Intervenção no microfone

24.04.20

O Palácio do Planalto tomou o timão da estratégia de comunicação do Ministério da Saúde. O plano é evitar, com Nelson Teich, a repetição do efeito Mandetta: uma das queixas era a de que, sob o ex-ministro, a pasta se transformara numa ilha dissociada do restante do governo. As primeiras mostras do controle palaciano vieram já nos primeiros dias. Teich evitou as já tradicionais entrevistas coletivas sobre a evolução da pandemia no Brasil e preferiu se comunicar por meio de vídeos. Num deles, gravado por meio de um telefone celular, logo atrás do ministro aparecia a foto oficial de Jair Bolsonaro, em claro esforço para demonstrar que ele trabalha sob o comando do presidente. A estratégia tem sido conduzida por Fábio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência e um dos padrinhos da nomeação de Teich. No dia do anúncio oficial da troca de comando na Saúde, aliás, logo após o pronunciamento que fez ao lado de Jair Bolsonaro, Teich foi levado para a sala de Wajngarten e lá, sem aviso prévio, foi pego no contrapé: estava tudo montado para ele dar uma entrevista ao vivo para o SBT, uma das emissoras diletas do secretário. Em seguida, o novo ministro foi empurrado para outro bate-papo ao vivo, desta vez com José Luiz Datena, na Band, outro canal que Wajngarten leva no coração.

Alan Santos/PRAlan Santos/PRWajngarten: padrinho do novo ministro e “guia” da estratégia de comunicação
 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ainda não vi a Crusoé ( a exemplo de #UOL/ FSP, #GloboLIXO e outros orgãos da extrema imprensa), pedir desculpas por ter noticiado 407 mortes por coronavírus, no dia 23/4. Ficou provado que o registro equivalia a vários dias. Mas o pedido de desculpas certamente não virá.

    1. Tem morrido muito mais do que 407 pessoas por dia. Graças às atitudes tomadas por esse presidente.

  2. Certo, ele está ali representando o governo que o nomeou. Nada errado nisso. Publicar picuinhas gera comentários idem. Quanto a Moro e Bolsonaro, seria bom que fosse feita uma análise das duas falas, não só de uma. Da posição de cada um no Governo. No projeto de governo que quase 60 milhões votaram e do que o Ministro da Justiça fez nessa pasta diante dos ataques da mídia, dos Presidentes da Câmara e do Senado e do STF, e sobre os ataques ditatoriais recentes dos governadores petistas. NADA!

    1. Aliás, GIGI: seu nome não lembra apelido de pessoa idônea ou de profissão honesta. Neste sentido, acho que encontraram o nome certo para um membro do Gabinete do Ódio: cheira a pagamento por prestação de serviços deploráveis. Seu apelido é a cara do Gabinete do Ódio.

    2. Gigi. Comentário próprio a quem demonstra ter pouca ou nenhuma inteligência e ainda menor cultura. Caso saiba interpretar minimamente um texto, recomendo-lhe ler as Catilinárias, de Cícero. Comece por pesquisar no Google e conheça Cícero e sua obra. Ah! E antes que se perca na sua burrice: quando se quer dizer que "fulano apostrofou genialmente alguém", diz-se que "mandou-lhe uma Catilinária". Cícero é o herói, Catilinas o bandido: e as Catilinárias são as bombardas contra os bandidos.

    3. ....gigibóia boia geral!!!....rsrsrsrsrs .... Nunca estudou uma única linha de História Universal...🤭🤭🤭🤭🤭🤭além, é claro, da limitação geral total!! Ela nos diverte mesmo, Catilinário!!!..🤣🤣🤣🤣🤣🤣

    4. CATILINÁRIO , como é que arrumou tal nome ? Deve ter sido no destrambelhamento dos seus momentos mais estapafúrdios de sonambulismo hilário. KKK

    5. Gigi. Você é folclórica. Ou melhor, virtualmente hilária. Os melhores elogios às ações destrambelhadas da equipe bozistas estão sempre na sua pena (digo, no seu teclado). Difícil saber quantas mãos mexem neste teclado, e seus nomes estapafúrdios. Algo como: GIGI, Gigio, Gigia, Gigirobô, Gigirobótia. Mas continue: seus comentários nos divertem muito. É como ouvir uma criancinha de colo balbuciando e repetindo as mesmas palavras e idéias. Suas parlapatices nos divertem muito!

  3. Como assinante acho que Crusoé tem deixado a desejar. Matérias muito restritas e pontuais em uma crise pandêmica e da gravidade conjuntura política .......... por exemplo: como está o Brasil e perspectivas em relação comparada da situação pandêmica ?? Quais as perspectivas para o cenário político com vistas a 2022 ? Pesquisa séria sobre impactos na opinião pública com a saída de Moro, etc......

  4. Depois de ontem, o Bolsonarismo ruiu! Os não fanáticos que elegeram Bolsonaro por sua promessa de dar continuidade ao combate à corrupção que Moro tão bem conduziu enquanto juiz, se veem agora traídos. Resta uma única saída ao presidente para evitar a perda de conquistas logradas até hoje: a renúncia! O impeachment traria de volta as ratazanas que queremos expurgar!

  5. Pelo que se pode ver, o médico-milionário-empresário Teich, por ingenua arrogância rachou que poderia impor-se à quadrilha de fanáticos milicianos que infesta os salões palacianos; como dizia, o líder político Aureliano Chaves, lá nas Minas Gerais: "a esperteza quando é demais, acaba engolindo o próprio dono".

  6. Aqui entre nós, se o atual Ministro da Saúde (Nélson) for realmente um profissional capaz, honrado e honesto, como tem dito, JAMAIS poderá ser um "boneco de ventrículo" do semianalfabeto e incompetente BOZO. Senão, toda sua carreira irá pro brejo.

    1. Será que tem algum parentesco com a família Adams ( do Seriado Familia Adams lembram-se?

  7. Kkkk tá com inveja pq a Crusoe só conseguia algum “furo” com o falecido, que Deus o tenha, Bebbiano ou o indefectível onguista general Cruz Credo?

  8. Entrevistas feitas com perguntas combinadas com a Secom, do jeito que os bolsochavistas a serviço do gabinete do ódio tanto gostam. Esses canais chapa branca se submetem ao servicinho sujo do Planalto diferentemente de outras veículos de imprensa que tem nome a zelar.

    1. Concordo plenamente. Adiciono tb " amigos prefefenciais" Nos pingos/ jovem Pam , Sujeira, Record....Vergonhoso!!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO