As gravações da Odebrecht

12.10.18

A prisão do ex-governador Marconi Perillo, nesta quarta-feira, só aconteceu por causa de uma falha de segurança da Odebrecht nos tempos em que a corrupção corria solta. Apesar da conhecida obsessão da empreiteira com a proteção de seu setor de propinas, a Polícia Federal conseguiu rastrear o passo a passo de pagamentos a partir do instante em que as ordens eram dadas pela empreiteira. Isso foi possível porque a Odebrecht escolheu para operacionalizar a distribuição de dinheiro vivo uma corretora de valores que, por ser submetida à fiscalização da Comissão de Valores Mobiliários, gravava todas as ligações que realizava. E era por meio dos telefones da corretora que o delivery de propina era combinado. Em conversas travadas por Skype, ficaram devidamente registrados os endereços e senhas para a entrega das malas. Bastou aos policiais, então, cruzar as datas indicadas nas famosas planilhas da empreiteira com os arquivos da corretora. Com esse trabalho, foi possível entender muitas das transações. A partir dele, por exemplo,  a PF descobriu o motorista de um assessor de Perillo acertando o local para pegar “1.2”. O ex-governador só passou uma noite na prisão, mas está cada vez mais enrolado.

Agência BrasilAgência BrasilGravações deram à polícia o o caminho das propinas da Odebrecht

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Só uma perguntinha , porque quando se tornam indisponíveis os Bens de um Cidadão , não se investiga se , são Legais e qual a Origem ? .

  2. Propina. Rastro. Senha. Odebrecht. Políticos/ladrões . PTistas. MDBistas. PSDBistas. todos os istas. Cadeia. Prende. Solta. Nada disso valerá se a bufunfa não for devolvida junto com a prisão definitiva desses bandidos covardes.

  3. Estou satisfeitíssimo com a maneira competente, profissional e independente com que a Revista vem se portando nesse momento delicado da vida brasileira. Tanto no qye tange a politica como a economia. Cancelei todas as minhas assinaturas de outras revistas, por dois motivos: - Tendência partidaria - Excesso de propaganda Meus parabens a toda equipe.

  4. Fico aqui pensando o quão próspero seria nosso país sem corrupção e com boa gestão!! Nada, ou quase nada, faltaria a ninguém!

  5. eu acho que a Odebrecht tinha uma máquina de fazer dinheiro, porque não é possível que eles andavam com tanto dinheiro e o BC não sabia de nada. nosso sistema financeiro esta todo comprometido.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO