À prova de grampo

23.04.21

O atual governo do Distrito Federal tem se esforçado para não se enrolar com gravações de situações incômodas – até hoje ecoam nos gabinetes da administração local os vídeos gravados pelo ex-secretário Durval Barbosa que turbinaram a Operação Caixa de Pandora, há doze anos. Alguns dos integrantes da equipe do governador Ibaneis Rocha exigem que, em algumas reuniões, até telefones celulares sejam deixados do lado de fora. Houve até quem providenciasse uma plaquinha, cuidadosamente afixada na entrada, alertando os convidados para a proibição de entrar com os equipamentos.

Paulo H. Carvalho/Agência BrasíliaPaulo H. Carvalho/Agência BrasíliaIbaneis: setores do governo se blindam contra gravações indesejadas

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Seria interessante que todo gestor (federal, estadual ou municipal) tivesse em seu gabinete um gravador, que captasse video e som, com uma placa na porta: "aqui tudo é transparente."

  2. Celulares? Pra quê? Há canetas, relógios, bottons de lapela e óculos que gravam muito bem e muito discretamente. Pensam que enganam quem?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO