Carlos Fernandodos santos lima

O governo Jeca Tatu

05.02.21

A política é a condução dos negócios públicos para proveito de particulares.” Assim Ambrose Bierce em seu famoso Dicionário do Diabo – publicado nos Estados Unidos em 1906 — ironizava a atividade política americana daquela época. Entretanto, a política americana, especialmente em nível federal, mudou muito depois disso, tornando-se sólida e resistindo inclusive ao devastador governo Trump, que testou os limites éticos e legais da democracia.

Houve por lá um longo processo civilizatório de sujeição do interesse particular ao interesse público, que se iniciou com os pais fundadores ainda no século 18 e resultou em uma política capaz de produzir homens como Abraham Lincoln, Theodore Roosevelt, Franklin Roosevelt, John Fitzgerald Kennedy e Barack Obama – grandes políticos em momentos de dificuldades. Não se trata de uma democracia perfeita, obviamente, mas de longe é o experimento democrático mais bem-sucedido na história.

Aqui, entretanto, mais de cem anos atrasado, o mal do Brasil ainda é sua forma de fazer política. Vivemos sob o comando de homens e mulheres indignos de suas altas responsabilidades. As revelações da operação Lava Jato, queiram ou não seus detratores, mostraram que há muito de podre nesse sistema a que chamamos presidencialismo de coalizão — extensível para todos os níveis do nosso federalismo. As eleições de Arthur Lira na Câmara dos Deputados e Rodrigo Pacheco no Senado Federal nesta semana, regadas com mais de 3 bilhões de reais em verbas públicas, apenas confirmam que nossos representantes se preocupam exclusivamente com acesso a dinheiro público, poder e regalias — e nem estou falando aqui de corrupção pura e simples. Estamos voltando aos tempos do infame Centrão de Eduardo Cunha, de quem Arthur Lira era capataz.

Infelizmente nossa política vem sendo dominada por homens pequenos e venais, especialmente nos últimos 25 anos. Assim, quando os parlamentares escolhem como lideranças do Congresso Nacional pessoas como Calheiros, Cunha, Maia, Alcolumbre, Rodrigo Pacheco ou Arthur Lira, revelam apenas todo o sentido de suas atuações, pois são esses os representantes legítimos dessa baixa forma de fazer política. Duvido que se conte nos dedos de uma mão homens públicos hoje em atuação com vivência política, autoridade moral e poder para realizar mudanças em nossa política.

Na maior parte do tempo, os parlamentares bem-intencionados são escanteados das decisões e vivem de pronunciamentos vazios nas redes públicas de comunicação e nas redes sociais — quando muito conseguem 20 segundos em uma rede de TV ou um artigo em um jornal de circulação nacional. Foi-se o tempo de Ulysses Guimarães, Thales Ramalho, Franco Montoro, Leonel Brizola, Mário Covas, Miguel Arraes, Teotônio Vilela e tantos outros de esquerda ou de direita que encarnaram valores éticos e programas de governo — não estou dizendo que realmente fossem honestos, mas inspiraram gerações. Agora é pura desfaçatez, nem sequer disfarçando nossos políticos que fake news, dinheiro fácil e negociatas são o que importa.

Alguns vão dizer que política é assim mesmo, uma composição de interesses e poder. Talvez pior que o próprio sistema do toma lá dá cá seja ouvir isso. Mesmo articulistas e jornalistas bem informados repetem essa ladainha, pois nasceram e se criaram nessa realidade, aceitando como dado aquilo que não só é inaceitável, como é contingencial. A única forma de se aceitar composições é quando elas atendem o interesse público.

É claro que há milhares de interesses privados legítimos disputando espaço nas decisões públicas, mas a composição com eles só pode acontecer se houver o atendimento da finalidade pública da decisão. Está certo que isso pode parecer utópico, pois alguém mergulhado na escuridão pode acreditar que a luz cega. Albert Camus já dizia que “a política é constituída por homens sem ideais e sem grandeza”, mas em nenhum lugar precisamos que sejam desonestos e imorais como estamos acostumados por aqui.

A política no Brasil, e estou falando quando ela é considerada limpa e honesta, tem sido apenas um sistema que procura o dinheiro dos ricos para conseguir os votos dos pobres com a finalidade de proteger os primeiros dos últimos. Já na sua versão corrupta, trata-se do sistema em que uma classe de políticos profissionais se apropria das atividades do estado para revendê-las a interessados pelo melhor preço. Em nenhuma de suas duas versões brasileiras o sistema político se preocupa realmente com a população e suas necessidades. O estado não é um fim em si mesmo, mas um mecanismo contingencial e histórico que serve para atingir os fins públicos que, em uma democracia, constitui-se em fornecer ao povo ao menos educação, saúde, justiça e segurança. Mas aqui em nosso país isso não é verdadeiro.

Agora vemos o triunfo do Centrão e de sua política de tornar refém qualquer um que chegue à chefia do Poder Executivo. Esse agrupamento, amorfo como uma bactéria, tem justamente a capacidade desta de se adaptar ao hospedeiro que lhe garantir a sobrevivência, sejam FHC, Lula, Dilma, Temer ou Bolsonaro. De longe é o ser mais adaptado ao nosso ambiente político, pois tem tido o cuidado de moldar as leis — eleitorais e criminais especialmente — para atender suas necessidades.

Dessa forma, ilude-se quem pensa que o projeto do Partido dos Trabalhadores de permanecer 30 anos no poder com base na corrupção fosse o mais nefasto. Na verdade, essa doença chamada corrupção corroeu os intestinos do PT tão logo chegou ao poder — dizem que ainda nos tempos das prefeituras do ABC — justamente pelo fato de o partido ter se deslumbrado com a vitória eleitoral e ter tentado montar um governo sob os mesmos princípios que antes combatia. Millôr Fernandes dizia que “o combate à corrupção é o supremo objetivo de quem ainda não chegou ao poder”. Trata-se de uma ironia completamente verdadeira e atual.

Dessa forma, é claro que o Brasil perdeu com a deprimente história das eleições do Parlamento brasileiro. Ficamos meses sem que discussões realmente importantes pudessem ser feitas, tudo apenas por conta da disputa de poder interno. Bilhões de reais que o governo dizia não dispor para comprar vacinas foram distribuídas entre parlamentares. Já estamos em fevereiro e não temos orçamento, famílias estão desamparadas em pleno recrudescimento da pandemia e a vacinação não deslancha a contento por falta de vacinas. Enfim, caminhamos para o caos enquanto Bolsonaro, Lira a Pacheco confraternizam-se. Entretanto, a alegria de Bolsonaro não irá durar muito, pois o preço a pagar por ter engolido essa doença chamada Centrão é o impaludismo definitivo de seu governo. Se já não havia qualquer vigor moral ou orientação de nossa economia, agora este governo vai se transformar em um Jeca Tatu de cócoras sangrando até morrer.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Obrigado Fernando pelo texto explicativo, autêntico e gostoso de ler, porém, triste ao comprovarmos essa realidade! Só me resta pedir a nosso bom Deus, que continue regando vc, com mais sabedoria, pra que permaneça nos deleitando com esses grandiosos textos, parabéns, Torcemos por um governo Moro em 2022 tendo vc como participante,

  2. Ótimo texto! A Lava jato abalou este sistema corrupto, fez o povo acreditar neste estelionato Boçalnarista, na esperança de expurgar da vida pública estes sanguessugas do centrão e do PT. Mas o que se vê é a união de ambos os extremos e do centrão para se blindarem e disputarem as verbas do orçamento, estourando teto de gastos e roubando verbas para o combate à pandemia. A epidemia está sendo a grande oportunidade destes abutres destruírem todas as conquistas contra a impunidade.

  3. Verdade. E faltam mais cabeças pensantes e corajosas na imprensa. Hoje muitos veículos só reproduzem escândalos e dão voz à vingança dos intocáveis no poder...

  4. amigo, tudo isso cansa! você que passou a vida tentando acertar essa esculhambação e ver que sempre mudamos para ficar como estamos... pelo menos seguimos respirando !

  5. Triste é ver a mais alta corte do país, usando mensagens roubadas, inverter as posições. O larápio sai de injustiçado e os juízes e procuradores considerados parciais. A que ponto chegou esse país. É de chorar!

  6. Suas colunas são maravilhosas. Eu gostaria de ver mudança nesse paradigma da política brasileira. Pelo voto popular por si só não irá ocorrer ou nossos partidos políticos deixam a promiscuidade de lado e escrevem um plano conjunto para o futuro desse país ou nossa frágil democracia morrerá!

  7. Carlos Fernando Lima dos Santos, você e seus brilhantes guerreiros do MP, na operação Lava Jato e em tantas outras vitoriosas no combate e derrota dos corruptos dos mais variados coturnos, têm o poder e talvez dever de concorrer à câmara e ao senado federal e expulsar essa classe política venal que corrói as entranhas de nosso país... Vocês são a esperança real de mudança de rumos e ascensão do Brasil 🇧🇷 GOVERNANDO PARA O BEM, seja para SÉRGIO MORO, ou para quem vier...

  8. Parabéns pelo texto! Li com um nó na garganta, constatar essa dura realidade, perceber que nada melhorou e que muito vai piorar tira meu sono. Desacredito no Brasil, dia-a-dia. Só chorar.

  9. Nossa democracia é uma farsa. A CF88 é outra farsa.Não pode haver democracia quando a constituição consagra o foro privilegiado, quando as cortes superiores, especialmente o STF, podem ser aparelhadas pelo presidente. Estamos em um beco sem saída,

  10. Durante a minha vida já assisti a esse “filme” pelo rádio ,tv em branco e preto ,em cores ,e pelas mídias sociais ! A exemplo das peças da broadway mudam somente os atores... os diretores e o enredo são sempre os mesmos e o final é sobejamente conhecido..Mas continuam sendo aplaudidos pelos analfabetos politico-funcionais !! Para mudar, somente nascendo de novo em um outro país , de preferência sério !

  11. No curso da minha vida já assisti a esse filme pelo rádio, pela teve em branco e preto e agora a cores e nas mídias...e o enredo dessa história permanece o mesmo mudando somente os atores desse espetaculo macabro aplaudido somente pelos analfabetos politico-funcionais....Para mim, chega!! Se quiser coisa melhor será preciso reencarnar em outro país...de preferência sério...

  12. Parabéns Dr Carlos Fernando ,eu penso assim .O País está. como a casa de Jeca tatu ,sem homens de bem para virar a mesa e da um frasco grande de Biotonico Fontoura ao povo brasileiro ,para ter coragem de virar a mesa,ainda existe homens de bem e jornalistas éticos que ainda tenho esperança.

  13. Correto o artigo estamos nas mãos de quadrilheiros e de um judiciário contaminado e promíscuo principalmente nas altas cortes.

  14. Tenho certeza que pra esse jornalista, “peito de ponto”, um bom nome pra Presidência é o do Luciano Hulk. Afinal o Luciano é da Globo e tal ... Será que eu estou errado ?

    1. Vou repetir: Já pra casa sua vadia!

    2. Vc é tão desavisado que nem sabe quem é Carlos Fernando Lima dos Santos? Não bastasse dizer que Mainardi vive na França ainda chama o articulista acima de jornalista? Sendo tão mal informado, para não dizer nescio, como se acha apetrechado para não só comentar como julgar pessoas que vc nem sabe quem são . Por acaso vc está ganhando pra passar vergonha? Avisa seu "patrão " que o mande criticar pessoas e assuntos sobre os quais vc tenha algum conhecimento ( se é que isso seja possível).

  15. Já que esse jornalistas “peito de pombo” inspira confiança de alguns leitores, com suas historinhas sempre tendenciosas, eu gostaria de saber, dos que criticam o Presidente da República, quem seria o bom para o momento ?. Considere a REALIDADE ATUAL e não os sonhos de Alice.

    1. Caro Afrânio, não faça papel de idiota. Informe-se e depois exponha SUAS opiniões. Não haja como papagaio.

    2. Não existe Presidente da República no Brasil, nesse momento. O que temos é um ser doente chefiando a Nação. Recomendaria que tomasse, duas vezes ao dia, HALDOL E CARBOLITIO, em doses máximas. Se ele receita Cloroquina, também me dou ao direito...

    3. O problema do Bolsonaro é o rabo preso da sua família o que o encurralou. Ele só pensa em se salvar, por isso todo esse estelionato eleitoral.

    4. Pelo menos ele tentaria combater o sistema, diferente do que aí está que se integrou ao sistema podre se juntando ao centrão.

    5. Talvez fosse, não sei. Mas como é que se elege o Sérgio Moro ?, será que ele aprovaria e levaria adiante alguma coisa no Congresso Nacional estando no Executivo, em um sistema democrático cheio de personagens bacanas ? O mundo é o real.

  16. Só existe o direito de ladrões e corruptos em difamarem procuradores e juízes que tentaram colocar o país nos eixos. Devolver aos cofres o dinheiro roubado com propósitos obscuros. E a população que deveria se indignar simplesmente se acomoda e acredita em jornalistas de esquerda ou direita extrema. Esse é o Brasil. Um país lindo, rico mas com pessoas que não são valor a ele ou a quem tentou transformá -lo em um país melhor. E assim os senhores de engenho permanecem com seus CURRAIS eleitorais.

  17. Maravilhoso. Gosto de sua opinião. Clara e objetiva. Jeca Tatu podera não sofrer um impeachment, dará lugar a um outro corrupto. A ignorância, as mentiras e tudo o que foi feito contra a Lava Jato e o país já estão marcados em nossa história. O pior é ver brasileiros que presenciaram os roubos estratosféricos repetirem narrativas mentirosas. Advogados sem um pingo de ética e moral e ainda procuradores imorais repetindo isso em nome do Direito. O direito dos pobres, dos que trabalham não existe

    1. Reflete nos serviços que recebemos do Estado. Esta ruim? vai piorar antes de melhorar.

  18. Bolsonardo poderia ter tomado a frente da liderança da pandemia se aqui houvesse inteligência que detectasse que havia algo de errado na China e o avisado de que poderia tomar as rédeas das decisões e ver gente com Draúzio Varíola chamar a peste de gripezinha, seguido de muitas mortes. Mas, perdeu o bonde da história, tal qual eu que perdi a oportunidade de comprar biticoin na baixa.

  19. O pateta tava tentando ficar a parte do legislativo... vcs da imprensa LIVRE...cercaram a cara até, por sobrevivência, ter que formar base para sobreviver... caiu nos braços do centrão... o cara é uma besta, mas vcs ajudam a piorar!

  20. Entendi! Entretanto vc Moro, jornalistas etc...fazem um discuso parecido! Pergunto se tivéssemos uma corte como a dos Estados Unidos ou Inglaterra , os políticos fariam tudo isso? será que a corte não é tão "podre" quanto o congresso?

    1. Existem homens corruptos em toda parte, Jose. O que diferencia o Brasil das outras nações desenvolvidas é a nossa maldita impunidade! Em outros países, o infrator, seja por questões ético-morais ou por corrupção mesmo, é alijado do poder e punido exemplarmente ! Aqui, o corrupto é premiado com honrarias e se elege presidente no Congresso, vira governador, ministro de Estado, etc. Então, é muito lógico que a corrupção se crie e contamine todo o Poder Público...

  21. Mais uma vez quero parabeniza-lo pelo excelente artigo.O sr traduz com palavras mt apropriadas,nossa política vergonhosa e podre! Pena que mts não se interessam por boas revistas,mas creio que não faz mt diferença,pois tb não sabem interpretar com racionalidade!

  22. O PT sistematizou o maior esquema de corrupção da história da humanidade. Com isso surgiu a Lava Jato e acabou com parte da festa. Bolsonaro, dada às decisões que tomou, externa que algo de muito podre esta acontecendo ou vai acontecer. Não tenho dúvidas que algo vai se colocar no caminho para frear essas intenções. Um país não morre. Enquanto tiver pessoas pensando um Brasil melhor, livre de Lulas e Bolsonaros, ainda haverá esperanças. E aqui na Crusoé temos espaço para isso. Imaginar e fazer.

  23. Até hoje só foram eleitos no Brasil aqueles bem falados pela “grande imprensa nacional”, e foram decepções repetidas. Pela primeira vez isso mudou.

    1. Seu comentário é de uma estupidez descomunal. Lula e Dilma também criticavam a tal grande imprensa. Bolsonaro foge da imprensa para não precisar responder questões espinhosas. Quando o repórter perguntou para ele sobre os cheques na conta da mulher, ele ameaçou o repórter de socá-lo. Mas Bolsonaro enfrentava a Maria do Rosário e o Jean. Falar até papagaio fala. No pau a pau, aposto que o repórter daria uns bons cascudos nele. Como Fux, falou e olhou dentro do olho do Bolsonaro. Ele encarou?

    2. Seu comentário é de uma estupidez descomunal. Lula e Dilma também criticavam a tal grande imprensa. Bolsonaro foge da imprensa para não precisar responder questões espinhosas. Quando o repórter perguntou para ele sobre os cheques na conta da mulher, ele ameaçou o repórter de socá-lo. Mas Bolsonaro enfrentava a Maria do Rosário e o Jean. Falar até papagaio fala. No pau a pau, aposto que o repórter daria uns bons cascudos nele. Como Fux, falou e olhou dentro do olho do Bolsonaro. Ele encarou?

    1. ... Você gostaria que O Antagonista e Crusoé elogiassem o sr. Gargalhada, Afrânio ?? ... Ora, vá se catar. ... Procure um lugar pra chamar de seu.

    2. Bolsonaro é um incompetente. A única vez em que mostrou competência, foi fazendo um acordo com o Centrão. Mas ali no Centrão, Bolsonaro esta em casa.

  24. A Emenda Parlamentar é a forma de direcionar verbas para projetos públicos que estão no Orçamento Nacional . Gostaria que esse Jornalista idiota apontasse o crime do Presidente do Brasil, que ele insinua de forma tão leviana. Fernando “fulano” vai pra P............l!

    1. Interessante, na época o PT falava a mesma coisa. Bolsonaro se elegeu criticando às condutas do PT e faz a mesma coisa que o PT fazia. Bolsonaro é um presidente fraco, incompetente e sem perspectiva. Sobreviveu hoje e amanhã? Presa fácil para o Centrão. Mas Bolsonaro quis isso. Ele planejou isso. Colocou o Aras. Aras acabou com a Lava Jato. Colocou o Kassio para se garantir. E ainda paga idiotas para defendê-lo.

    2. Interessante, na época o PT falava a mesma coisa. Bolsonaro se elegeu criticando às condutas do PT e faz a mesma coisa que o PT fazia. Bolsonaro é um presidente fraco, incompetente e sem perspectiva. Sobreviveu hoje e amanhã? Presa fácil para o Centrão. Mas Bolsonaro quis isso. Ele planejou isso. Colocou o Aras. Aras acabou com a Lava Jato. Colocou o Kassio para se garantir. E ainda paga idiotas para defendê-lo.

  25. Esse peito de pombo é um péssimo intérprete da realidade. Não sabe mais como falar mal do Presidente da República, eleito legitimamente pelo povo, e fica procurando uma forma de agradar aos chefes dessa imundície chamada Crusoe. Canalhada Crusoe, Se estivesse bom pra vocês estaria péssimo p o Brasil.

    1. Caro Oliver, esse linguajar apesar baixo, está muito acima da capacidade intelectual do presidente

    2. Pelo conteúdo e linguajar, acho que Afrânio é o presidente.

    3. Vem ca.. quem é esse tal afrânio? Jura que esse paspalhão assinou essa revista aqui? saiu de qual buraco esse réptil? Quaquaqua.. pelo que lembro, o único Afrânio que conhecí é de uma piada de peido..quaquaqua..

    4. O Brasil esta passando por uma crise sem precedentes. O Paulo Guedes não entregou nada do que prometeu. Em 2019 o PIB cresceu somente 1,1%, contra 1,8% em 2018, na gestão do Temer. Bolsonaro errou em tudo no enfrentamento da pandemia, não conseguindo atender o país com vacinas e endividando o Brasil num patamar jamais atingido. E pelas faltas de vacina, terá que endividar mais o país. Quer viver no mundo paralelo? Aqui é o mundo real.

    5. O Brasil esta passando por uma crise sem precedentes. O Paulo Guedes não entregou nada do que prometeu. Em 2019 o PIB cresceu somente 1,1%, contra 1,8% em 2018, na gestão do Temer. Bolsonaro errou em tudo no enfrentamento da pandemia, não conseguindo atender o país com vacinas e endividando o Brasil num patamar jamais atingido. E pelas faltas de vacina, terá que endividar mais o país. Quer viver no mundo paralelo? Aqui é o mundo real.

  26. Por que nossa população continua votando em políticos corruptos? Seria somente pela dificuldade de selecionar um bom candidato? Por não se preocupar com a política e votar no candidato que mais aparece na mídia? Por que nós, elegemos esses políticos.

  27. Você e os outros procuradores da Lava Jato prestaram um serviço impagável de combate à corrupção e lhes sou grato por isso. Também concordo com suas críticas ao atual presidente da república. Quanto ao senador Rodrigo Pacheco, não tenho conhecimento de que seja corrupto mas você deve estar melhor informado. E Ulysses, Covas, Brizola, Arraes (esqueceu do Tancredo?) inspiraram sim gerações, mas de esquerdistas como você. "Me exclua fora dessa", por gentileza.

  28. Essa é a pura realidade atual, infelizmente como sempre, o ressultado final é a piora na qualidade de vida dos mais probres, educação abandonada, saúde abandonada, etc.

  29. BOLSONARO “PERSONALIDADE em CORRUPÇÃO e CRIME ORGANIZADO do Ano!” FAMÍLIA BOLSONARO promoveu retrocessos na luta contra a CORRUPÇÃO que nem mesmo Dilma e Temer ousaram! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  30. Obrigado, Carlos Fernando, Deltan, Pozzobon e toda a Força-Tarefa de Curitiba. O trabalho e a coragem de vocês e de Sérgio Moro não será esquecido! O mecanismo venceu essa batalha, mas não vencerá a longo prazo.

  31. Não entendi juntar Brizola e Arraes,;dois péssimos exemplos de políticos-disfarçados protetores dos mais pobres em benefício dos mais ricos e de si mesmo;Pernambuco está cada vez mais pobre e a família se APOSSOU do estado

    1. Pela primeira vez também discordo do colunista. Brizola e Arraes, dois populistas encantadores de serpentes.

    2. A derrocada do Rio de Janeiro, especialmente na capital, começou com Brizola. O que ele mais queria era chegar á presidência da república. Vendeu a alma aos diabos do tráfico, peitou a Rede Globo, mas não conseguiu... seria mais do mesmo.

    3. Concordo perfeitamente. Até hj Pernambuco não sai do lugar em razão do “legado” de Miguel Arraes, político medíocre, incompetente, demagogo e populista, cujo fantasma representado por esses Campos atormenta e compromete o futuro do estado, c esse “socialismo” de fantasia.

  32. Deus te ouça! Que sangrem até morrer! Sonho que ainda verei um grupo de homens honrados como o senhor que inicie um movimento para restaurar nossa esperança perdida.Sonho que um grupo assim levante nosso grito preso na garganta.E que este grito balance os alicerces podres deste políticos nojentos..e que caiam todos..eu sonho..contém com meu URRO

  33. Parabéns e TODA a GRATIDÃO a você e a todos que integraram a Força Tarefa da Lavajato; nesse tempo tivemos esperança, vocês são Heróis Nacionais; ainda bem que vocês estão aqui e continuam a GRITAR VERDADES. (Eu estou REVOLTADA, inclusive porque votei no bozo, raiva de mim mesma). A Lavajato merece um Monumento em Praça Pública, mas o Brasil é tomado pelos políticos sociopatas.

  34. O centrão é um pântano de areia movediça. Vai engolir o mito. Mas não vai desaparecer, estará a postos para engolir o próximo presidente, a menos que os eleitores brasileiros tenham um ataque de lucidez na hora de escolher deputados e senadores. Isso se repete nos estados é municípios.

  35. Os venais estão lá porque foram eleitos pelo povo, logo, talvez o povo não preste. Note-se, canalhas porém eleitos, diferente do Judiciário que não vale uma banana podre, mas não receberam sequer 1 voto. O mesmo se aplica ao MP, não é, dotô Aras e Cia limitada? O artigo ia aos trancos e barrancos, mas parei de ler nas citações de Brizola (TAIS BRINCANDO?) e de Ulisses Guimarães, o senil representante da “Constituição Cidadã”, uma porcaria sem precedentes em todos os sentidos.

    1. O parlamento é podre o judiciário de 3 instância é podre o executivo é podre. Coisas podres têm q ser descartadas. Mas aqui na terra tupiniquim isso nunca vai ocorrer. Essa podridão continua. Só uma bomba igual a jogada em hiroshima resolve o problema se jogada nos prédios dos 3 poderes

  36. Pois é, Dr Carlos! Pensar que milhões de nós votaram nesse incompetente, exatamente por dois motivos: a falta de figuras como as mencionadas pelo senhor e para evitar um mal ainda maior, este, embora ilusório, previsível!

    1. Saudades do Lula, Nando? Como é a vida à beira mar?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO