Adriano Machado/CrusoéO ministro Marco Aurélio Mello vê abusos por parte de colegas da corte

“A sociedade quer sangue”

Para o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, apesar de os brasileiros estarem cobrando "as vísceras" dos políticos, a Justiça não pode avançar o sinal nas punições. Ele afirma que Dias Toffoli, como novo presidente da corte, deve trabalhar para colocar "a bola no chão"
14.09.18
Mais notícias
TOPO