quem for, nenhum é tão ruim quanto as atuais mehrdas no Brasil. Exceto AfD, claro!

  82. Sim , precisa ser forte , corajoso para abdicar do poder . O Brasil Não precisa de pessoas corruptas que se autoproclamam uma ideia , ou Mito, mas, sim, de governante que amam o país , um bom gestor que pense sempre nos brasileiros

  83. Perfeita análise: a reeleição é o primeiro grande problema dos inúmeros outros do sistema político-eleitoral brasileiro. Outro, é o voto proporcional para as Casas Legislativas. Considero que tem muito mais pontos a favor do que contrários o voto distrital. E o melhor seria adotar logo o voto distrital puro. O terceiro grande problema a ser enfrentado é a privatização dos partidos políticos. Hoje, uma grande parte deles é feudo de, pasmem, um único político. Urge, pois, democratizá-los!

  84. O artigo é excelente, como todos os anteriores. Permito-me lançar uma pergunta: como um Presidente focado no combate a corrupção e portanto um apoiador da lava-jato, conseguirá conviver com um Congresso Nacional e STF hostis.

  85. E isso mesmo, corretíssimo como sempre. Eu e minha família votaremos no senhor, ajude o Brasil se candidatando. Não ouça os que dizem bobagem sobre suas chances, não gaste um tostão somente se candidate e veja sua aprovação nas ruas.

    1. Uma dica: votem todos no Partido Novo. Único Partido que temos porque os demais são organizações criminosas.

    2. Daisy, cabe a nós escolhermos os parlamentares do Congresso com sabedoria em 2022 pra ajudar nessa governabilidade. Existem bons candidatos, precisamos ajudá-los a chegar lá!

    3. Ele ganha fácil. o problema será governar com o congresso e STF de jeito que sabemos que é com raríssimas exceções.

  86. Alternância de poder é fundamental para a democracia. Outra reforma importante é a reforma partidária. Reduzir os partidos a uns 05 para que reflitam a ideologia de cada um. Atualmente é sopa de letrinhas e os políticos ficam mudando de um para outro conforme interesses pessoais.

  87. Não permitir que um governante que esteja com sua administração agradando a população concorrer a uma reeleição isso para mim que é anti-democrático. Nem se cogita nisso nos E.U.A.

  88. Acredito que só um presidente sem compromisso com essa malandragem da política atual, como Sergio Moro, pode corrigir esse grande erro do Presidente FHC. Convenhamos que será uma batalha dura, porque envolve também os interesses de Governadores e Prefeitos.

  89. Muito bom o texto, pena que os malucos que elegemos não estão nem aí, querem que exploda e que brasileiros se danem.

  90. Não acho que a reeleição seja o ponto de partida de uma mudança política. Imprescindível uma reforma política mais abrangente. Esse sistema de governo presidencialista de coalizão é um fracasso. Em nosso país, tudo gira em torno da política. Uma árvore de frutos podres. Esse sistema de governo é um exemplo do país do jeitinho brasileiro e da gentinha que pensa em si mesma. Um governo que deturpa os verdadeiros valores humanos, só pode gerar uma sociedade moralmente doente.

    1. O problema não é só o sistema, nosso maior problema são as pessoas. Com esse lixo de políticos pode colocar o sistema que for que não funcionará.

  91. Sensatez é o teu nome. Continuo sentindo orgulho do seu valoroso trabalho como juiz. Lamentei quando você aceitou o convite do eleito, no qual tive que votar, mas agradeci pela ajuda que poderia ser dada ao Brasil honesto. Foi impossível. Agora, não podemos chorar pelo leite derramado e sim, pensar e contribuir para com o Brasil também sensato e honesto.

  92. Como é alvissareiro o país ter cabeças pensantes como o dr Sérgio Moro, lendo o seu artigo vê-se o brilho do seu conhecimento e nos enche de esperança De poder contar com uma mente brilhante como essa para dirigir os destinos da nação e ajudar a colocá-la no mais alto degrau no conserto das sociedades políticamente mais evoluídas

  93. Poucas pessoas no Brasil tem coragem e experiência para enfrentar, de fato, o sistema corrompido que as velhas raposas nos impõe. Tenho certeza de que Sérgio Moro é uma delas. Torço para que ele se candidate a algum cargo eletivo através do qual possa colocar em prática suas ideias ou que se coloque à disposição para ajudar alguém que tenha objetivos comuns. A sua breve participação no governo deve ter-lhe ensinado lições valiosas sobre o funcionamento do mundo político.

    1. Também acho! Com todo respeito ao Gal. Santos Cruz e a Mourão, eu preferia ver uma chapa Moro-Amoêdo, pois o João tem muito conhecimento de gestão, é equilibrado, honrado, organizado e pode contribuir em muito pra tornar o nosso Estado enxuto, eficiente e focado no desenvolvimento de cidadãos livres, empreendedores e capazes de gerar investimento e riqueza para o Brasil!

    2. Chega de milico, ninguém os aguenta mais! Os milicos que assumiram cargos no governo Bolsonaro viraram uns capachos nojentos.

  94. Texto magnifico, claro e consciente do que realmente importa para o futuro de um país como o Brasil. Não é uma luta facil. As ultimas decadas de PT e agora esses poucos anos de direita virulenta tem deixado o povo atordoado, polarizado e infelizmente cego de criticidade e até mesmo de civilidade. A angustia de ver esse quadro e ver poucos a pensar de modo equilibrado na nação, é de desanimar.

  95. Uma proposta é separar as figuras do Chefe de Estado e do Governo. Veja-se o caso Dilma: se apenas chefe de Governo, teria saído muito antes. Se apenas chefe de Estado, teria ficado sem tumultuar nada. O mesmo raciocínio se aplica ao atual Dilmo (não resisti). Ótimo artigo, Dr. Moro!

  96. O primeiro beneficiado pela " derrubada " do pacote Moro foi André do Rap. Estarão seus patrões europeus ( N'drag... ) entre os os que " remotamente " controlam as instituições que garantem o estado de " anomia " em nossa Pátria ? A queima de árvores preocupa os alemães mas , leiam " Cabeça de Turco " do jornalista alemão Gunter Wallraff e vejam a contradição . E daí por diante... #M22.

  97. Moro... sempre pragmático, sereno e elegante com as palavras, mas sem perder a firmeza...estamos na torcida por dias melhores em 2022, a esperança que tinhamos com Bolsonaro se esfarelou... a esquerda tb não dá, pelo histórico de corrupção, agenda excêntrica e irresponsabilidade fiscal... a única saída viável é justamente a terceira via, de centro, mais pragmática, menos establishment, e menos ligada á velha política, e ao cancer do fisiologismo pelo qual o Bolsonaro acabou se entregando.

  98. Eu concordo 100% com o texto e vou além, a extensão do mandato de todos os cargos eleitos para 5 anos e sem direito a reeleição tanto do legislativo como executivo. Para os cargos legislativos seria o voto distrital, menos o de senador que continuaria sendo 3 vagas por estado. O voto distrital mudaria e muito a perceptiva da forma que a eleição é feita hoje, simplificando e barateando as campanhas.

  99. Excelente artigo, defendendo seu ponto de vista. Vou tentar achar algo que explique por que incluímos a possibilidade de reeleição na Constituição aquela vez, quais eram os pontos positivos disso, para eu entender o que aconteceu.

  100. Visão cristalina sobre o problema que acarretou o " impasse Americano " e que aquí poderá ser mais grave se houver repetição. A lava jato chegou quase no último degrau que " degrada " a política na América do Sul. Precisa chegar aos que " remotamente " financiam os que " lutam " pelo enfraquecimento das leis e dos homens que impõem o respeito às leis e à ética no trato da coisa pública.

  101. Excelente artigo. Penso exatamente dessa forma, obviamente não tenho a mesma capacidade intelectual, contudo, me representa.

  102. Exposição clara e preocupada com a direção do Estado brasileiro. Não tenho dúvida de que Sérgio Moro continua homenageando sua origem e trajetória de homem de bem.

  103. O problema no Brasil é que o governo pode mudar a constituição como quem muda de camisa. Nada nos assegura que a lei será respeitada e o presidente não possa ser reeleito.

  104. Na minha opinião deveria ter limites para a eleição em cargos no legislativo. Acho que nesse poder está a maior fonte dos nossos problemas. Precisamos diminuir e melhorar o legislativo, mais parece que a população não se dá conta disso.

    1. Então, é a população que precisa se elevar, e não o contrário! Chega de antas e jumentos na presidência! Queremos governantes de alto nível intelectual e moral!

    2. Com este papinho erudito Moro não atinge nem 10 por cento, muito chato !

  105. Tudo vai depender do que o povo que para si. Está agitado povo para de trocar voto por um prato de comida. Está na hora do povo votar por um país onde todos tem direito a ter um alimento em sua mesa, trabalho, saúde e educação para o crescimento do Brasil para todo o povo que aqui vive.

  106. Importante ao defender um ponto de vista "em manchete" é o discorrer dos argumentos que a justificam. Igualmente importante, quando expresso ponto de vista por pessoa popular, é que manchete e argumentação seja amplamente divulgada para que não haja imperpretações difusas de su conteúdo. Moro defende o que justifica plenamente, suportado por a ética e bom senso, que, alias, são próprios de sua postura histórica.

  107. Gostei das propostas e reflexões! Sempre fui contra a reeleição pq o nível dos políticos e TB dos eleitores corruptos comprados por cestas básicas perpetuam o Coronelismo e Voto de cabresto! Consequências do pouco investimento em Educação como política de Estado.

  108. vai ser difícil aguentar os dois anos restantes do atual mandatário, que desde que assumiu só faz campanha eleitoral. Deus nos livre de sua reeleição

  109. Qualquer que seja o candidato, faz-se necessário a imediata volta da Lava Jato e o início da mesma forma da Lava Toga. Não podemos nos abster de incensar essas investigações. 🇧🇷

  110. Lançada a candidatura do ex magistrado. Suas propostas são interessantes, assim como, de todos os outros postulantes ao cargo, em pleitos anteriores e eleitos. Quando será que iremos ver um presidente que não se enebrie com o poder? O país está ficando sem opções em qualquer espectro político. Sérgio Moro terá que se filiar a um partido. Esperemos para ver sua escolha. Será ideológica? Entretanto, ainda não sei qual é seu pensamento ideológico.

  111. Boa análise! Precisamos ser pragmáticos, e nessa atual legislatura não existe eco na agenda anti-corrupção, muito pelo contrário! O foco deve ser onde se pode conseguir algum progresso, justamente nas reformas administrativa e tributária, além da concessões/privatizações.

  112. Perfeito, derrotar a reeleição é o primeiro passo de uma dura corrida de obstáculos até sanear a pseudo democracia no Brasil

  113. O que impediria a redação prévia da emenda por candidato, com o devido registro em Cartório, específicando ser este o primeiro passo a ser tomado ao assumir? E o endosso de candidatos aos cargos parlamentares ao documento pode ter validade jurídica? Facilitaria em muito a vida dos eleitores, e reduziria drasticamente a guerra de inverdades eleitoral.

  114. Corretíssimo, impossível que ocorram mudanças se o que visam é a reeleição para a manutenção do poder! Cada fez que isso acontece o grupo que manda no país e nos seus políticos se fortalece com a reeleição, as relações ficam mais fortes e o que era absurdo fica viável! Melhor resolver de vez pra não ter que ouvir meã culpa dos que se beneficiaram disso como o FHC

  115. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE” é nossa resposta ao ACORDÃO de BOLSONARO com o ESTABLISHMENT! Não seremos LUDIBRIADOS com o “velho plano de MELHORAS NA ECONOMIA!” Triunfaremos!

  116. Também precisa mudar o judiciário, e principalmente colocar na cadeia juiz que trabalhe com uma das partes, seja confabulando com os advogados de defesa, seja com os procuradores.

    1. Tens que deixar tua imbecilidade galopante de lado.. o que é uma audiência em qqer tribunal, senão uma confabulação entre acusados e defensores, sob a tutela de um juiz? O que merece cadeia, sem tergiversação, é ministro de tribunais superiores, conceder HC de soltura a condenados, em 1ª, 2ª ou qqer instancia, como tem acontecido no BR.apscosta/df

    2. comprou a tese de defesa do acusado que não conseguiu rebater as provas e optou por minar o julgador?

    3. Compartilhe esse conteúdo utilizando as ferramentas de compartilhamento oferecidas na página ou pelo link: https://crusoe.com.br/edicoes/134/protegendo-a-democracia-parte-i/. Nossos textos, fotos, artes e vídeos são protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo da revista em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Mare Clausum Publicações Ltda.

    4. Compartilhe esse conteúdo utilizando as ferramentas de compartilhamento oferecidas na página ou pelo link: https://crusoe.com.br/edicoes/134/protegendo-a-democracia-parte-i/. Nossos textos, fotos, artes e vídeos são protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo da revista em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Mare Clausum Publicações Ltda.

  117. Admirei o seu trabalho, sua competência, mas me decepcionei com sua saída do governo de uma forma tão irresponsável em plena pandemia; se eleito presidente o senhor abandonar o barco por ter sido contrariado, aí do Brasil. Ninguém é dono da verdade, senhor! Não terá o meu voto!

  118. Parabéns Sérgio Moro pela clareza e argumentos sólidos. Precisamos fortalecer o debate entre pessoas que fundamentem suas opiniões.

  119. Assunto muito pertinente. Foi inclusive levantado por coluna do Mario Sabino nesta revista e precisa ser sempre revisitado. Discorrer a respeito de grandes temas nacionais é salutar. Existiria uma medida número dois?

  120. excelente texto!!! o Brasil, está há muito carente de um estadista, alguém realmente preocupado com a melhora do País, infelizmente na última eleição, apesar de vários pontos contras, mas pela disposição e escolha técnicas,achamos que esse congresso e esse governo faria diferente, mas, foi mais do mesmo, todas as promessas tem sido descumpridas, a começar pela não reeleição e apoio a lavajato!!! espero ter melhor alternativa para 2022 👍

  121. Torço muito para que sua exposição de ideias e pensamentos o ajude a pavimentar seu caminho para a candidatura em 2022. Mas existe um nó difícil de ser desfeito que é o controle total da política e seus participantes pelos líderes partidários. Essa é a razão de mudarmos apenas as moscas a cada eleição. Como fazer ? Gostaria de saber sua sugestão.

    1. O Partido Novo é diferente! Visite nosso site: novo.org.br e veja a atuação de nossos parlamentares no Congresso!

  122. Com certeza essa pauta é de suma importância para o país.... não funciona, não se governa apenas ficam preocupados com à reeleição, que pelo visto deve ser muito bom estar no topo, quem entra quer perpetuar.

  123. Em todos os seus comentários, sempre lucidez e objetividade!!Atacar o ponto! Reeleição de cargos políticos, principalmente o da presidência , só nos trouxe problemas.Estabelecer limites temporais para cargos eletivos fará com que o indivíduo governe por resultados e não por vaidade.Inibe a malha corruptiva , força a resultados efetivos por parte do governante , há um alinhamento melhorentre metas e realizações. Mas para isso acontecer é preciso, principalmente ,vontade política , amor ao

    1. complementando a frase , amor ao país! Obrigada por tudo o que fez e representa, dr . Sergio Moro!

  124. Aí está a primeira das mais importantes reformas necessárias e fundamentais para o país, apresentada pelo provável candidato a presidente e que certamente é aprovada pela grande maioria da população. Aguardemos a próxima. É isso aí, Dr SM. Continue a indicar os caminhos para um país melhor a partir de janeiro de 23.

  125. Parabéns pelo artigo Moro! Temos que fazer uma reforma política para oxigenar nossas organizações, e o primeiro passo, concordo, deve ser o fim da reeleição! Fazer a coisa certa, sempre!

    1. Com certeza precisa acabar com a reeleição infinita no legislativo, acabar com o "esquema" do curralzinho, limitar em apenas uma reeleição seguida!

    1. Sérgio Moro, escreve muito bem nesta matéria, pudera!teve capacidade para ser juiz e dizem ter sido muito estudioso. Concordo com suas opiniões quanto ao sistema eleitoral brasileiro, tem que mudar, discordo um pouco sua forma de escrever, tem que bater mais forte, este está muito light. Nem pense em se juntar à Luciano Huk, isto vai acabar com história ria. Descordo de V.Excelência sair atirando em JB, se nao saisse atirando su aprovaçao seria de longe mais votado Eu votaria em Sérgio Moro,

    2. Falar o que do Dr Moro ? Apenas 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

Mais notícias
Assine
TOPO