Linha cruzada

25.09.20

Luciano Benetti Timm, ex-secretário nacional do consumidor do Ministério da Justiça, não largou o osso. Duas semanas após deixar o cargo, em agosto, o advogado foi indicado pelo ministro André Mendonça para compor o novíssimo Conselho Nacional de Defesa do Consumidor. Já liberado pela Comissão de Ética Pública para voltar a advogar, Timm segue no posto — segundo ele, de forma provisória –, embora seu escritório tenha clientes com interesse na área. Criado em julho, o conselho tem suscitado críticas de especialistas no tema. A principal delas está no fato de entidades nacionais de defesa do consumidor terem sido escanteadas, o que foi entendido como um sinal de que o órgão estaria mais alinhado com as empresas do que propriamente com os interesses dos consumidores. Um dos padrinhos da indicação de Timm foi Paulo Guedes.

Gustavo Sales/SCO/STFGustavo Sales/SCO/STFLuciano Timm foi guindado ao conselho por Mendonça com apoio de Guedes

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine
TOPO