Pedro Ladeira/Folhapress

Bolsonaro sob pressão

Os desafios da política real impõem ao presidente um precoce teste de resistência e levam seus apoiadores a convocar manifestações de apoio. Mas o propalado risco de ruptura institucional é um evidente exagero
23.05.19

No dia 10 de abril, dez ativistas de direita se reuniram em um galpão alugado no bairro do Butantã, em São Paulo. Estavam todos indignados com os rumos da política nacional, em especial com a operação de bastidores que derrubou a chamada CPI da Lava Toga. Também reclamavam das dificuldades impostas pelo Congresso à proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo no início do ano. Decidiram, então, convocar uma manifestação em favor da reforma e contra o STF para o dia 26 de maio. Ao final do encontro, cantaram o hino nacional e, com duas bandeiras do Brasil na cena, fizeram uma transmissão ao vivo pelo Facebook para anunciar a decisão.

Na “live”, Jair Bolsonaro foi citado apenas uma vez. Prevaleceram nos discursos dos ativistas as críticas à esquerda (“o que a esquerda quer é o caos”), a necessidade de reocupar as ruas (“as ruas são nossas”) e um pedido: queriam ajuda para difundir nas redes a hashtag #stfvergonhanacionaltodosnarua. Dois dos principais movimentos responsáveis pelas manifestações que culminaram no impeachment de Dilma Rousseff, o Movimento Brasil Livre e o Vem pra Rua, não quiseram participar do encontro. Até por isso, por semanas a fio não havia grandes expectativas de público para o evento deste domingo. Até que Jair Bolsonaro e a sucessão de episódios que viriam a ocorrer nas semanas seguintes deram ao movimento uma relevância que ele jamais teve desde que fora anunciado.

O controle da agenda do país pelo Centrão, o grupo majoritário de parlamentares liderado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, as manifestações de rua protagonizadas pela esquerda contra o contigenciamento de recursos na educação, a insatisfação da ala militar do governo com os ataques encampados pelo setor ideológico encabeçado pelo escritor Olavo de Carvalho, os pífios resultados até agora na economia e a queda na popularidade do presidente têm colocado Bolsonaro sob pressão extrema, de diferentes lados, em apenas cinco meses de governo. Eleito sob forte discurso de reconstrução do país, o presidente tem dificuldades para governar, o que fez com que a ideia original de seus apoiadores ao convocar a manifestação ganhasse um elemento adicional: dar força ao presidente para seguir adiante.

Reprodução/FacebookReprodução/FacebookA reunião que resultou na manifestação: o STF era o alvo no começo
Ocorre que até aliados mais próximos não só duvidam da utilidade do movimento como o veem como arriscado e prejudicial à imagem do governo. “Por que botar em jogo uma pergunta popular se é a favor ou contra ele?”, critica o deputado Luciano Bivar, presidente do PSL, o partido de Jair Bolsonaro. Outra questão que se impõe é: mesmo se o saldo deste domingo for positivo, o que virá a seguir? A maior parte das dificuldades encontradas por Bolsonaro até agora decorrem do próprio estilo que escolheu para governar. O presidente tem alternado críticas à velha política com afagos ao Congresso, do qual ele depende para aprovar as reformas. Por vezes, parece apostar que a força de seus apoiadores fará os parlamentares se curvarem a seus planos.

O comportamento errático do presidente tem irritado um número considerável de congressistas, que dizem não saber qual é seu real interesse. Para ficar em um exemplo recente do estilo presidencial, na segunda-feira, 20, em uma palestra pela manhã na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, Bolsonaro mordeu (de novo) os políticos. “O Brasil é um país maravilhoso, que tem tudo para dar certo, mas que o grande problema é a nossa classe política”, disse. A frase não foi bem digerida em Brasília, embora presidente tenha se incluído na classe. À tarde, de volta à capital, no lançamento da campanha pela reforma da Previdência, ele assoprou: “O time que formamos, junto com parlamentares, tem essa preocupação com o futuro do Brasil”.

A tática do avança-e-recua foi usada também em relação às manifestações de domingo. O movimento vinha sendo acompanhado apenas nos bastidores pelo governo, até que o Congresso tomou conta da agenda do país e impôs a Bolsonaro uma sequência de derrotas. A mais significativa delas, a aprovação de um parecer favorável à retirada do Coaf das mãos do ministro da Justiça, Sergio Moro, no dia 9 de maio, foi determinante para que a pauta fosse redimensionada. O protesto que havia nascido com foco na defesa da reforma da Previdência e nas críticas ao STF foi ampliado para abarcar uma contra-ofensiva ao Centrão, apontado como o obstáculo maior para o avanço da pauta governista. Na semana seguinte, os protestos contra os cortes na educação inflamaram a rede bolsonarista, que temeu perder o espaço das ruas para a oposição. Faltava só o gesto do presidente para selar de vez o viés governista da manifestação. E ele veio. Na sexta-feira, ao compartilhar com aliados por WhatsApp um texto que dizia que o Brasil está tomado por corporações e é ingovernável sem conchavos, o presidente inflamou ainda mais seus seguidores.

O texto foi amplamente utilizado pelos ativistas para reforçar a necessidade de ocupar as ruas. Não foi por acaso. Grande parte dos movimentos que encabeçam as manifestações deste domingo tem elos com o governo. O Avança Brasil, formado na origem por um grupo de maçons, foi o primeiro a anunciar apoio a Bolsonaro nas eleições de 2018. O grupo tem entre seus conselheiros o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança, o “Príncipe”, do mesmo PSL de Bolsonaro, e o escritor Olavo de Carvalho, guru da chamada ala ideológica do governo. O “Nas Ruas”, que tem como maior liderança a deputada federal Carla Zambelli, e o Direita SP, que tem como líder o deputado estadual Douglas Garcia, ambos do PSL, entendem que o mandato de Bolsonaro está em risco. “Tudo o que o povo queria em termos de formação de governo e propostas está acontecendo, mas existe receio do que vai acontecer daqui para a frente. Já se começou a falar em impeachment ou renúncia com apenas quatro meses”, diz Nilton Caccáos, um dos líderes do Avança Brasil.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéMaia em plenário: para não ser acusado de fisiologismo, ele desistiu de criar dois ministérios
Oficialmente, há mais de dez grupos de direita organizando o ato de domingo. Entretanto, desde o início, ativistas mais radicais aproveitaram a convocação para tentar amplificar suas agendas – inclusive as mais radicais e antidemocráticas. Nos dias seguintes à reunião que definiu a data da manifestação, alguns desses grupos subiram no Twitter hashtags pedindo a invasão do Congresso, invocando o artigo 142 da Constituição, utilizada para fundamentar a intervenção militar. Isso, por óbvio, incomodou os demais poderes, que passaram a ver uma mobilização incentivada pelo governo com o interesse de desestabilizá-los. A leitura natural foi a de que Bolsonaro estava insuflando a confusão. Não faltou quem enxergasse no cenário um risco que muitos parlamentares viam antes mesmo da posse do presidente: o de que ele poderia, no futuro, tentar usar a militância para impor suas vontades às instituições.

O próprio Bolsonaro, então, entrou para distensionar. Chamou na terça-feira à noite o presidente do STF, Dias Toffoli, para uma conversa no Palácio da Alvorada, a residência oficial da Presidência da República. Após o encontro, que durou cerca de 20 minutos, divulgou uma nota em tom amistoso: “Sou grato ao presidente do Supremo quando aceitou, a meu convite, se dirigir ao Alvorada onde discutimos questões da conjuntura atual. A harmonia reina entre nós na busca de soluções dos problemas nacionais, entre eles a Nova Previdência.” Também pregou a harmonia institucional em mensagem publicada em seu Twitter. “Acredito na harmonia, na sensibilidade e no patriotismo dos integrantes dos três Poderes da República para o momento que atravessa nossa Nação”, dizia o tuíte.

Em um gesto para descolar o governo dos protestos, Bolsonaro também proibiu ministros de participarem dos atos. O comando foi passado aos mais próximos. Perguntado por Crusoé se apoia as manifestações, o deputado Eduardo Bolsonaro não quis falar. “Nada a declarar. Estou sendo sincero contigo. A gente vai discutir outros temas futuramente, mas nesse aí, nada a declarar”. disse. O deputado Helio Lopes, amigo e sombra do presidente, afirmou não saber se iria. “Eu tenho um compromisso na igreja. Estou verificando (se vou) por causa do horário.” Ao mesmo tempo em que era perceptível o esforço de seu entorno para se desvincular da manifestação, o presidente não desencorajou os atos: “Quanto aos atos do dia 26, vejo como uma manifestação espontânea da população, que de forma inédita vem sendo a voz principal para as decisões políticas que o Brasil deve tomar”.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéO vice-presidente, general Hamilton Mourão: os militares rechaçam a ideia de ruptura
Uma parte dos apoiadores de Jair Bolsonaro encara o protesto como um chamado do presidente. O problema é que, qualquer que seja o cenário, os atos embutem risco para o próprio Bolsonaro e para o governo. Mas nada que chegue perto das teorias conspiratórias propaladas nos últimos dias. Na história do Brasil, golpes sempre foram acompanhados de uma conjunção de fatores a sustentá-los. A começar pelo apoio das Forças Armadas, de setores importantes da economia — e de protagonistas do próprio parlamento. O grito das ruas, ou de parte dela, nunca foi suficiente. Ainda que quisesse, o que não parece um dado concreto a ser considerado, não há sinais de que Bolsonaro conte com o mix de fatores pré-golpe que a história não deixa esquecer. Portanto, o risco de ruptura institucional difundido em discursos e análises se mostra um evidente exagero. Assim como parecem exageradas as leituras de que o impeachment é algo que pode estar tão perto quanto a próxima esquina. “Não consigo enxergar um golpe nos moldes de 1964. As condições internas e externas são distintas”, diz Hector Saint-Pierre, coordenador do Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais da Unesp, a Universidade Estadual Paulista. Também faltam, ao menos até aqui, elementos capazes de sustentar mais um impedimento presidencial.

Os riscos reais são outros, bem diferentes. A se considerar que a mobilização terá grande presença popular (na quinta-feira, 23, a previsão era de que elas se estenderão a 350 cidades), o resultado imediato será instigar a oposição a superá-la no ato já marcado para o dia 30 — que, por sua vez, poderá ser revidado com outro ato governista. O país, assim, poderia entrar em uma onda de manifestações nas quais todos os três poderes se sentirão emparedados com consequências imprevisíveis para a economia e a política. Os militares, hoje autodeclarados de centro e publicamente avessos a qualquer possibilidade de ruptura, manteriam essa condição? Por outro lado, se a manifestação fracassar, a fragilidade do presidente evidenciada no jogo político de Brasília estará reproduzida nas ruas. Isso abriria espaço para uma espécie de “parlamentarismo branco”, algo que o Congresso vem tentando implementar.

Antes mesmo de acontecerem, os protestos já causaram consequências. Nesta semana, movido pelo clima em torno da manifestação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, antecipou a votação da medida provisória que tratava da reestruturação do governo. Maia e o Centrão queriam derrubar a criação de dois novos ministérios, o que havia sido negociado semanas antes com o Planalto para apaziguar a relação com o Congresso. Pretendiam, assim, esvaziar o discurso de que os parlamentares pressionam o governo por cargos. Na mesma sessão, o plenário confirmou a retirada do Coaf da alçada de Sergio Moro, o ministro da Justiça. O placar foi mais apertado do que se desenhava, talvez como reflexo da pressão – esta legítima – contra a mudança, arquitetada e executada pelos adversários da Lava Jato (e de Moro) no Congresso.

O Centrão mostrou suas garras também no esforço para aprovar a tentativa de limitar o poder de investigação de auditores da Receita, mais um pilar da ofensiva dos anti-Lava Jato. Teve que recuar. Depois de um acordo com os governistas, a proposta foi retirada do texto da medida provisória, onde havia sido estranhamente incluída – como mostrou Crusoé há duas semanas, um típico “jabuti”, para usar um conhecido jargão dos corredores do poder. Não foi um recuo completo porque um projeto de lei sobre o mesmo assunto será debatido nas próximas semanas. Mas não deixa de ser um sinal de que as pressões, quando legítimas, são válidas. O importante é que elas ocorram, sempre, dentro dos marcos da democracia.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. O Brasil vive momentos críticos de definição da governabilidade.O país estava pronto para uma "consolidação drástica"de um sistema pseudo-socialista.Onde "grupos"(os mesmos de sempre)apoiariam um governo "semi-totalitário".Tudo estava estruturado para isso.Até que a Dilma,desestruturou o processo e o Bolsonaro,deu o tiro de misericórdia.Sair de um processo desses,exige toda participação da Sociedade.Principalmente da cidadã reforçada pela Classe Média.

  2. Tenho sentido muita pena da imprensa ultimamente, se os brasileiros não a seguem mais bovinamente como ela poderá se corromper como antes?

  3. Grande parte da sociedade acredita que para haver mudanças é necessário tão somente peticionar na internet, contratar um coaching e fumar maconha. Vamos acordar e vamos vigiar, meu povo! Vamos às Ruas! Vamos Cobrar! O PODER EMANA DO POVO!

  4. A eleição já se foi A luta insiste em continuar Sem manifestação impossível fazer mudança Pressão instrumento para mudança Povo unido nâo será destruído.

    1. O sistema presidencialista é um sistema muito bom quando é composto por pessoas realmente comprometidas e interessadas com os reais interesses nacionais exclusivamente. Não quero dizer com isso que devem aprovar qualquer projeto ou leis que lhe são encaminhadas. Mas as reformas propostas e que não estão sendo sequer pautadas, deixa o povo brasileiro deveras preocupado e sem esperança de que realmente esteja havendo um real interesse em ajudar a nossa Pátria a progredir.

  5. Mto discurso p pouca informação! Fazem de uma coisa obvia um cavalo de batalha! P nós é bem mais simples as razões que nos levaram à manifestação! Existe sim um complô pra desestabilizar o governo! Este complô se desenhou bem antes de ele se eleger! Uma vez eleito ficou claro pra nos brasileiros que os parlamentares estavam fazendo de um td p inviabilizar o governo Bolsonaro! Então decidimos ir para as ruas p exigir q se quebre este paradigma de governabilidade por loteamento etc! DEU CERTO!

  6. precisa mandar seus jornalistas trocarem de oculos, esta chapinha esta manjada e nem precisa pensar para escrever e so ler o que todos escrevem. Assim fica facil. Vamos la Sr, diretor manda trabalhar,

  7. A prova que muitos vivem em uma bolha, é esse C. Junqueira. Nem parece brasileiro. Nem parece gente. Não sofreu na pele por nada do que defende, ao contrário dos milhões que foram às ruas por todos 26 estados do Brasil, Nordeste incluso. Mal informado? Não mesmo.

  8. E agora, Caio Junqueira? As manifestações foram amplas, claras, cívicas e democráticas. Deixaram o recado que a velha política não quer ouvir. Vocês vão alegar o quê pra ser contra, agora? Pouca gente? Blá, blá, blá? O governo eleito está cumprindo com o prometido. Não avança porque não elegeu uma base aliada de apoio e tem um congresso interesseiro, patrimonialista e corrupto, cuja principal preocupação é manter privilégios e evitar a reeleição de Bolsonaro (pode?). Vem mais por aí. É a onda.

  9. DALVA Impossível governar com esse Legislativo. Alcolumbre engaveta TUDO e Rodrigo Maia troca projetos brilhantes dos Ministros por imitações baratas de sua patota. Quem viabiliza o Executivo é o Legislativo. E o corrupto do Maia se pretende Primeiro Ministro! Nenhum deles pensa no Brasil.

  10. Hoje domingo depois da manifestação. Eu vi na Av. Paulista pessoas unidas pela idéia da necessidade urgente de reformas que apoiam Guedes e Moro e buscam mudança na economia e na política. Unidos pelo sentimento de insatisfação e contra a velha política, querendo ser ouvido e respeitado por Brasília. Estamos num movimento de abrir os olhos e tentar entender o país.

    1. Agora Crusoé e Antagonista sintam o clima e olhem com atenção talvez estejam perdendo o início de algo diferente na política. Eu acredito que depois da via digital da comunicação que fez os Brasileiros buscarem informação rápida de várias fontes a política deixará de ser superficial e mais pessoas serão mais reflexivas, críticas e exigentes. Crusoé fique atento estamos virando uma página da história do país não perca o FOCO.

    2. É uma pressão que afeta todos os Brasileiros insatisfeitos lógico que um dia a pressão pode transbordar mas eu vejo como algo que tem um lado positivo algo de transformação. O negativo da pressão pesa aos desempregados e os desalentados desmotivados por isso que temos que lutar por todos esses se estamos bem e somos lúcidos temos que ir à luta porque o brasileiro merece.

  11. O que vimos nas ruas de todo o país nesse domingo foi o povo consciente gritando apoio ao governo ! Ato legítimo e emocionante ! Sigam em frente presidente Bolsonaro o povo o apoia ! Estou decepcionada com a postura da Crusoe ! Acreditei que seriam isentos e não está me parecendo não ! Infelizmente

  12. Apenas pra recordar: a DIREITA nas RUAS tirou a Dilma, tirou o Renan, garantiu a Lava Jato, a prissão do Lula e a eleição do Bolsonaro! A esquerda nas ruas não segurou Dilma, não tirou o Temer, não evitou reformas, não livrou Lula e não elegeu Haddad. Quem tem A FORÇA???? Alô maia e Alcolumbre: om povo q tirou Renan, tira qquer um! Aprendam a RESPEITAR!

    1. Parabéns Sônia, falou tudo. Só não entende que não quer.

  13. Vejo que existe nesta materia um claro interesse de formar opinião. Pena que a visão inicial da crusoé tenha perdido o objetivo a que se propunha, levar aos leitores a noticia imparcial, sem envolvimentos ou interesses. Foi por isso mesmo que me propuz fazer asssinatura e ter um periodico com base em noticias, tão so e apenas.

    1. O sr expressou exatamente minha opinião. Uma pena essa parcialidade. Denigre a revista.

  14. Quem está sob pressão são os sabotadores da pauta vencedora de Bolsonaro, aquelas que nós os 57 milhões votamos para que sejam implantadas. Esses sabotadores (parte do congresso, parte do senado, parte do supremo, e a extrema imprensa) macomunados contra a democracia e a vontade do povo. Antes o povo havia escolhido socialismo e maus costumes com o progressismo, não deu certo, agora o povo quer liberdade econômica e bons costumes com o conservadorismo.

    1. Quando assinei Crusué achei que teria informação política imparcial e de qualidade, mas acho que fui enganado. Tem gente boa aqui, mas tem tbm mentes manipuladoras que só pública ódio e mentiras.

  15. Vai ser muito difícil consertar um País que foi governado e totalmente tomado pela esquerda e pelos corruptos nos últimos vinte anos A resistência às mudanças é incrivelmente muito grande.Talvez só o povo nas ruas possa conseguir alguma coisa,talvez...

  16. Acho que o exército vai terminar fechando o congresso e o stf. Ambos só trabalham para uma casta de sanguessugas ha muito tempo.

    1. Tá doido? Vá para a Venezuela, onde o presidente pode tudo.

  17. Já vi Lula chamar o PT para ajudá-lo e a resposta nas ruas foi ínfima. Quem disse que o povo nas ruas não tem valor Seja quem for para chamar, se o povo não estiver satisfeito, ele não vai. Aqui a história é diferente. Estamos no limite. O conteúdo disto tudo já deveria ter discutido . Arranjaram assuntos inaceitáveis. Não nos faça de idiotas!!! Nada de fechamentos. #Respeitoaopovobrasileiro Agilizem e vamos salvar esta Pátria.

  18. Pressão ou não, o povo estará nas ruas no domingo. Interessante, até as manifestações da "esquerda" são agendadas em dia de semana (30 de maio), para atrapalhar a vida dos demais cidadãos. O povo da "direita" é mais consciente e civilizado.

  19. Eu admiro o presidente. O que ele está enfrentando depois de quase perder a vida é inominável. E sempre de bom humor. Não me atrapalha em nada seu jeito bronco, até gosto. Chega de poses e belas palavras em discursos vazios. Tento certeza que está tentando fazer o melhor para o Brasil, e só isso já me faz admirá-lo. Era tudo o que eu queria de um presidente. Bom caráter e verdadeiro patriotismo.

  20. estamos indo as ruas hoje por que não estão respeitando nossa vontade que foi mostrada nas urnas. Elegemos bolsonaro para governar e não o centrão. se o congresso não entender os protestos deste dia 26. voltaremos as ruas novamente.

    1. Concordo Peter. Crusoé apenas retrata os acontecimentos. Não ocorre aumento dos acontecimentos com tendências específicas. Não passa a mão na cabeça de ninguém. Realizou a ação corretamente, recebe um bom comentário. Não o fez, recebe uma crítica. É um dos únicos recursos atuais da imprensa que está torcendo não por um grupo de interessados, mas que realmente gostaria de ter um Brasil melhor para todos, como uma pequena parcela da população que teve direito à educação, trabalha e paga impostos.

  21. Só sei de 1 presidente q tive popularidade o suficiente para colocar seus eleitores nas ruas, em apoio ao seu governo, após as eleições: Bolsonaro. Esse movimento é inédito (espontâneo). Lula? Não! Com Lula não foi e nem é assim. Além disso, se as manifestações montadas de esquerda fossem como esta do dia 26, então ou um ou outro movimento estaria errado. Movimento de esquerda como Lula Livre, defendendo vagabundo (defendido por vagabundo) não pode estar certo. Logo....

  22. Pela primeira vez, achei a revista Crusoé tendenciosa. Concordo que o Presidente não tem condições físicas-emocionais de governar o Brasil ( por uma questão médica). A intenção pode até sr boa e sincera, mas o país está ingovernável. Em minha opinião o vice deveria assumir e acabar com este “ Pseudo Parlamentarismo de obas -obas”!! Vou à manifestação pró pacote anti corrupção, pró reforma da Previdência e o retorno ao mínimo de moralidade e contra a corrupção sistêmica: Viva Sêrgio Moro

    1. A reportagem é boa, mas deixou de estabelecer de forma clara o que é de responsabilidade do Presidente da República e o que é do Congresso.

  23. Acho sinceramente que não é possível que a Crusoé quer a que o governo entre no jogo das propinas , achava que alguns da revista tinham outras intenções? Errei profundamente.

  24. Verdadeiramente muita coisa tem que ser feito, podemos ver claramente que os velhos políticos não se conformam mais Bolsonaro foi eleito para acabar com a corrupção e o aparelhamento que ocorreu da maquina. Eleito democraticamente, mais praticamente na marra, creio que ele ganhou no primeiro turno fraldaram as urnas. Chega de palhaçada STF esta ai para fazer justiça não injustiça soltando ladrões do colarinho branco estamos de olho acabou o circo.

  25. Não concordo com varias partes da matéria, sobretudo sobre um tal comportamento errático do Presidente Bolsonaro. Ele foi eleito para lutar contra “O Mecanismo” e o está fazendo. O problema do Brasil são sim os políticos, especialmente os últimos caciques com Nhonho, digo Rodrigo Maia. O cara teve pífios 74 mil votos e comanda a Câmara? Eu acho que o Presidente da Câmara deveria ser o deputado mais votado do Brasil e o vice o segundo mais votado. O mesmo devia ocorrer no Senado.

  26. Esperamos que essa manifestação, faça com que esses deputados aliados ao bandoleiro que os comanda, tomarem um pouco de juízo e pensar no país. As reformas são urgentes. Os ladrões precisam ser punidos.

  27. Atenção sobre o Pixuleco Botafogo: ‘Ronaldo ativista’ do “Movimentos Independentes” pediu hoje lá no Antagonista uma força para ajudar a divulgar que irão levar sim um Pixu do gordo amanhã. Sugeri a ele que além do nome pitoresco de ‘nhonhôjudas’ que deram ao traira que colocassem nele um pijama listrado e pendurassem uma placa no pescoço dizendo “vaiar pode, mas botafogo, ainda, não”.

  28. Quanta animosidade, tome paixão! MAS - FORA ALGUNS POUCOS que comentam e, sendo contra ou a favor, somam ao texto suas ideias, ou o debatem e tentam contestar, com comportamento de bom nível dialético e democrático - ESTA ILHA ESTÁ CONTAMINADA de olavetes e metralhas, ridículos e vazios, de conteúdo zero... Burros e analfas FESTIVOS idênticos, ‘se acham’ de Direita ou Esquerda e nem sabem o significado de “Ideologia”, rs... FACILMENTE IDENTICAVEIS por só zurrarem asneiras, NÃO SOMAM NADA, pô!!

    1. Como governar se Alcolumbre engaveta qualquer projeto e o Rodrigo Maia não acata os projetos vindos dos Ministérios e os troca por outros de pessoas menos capazes por pura implicância? O dono do Governo é o Legislativo e se especializou em afrontar o Executivo?

  29. A imprensa , de maneira geral, me parece que não criticou tão veementemente a troca de local do Coaf. Não vi a critica exposta nas capas dos jornais. Ou será que não merecia tal destaque ?

  30. A população vai para a rua dar autoridade ao nosso presidente para fazer o que prometeu. E descarar essa imprensa que só tenta atrapalhar por ter perdido o poder, mas não vai conseguir. Na sua leitura e na maioria da imprensa marionete, o presidente mordeu e assoprou, para nós é muito claro que ele bateu na turma específica dos cafajestes no poder , que óbvio não são todos, e assoprou para a turma que viu e visa a nova política, sabemos que já existe um perfil bem diferente do que havia antes.

  31. PESQUISAR  Conexão Política ÚLTIMAS Jair Bolsonaro anuncia R$ 2,5 bilhões da Petrobras para a educação O valor que será investido na educação é superior ao número contingenciado pelo governo.  Publicado  1 minuto atrás  em  25.05.2019 Por  Redação   Carl de Souza | AFP SHARE TWEET Nesta sexta-feira, 24, ao desembarcar no estado de Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que deve destinar 2,5 bilhões de multas da Petrobras para o Ministério da Educação e da Ciência

    1. Dinheiro não falta para educação. O real problema é que com esse dinheiro poder-se-ia ser realizado o dobro. Vamos ver como se saem as compras do presidente. É comum ver que o cidadão comum consegue pagar menos por um carro do que o governo quando compra 1000 unidades do mesmo carro (preço unitário evidentemente). Inexplicável, esperamos que esses valores entre o cidadão comum e o governo aumentem bem, no mínimo uns 20% !

  32. As manifestações são para que o Brasil funcione. Existe este tal "Centrão" que pensa só no poder, num corporativismo puro, sem levar em conta os cidadãos. O Brasil precisa de um Congresso que se alie ao povo, que vote reformas. Isto não é ser a favor do Presidente e sim da governabilidade para o bem do País. Infelizmente a mídia sempre contra coloca o Presidente em jogo. O problema é a nação continuar com este "Toma lá da cá" e os que torcem contra para ver um país à bancarrota tipo Venezuela.

    1. Desde Janio Quadros as forças ocultas atuam no congresso. Querem manter espaço e privilégios. Cabe ao nosso Presidente definir uma linha de atuação firme e persistente, pois não é no primeiro round que se irá vencer esta luta.

  33. Eu votei no Bolsonaro mas não soi cego. Temos muitos problemas sim e que poderiam ser evitados se o clã dos Bolsonáros fosse um poico mais inteligente. Congresso fisiológico já sabíamos que iríamos enfrentar. Falta inteligência política para driblar essa turma.....

    1. Eu Antonio 2 vejo diferente: justamente a honestidade e a inteligência política do Presidente Jair Bolsonaro foram o start que sensibilizou 78 milhões de brasileiros, que agora entenderam que mobilizados, como no movimento de ontem, podem inibir a ação sabotadora de políticos fisiológicos e traidores ( políticos que serão expurgados em 2022 ). Quiçá toda família tivesse um filho dedicado, protetor e atento como o Carlos Bolsonaro e um amigo visionário da estirpe do Professor Olavo de Carvalho!

    2. Me perdoe mais eu não vejo os filhos do lula defendendo ele é acho que eles lcertos é muita Sacagem por parte desses esquerdoparas e dessa mídia escrita que perdeu as mordomias kkkk bem feito.

    3. o Bolsonaro esta 30 anos na política...se sabia que não dava pra governar deste jeito não deveria ter prometido. Mas demagogo como é, promete sem precisar ter a responsabilidade de cumprir, pois qq desculpa esfarrapada cola nestes seguidores cegos.

    4. Driblar esta turma? Nunca ninguém "driblou" esta turma, nem Temer, nem Dilma, nem Lula, nem FHC. Todos "compraram" com cargos, concessões de radio, ministerios, mensalões, petrolões. E assim mesmo os corruptos comprados nem sempre entregaram a "mercadoria" para os corruptos compradores. A imprensa, os eleitores, todo mundo sabe disto porque veio à tona. E agora vêm com a historia de "articular", "negociar"? A primeira vez um presidente não cedeu, e não só para os politicos e vejam o que deu.

  34. Está difícil ler algo na grande mídia que tenha qualidade e, que no final da leitura, possa-se dizer que o assunto está bem esclarecido. Parabéns ao Sr. Jornalista Caio Junqueira. Informou, descreveu, analisou de forma imparcial e não demonstrou opiniões pessoais mas conclusões sobre a reportagem. É o tipo de matéria jornalística em que pessoas de razoável informação e discernimento sobre a atualidade, chegam ao final da leitura dizendo: “eu percebia ou tinha essa impressão também”.

  35. Infelizmente, a imprensa não consegue fazer a leitura correta do movimento na rua: "É O GRITO DO POVO ECIGINDO MUDANÇAS " . É o povo re-afirmando a Constituição Federal "TODO PODER EMANA DO POVO". O que se deseja é radicalizar com os guerrilheiros do Congresso. Não há motivo para qualquer parlamentar ser contra a transferência do Coaf para o ministério da Justiça..

    1. Antonio 2 (Antonio Ramires) concorda totalmente com Antonio 1! Por isso Iolanda, a “bravata” de ontem foi dos “bolsominions” e não do governo, deixando claro que apoiam a Reforma Administrativa do Jair Bolsonaro, a Reforma da Previdência do Paulo Guedes e o Pacote Anti-crimes do Sérgio Moro, que só conseguirão trabalhar se neutralizarmos a influência deletéria desses “caciques do Centrão”, liberando do cabresto muitos políticos de lá que certamente gostariam de votar com o povo.

    2. os fanáticos bolsominions se desfarçando de povo...o povo quer governo e não passeata. Este governo previsa trabalhar e menos bravata!

  36. Aquela declaração do Paulinho da Força Sindical é imoral e anti-ético. Deveria ter sido cassado imediatamente. Com ele vários que fazem declarações loucas contra o povo brasileiro. O STF ao votar certas pautas afronta a CF/88 e o povo brasileiro. Temos sim que nos indignar com tais condutas. Nosso povo é muito tolerante com essas aberrações. Mas, Brasília criada por Juscelino e causadora de uma hiperinflação, desestabilizadora do país nos anos seguintes, é o PARAÍSO dessa "elite.

  37. O problema desse "parlamentarismo branco" é que o seu comando na verdade fica nas mãos dos caciques da velha politicagem e que a maioria dos eleitores rejeitou nas últimas eleições. Ou seja, uma vez ele instalado, mostra que eleições no Brasil acontecem para dar aparência de democracia ao que, de fato, governa o país há um bom tempo: os caciques da velha política. Ou seja, voltamos a "tudo dantes como no quartel D'Abrantes".

    1. isso acontece com presidente (líder) fraco. O caso do JB. Ruim, fraco e desarticulado...melhor deixar com Guedes, Moro e militares...escanteiwm o homem que ficaremos no lucro.

  38. O Presidente mandou a MP da Reforma da Previdência á Câmara Federal. Junto foi a exposição de motivos e a necessidade de urgência. Os deputados não são analfabetos. Não é preciso o Presidente falar com cada um deles. O Rodrigo Maia, como Presidente da Câmara coloca em pauta e os deputados votam. Concordam, discordam ou sugerem alterações. Volta ao planalto que aceita ou não os pedidos listados Retorna a Câmara e aí decide. Se aprovar ok, senão aprovar arca com as consequências. O que não pode é

    1. Perfeito. Isso mesmo, isso é o processo legal. Essa teoria conspiratória de que o Presidente usaria a militância política para impor sua vontade às instituições ou fazer os parlamentares se curvarem a seus planos não passa de medo de perderem poder e privilégios.

    1. Plenamente de acordo. Afinal, por que pagar para TER MAIS DO MESMO? A crusoé faz parte da "mídia" cega, surda, burra e interesseira

    1. O congresso está mais para uma creche de crianças mimadas querendo o mesmo brinquedo.

  39. O governo Bolsonaro ainda tem lenha para queimar. Se não dá para negociar com um Congresso fisiológico, que seja através de pressão. Até hoje o que se viu foi muita má vontade em relação a este governo. Vamos às ruas, pois!

  40. Impressiona como grande parte dos leitores da revista aqui (e da grande imprensa) se irritam quando leem artigos que mostram os pontos fracos dos governistas. Como naquele caso onde o arauto foi morto só porque trazia a notícia que não queriam ouvir... Quanta falta de maturidade!

  41. a mídia brasileira trata o assunto como se os brasileiros nunca tenham feito uma manifestação. chega ser ridículo. em tempo, eu irei dia 26 viu.

  42. Bolsonaro diz que o problema são os políticos. Ele como ninguém sabe disso. Fez parte desse "toma lá e de cá" durante quase trinta anos e nunca reclamou, ao contrário. Gostou tanto que levou os filhos para ganhar muito e nada fazer. E agora reclama? Isso não vai mudar nunca.

    1. Jeanete totalmente enganada: nos trinta anos de política o Jair nunca teve apoio justamente por nunca participar do toma-lá-dá-cá! Por isso foi eleito! Quanto aos filhos, quem dera seguissem os conselhos paternos. Cada um pague pelos seus erros! O tamanho da fortuna dos filhos dos Lula não te deixou indignada?...

  43. O que houve com a Crosué? Suspendí a assinatura do Estadão. Iria assinar o Antagonista +...Mas as edições de hoje...O comentário do Mainardi sobre as manifestacões do dia 26...Inacreditável! Só falta colunas da Miriam Leitão e da Elaine Catanhede...Não sou miliciano bolsonarista, nem qualquer...ista. Soucontra o centrão e a esquerda, o que há de pior na politica brasileira. E tem que haver protesto contra o boicote às medidas do governo, sim. E contra a crnsura tambem!

  44. A independência da revista Crusoé parece ter sido "censurada", por tações ainda desconhecidas. Está replicando as fakes news da Folha, do Estadão e da Globo. Esqueceu que seus leitores são, em.sua esmagadora maioria, antiparasitas. Isso é propaganda enganosa. Apareceu e cresceu na carona do Bolsonarismo e do antipetismo, sob um lema jornalismo sério e independente, está traindo os seus leitores.

    1. Tbm percebi isto, claramente. Ou a Cruzoé faz jornalismo de verdade, independente e verdadeiro, ou não mais interessa para nós assinantes.

    2. Percebo tb assim,após a censura mudou o swing, pé no freio,desacelerou,indução a desvirtuos com opiniões de "pano quente"... é sem dúvidas o emparedamento surtiu algum efeito .

  45. Enquanto a direita se divide em picuinhas bobas e guerras de egos, a esquerda se une em torno de um idealizado festival de música brasileira chamado #LulaLivre, a se realizar em SP, em 2 de junho, com mais de 30 artistas engajados na liberdade do molusco. Tá bom pra vocês? Estão esperando o que pra ir às ruas no dia 26/05?

  46. Análise equivocada e uso de mentiras implantadas pela esquerda,por essa e por outras reportagens é que eu deixarei de assinar essa revista, e já assinei a do Terça Livre onde a análise é sistêmica e real, sem interpretações de pessoas que são ou já foram de esquerda, e que não tem habilidade intelectual para fazer uma análise da conjuntura com base em fatos e dados reais, acreditam nas fantasias desses comunistas mal intencionados. Vai pesquisar e estudar mais, vc não está entendendo a realidade

  47. Isso é um jogo de xadrez, a câmara quiz dá um cheque mate mais teve reação, aí mudou o jogo. Parabéns a Bolsonaro que está sabendo jogar bem. ( mais de 20 anos no covil)O povo apoiando, vencerá o Brasil, e o Centrão será enquadrado. Dia 26 todos na rua pelo Brasil.

  48. “O PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME DEVE SER EXERCIDO”. Simples assim. Dia 26 estaremos na rua para lembrar esta norma Constitucional ao Legislativo e ao STF.

  49. As manifestações de rua, pacíficas e ordenadas causam "terror" principalmente entre politicos que dependem do votos da população para serem eleitos ou reeleitos. Haja visto a mudanças que aconteceram no Congresso Nacional. Antigos políticos saíram e novos políticos entraram... as manifestações nas ruas e redes sociais, mostrando as mazelas e tramoias entre os poderes legislativo/judiciário têm causado revolta entre os brasileiros de bem que não aceitam mais crimes de corrupção e roubos ao erário

  50. É lamentável a manchete, quando assinei a revista Crusoé acreditei numa informação isenta e Nápoles tendenciosa, mas não é o que vem acontecendo, não pretendo renovar. É mais um órgão de comunicação na vala dos interesseiros. Quem está sob pressão mas não aceita são as duas casas do congresso. Quando este bando de canalhas do centrão atrapalha o curso dos projetos de mudança vocês só sabem falar, MAIS UMA DERROTA DO GOVERNO, então, os estados ganharam? Os municípios ganharam? É CLARO QUE NÃO.

    1. Concordo inteiramente. Tb não devo renovar assinatura. O gosto deles pela discórdia começou a escorrer qual saliva pelos cantos da boca.

    2. Rogério, concordo plenamente com vc , quando assinei a Crusoe também achei que seria isenta, mas estou percebendo que o interesse pelo dinheiro está começando a falar mais alto. A ida às ruas dia 26/05 é muito bom, pois os deputados com essas irresponsabilidade deles , está prejudicando 250.000 .000 de pessoas, como meia dúzia de incompetente pode ter esse poder , eles não sabem o que é ficar sem alimentos dentro de casa , só interessa próprio.

    3. Concordo, em parte, com você Rogério. Saí da Veja, Isto é e outras revistas, na perspectiva de que debates imparciais levassem à população a uma reflexção construtiva e racional que desse suporte e alavancasse as mudanças que o país precisa, urgentemente.

  51. Acho equivocada no mínimo essa idéia do objetivo de ir às ruas dia 26. Os políticos pintam e bordam assim como o STF e não querem que falem ? Não querem que protestemos ? Queremos uma nova política.Sem corrupção e atendendo as necessidades do Brasil !

  52. Dia 26/05 Manifestação a favor do Brasil, contra a CORRUPÇÃO!!! O BRASIL PERTENCE AOS BRASILEIROS, E NÃO AOS POLÍTICOS CANALHAS E A “SUPREMA CORTE” DO PAÍS!!! CADEIA PARA BANDIDOS DE COLARINHO BRANCO!!!! 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    1. Bolsonaro tem mais é que falar mal dos políticos. Eles são uma vergonha para o nosso país. tomara que na próxima eleição mais uma leva dos velhos políticos corruptos caiam fora do poder. vamos as ruas protestar contra a corrupção , o jeitinho brasileiro tão conhecido no exterior e devido a quem ?

  53. Totalmente por fora, pois estou envolvida neste ato de manifestação e a chamada para este ato, foram you tubers, muitos intelectuais envolvidos nesta missão do governo e milhares como eu, fomos e começamos a propagar a manifestação, jamais o Presidente, errou a revista, será que estão virando parte da grande imprensa que ora vem despencando em audiências.

  54. Também acho que todos devem ir às ruas mais essa vez e quantas outras vezes sejam necessárias para manter esse governo. Durante todo o seu mandato Bolsonaro precisará de nós nas ruas, pois foi através dessa forma que ele ganhou força para se eleger, bem como dela ele vai precisar para levar seu governo até o término de seu mandato.

  55. Parlamento branco? Se não serve para nada, por que continuar aberto? Se o STF só serve para solicitar bandidos e comer lagostas, por que não fechâ-lo também? Se o governo não serve o povo, para que governo?

  56. Afirmar que a pressão popular não interfere na conduta do congresso é falácia.O presidente está emparedado pelo mesmo e pelo STF, que tentam tirar todo o poder, principalmente aquele anti-corrupção de Bolsonaro.Qual a razão de retirar a COAF de Moro?Isto Voces não comentam.Então resta ao povo mostrar seu descontentamento que, historicamente, provou surtir efeito

  57. Votei em Bolsonao porem não concordo com a manifestação de domingo posto que, eleito por maioria, ele agora é presidente de todos os Brasileiros com “ B” razão pela qual deve envidar todos os esforços para unir o país na busca do bem comum.

    1. Está fazendo exatamente isto mas está sendo boicotado. Neste momento ñ importa este ou aquele. O q sei é q colocou nossas pautas p serem votadas, e até o QUARTO PODER, instituição e ñ corporação, ainda vítima das ORCRIMs q se infiltraram nos outros 3 poderes, em nada ajuda nós brasileiros. Esta concentração, acima de ideologias e partidos políticos, dá continuidade ao nosso projeto em busca da verdadeira DEMOCRACIA p o POVO. Quer queira ou ñ nossas pautas foram encaminhadas mas estão paradas

  58. A grande maioria dos leitores da Crusoé não concordam com a reportagem. Todos à rua, contra os corruptos do congresso e a imprensa vendida e a favor das reformas

    1. Sem dúvidas. CRUSOÉ, Globo e band têm razões p trabalharem contra todos nós, e isto é CRIME . Nossa manifestação acima de ideologias e partidos políticos, é justa e ocorrerá no momento crítico, em q o fisiologismo do CONGRESSO pensa q estamos mortos. A adesão está importante, inclusive com os caminhoneiros . Encontremos todos, jovens, crianças e anciãos p inaugurar o Brasil de nossas justas causas.

  59. O governo Bolsonaro, embora não tenha preparo, é o primeiro de orientação liberal. Tem defendido o trabalhador, sejam empregados, autônomos, ou empreendedores em geral, e alfinetado as corporações sempre apoiadas pelas esquerdas, com as quais quebraram o País.

    1. Liberal que não privatiza . Só no Brasil que bozo é liberal :

  60. Sendo assim, o mandato de Bolsonaro está em risco pq ele representa uma ameaça a "forças ocultas" que se utilizam e se escondem atrás de seus cargos para sugar e parasitar a sociedade. Estes indivíduos utilizam o seu poder para promover o mal e a corrupção da sociedade, existe maior prova de que Bolsonaro é uma ameaça a todo o sistema do que a facada que ele levou? Quando alguém se insurge contra o sistema ou ele vence ou é aniquilado, a luta não é só de Bolsonaro, é do Brasil.

  61. O ideal é que as pessoas tivessem ciência que, em se tratando de uma democracia, a corrupção sistêmica não pode existir sem que todos os poderes estejam corrompidos. Até agora houve uma mudança completa no Executivo, uma parcial no Congresso, mas o poder judiciário continua intacto. Portanto, onde está a caixa-preta da corrupção? Exatamente no judiciário e ela precisa ser aberta para que o monstro seja vencido de uma vez por todas, do contrário, ele fará de tudo para ressuscitar.

  62. A separação entre os poderes deveria garantir que nenhum poder exorbitasse de suas funções, portanto, para que a corrupção se alastrasse por todo o Estado, todos os poderes teriam que estar corrompidos. Sobretudo, o judiciário deve ser questionado, pq os corruptos não eram investigados antes? Pq eles não eram presos? Pq ninguém do judiciário foi preso até agora? É preciso demonstrar que o judiciário é o poder com maior capacidade de auto-proteção e que só ele pode dar sustentação à coisa toda.

  63. Não tem problema se evocar a premissa de que o mandato está em perigo, mas ela só tem apelo junto à base bolsonarista, o ideal é que ela seja vinculada a uma ameaça muito maior, que é a tentativa dos corruptos de anular todos os avanços da lavajato e reestabelecer a corrupção no país. O mote tem que ser de que a corrupção não foi vencida, se o povo não se levantar e exigir transformações permanentes na forma dos poderes se relacionarem, o sistema voltará ao seu estado anterior.

  64. Eu acho que o Bolsonaro poderia ser o melhor lider do mundo, que mesmo assim não conseguiria implementar esses avanços que ele tenta, como o Coaf no ministério da justiça e a aprovação da previdência, conforme foi desenhada pelo ministro Guedes. A primeira, porque é logico que um parlamento corrupto como esse brasileiro, não vai aprovar algo que vá contra eles próprios. No caso da previdência, aprovando como está, o país começa a crescer e JB se reelege. E ninguém quer largar o osso.

    1. Coaf c o Guedes é estratégia militar. Ele cruza e o MORO cabeceia. A prioridade é o combate à corrupção.

  65. Acho este Bolsonaro um bravo , Mídia Esquerdista ( 99,99% ) atacando-o 30 horas por dia , comandada pela Globo , Oposição de Esquerda que perdeu a Chave do Cofre e é profissional em fazer oposição , fora as vaidades dentro do próprio Governo e ele ainda não caiu , é um Bravo .

  66. O país está falido e o Congresso Nacional preocupado em cumprir os rituais da casa no prazo que eles querem. Não temos mais tempo para toda essa prosopopeia. Aprovem o que precisa ser aprovado, contestem com argumentos republicanos o que precisa ser comentado, mas não emperrem o país para o mais fundo do poço em troca dos seus interesses pessoais. Esse Pasquim não precisa ficar preocupado pois haverá gente nas ruas mais do que necessário para dar o recado a essa classe política nefasta.

  67. Na verdade todo extremismo de direita ou esquerda, não ajuda em nada. Vejo os extremos equivocados sem noção real do momento. Talvez falta um equilíbrio para unirmos as idéias pela melhora do País. O Brasil precisa de Políticas Públicas Coletivas e Setoriais. Conforme a dimensão do País. O que for Possível para todo País que seja e o que for Setorial por Setores ou Região. O Nosso País existe demandas diferentes conforme região isso é fato.

    1. Mas precipuamente temos q acabar com a corrupção. Às pautas estão aí e o Congresso teima em ñ trabalha-las. Em busca de respostas vamos as ruas e praças ordeiramente no próximo domingo, o q já seria um bom motivo p nos encontrarmos e, sem ideologias e acima dos partidos políticos, reconstruirmos uma Nação.

  68. Os argumentos nesse texto em relação a participação de Bolsonaro nas manifestações, são risíveis, infantis e inconsistentes...se fosse um movimento pequeno, fadado ao insucesso, essa esquerda estaria calada, despreocupada..mas como será um mega evento, muita gente nas ruas do Brasil, reinvidicando que o país funcione, afinal os brasileiros pagam as instituições e os políticos para isso, estão todos enfurecidos, fazendo profecias absurdas e sem nexo algum.. Sinto muito!

  69. Bolsonaro falou o que todo brasileiro sabe, nosso maior problema é a classe política. Parece que o que a mídia quer (incluso Crusoe) é que Bolsonaro seja dissimulado e mentiroso não falando as verdades que todos estão cansados de saber.

  70. Entendo que o povo brasileiro está mais crítico quanto à atuação dos políticos que elegeu. Assim, o povo, e aqui me incluo, tem observado que a Câmara dos Deputados (Rodrigo Maia e Centrão) vêm, reiteradamente, embargando os projetos encaminhados pelo poder Executivo e o faz com terceiras intenções. O povo não é bobo. A sua manifestação espontanea é a resposta democrática para demonstrar e pressionar aqueles que continuam achando que podem fazer o que quiserem com o país e seus nacionais.

  71. ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

  72. E triste uma nação cujos lideres, politicos e autoridades, tem carater duvidoso. Criaram esquemas criminosos poderosos, em conluio com a grande midia, corporações, politicos profissionais, e maus empresarios. E dificil apenas para as pessoas decentes, mas o sacrifício podera valer apena. Apos pensar bem o presidente Bolsonaro merece nosso apoio.

  73. Pressão popular tem efeito sim! O centrão tava comendo Bolsonaro ( e a vontade da maioria) vivo e teve que dar uma recuada. Temos que emparedar esses congressistas bandidos!

  74. A ruptura já se consumou, na hora em que os Pres. das "casas" se unem com o centrão e a oposição, c/ o apoio de parte da mídia, com o intuito de restringir e estreitar peças fundamentais dos projetos; contendo a abrangência das medidas, em prol de corporativismo, do ranço e despeito político. Visivelmente, tb, um desrespeito ao presidente, ainda, uma tentativa de encabestrá-lo e impedí-lo. Exemplo da fenda é o anúncio do Paulo Guedes de "pular fora"! Quem aguenta tanta sacanagem?

  75. Pessoal, calma...Bolsonaro começou a governar há 5 meses e pegou o país num enorme caos. Ocorrem uns probleminhas normais de início de governo, e começa-se a falar de impeachment? Isto é absurdo, e apenas mostra que a reação dos corruptos está fortíssima pois sabem que terminou a festa pra eles.

  76. “Por vezes, parece apostar que a força de seus apoiadores fará os legisladores se curvarem a seus planos” – Garantia de APOSTA VENCEDORA. É sabido que os legisladores, sob o comando do R. Maia, empurravam a MP-870 para o “abismo”. Mudaram de ideia rapidamente.

  77. Não pediram impchimam por causa do vice, se não com apenas 5 meses de governo e lutando pra mudar o país já teria rodado e com apoio da mídia que justifica essa safadeza que está acontecen do pois perdeu verba. Mas não seremos vencidos por esses pulhas o povo não suporta mais e já não se deixa enganar e aqueles que estão criticando com certeza perderam alguma mamata ou algum parente pois muita gente mamando

  78. Bolsonaro não mentiu o problema do Brasil é a classe política, basta ver MBL agora quer ser partido e aparir disso.... O país padece pelo jogo de interesses, Bolsonaro depende do congresso manda recado mas não pode fechar a porta preci sa dos homens de bem que ali se encon tram. Precisa do apoio da população pra fazer as reformas afinal os políticos preci sam do voto, única maneira de faze Los trabalhar a favor e não contra como estão fazendo precionano o governo pra se render às velhas práticas

  79. *Por vezes, parece apostar que a força dos seus apoiadores fará os legisladores se curvarem a seus planos." JÁ FEZ, APOSTA VENCEDORA. Todos sabemos que a MP-870 estava, sob o comando do BOTAFOGO, sendo empurrada para o "abismo", perder validade em 03/06.

  80. COAF de volta p Sérgio Moro!! Absurdo, nós , brasileiros estarmos assistindo isso: q os representantes do povo ( políticos )não querem q Sérgio Moro combata o crime organizações criminosas . É o fim!! Portanto vamos p Rua!!!! Dia 26, todos brasileiros de bem , tem obrigação de estar presente!!!!

  81. Dia 26, todos na rua! Contra o "Parlamentarismo Branco", a favor das Reformas, a favor do projeto Anti Crime de Sérgio Moro e contra o " grupinho dos favoráveis a corrupção" do STF.

  82. Dia 26 todos p Rua! Lutaremos contra esse " Parlamentarismo Branco" q não quer q o país evolua ! A favor das Reformas, apoio a Sérgio Moro e contra as decisões do grupo do STF a favor dos corruptos!!!!

    1. Bozo foi um profissional "palhaço", cuja atividade exige muita capacidade, criatividade, empatia com todos etc. E esse tal de Sérgio, e outras amebas que insistem em denegrir o Presidente da República e torcer por uma queda ainda maior do País, fazem o que? Se ficarem calados já pouparão a todos de suas asneiras e chavões.

  83. Temos 3 instituições, empiricamente em 2 temos mais do mesmo e em 1, a marca da mudança. Somos 58.000.000 de brasileiros c/os quais, a visão de BOLSONARO se identificou e por isso a parceria. Antes, fomos maioria, aos quais a GLOBO direcionava quem eleger. Lembram de Collor X Lula. Pois é! Hoje os brasileiros tem informações como de Emílio Oderbrecht dizendo das parcerias ilegítimas com Lula e a grande mídia em todos os tempos, enquanto milhões de operários ficam desempregados desde sempre.

  84. Novamente temos um Congresso de R Maia podre querendo mais poder para ficar perto da chave do cofre do erário público. Sujo, nojento, como era de se esperar de gente que está lá só para roubar. É dever do cidadão comparecer nesta manifestação pra dar apoio a quem foi eleito para mudar a cara da nossa política corrupta.

  85. A Constituição de 88 nos deixou a um passo do Parlamentarismo. Com os "incentivos certos"aos parlamentares, nos últimos 30 anos não nos percebemos do quanto. Agora que Bolsonaro retirou os "incentivos", mais sua pauta de mudanças que afetam a muitos deles, as regras do jogo de poder político de Brasília ficaram claras: eles podem tudo, o presidente pode muito pouco, farão dele mero coadjuvante. E ouvir muitos de vocês proferindo o ridículo de que eles querem diálogo e afagos.

  86. Com o andamento do tempo e dos acontecimentos, cada vez mais se constata a necessidade da pressão. Esses parlamentares, notadamente o dito Centrão, precisam aprender a se focar na solução dos problemas que atingem a Nação Brasileira, e se absterem de seus incofessáveis objetivos.

  87. Não vejo motivos para se pensar em 64 - momento histórico totalmente diverso. Não vejo motivos para impeachment. Quanto exagero! Bolsonaro precisa de algum tipo de apoio, já que não quer negociar com o congresso. Não pode se dar ao luxo de fazer pouco ou ter medo do apoio popular! Parece que bebe!

  88. Seu comentário é inconsistente de realidade quanto ao movimento pro-bolsonaro no dia 26 e visa enfraquecer o movimento. Com interesse de quem ? Do Brasil não e! Vc ñ está escrevendo para neófitos nem tão pouco para idiotas.

    1. Que o povo lute e demonstre para que votamos. Poço que os radicais fiquem em casa acompanhando de suas poltronas o sucesso da mensagem enviada ao "centrão"

  89. Os protestos e insatisfação do povo, verdadeiros patrões dos congressistas são válidos e óbvios. O que não pode e uma dezena de políticos corruptos sem interesse no progresso do Brasil, tentar para as reformas proposta pelo governo eleito legitimamente e democraticamente em interesse próprio

  90. A ambiguidade de Bolsonaro é proposital, medida e calculada para enquadrar o Congresso, emitir recados ao STF e ativar a militância. É do jogo, e ele está certo.

    1. Certo? A popularidade dele tá crescendo que nem rabo de cavalo...

  91. Quanto mais a imprensa, oposição , e os “indecisos”, batem no Bolsonaro 🇧🇷, mais ele é observado, apoiado e admirado por não querer fazer conchavos, toma lá da cás, subornos, propinas, “presentes”, “agrados”, taxinhas, percentuais , balcões de negócios, etc... O povo brasileiro não aceita mais tanta ganância e irresponsabilidade , com o suor do seu trabalho !!! Sabem o que que o povo brasileiro está dizendo para o STF e simpatizantes...? Lagosta 🦞 é teu cú !! ( Acho que dever ser a única lin

  92. Conservadorismo NÃO É IDEOLOGIA. Ninguém se refere à depravação e à imoralidade reinantes até agora como ideológica. A imunda decisão do STF a respeito do termo-valise "transfobia" nunca foi chamada de ideológica. POR QUE querer que as coisas sejam CORRETAS e de acordo com a REALIDADE é xingado de ideológico?

  93. Não confio no centrão para o combate à corrupção e nem para o crescimento econômico, tão pouco vejo que a manifestação de domingo seja ameaça para o governo! Dia 26 vou para Rua, exercer meu voto de confiança!

  94. O Rodrigo Maia, com seus parcos 74.000 votos, se elegeu presidente da Casa do Povo sabe-se lá com que conchavos, não vai conseguir impor sua agenda obscura ao país. Por isto vou "pra rua"!!!

    1. Villaggio, sabe-se, sim, com quais conchavos ele foi eleito. Os de manter a corrupção e proteger os corruptos, impedir o combate ao crime organizado, manter travada a economia, meio de continuar subjugando o pobre. Simples.

  95. Um presidente fraco exige uma manifestação logo depois de eleito. A manifestação é resultado do entendimento exclusivo de facções do Bolsonaro. O povo mesmo nem sabe disso. Tem gente que pensa que as redes sociais são a voz do povo, mas não são. É uma minoria barulhenta que faz pressão porque o seu líder é fraco, totalmente inepto. Parece apoio a um incapaz que não sabe lidar com a responsabilidade que o cargo lhe deu. O presidente, além de irresponsável é tosco. É uma pedra qualquer a lapidar

    1. Cara, vc não consegue ver q o Bolsonaro está contra uma política podre q está enraizada há décadas no país !?!?

    2. Só no fato do nosso Presidente não fazer conchavos, toma lá dá cá, ele continua firme nas promessas da campanha política. A pressão é Muito importante pra este Maia e Centrão. Avante Brasil

    3. Cirval, eu sou parte do povo e estarei nas ruas com minha família de verde e amarelo por pautas relevantes pro Brasil. Além do mais, todos que conheço só falam e combinam onde se encontrarem no dia 26. Será um baita encontro.

    4. Cirval, suas críticas não é válida, vc acha mesmo que o presidente tem que aceitar as imposição do congresso, sim, aí vc estaria dizendo que o presidente está sabendo dialogar, sabia que o no governo Lula foi aprovado 30 MP num único dia. O presidente tem todo meu apoio, tem sim que afrontar este esquema que o congresso impõe, é muita coragem em lutar pra romper esta corrente.Cirval, te falta percepção, visão da realidade, ou então está na contra mão consciente.

    5. Vamos pra rua Sim! A favor da aprovação da reforma da Previdência, do pacote feito pelo ministro Sérgio Mouro . Não somos idiotas. Estamos de olhos abertos.

    6. Então, em razão da "fraqueza " do PR vamos deixar a banda podre do Congresso continuar votando em benefício próprio, rapidamente, na calada da noite em flagrante prejuízo ao povo/País ? É essa a sua inteligente conclusão?

  96. Não vejo nesse movimento risco ao Presidente Bolsonaro. O Congresso Nacional e Politicos do Centro-Esquerda,que façam seu papel,estao lá graças ao Povo,mas governando contra o mesmo,a favor de si próprios,boicotar e destruir o Governo Bolsonaro ,é isso q eles querem, e morrem de medo das manifestações do Povo? O tempo td o Corrupto do Rodrigo Maia lança novas medidas p favorecer os corruptos como ele, em vez de Governar. Devemos argumentar mais?Com bandidos?O Povo tem q se mostrar nas ruas sim.

  97. Ou criamos vergonha na cara ou seremos um povo extinto em muito pouco tempo. Se o povo na rua não trouxer sensatez aos próceres da República, certamente vai haver sangue. De brasileiros ou de brasileiros misturado com outros.

  98. Fala-se tanto em Democracia. Não existe Democracia no Brasil, não. Que Democracia é essa, a qual é preciso colocar "um cano de revólver" na têmpera do outro para dialogar? Vivemos na Democracia de "Só dialoga quem não se garante no soco." Conversa para idiota acreditar. Isso aqui N Ã O tem solução.

  99. Votei e fiz campanha para que o Presidente Bolsonaro fosse eleito. Gostaria de que a coordenação política do governo assumisse o protagonismo dos fatos. Conversa, conversa e mais conversa sempre será necessário.

  100. Quem está contra o Governo? Grande parte da mídia e blogs que perderam as polpudas verbas publicitárias. Grande parte dos artistas, movimentos ditos sociais, grande parte dos Professores, universitários, instituições, ou seja, muitos que tem microfones, canetas ou giz nas mãos e conseguem falar à centenas e até milhões de pessoas. Agora o povo não pode defender o governo e suas propostas porque o Congresso vai ficar chateadinho, pq o Villa, o Andreazza, a Vera Magalhães tem diferenças c/ Olavo?

    1. Concordo, sempre admirei principalmente o Prof. Villa , Andreazza e Vera Magalhães . Mas vamos deixar de lado esse Olavo maluco. Vamos pensar no Brasil e nas metas a atingir : reformas, projeto Anti crime e contra o Grupinho corrupto do STF

  101. (continuando) Não quero outro Jânio Quadros, afinal as forças ocultas daquela época se revelaram , já não são ocultas, mas certamente são das trevas". Bora nas ruas defender nossos interesses.

  102. Ótima aula sobre o momento atual, dia 26 a pauta é realmente mostrar o que, nós eleitores, queremos, além de "lembrar" que votamos para presidente e não para primeiro ministro e asseclas. Ilusão imaginar que a pressão popular fará o COAF voltar para o Mouro? Talvez. Mas o pessoal de Brasília tem que saber, que pela primeira vez na história "estamos de olho", atentos.

    1. Temos que ir pra rua Sim! Mostrar para os políticos que estamos atentos. Que nao queremos Conchavos. Estamos a favor da reforma da presidência e a favor do

  103. Os teóricos políticos (meros observadores, falsamente denominados "cientistas"), deram com "os burros n'água" em TODAS as suas previsões/avaliações anteriores às eleições. Esses mesmos pseudos cientistas (título pomposo que só impressiona os incautos) também não conseguiram aquilatar a revolta/desesperança dos brasileiros no tocante aos oportunistas do Congresso e aos farsantes "supremos", posto que confundem suas negociatas e conchavos individuais com o peso das instituições que servem.

  104. O que me causa espécie, é saber que o poder legislativo possui duas câmeras, e o Senado, hoje, seria um sòmente carimbador oficial dos deputados? A fala recente do excelente senador Oriovisto Guimarães diz tudo. Centrão não é nome adequado de se chamar este ajuntamento.

  105. Na minha humilde opinião estão boicotando o governo de Bolsonaro basta ver o comportamento de Maia e os partidos do Centrão, devemos ir às ruas mostrar a nossa força e dizer para eles que elegemos Bolsonaro e esperamos que sejam aprovadas a sua agenda. O PODER EMENA DO POVO

  106. Elegemos o nosso presidente pautados nas suas promessas de campanha que os canalhas nao o deixam implementar!! Vamos as ruas em defesa dos interesses do povo que quer aprovacao das reformas enviadas pelo executivo e Nao reformas “ planejadas” pela corja de congressistas/judiciario comparsas de corporacoes que arruinaram o Brasil!

  107. O fato é que esta manifestação sem sentido, se não tiver sucesso, deixará o governo mais fraco e a oposição mais forte. Aguardemos...

  108. O fato é que esta manifestação sem sentido, caso não tenha sucesso, irá deixar o governo mais fraco e oposição mais forte. Aguardemos.

    1. Como sempre, esses vagabundos comunistas fazendo manifestação em dia de trabalho.

  109. Não há como negar que sem a pressão popular o Centrão continuará desafiando o modo de governar de Bolsonaro, aprovado nas urnas, de que a troca de favores por voto é inadmissível! O Centrão realmente é o representante TOP da velha politicalha que se instalou no Legislativo e destruiu a ética, a dignidade e a honestidade na forma de governar. No início de tudo, FHC e Lula. O país não tolera mais esse tipo politiqueiro que ainda domina o Congresso.

    1. Em 93 queriam fazer uma reforma administrativa e da Previdência mas o MDB não aprovou. Um era o Quércia. Se pesquisarem vão encontrar que sempre uma minoria lutou para sairmos disso. Os coronéis engravatados atrapalharam o desenvolvimento querendo manter o domínio em Estatais em órgãos e secretarias. De municípios a estados até Brasília. Era encarado como natural pedir cargos e favores e a imprensa descrevia como forma de fazer política. Poucos criticavam. Só JB mudou isso.

  110. 2- A movimentação é livre e parte diretamente do povo CONTRA OS POLÍTICOS DO CONGRESSO NACIONAL. O povo quer mostrar aos políticos que elegeu o Bolsonaro como presidente para que ele mude toda esta situação. 3 - A corda está esticando, se esgarçando, talvez seja está a última oportunidade para os políticos deste mandato.

  111. Interessante tudo isso não fosse até uma conotação, pouco convincente, de certa ingenuidade política do autor da matéria. Não há a menor dúvida sobre a posição acertiva do Presidente Jair Bolsonaro a respeito dos malefícios causados ao seu governo pela classe política Brasileira. Há, sim, um movimento claro e objetivo, da oligarquia política, através de um inconfessável jogo de força, cuja intenção é dobrar a espinha do Presidente da República, no sentido de ceder aos conchavos.

  112. Não acho que Bolsonaro esteja sob pressão, como diz o título,sob pressão estão aqueles que quiseram que ele passasse por constrangimento e ineficiente. Enquanto não se aprovar a reforma da previdência, os políticos podem até tentar desestabiliza-lo, mas parece que agora estão com medo das ruas , vendo que estes do dia 26 , não são os idiotas úteis.

    1. Concordo a pressão dos 218 é muito maior. É desesperadora. O Centrão é um número insignificante perto da população e estão usando a caneta, o voto e o cargo político mas isso é temporário. O prestígio político e o respeito já perderam.

  113. Tentam de toda forma desestruturar o governo, vendo que as manifestações ganham corpo, tentam colocar que estão querendo destituir os poderes, mas o povo que apoia o governo na verdade querem mais seriedade nas propostas e não um governo paralelo onde o centrão e STF estão tentando governar a si próprio. o poder emana do povo, basta eles trabalharem a favor do povo, assim não haverá manifesto nem ao menos hipótese de destituição de poderes.

  114. Olhos fechados por muitos anos de mentiras ininterruptas, pouco a pouco as pessoas começam a ceder a inexorabilidade da verdade. Jair é o portador da amarga verdade que no final começa a ficar doce como o mel, ao contrário da doce mentira que transformou-se em amarga como o fel para todo nosso povo. A verdade liberta de fato, pode demorar um pouco para deletar o vírus da mentira.

  115. O botafogo não é confiável, o centrão é a podridão solidificada juntamente com a banda podre do judiciário, a pressão popular tem que se fazer sentir pois o jeito de fazer política tem que mudar, é o que nós queremos. O país não avança porque esses setores travam tudo só para atender seus interesses espúrios. Avante Marcha!

  116. Sou a favor da manifestação em favor da reforma da previdência, em cobrar rapidez e seletidade ao congresso. É uma forma legítima de demonstrar que o poder emana do povo e deverá atender ao interesse republicado e não da corporação, até então dominante nesse país. Sugiro o lema: A) AVANTE CAPITÃO A VOZ DO POVO ESTÁ CONTIGO. B) LIBERDADE:?QUEREMOS REFORMA DA PREVIDÊNCIA JÁ. C) CONGRESSO MOSTRE QUE ESSA CASA É CAPAZ DE ESCUTAR A VOZ DO POVO.

  117. Basta ver nas decisões do Congresso e nas sinalizações dos parlamentares que eles legislam em causa própria. Até agora não houve solução para a fraude no Senado. Paulinho da Força quer aprovar a menor reforma possível. Há tratativas para amordaçar a receita.

  118. A mídia tradicional diz que Bolsonaro faz bem em nao lotear cargos públicos, mas tampouco faz a menor ideia de como negociar com o congresso sem um "saco de dinheiro". Mas eu sei, então : #Dia26BrasilNasRuas

  119. Resumo da ópera: o PT não terá nos próximos anos quem indicar pra disputar a presidência- a vaidade do Lula impediu o surgimento de alguém. O Bolsonaro, se cair, entra o vice e toda milicada explícita. Pode ser ruim com ele, pior sem ele.

  120. Caio Junqueira, Bolsonaro sobre pressão meu ovo! Vai lamber o saco do Luladrao na carceragem da delegacia de PF em Curitiba, serviçal da Globolixo. Está revista e Antas-247 estão com seus dias contados. Vocês terão o mesmo fim da Veja, Foice/SP, bem como a ex toda poderosa Globolixo, babaca.

    1. Digo o mesmo, assinei essa revista, achando que iriam passar informações que ajudariam às pessoas a se libertar da ideologia de esquerda, mas vejo, que me enganei! Não assinarei mais!

  121. Essa manifestação revelará o apoio da população a esse grupo que a convocou, mais do que ao Bolsonaro. Este continua com toda confiança de quem votou nele.

  122. Domingo vamos as ruas pela Reforma da Previdência e o pacote do Sérgio Moro se o Movimento já não estivesse sido marcado com antecedência as derrotas na Câmara teriam sido bem maiores, os deputados do centrão temem um pouco a voz das ruas afinal quem tem Su tem medo.

    1. Temos que mostrar pra esse congresso que elegemos, que o povo está acompanhando . Que não é mas aquele tempo que roubavam,faziam conchavos e o povo não sabia de nada. Estamos mas alerta. Vou no domingo sim! Queremos a votação para a reforma da previdência e o pacote

  123. O povo brasileiro tem que aprender que democracia é isso. Fizer com todas as letras possíveis em suas mãos, o que quer de seus governantes, legisladores e judiciário. O poder emana do povo e para lhe servir e proteger que o estado existe e não o contrário. BASTA de pagar impostos e não receber nada ou quase nada em troca. O que essas mídias todas ainda não entenderem que não importa quem está na presidência e sim qual é a bandeira e o apito que toca, poderia ser até o ET.

    1. Bolsonaro e o Congresso, ambos foram eleitos pelo povo. Não se imaginava, que governando, um seria pior do que o outro. Hoje, o que vemos é um "PT de direita" e um "PT de esquerda", fazendo tricô ao som do barítono Rodrigo Maia, que o próprio Bolsonaro ajudou a eleger presidente da Câmara. Reclamar do quê?

  124. Eu não tenho malvado preferido....tb já havia comentado que deveríamos voltar pra Rua, não em apoio à JB, mas a favor do BRASIL, dos nossos filhos e netos. Mostrar ao congresso que não estamos satisfeitos com esse modo de fazer política. Precisamos das reformas de Paulo Guedes e das REFORMAS DE SÉRGIO MORO, para o bem dos cidadãos e do nosso país.

    1. Apoiado. Votamos pela quebra das castas imposta pela corporação. Não ao previlégio, sim a liberdade de nosso destino com menos intervenção do estado. Mais educação para o povo ter direito à liberdade e dignidade.

  125. Não foi só a esquerda que esteve na última manifestação. Conheço várias pessoas que votaram no JB e foram pra rua. Cansados e desiludidos com tanta para quase em tão pouco tempo.

  126. Às ruas. Só de agendarmos já começou a dar uma clareada. Nossa busca incessante de um BRASIL mais justo, representado p Nossas pautas, boicotadas p CONGRESSO e instituições aparelhadas, não esperam mais. Acima de partidos políticos e ideologias, o povo descobriu que brevemente inaugurará no Brasil a VERDADEIRA democracia. A do POVO. A divisão e radicalização entre os povos a nós imposta, começa a arrefecer. Domingo promete.

  127. As reações tem que ser testadas, melhor só pegar carona e aproveitar para vender a msg de que há um novo pacto entre Estado e sociedade, vinculando a agenda do governo com a transformação do país. Qualquer governo que quebre o ciclo que perdura mais de 500 anos e reduza a corrupção a níveis normais de país desenvolvido terá realizado uma revolução no país. A sombra do presidente ir não deveria ser um problema, discretamente demonstra apoio às manifestações e manda um msg pros sabotadores.

  128. Sabe, Tânia, em boa parte tens razão. Infelizmente, com o poder que tem essa quadrilha do Centrão, liderada por Rodrigo Maia, é impossível se governar, como disse Bolsonaro. Não podemos esquecer que essa quadrilha tem como propósito impedir, de todas as formas, as ações de Bolsonaro para combater a corrupção, crime organizado e fazer a economia deslanchar. Com essa corja não há acordo. Sabe a piada da cabecinha? É exatamente isto! Dia 26, soprando fogo no cangote desses bandidos!

  129. O presidente precisa aprender a falar e conquistar o congresso, sem ele , não vai governar ! Política se faz com acordos , não precisa se vender , mas precisa ceder em alguns pontos ! Acabar c a imprensa vendida e construir um diálogo c o congresso , este è o caminho !!

    1. Glauber, não se trata de ceder alguns pontos, mas, sim, os pontos vitais das propostas. Ceder nestes, é negar a razão para a qual nós elegemos Bolsonaro.

  130. Comentário à lá Reinaldo Azevedo e Globonews. Penso q o staff militar do governo adotou estratégias de guerra, q afinal estão dando certo. Coaf na economia é estrategicamente o melhor pra EQUIPE. Guedes cruza e MORO cabeceia. O nosso técnico, com Dalagnol e sua bequeira na "defesa", BRETAS compondo o meio campo. Com nossa torcida organizada atuando firmemente e fiscalizando os "juízes togados " e as casas legislativas cheia de processaveis e processados, devolvemos o 7 X 1 com mais rapidez.

  131. Manifestação legítima. O centrão tem medo de perder votos. Desculpe, mas Bolsonaro não perde se a manifestação for grande, ele ganha e muito. Acho que devemos concentrar na Nova Previdência, reforma administrativa e na proposta anti-corrupção de Moro. É isso.o resto é bla bla bla

  132. Estao todos temerosos com aqueles que realmente mandam nesse pais: O POVO! Vamos pra rua sim! Mostrar a essa canalhada do congresso q, se continuarem a atrapalhar o governo e o pais, as manifestacoes serao ainda maiores. Imprensa maldita. Isso serve pra vcs tambem! Brasil acima de tudo!

  133. A matéria poderia ser muito melhor!Se não tivesse a opção da manifestação o Congresso teria feito muito pior. Ficou evidente com o COAF o que 218 querem evitar.Bolsonaro tem que ser neutro e respeitar o Congresso e o STF imagino como deve ser difícil lidar com o Centrão, a Esquerda e alguns juízes estranhos à Lava Jato e às idéias de Moro. Não há ingenuidade entre seus eleitores. É visível o que acontece no governo. Caminharemos para apoiar JB, Guedes, Moro e pelo Brasil que merecemos ter.

    1. Tania, concordo com vc.Dia 26 estarei nas ruas com minha família.

  134. Não e verdade. No início de Abril eu já dava chamada para um ato a favor de Bolsonaro. E muita gente queria o mesmo. Mais um ato espontâneo da sociedade, muito mal comentado.

  135. Análise ruim. Colocar a maior parte da culpa só no Bolsonaro é ridículo. Os analistas deveriam saber que um governo que indica para ministro da justiça uma pessoa como o Moro sofreria nas mãos daqueles que querem derrubar o ministro. A relação será inexoravelmente conflituosa. Claro que a postura do presidente facilita as coisas para o centrão, mas quem acha que o centrão não tent aria tirar o COAF das mãos do Moro, bem tentar tirar o pacote anticrime é inocente ou simplesmente idiota.

  136. Maia uma matéria bem escrito, porém criticando a postura do presidente e de quem o apoia. Ser sincero na política é considerado inapto. Por quê sua matéria não enfatiza o parlamentarismo branco que o presidente di senado e da câmara querem implementar. Esses dois crápulas sabem que o governo não possui maioria necessária no congresso e se aproveitam disso. A matéria cria várias hipóteses para depois, se acontecer alguma delas, dizer, eu avisei. O nosso jornalismo anda uma merda também.

    1. Concordo. Matéria mal articulada, inconsistente, incoerente... bem em cima do muro... uma vergonha para Crusoé.

    1. Como faço p cancelar a assinatura? Sinceramente , se fosse p fazer a leitura que Estadao e Folha já fazem , vcs nem precisariam existir! Não enxergam nada, ou pior entenderam tudo e foram cooptados pelo establishment!

    2. Dia 26 estarei na rua, sim!!! E não renovarei a assinatura da revista!

    3. 👏👏👏Excelente reportagem . Vamos pra rua dia 26.

    4. Renovar o Congresso nas urnas é a solução . Até lá vamos fazer de tudo para fortalecer nossa frágil Democracia.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO