Corrupção ou caixa dois?

01.02.19

A Procuradoria-Geral da República espera para as próximas semanas uma decisão do Supremo Tribunal Federal que pode significar mais um golpe na Lava Jato. Os ministros devem julgar pedidos feitos por políticos – há vários na fila – para circunscrever a caixa dois eleitoral, e nada mais do que isso, investigações criminais em que eles são acusados de recebimento de propina. O rol de excelências que podem ser beneficiadas por uma eventual decisão da corte ordenando a remessa dos inquéritos para a Justiça Eleitoral é extenso. Se a decisão dos ministros sair conforme a PGR teme, uma parte importante da operação corre risco de descer ralo abaixo, juntamente com a perspectiva de punição para os envolvidos.

Agência BrasilAgência BrasilRaquel Dodge: alerta para o risco de novo dano à Lava Jato

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os 3 poderes e seus joguinhos de faz de conta. Assim o estado entretem a platéia de palhaços (nós) e segue metendo a mão no nosso dinheiro. Ilusão pensar que isso vai acabar. Não vai. A gente é que tem que por um fim nessa orgia deprevada. Deixando claro nosso inconformismo, todos os dias. E trazendo novas idéias a discussão.

  2. Quando eu era pequeno ouvia o ditado: "comida que muitos mexem, acaba queimada". Essa tal democracia com três poderes é muito bagunçada e quem perde com isso é o povo. O Executivo arrecada as receitas, cria as melhores ou piores medidas para o país, seus funcionários recebem os piores salários. Os outros dois poderes o que fazem? Não precisa dizer que não faz nada em benefício do país e ainda seus funcionários ganham os melhores salários.

  3. conseguimos tirar a dilma, elegemos o Bolsonaro, dizimamos os corruptos nas urnas, expurgamos o renar... Agora, vamos colocar uma LUPA no stf, só assim o Brasil deslancha.

  4. Mas esta MERDA de Pais ao muda nunca. se Bolsonaro não tiver pulso firme E esquecer esde mantra de "poderes independentes" nada será mudar o no País. Tem que ser na porrada mesmo. Acabar com essa história de parlamentar trabalharde terça a quinta de verba de gabinete faraônica de o judiciário só começar i. batente

    1. continuando . O judiciário não pode ter 2 períodos de férias por ano. Outra aberração é o Executivo, o Poder que mais trabalha ganhar uma miséria e o Judiciário onde nada anda ter os melhores salários. O Brasil está de cabeça para baixo. completamente UPSIDE DOWN. Essas jabuticabas jurassicas só poderão ser vencidas por uma DITADURA DE DIREITA , uma vez que os que falam em democracia na verdade só querem se locupletar é manter e ampliar seus privilégios

  5. É vergonhoso o entendimento dessa Corte Máxima sobre a necessidade de se manter a Operação Lava Jato. Eles também temem que delatores envolvam essa nulidades do Supremo.

  6. No último século nenhum político eleito deixou-se receber “algum” em caixa-dois; quem não tinha o mínimo prestígio para o receber também não o tinha para se eleger. Logo, o trabalho mais importante será separar caixa-dois de propina pura e simples e não ficar sempre usando a lava-jato como para-choques.

    1. Devia haver um mea-culpa dos que se elegeram com caixa-dois, tipo autodelação premiada, não dá para modificar o passado, tem que reconhecer que era prática geral e passar a tentar coibir no futuro...

  7. De qualquer forma, se se safar em de crime punível com cerceamento de liberdade, pelo menos que a Justiça Eleitoral solicite a devolução dos recursos e os torne inelegíveis. E façam um serviçinho social...

    1. Leandro, excluindo essa corja certas medidas é a única maneira desta corja fazer reformas ou leis contra os interesses deles. Infelizmente esta é a realidade.

    2. Pelo amor de Deus, isso nao pode bastar. Isso e'um estimulo á impunidade. Se o bandido for pego, basta devolver o dinheiro q a justica cprrupta e inepta conseguir provar. e'um estimulo á impunidade.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO