Cassiano Rosário/Futura Press/Folhapress

O novo petardo de Palocci contra Lula

O ex-ministro diz que Lula sabia que o tríplex do Guarujá era um favor da OAS. Ele também afirma que o sítio de Atibaia foi um presente ao chefe petista -- essa parte, especificamente, deve impor ao ex-presidente o primeiro dano real originado na delação do velho companheiro de PT
26.10.18

Nas 238 páginas da sentença que condenou o ex-presidente Lula a doze anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o juiz Sergio Moro se valeu de mais de 20 testemunhas citadas pela Lava Jato. Do porteiro do prédio ao empreiteiro Léo Pinheiro, dono da OAS, os depoimentos compunham, de perspectivas distintas, o quebra-cabeças que mostrou como o petista comprou um apartamento simples na planta, mas acabou levando um tríplex reformado e equipado. Lula e seu entourage, apesar da condenação e da confirmação da sentença por outras instâncias da Justiça, insistem no discurso de que a acusação é uma farsa. Mas um novo testemunho, de alguém que durante anos foi do círculo íntimo do ex-presidente, dá ainda mais força às descobertas da Operação Lava Jato. Em sua delação premiada à PF, o ex-ministro Antonio Palocci afirma que tanto Lula quanto a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em 2017, tinham plena consciência do upgrade no apartamento à custa da empreiteira OAS e diz que, sim, o casal planejava ocupar o imóvel de frente para o mar do Guarujá.

As declarações de Palocci sobre a relação de Lula com o tríplex constam de um dos capítulos em que o ex-ministro, preso desde setembro de 2016 e agora execrado pelos antigos companheiros do PT, relaciona o que ele chama de “ilícitos” envolvendo o ex-presidente da República. No acordo de delação, firmado com a Polícia Federal, Palocci confirma que houve uma troca de favores entre Lula e a OAS. E relata que Lula tinha conhecimento de que a empresa era beneficiada pelo governo do PT no esquema que ficou conhecido como petrolão — e aceitou de bom grado a oferta do tríplex no edifício Solaris.

Reprodução/TV GloboReprodução/TV GloboVista do sítio de Atibaia: Palocci disse à PF que a reforma na propriedade foi presente para Lula
Na linha da denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal e acolhida por Moro, Palocci fala até em valores. Ele repete os números citados na peça de acusação. Diz que apartamento original a que Lula teria direito, negociado com a cooperativa dos bancários, virou um tríplex de 1,1 milhão de reais e lembra que a OAS ainda gastou outros 926 mil só com a reforma da unidade e mais 300 mil reais com a decoração. Lula não pagou nada.

Segundo o agora delator, Marisa Letícia aceitou a ideia de receber o imóvel da OAS. No capítulo em que detalha o assunto, Palocci usa uma expressão que é relevante para os investigadores. Ele fala em “contrapartida”. Diz claramente que o tríplex do Guarujá era, de fato, uma compensação da OAS pela fortuna que a empreiteira fez com o petrolão — em bom português, propina. O capítulo que trata do apartamento al mare ofertado aos Lula da Silva é uma pequena amostra de como Palocci pode ajudar os investigadores a desatar nós em inquéritos e preencher buracos de investigações com informações preciosas que só uma pessoa muito próxima de Lula, como ele era, poderia contar.

Danilo Verpa/FolhapressDanilo Verpa/FolhapressLula se diz injustiçado no caso do tríplex do Guarujá, mas seu antigo companheiro corrobora a acusação
Na quarta-feira, 12, os efeitos práticos da colaboração de Palocci começaram a se desenhar. O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, votou pela redução da pena do ex-ministro. Gebran homologou em junho o acordo da PF e é relator do recurso no qual Palocci tenta deixar a prisão. O ex-ministro, assim como Lula, foi condenado a doze anos pelo esquema de caixa dois orquestrado pelo PT com a Odebrecht. Nessa parte das operações, ele tinha uma posição de destaque. Era o pivô do “Programa Especial Italiano”, uma espécie de contabilidade paralela mantida por Marcelo Odebrecht para organizar os acertos com a cúpula do PT.

O desembargador Gebran entendeu que a colaboração de Palocci é relevante o suficiente para beneficiá-lo. Houve, porém, um pedido de vista e o julgamento não foi encerrado. Dos doze anos de prisão da sentença, o relator sugeriu uma redução para nove, em regime domiciliar semiaberto. “Palocci quebrou com a regra de silêncio que imperava anteriormente. Esses fatos não podem passar despercebidos”, disse Gebran. O outro protagonista da história, Lula, está preso em uma sala da Polícia Federal, em Curitiba, justamente em razão do caso do tríplex. Da prisão, o ex-presidente tentou, de uma vez só, influenciar a eleição e conseguir a liberdade – apelando até para um comitê burocrático da ONU.

Marcello Casal Jr/Agência BrasilMarcello Casal Jr/Agência BrasilLula com Palocci nos velhos tempos: difícil dizer que um não sabe os segredos do outro
Enquanto isso, Palocci fala, fala e fala. As revelações vão bastante além do Guarujá. Crusoé descobriu que em outro capítulo, ele trata do sítio de Atibaia – aquele do qual Lula diz não ser dono, apesar de todas as evidências em contrário. Palocci afirma, também no caso do sítio, que a propriedade foi reformada à custa da generosidade das empreiteiras do petrolão. À diferença do caso do tríplex, que já rendeu uma condenação a Lula, o do sítio de Atibaia segue em aberto. O juiz Sergio Moro decidiu adiar audiências que haviam sido marcadas para o período das eleições, de modo a evitar a exploração política do processo, mas em breve o andamento será retomado. O interrogatório de Lula, por exemplo, está marcado para o dia 14 de novembro.

Só depois que o petista for ouvido em juízo é que Moro irá proferir a sentença. A colaboração de Palocci deve ser decisiva. É, na prática, a primeira situação em que a delação do outrora poderoso ministro do PT pode causar danos efetivos ao ex-presidente. O que ele diz tem tudo para ajudar a sustentar mais uma condenação. É bem verdade que as provas contidas na ação do sítio já são variadas e robustas. Mas o molho da delação tende a enriquecer o enredo da nova sentença.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Na verdade concordo com todos os comentários sobre investigações feitas pelo grupo . No entanto, algumas pessoas indicam que alguns assuntos são tratados de forma tendenciosa ! A forma de convencê-los é não deixar nenhum comentário em estado gasoso!

    1. O mundo inteiro já sabe quem é o verdadeiro golpista! Deu um baita golpe, enganou um país inteiro!

  2. Lula é presoVIP deveria estar dividindo uma cela comum com 8 presos pois não tem nível superior! Aí iria falar .Só assim o Povo Brasileiro teria acesso aos Bilhões roubados

    1. Ele é o topo da cadeia alimentar do crime e nada tem a declarar que possa reduzir suas penas. Ele é o que sempre quis ser, o chefe da coisa toda. Sua prisão é inegociável em termos de redução por delação. Vai morrer enjaulado ou em cela suavizada. Mas preso.

  3. Não me conformo que ainda haja 1 brasileiro que apoie o PT, depois de constatar que este partido age criminosamente. Quem ainda é petista só pode ser porque quer manter privilégios, não é mais por ideologia, porque se houve, não existe mais.

  4. A justiça vai se dando aos poucos , com firmeza. Enquanto isso eles continuam o discurso mentiroso, cada vez mais insistente.

  5. O STF e grande parte da imprensa fizeram um tremendo escarcéu com aquela gozação do Eduardo Bolsonaro (1 cabo e 1 soldado), mas nunca houve uma palavra sequer a respeito do súbito e surpreendente enriquecimento dos filhos do presidiário. Não é interessante?

    1. Concordo e até a coitada da mulher do Cabral e do Eduardo disserem que tinham dinheiro , os filhos do Luladrao , nada !!

  6. Quando ao término do julgamento de todos os processos, Lula (pai dos pobres) terá uma pena semelhante a do Sergio Cabral, para o bem do Brasil

  7. Ninguém engana a todos o tempo todo..... Aos olhos de ALA ninguém escapa! O "barba" foi derrotado na urna, na Lava-Jato, fim da mentira!

  8. Palocci é peça chave neste e em outros processos. O país precisa passar estes tenebrosos episódios à limpo. Não só com Lula, mas com todos aqueles que se apoderaram criminosamente do suor dos brasileiros.

  9. Que chegue logo o julgamento por este e outros roubos, dos filhos envolvidos, no caso dos caças, do afilhado em Angola etc etc etc

  10. Noutros tempos, esses bandidos, recebiam um tratamento especial e falavam tudo, bem rápido. Até o que não se imaginava era dito. Como deveria ser. A delação premiada era o pau de arara.

  11. Passarinho mesmo na gaiola canta! Palocci era braço direito de Lula e era quem negociava as propinas de Lula, se não me falha a memória, logo sabe de detalhes que talvez outros não saibam. Vou amar ouvir tudo! Conte-nos tudo, não escondas nada! Rsrs

  12. Que a justiça seja feita. O exemplo precisa ser dado é começa de cima só assim poderemos sonhar com um País mais Justo onde os direitos e deveres são iguais. Precisamos conhecer e respeitar nossos Direitos e Deveres.

  13. O Palocci poderia esclarecer acerca de como se deu a participação do "laranja" Fernando Bitar, em nome de quem encontra-se escriturado o sítio...Seria de grande valia para o processo, e também para todos entenderem como tudo aconteceu. Aí mais gente teria de ser indiciado.

  14. É bom que as próximas sentenças venham em momento oportuno a fim de que o cumprimento das demais penas sejam cumpridos paulatinamente. O mais fundamental e que a sociedade se lembre todo ano quem é o marginal.

  15. Acho que o Italiano estará mais seguro preso, pois quando sair vai ter muitos semelhantes a Adélio à sua procura para um encontro nada cordial.

  16. Nem precisa de mais cadeia, afinal este monte de estrume oriundo de Garanhuns e com viagem marcada para as profundas do inferno, não está tão longe assim da hora do embarque.

  17. Deus não joga mas fiscaliza. Este presidiário LULARÁPIO poderia ter morrido sem conhecermos sua verdadeira cara, mas DEUS quis que primeiro, o povo conhecesse o bandido e criminoso que foi em seus mandatos, para agora, ser enterrado como quadrilheiro, ladrão, corrupto, traidor e formador de quadrilha. COMO DEUS É BOM.

  18. Lula é cachorro morto, especialmente se, como parece, seu fantoche perder fragorosamente a eleição de domingo. Quero ver delatar gente que ainda está em liberdade, de preferência ocupando cargos de poder.

    1. Gostaria que o partido da traição também fosse um cachorro morto. Essa inusitada organização criminosa chamada pt já violou vários preceitos da legislação eleitoral. É associado ao famigerado foro de são paulo ( Não sei se já mudou o nome ), uma instituição internacional, o que é proibido por lei! Ao lixo o partido da traição e todos os seus operadores !!!

  19. O que me ESPANTA, no meio de tanto bla-bla-bla, é nossa Justiça, além de cega e surda, parecer tão burra aí ponto de ainda nao ter sequer aprendido a regra de ouro de “seguir o dinheiro”!!!... Isto de se estar até agora discutindo esmolas de alguns ‘milhões’, sendo que a roubalheira foi de muiiiiiiiiitos “”BILHÕES””, parece até piada.

  20. Lamentável capítulo da história - que deve ser reforçada na academia - com a participação tão vil de um Presidente da República em tantas falcatruas. Só um novo país a partir de 2019

  21. Temos que avançar em outros processos. Palocci não pode ter redução com o óbvio Lesa pátria tem muitas outras coisas pra vomitar. Aí sim, devolver bilhões e redução de pena de 1 dia.

    1. Excelente, José!!!! E tenha certeza - esse dinheiro quando devolvido vai salvar brasileiros nos hospitais, proporcionar educação com melhor qualidade e mais segurança - PARA QUEM MAIS PRECISA DE APOIO DO ESTADO!!!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO