MarioSabino

O ministro e a baratinha

14.05.21

Depois de uma noite de sonos intranquilos, por causa da vacina da AstraZeneca, acordei com uma barata no quarto. Barata mixuruca, não daquelas cascudas que impõem algum respeito. Ainda assim, nojenta. A baratinha é velha conhecida. Eu pensava que duas borrifadas de inseticida tinham sido suficientes para ela não aparecer mais na minha frente, mas o ministro do Superior Tribunal de Justiça Luis Felipe Salomão, personagem que de vez em quando frequenta o noticiário da Crusoé e de O Antagonista, resolveu ajudá-la — e a barata, que deitada de costas agitava as perninhas intoxicada com as borrifadas de inseticida, ganhou vida nova. Agora deve se meter de acordo com outras baratinhas para continuar a tentar me amolar por ordem do baratão que foi solto pelo Supremo Tribunal Federal. Há muitos insetos na pauta dos tribunais superiores brasileiros.

A baratinha em questão é um blogueiro sujo que processei quando ainda estava na Veja. Identificado como responsável pela cobertura que a revista fez do mensalão, o que é uma honra para mim tanto quanto uma injustiça para com os meus ex-colegas, passei a ser alvo dos insetos arregimentados por Franklin Martins, aquele lá. Entre todas as baratas, a que reapareceu no meu quarto exagerou na gosminha que soltava. Processei, ganhei em duas instâncias, mas o ministro Luis Felipe Salomão reverteu a decisão, com a anuência dos seus pares de turma, todos eles igualmente frequentadores das páginas da Crusoé e de O Antagonista.

Eu já nem lembrava desse processo (para se ter ideia, não sabia dizer quem era o advogado designado pela Editora Abril para levar o meu caso adiante), quando fui informado via Twitter de que o STJ havia beneficiado a baratinha. Eu também desconhecia que o inseto era defendido pelo advogado Cristiano Zanin, que parece ter um apreço especial pela subordem Blattaria. Mas o processo ainda estava em julgamento e eu estava ganhando quando a outra parte levou no tapetão. Compreendo a jurisprudência: a Crusoé, principalmente, fiscaliza os tribunais superiores e os tribunais precisam ter mais rigor com o seu publisher. Noblesse oblige.

O que me causou espanto, contudo, foi a manobra do ministro Luis Felipe Salomão para me colocar como um jornalista que apela para a censura. No seu voto, ele disse: “O que há de diferente no caso em julgamento — quase inusitado — é que figura como autor um experiente jornalista reclamando indenização de outro jornalista e do sítio eletrônico onde reproduzidas as matérias que teriam sido ofensivas a sua honra. Talvez por isso, ambos experimentaram a estranha sensação de um cidadão que é ofendido, com sua carreira e profissão destroçados, e depois postula a reparação do dano moral no Judiciário”. Luis Felipe Salomão também afirmou que o caso mostra “um espelho de dupla face, que convida os profissionais sérios de imprensa a pensarem o peso e responsabilidade de suas atuações”.

O voto inteiro é de um primor salomônico, mas não vou aborrecer o leitor me estendendo sobre a extraordinária sapiência. Só acho pitoresco que o ministro pense que “jornalistas experientes” não tenham direito a defender a própria honra. Dado importante: como profissional de imprensa, sinto-me no direito de criticar e até ridicularizar quem quer que seja — e, do mesmo modo, não vejo problema que façam o mesmo com relação a mim. Vale até xingamento. Mas há um diferença abismal entre criticar e ridicularizar com fatos e criticar e ridicularizar com mentiras. No afã de mostrar serviço ao seu baratão, a baratinha lançou uma série de gosminhas falsas na minha direção, como a que eu manipulava o noticiário da Veja. Para Luis Felipe Salomão, contudo, o inseto não teve animus injuriandi — o que é uma curiosidade jurídica, pois o intuito era (e é) claramente me difamar, como constatado por juízes espantados com o voto do ministro. Ele acha, fato quase inusitado, que como sou personagem de “alta relevância social”, devo tolerar esse tipo de “crítica”.

A decisão de Luis Felipe Salomão, chancelada por seus pares, ensejou que sites jurídicos, de gente muito reta e vertical, tentassem me transformar em vilão que quis ferir a liberdade de expressão. Logo eu, que fui colocado duas vezes na frente de delegados da Polícia Federal por ter publicado reportagens verídicas que afetavam poderosos. Logo eu, que tive a Crusoé censurada. Ao mesmo tempo, o advogado Cristiano Zanin foi enaltecido por esses sites como arauto das liberdades previstas na Constituição. Logo ele, que tentou me levar a uma delegacia da Polícia Civil de São Paulo, como advogado do baratão, acusando-me de ser chefe de uma organização criminosa, O Antagonista. É risível.

Luis Felipe Salomão citou O Antagonista, para dar a entender que eu estava provando do meu próprio veneno. Posso estar enganado, mas tendo a crer que, ao referir-se ao site, o ministro incorreu em desvio de finalidade, já que levou para dentro do processo elementos de fora dos autos. Os fatos estão relacionados apenas à minha atuação na Veja. O Direito brasileiro é peculiar. Talvez seja apenas impressão minha e o ministro não quis me mandar recado, com a história de “espelho de duas faces” etc. Não importa, seria inútil: a melhor forma de defender a liberdade de expressão é fazendo jornalismo de verdade, o que nada tem a ver com a gosminha de baratas. Esta edição da Crusoé ilustra bem o meu ponto.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Juízes, desembargadores e ministros são seres humanos, suscetíveis de vingança, esquecendo o juramento feito de fazer justiça doa a quem doer. Triste.

  2. O juiz Luis Felipe Salomão estava julgando "o fato" ou aproveitou pra vingar um rancorzinho desse "grande jornalista" nessa oportunidade?

  3. Mário vc é um jornalista brilhante e dos pouquíssimos que eu reconheço como independentes e cultos Gostaria que escrevesse mais sobre a sordidez ? falta de conhecimento jurídico e respeito a constituição de nossos tribunais superiores especialmente após as indicações por fhc: Gilmar, lula e Dilma : levandovsky ,toffolly Facchin , Rosa e carmen e Temer: Moraes. Cássio ao votar que os julgamentos de lula e parcialidade de Moro eram assuntos preclusos votou corretamente .

  4. Dá muita vergonha ter um judiciário como esse, que só funciona nas duas primeiras instâncias. STJ e STF só para lagosta e vinhos finos sugando o nosso dinheiro, justiça que é bom, nada.

  5. Não se deve subestimar ou esquecer do poder do Lula(petismo). São décadas de experiência e o mesmo modus operandi. Observo que trata-se de método e eles provavelmente têm dinheiro. Esses “ advogados” ou tarefeiros custam caro. Quanto ao método, lembro que as anulações contra Sócrates em Portugal aconteceu logo após o sucesso das anulações contra o Lula aqui. Não é coincidência. Tão pouco acredito que tenha ido em férias para Cuba ou que são aleatórios o contínuos contato com a Venezuela.

  6. Sabemos que baratas são um problema em países onde o saneamento básico não funciona... Minha eterna admiração a você, que continua lutando para que as baratas vivam apenas nos esgotos que as merecem.

    1. João 1, por favor, inclua também o rei das baratas "o baratão" no esgoto fétido porque atualmente ele anda circulando por aí leve e solto ...

    1. Mario, ainda bem que existes. Desejo a ti muita saúde.

  7. Querido MÁRIO SABINO, se me permite, o primeiro e mais gratificante pensamento que deve nos ocorrer, quando vemos 1 subespécie, como a das baratas, é: "ainda bem que não sou ela"!!! Não o sendo e, sendo o ser humano e profissional excepcional que é você, inseticida poderoso como a comunicação honesta e de qualidade superior jamais lhe faltará, por você e por todos nós!!! Denuncie mesmo, é nobre serviço de utilidade pública!!! Pelo e para o bem geral da nação!!!

    1. Ah, só para ilustrar e não dizerem que é ""ciência fake"", como a ""praticada pelo broncossauro"", também vulgo barata......》》》》》》》》 https://www.google.com.br/amp/s/super.abril.com.br/mundo-estranho/e-verdade-que-uma-barata-consegue-viver-sem-cabeca/amp/

    2. Porém, nós os decentes, sejam os super magistrados de verdade ou os verdadeiros profissionais de áreas diversas, jamais desistiremos de combatê-las e, claro, somos mais nós, os seres humanos!!!!

    3. Acostumados a admirar os grandes expoentes da área jurídica e pela lógica, a gente tende a achar q o ambiente da magistratura não tem esgoto e que não é lugar de baratas, por isso nós os decentes ficamos perplexos ao constatarmos o contrário... mas tem sim... e das muiiiito cascudas, em contraste com superiores, íntegros e edificantes magistrados super-heróis que lutam contra a corrente e, também contra as baratas ao seu redor, que, como se sabe, infelizmente, podem viver muito tempo sem cabeça.

  8. Conte aos leitores, Sabino, o que foi publicado no site Brasil247... faz tempo que não existe imprensa e jornalismo no brazil, tudo foi substituído pelo ativismo midiático que consiste em manipular a narrativa transformando fatos em meias-verdades e/ou farsas completas. Nem diploma de jornalismo exige-se mais de cornetaristas e fanáticos de plantão... eu quero é mais pandemia; várias outras‼️

    1. Agora, impressiona a falta de... imaginação de tantos; a causa de todos os males do país... é o golpe‼️Se as índias andavam peladas, foi o golpe; a Revolta da Vacina foi culpa do gorpe; se votaram em um governador que puxou 300 anos de cadeia, lógico, foi golpe; se um sujeito de notório NÃO SABER é escolhido para a Suprema, olhaê o gorpe; se o sujeitinho se revela propineiro, a culpa é de quem? Mas Genésio, o golpe aconteceu há mais de 50 anos‼️ “Pode isso, Arnaldo?” (Sujismund Fode)

  9. Baratas, ratos e corruptos de todas as esferas, inclua - se judiciário, estão acostumados com 🎤 adestrados da pelegada, 🎤 que fala verdade dá choque nessa gente

  10. Mario Sabino as batatinhas, baratas e os ratos na verdade tem medo do Antagonista, da Crusoé e de todos vocês. Sabe por que? O Jornalismo independente é raro. Com rabos presos. Vocês não. São a nata do jornalismo e desnudam cada dia mais esses poderosos que por fora são maiorais mas por dentro só forma, sujeira e podridão. Fica em paz. Você sempre esteve no lugar certo. A VERDADEIRA JUSTICA está chegando.

  11. Muito obrigada por não desistirem da luta, Crusoé, Antagonistas. Uma hora conseguiremos (mesmo que eu não esteja mais aqui) sanear um pouco toda essa imundície.

  12. Como não sentir o estômago embrulhar? Mas eu penso, que deverias ir em frente, não é possível ficarmos a mercê de decisões sem fundamento algum. Estamos juntos!

  13. Pô meu chapa, não consigo concluir esta joça de comentário. Algum erro no sistema aí. Insisto, porém. A Justiça brasileira é um poço de injustiças, além do neoliberalismo que faz dos filhos, sobrinhos e até netos dos magistrados,máquinas de "fazer" dinheiro. Considerando essa decisão contra vc nada "salomônica" sugiro: contrate se puder os facínoras do direito tupiniquim do estilo caicai, zaninzianos, robertexeirais, só pra citar esses aí. Verá que tudo mudará nas suas avenças judiciais.apscosta

  14. Mario: uma sugestão simples e relativamente barata. Sem trocadilhos. Chama uma exterminadora de insetos a cada 4 meses, e nunca mais verás baratas ao pé da tua cama. Tem caranguejo no bolso? apscosta/df

  15. Nós, os inseticidas, estamos numa guerra contra esses insetos imundos que cada vez mais resistem aos nossos efeitos químicos. Tá difícil, viu?

  16. Infelizmente, o sistema que entroniza figuras tão apequenadas nos tribunais superiores representa por vezes o êxito, não do mérito e da competência, mas do mais extremado puxassaquismo e subserviência desses insetos aos poderosos da hora...

  17. O pcc tem seus chefes dentro dos presídios, já os togados praticam crimes muito mais graves em liberdade, o que eles tem em comum , a organização e proteção sistemática da corrupção.

  18. O que esperar da justiça? quando um ex-presidiário é solto pelo stf e o juiz que o condenou tem que prestar contas à justiça?

  19. Boa Mário! Não importa se baratinhas ou baratonas, causam asco de qualquer forma. Com fé e coragem você vai esmagar todas as baratinhas e baratonas que ainda vão atravessar o seu caminho.

  20. Esse nosso judiciário é uma piada. São tão imparciais quanto os advogados que defendem seus clientes. É vergonhoso demais e dá cada vez mais desgosto de sustentar esse sistema com nossos impostos. Aqui a justiça perdeu significado. Aliás, ganhou um novo significado. A justiça é direcionada e repleta de parcialidade.

  21. Nunca dantes neste país houve tanta junção de situações que nos levam a pensar que o grupo musical Titãs tinha plena razão na sua música "Bichos Escrotos"...estamos diante dessa situação!

  22. Infelizmente Mário, a justiça brasileira é só para os pobres mortais, como nós, trabalhadores, honestos , pagadores de impostos, que sustenta essa gentalha do Judiciário, com suas mordomias, salários indiretos escondidos debaixo do pano, padrão de vida incompatível com o que ganham.

  23. Mario uma aberração a decisão, porém é esperado porque o Brasil é o país do faz de contas. Para nossos semi-deuses, lógica só a deles!

  24. Que revoltante, Mario, mais essa aberracao da justiça. As baratas resolveram sair todas do esgoto. Mas Deus é grande, os ventos vão mudar. Crusoé dessa semana está um arraso, vocês tem toda minha admiração e respeito. Obrigada por se arriscarem tanto para nos darem a verdade.

    1. Artigo excelente!!! Só discordo do animal, as baratas são nojentas mas muito melhores do que essa trupe .....

    2. Ta legal, madame, Deus é grande mas anda cego pras canalhices da Justiça brazuka. Deus nenhum no universo encara essa parada tôdca aqui na "latino América". apscosta/df

  25. Há alguns anos publiquei, na minha página no Facebook, um artigo com o título "Baratas não Morrem", com o mesmo pano de fundo. Mário Sabino está perfeito.

  26. Pobre de nós! Nas cortes superiores, quem dá a última palavra são os espertos, os bandidos e os vendilhões: tudo às avessas!

    1. A justiça é o câncer deste país. !!!

  27. Com essa sentença esta provado o quanto você é importante como jornalista. As Cortes Superiores do Brasil são uma aberração, salvo um ou outro gato minguado que estão isolados por seus pares como se tivessem lepra.

  28. após tantos anos nisso, eu ainda fico impressionado como consegue se manter lúcido e ainda na mesma atividade sem desistir disso tudo. sua profissão de jornalista,quando levada a sério, causa danos psíquicos irreversíveis.como lidar com o errado julgando o certo, onde o certo é ser errado. piro nesse conflito ético jurídico. seria melhor para sua saúde que escrevesse apenas romances. mas como leitor insensível que sou, quero que você continue escrevendo de forma corajosa e insana sobre o certo !

  29. Parabéns, Mário Sabino, parabéns Crusoé e Antagonista. Continuo assinando a revista confiando no trabalho de vocês. Quando Cristiano Zanin está de um lado da causa sei que o outro lado está certo.

  30. Nossa Mário, que ódio! Ler esse seu relato me deu até taquicardia. O que me consola é felizmente não ser ateia e ter certeza que o lugarzinho desses canalhas está reservado no umbral. Pois infelizmente nesse país a única justiça na qual podemos confiar é a divina. Fique firme!

    1. Pois é.. essa justiça divina Ta mais pro lado do bandido dos nove dedos do que pros outros 202 milhões de otários que povoam este lado cego do universo divinal. apscosta/df

  31. Está tudo dominado pela corrupção. Quando leio ou ouço história como esta, fico muito triste e sem esperança. Afinal, como ter esperança quando os nossos homens públicos são tão pequenos, tão corruptos?

  32. Parabéns, Mario!!! Este é o Estado Democrático de Direito à Brasileira. Os honestos estamos sendo caçados, mas ainda temos nossos bastiões, como O Antagonista e a Crusoé.

  33. O Brasil é singular! Ministros de cortes superiores em sua maioria são só "amigos do rei", este é o maior atributo curricular que lhes rendeu o cargo. Obrigado Sabino! Sua resiliência e caráter ainda conseguem ressuscitar em mim uma esperança.

  34. Interessante, já ouvi algo semelhante de uma juíza numa ação trabalhista. Ela achava que um profissional qualificado não teria os mesmos direitos trabalhistas do profissional sem qualificação. Isso, seria motivo de acordo com a excelentíssima para considerar o profissional qualificado culpado por tentativa de extorsão. Vc não está só, Mário, a vida real é assim,menos para as baratas que,herdarão a terra.

  35. Análise perfeita de Carlos F. S. Lima (Crusoé de 14.05.2021). STF possibilitou a reeleição do Lula. O PR ajudou-o, eliminando Moro e Lava-Jato. O povo, por ignorância e/ou comodidade não se revolta. Conclusão: ou as FFAA resgatem CF e democracia, ou o Brasil vira uma Venezuela.

  36. Comete desvio de finalidade o juiz que usa ato judicial para vingança ou para enviar recados a veículos de imprensa que lhe causam temores. Incorre em erro de procedimento o juiz que utiliza elementos extra-autos (o jornalismo praticado hoje pela Crusoé e pel’O Antagonista) para decidir casos concretos circunscritos aos limites da lide, estabelecidos há anos nas instâncias ordinárias (fatos relacionados à revista Veja). A Justiça, contudo, se blinda. A resposta deve ser jornalismo. Perfeito.

  37. "O Direito brasileiro é peculiar". Essa frase sintetiza, pelo menos, metade de nossas mazelas e 100 % de nossa desesperança como país! Crusoé é meu lenitivo. Obrigado.

  38. Teu artigo é o mais explosivo de hoje Mario. Ele se comunica com todos os outros em sua força e contundência. Estão querendo aplicar em ti o mesmo remédio (ou seria veneno?) que aplicaram no Moro. O modus operandi é o mesmo de sempre com os mesmos personagens de sempre. Sugiro que adotes o perro negro Daboy. Se ele dá conta das cobras espantar as baratas será fichinha. Abraço

  39. Tenho asco de baratas Mário , e sempre que me confronto com uma , borrifo inseticida para vê-la tonta e com prazer esmagá-la , pois só assim ela morre. Resta-nos 2 baratões cascudos , de espécies diferente:o casca grossa resiliente e resistente (pode dar chinelada à vontade que não pifa), o casca grossa voadora (eclético, voa na cabeça dos milicianos ,nos templos evangélicos etc). O primeiro tem ainda sobrevida pelo visto.O segundo voou e caiu no precipício, se vai sobreviver ao tombo não sei .

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO