Duas cajadadas

23.04.21

Ao afastar o delegado Felipe Leal do comando do setor responsável pelos inquéritos que correm nos tribunais superiores, incluindo todos aqueles que envolvem autoridades com foro privilegiado, a cúpula da Polícia Federal agradou não apenas ao ministro Humberto Martins, o presidente do STJ que caiu nas graças do clã Bolsonaro. Gilmar Mendes também foi afagado com a decisão – e não apenas pela posição crítica do delegado em relação às mensagens roubadas da Lava Jato. Explica-se: Leal foi quem propôs, há quatro anos, a abertura de uma investigação para apurar se a JBS tentou se aproximar indevidamente de um juiz federal de Brasília que tocava processos envolvendo a companhia. A abordagem ao magistrado se deu dentro do IDP, a faculdade privada de Gilmar Mendes. O ministro ficou irado com a ideia de abir uma investigação sobre a história. Ele viu na iniciativa um movimento para atingir sua reputação, como Crusoé revelou. No caso de Humberto Martins, a saída de Felipe Leal foi uma boa notícia porque o delegado havia se manifestado contra o inquérito aberto de ofício pelo ministro para investigar procuradores da Lava Jato.

Fellipe Sampaio/SCO/STFFellipe Sampaio/SCO/STFGilmar: delegado estava há tempos no caderninho do ministro

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Aposto que Humberto Martins será o próximo ministro do Supremo. De alguma forma o mitômano sempre consegue fazer o pior possível como presidente.

  2. Quando um servidor público quer trabalhar, fazer as atividades que competem a sua função, não deixam. GM é um dos piores Ministros do STF.

  3. A reputação de GM está formada, ninguém a atingirá no presente milênio. Mas o que ensina GM em sua faculdade? Ora ensina aquilo que ele faz em seus julgamentos no stf com tanta maestria, direito.

  4. A ORCRIM continua atacando quem luta contra a corrupção. O único consolo é que isso nos permite separar o joio do trigo. Corruptos e seus parceiros ficam nus quando exibem seus abusos de autoridade!

  5. os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. Ah! por favor, deixe os sapos de fora. São criaturas de Deus, úteis na natureza. Esse enorme volume de mau hálito ensacado não é digno de ser comparado a um digno e útil integrante da natureza!

    1. Sim, na Zona, onde pode servir de opção para algum tarado com desejo de ejacular numa coisa purulenta...

    2. Acho que sim, na Zona, como opção para algum tarado que esteja com vontade de ejacular num orifício purulento...

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO