O agressor de Bolsonaro antes de ser preso: a polícia está intrigada. Houve mandante ou incentivador?

O mistério de Adélio

O que já se sabe e o que é preciso descobrir, para o bem da democracia, sobre o homem que tentou matar o presidenciável Jair Bolsonaro e, logo depois do crime, passou a contar com a solidariedade de anônimos que lhe pagam advogados caros em dinheiro vivo
14.09.18
Mais notícias
TOPO